Cultura / Japão / Outros

Mentiras generalizadas que falam sobre o Japão!

Mentiras generalizadas que falam sobre o Japão!

As pessoas têm uma mania terrível de generalizar as coisas, principalmente no Brasil! Como a população não está satisfeita com o sistema, ela simplesmente oprime os outros países para se sentir melhor. Fazendo com que outros países tenham uma situação terrível, e dizendo que o Brasil é o melhor local para se viver. Dessa forma surgiram diversos boatos é ideias erradas sobre o Japão, e neste artigo irei falar sobre elas.

O objetivo deste artigo é responder a ideia distorcida e generalizada daqueles brasileiros que nunca foram no Japão e nem conhece sua cultura!

Observação.: Não pensem que eu estou dizendo que o Japão é maravilhoso é que o Brasil é uma merda. Isso é relativo, e eu não estou querendo valorizar nenhum dos países. Só estou contra-atacando as generalizações das pessoas que criticam o Japão.

Lembrando, muitos aqui leram esta matéria e entenderam completamente diferente o sentido dela. O objetivo desta matéria é contra-atacar o que alguns brasileiros que NUNCA moraram no Japão falam ou pensam de lá. Não estamos comparando nada, nem criticando nada.

Lembrando sobre as mentiras abaixo, elas não são totalmente mentira, mas estamos respondendo as generalizações! As coisas são bastantes relativa!

Alimentos são caros, principalmente Frutas, verduras e carnes.

A mídia menciona que a vida no Japão é cara, dizem que frutas custam R$ 100, e que japoneses só comem peixe. No entanto, não mencionaram o fato que essas frutas de R$ 100 são artesanais, e que o custo de vida lá é mais baixo que no Brasil.

Qualquer tipo de alimento industrializado ou importado no Japão, como chocolates, aperitivos, doces, bebidas, biscoitos e outros. Podem ser mais baratos que no Brasil. Até mesmo a carne vermelha, pode se encontrar mais barata. Então quem disse que lá só se come peixe?

Apesar de que as frutas e verduras terem um preço superior ao do Brasil (por exemplo algo que aqui custa 10R$ lá pode custar 30R$) eles não levaram em conta o salário ganho por um japonês, o salário mínimo de um japonês costuma ser 4 a 6 mil reais ou 200.000 ienes.

Japoneses consomem mais alimentos naturais que os Brasileiros, é possível ver que quase todos os alimentos japoneses são compostos por verduras e frutas, então como isso poderia ser algo caro e raro? A alimentação do Japão é uma das mais saudáveis do mundo, fazendo com que o Japão seja um dos países com mais centenários do mundo.

Mesmo com o salário Brasileiro é possível comer muito mais no Japão que no Brasil. Então porque dizer que eles passam fome?

obento

Generalizam terremotos e tsunami

O Japão também é criticado por ser um país perigoso. Pessoas acham que terremotos matam todos os dias, e que tsunami vão cobrir o país inteiro e matar todo mundo.

Acho mil vezes mais seguro estar no Japão que no Brasil. Terremotos acontecem no Japão todo dia, isso é verdade, porém raramente algum causa dano. Nesses últimos 10 anos só teve 1 tsunami em 2011 que mataram mais de 20mil pessoas. No Brasil morre quase isso em um mês por causa de crimes e imprudências no transito.

O Japão pode até ser incerto neste sentido. Ninguém sabe o dia do amanhã, tudo pode acontecer. Porém morar no Brasil é muito mais perigoso que estar no Japão.

Japoneses não são felizes, só trabalham.

As pessoas acham que todos que moram no Japão trabalha 13 horas por dia. Sim existe este caso, principalmente com estrangeiros que vão trabalhar no Japão. Porém a carga horária do Japão é de apenas 9 horas, e o salário deles é 10x Maior que o nosso.

O motivo de tanto trabalho, é porque japoneses gostam de trabalhar, e fazem horas extras. No Japão as pessoas são pagas por hora, o salário mínimo costuma ser 700 a 1.000 円 por hora, aproximadamente R$ 30. E assim como no Brasil, lá tem diversidades, alguns trabalham meio período, outros não trabalham.

Japoneses suicidam porque lá é ruim.

Todo ano mais de 20 mil japoneses cometem suicídio, isso é algo triste, mas quem é o culpado disso? Seria por que o país é ruim? Japonês tem uma mentalidade diferente da nossa, eles dão o máximo de si, e quando não conseguem algo, eles se sentem inúteis e se matam.

Sem falar que o número de suicídio no Japão não é tão grande. São apenas 18 suicídios a cada 100.000 habitantes, em quanto no Brasil é de 12 a cada 100.000 habitantes. Não existe tanta diferença assim.

Os principais motivos dos suicídios no Japão são: Bullying, Reprovação no vestibular, perda de alguém querido, perda de emprego, perda de namorada, levar chifres e outros…
Se o país fosse motivo para se suicidar, Brasil seria campeão!!! Se o Brasileiro pensasse como os japoneses, quando um Brasileiro não conseguisse algo, invés de virar bandido ele se mataria. Seria até melhor assim. Não sabemos porque japoneses agem dessa forma, é uma questão cultural, que deve ter tido origem muito tempo atrás, na época que os samurais realizam o seppuku. Porém quem se suicida não importa o motivo, acho completa burrice. Entenda mais sobre os suicídios clicando aqui.

Liberdade de expressão

Os japoneses têm liberdade para se vestir, agir da forma que quiser, sem ser criticado pela sociedade. Os animes e programas de TV que apesar de serem bem mais puros que os programas brasileiros, contém conteúdo que levanta questionamentos de várias pessoas. Por esse motivo os japoneses são tachados pelos brasileiros. Eles fazem piadinhas e questionam sua sexualidade, além de chamá-los de malucos, e muitos outros questionamentos.
No Japão não existe julgamento entre gostos masculino e feminino, mas agir como Brasileiros e julgar a pessoa por gostos, cores, gestos é algo absurdo. Eu digo que a forma do Brasileiro agir é muito mais tosca, falando gírias de conotação sexual e palavrões imorais. Então por qual motivo vocês criticam o estilo de vida dos asiáticos? Provavelmente isso é inveja da liberdade que os japoneses têm de se expressão na moda, gosto e cultura.

Um país sem espaço, só prédios, casas pequenas e sem verde.

As pessoas têm ideia de que o Japão atual, é um local cheio de cidades e prédios, e que não se tem espaço para viver, e que todo país é populoso, alguns até chegam a achar que o Japão não tem fazendas nem campos.

Por mais que o Brasil seja grande em comparação com Japão, é tenha um grande terreno verde, no Japão você não vai encontrar nenhuma favela como aqui no Brasil. E tenha certeza que as cidades, principalmente as pequenas, é muito mais rural que as do Brasil, cidades como Tokyo que tem quase a mesma quantidade de habitantes que São Paulo, consegue ser milhões de vezes mais organizada, e com mais espaço para os habitantes, foi até mesmo considerada a melhor cidade do mundo.

A maioria das pessoas moram em apartamentos, mas já comparou os apartamentos daqui com do Japão? Eles se sentem muito mais livres, e tem muito mais espaço, além de estar num ambiente bastante natural e colorido e limpo. Arvores plantadas em meio da cidade, cerejeiras, rios que passam por todo canto. Casas e apartamentos podem ser menores e caros. Porém, quase todos os lares do Japão têm ofurô (banheira), vaso separado do local de banho, uso de tecnologia para o clima e bem estar, acha mesmo que eles se consideram sem espaço e sem liberdade? Tudo isso é uma questão de costume.

Japoneses são tarados.

Brasileiros costumam a chamar japoneses de tarados, devido a filmes, vídeos, animes, locais, produtos, lolicons, bizarrices e etc. ( ͡° ͜ʖ ͡°)

A verdade é que todo mundo é pervertido, isso é lógico… ( ͡° ͜ʖ ͡°) porém especificar japoneses como o país mais pervertido do mundo é outra ignorância… Qual país que fala mais gírias de conotação sexual? Só conversa sobre sexo? Maioria das músicas só falam de pegar mulheres e baladas, e onde que existe o Funk? Tem um país mais pervertido que esse?

Sim, no Japão existem bizarrices sexuais, muita coisa escrota, muitos tarados a solta e colecionadores de salivas e calcinhas. Mas é uma maravilha você pode andar na rua sem ouvir a palavra foda, caralho, porra… Você não vai encontrar pessoas ouvindo músicas imorais, lá as pessoas só encontram imoralidade se quiserem, a exposição lá é muito menor, é pode ser considerada maior se olhar de uma forma diferente. (Eles têm toda liberdade, e não tem vergonha em ler hentai em locais públicos.)

antitarado

Japoneses comem insetos, cachorros

Pessoas tem uma mania terrível de confundir a cultura chinesa com a cultura japonesa, pode sim ter restaurantes que vendem insetos e carne de cachorro no Japão, mas nunca pense que isso é cultura japonesa. Isso é cultura de chineses e koreanos.

Idioma japonês e chinês e tudo igual.

Outra coisa que os Brasileiros acham que é tudo igual, o idioma… Inclusive fazem piadas sobre pastel de flango com japoneses, sendo que essa é uma piada chinesa, japonês nem consegue falar o L, ele falaria pasuteru de furango.  . Apesar do japonês conter alguns ideogramas chineses o idioma é composto de silabas, e tem um alfabeto de fácil compreensão, enquanto o chinês e totalmente composto de ideogramas.

Japonês é racista e preconceituoso.

Pessoas acham que todos os Brasileiros que vão para o Japão sofrem preconceito dos japoneses, eu pessoalmente sofro mais preconceito aqui do que estando lá. As pessoas me criticam por gostar de cultura oriental, esse é um dos principais motivos de eu querer sair do Brasil, por falta de respeito com meus gostos.

Apesar do japonês parecer seco, eles são bastante amorosos e fazem de tudo para agradar e ajudar o próximo. Principalmente aqueles que se esforçam em aprender o idioma e os costumes. Infelizmente pode acontecer de você perceber ações que pareçam preconceituosa, mas é algo comum entre eles. As vezes é simplesmente vergonha de não conseguir ajuda-lo da maneira certa. As diferenças culturais fazem alguns se precipitarem.

Como em qualquer lugar, vão existir casos de preconceito. Mas é um erro culpar toda população, chamando de racista, isso é total ignorância. Os japoneses têm todos os motivos para odiar os Brasileiros, mas não fazem.

No caso de Humilhação e Ijimi, isso acontece tanto com japoneses como estrangeiros. Então se você tiver um azar de encontra uma má pessoa, vai ver o jeito asiático…

Apesar do Brasil ser um país livre, os estrangeiros, principalmente asiáticos, sofrem muito mais pelas piadas e falta de educação. Mas não ache que o Japão é mil maravilhas. O Japão possui muitos problemas, eu até escrevi um artigo sobre o lado negro do Japão.

Bem vamos acabar o artigo por aqui. Provavelmente deve existir muitas outras generalizações que as pessoas falam do Japão e dos japoneses. Essa foi as que eu lembrei agora, se tiver mais alguma futuramente eu faço uma parte 2.

Por favor, evitem pensar que eu estou comparando países neste artigo. Me deparei com muitos comentários em redes sociais estranhos, sem nada relacionado ao objetivo do artigo. O objetivo é responder as críticas, conceitos e opiniões de brasileiros que não conhecem o Japão.

Foto de perfil de Kevin
Sou criador de conteúdo na internet, e web designer. Gosto muito do Japão e seu idioma, por causa de sua cultura rica e unica. Curto animes, doramas e jogos clássicos e desconhecidos.
  • Jardel Artiman

    Tokio não têm mais habitantes que SP…

  • Sandro

    Gostaria que me explicasse como funciona o Sistema de Saúde? Quem não trabalha pode usar? Qualquer um pode usar? tem que Pagar? É verdade que o Japonês aceita a morte?

  • kevin

    acho que eu devia ter dado uma pesquisada no google antes kkkk. Eu pensava que SP tinha apenas 6 milhões. acho que cresceu muito rapido.

  • kevin

    É uma boa pergunta, ate irei marcar para escrever um artigo depois. Mas para resumir, qualquer um pode usar, sim tem que pagar, inclusive hospitais públicos. Japoneses aceitar a morte? Q lokura? heuhue em q sentido? Não, como todo ser humano, ninguém gosta de morte, tanto que la as mortes são bem menos. Na crença deles, existe vida apos a morte, e quem se suicida não esta pecando, algo que provavelmente favorece isso…

  • Jorge

    Só vivendo no Japão vc vai saber o que é um salário real , direito de educação, de saúde e muitas outras ajudas que o governo japonês da ao contribuinte ( não comente sem ter conhecido )

  • Juliana

    Realmente quando me mudei para o Japão já vim preparada para ser exposta à discriminação porém, não sei se seria somente onde moro q é uma cidade no interior do Japão, mas jamais encontrei um povo tão hospitaleiro e com vontade de ajudar, educados e gentis como os daqui, em alguns lugares existe sim a discriminação devido à baderna de alguns brasileiros eles acabam generalizando acaba que para eles nenhum brasileiro presta, porém somente em alguns lugares, pois em todos os que visitei foram muito simpáticos. É um país de cultura e povo incrível, lindo hospitaleiro é muito bom pra se morar, segurança, educação e saúde outro nível, crianças recebem tratamento de saúde de graça, sim precisamos pagar pelo atendimento porém com o salário recebido vc consegue pagar, ai no Brasil se paga um plano no valor absurdo e pra que? Para vc esperar horas na fila. No Brasil o SUS ajuda muito as pessoas sim, porém muito mal organizado. Queria eu que o Brasil pudesse pegar o que o Japão tem de melhor e implantar ai. Principalmente os salários. Gosto muito do meu país, porém não podemos negar a grandeza em vários aspectos do Japão.

  • Delcidio Bastos Silva

    “Porem a carga horária do Japão é de apenas 9 horas, e o salário deles é 10x Maior que o nosso.“
    Kevin, onde japones ganha 10 vezes o salario de um brasileiro ?, voce esta mal informado nessa area, gostei muito do seu post, apesar de pecar em alguns quesitos !!!

  • Mauricio Maumau Laureano

    Acho que pela cotação atual do dólar o salário pode chegar a 10x mais de quem ganha um salário mínimo no Brasil sim. Não se esqueça que apenas 2mil dólares hoje são 7600 reais.

  • Roberto Maxwell

    Peço licença para discordar de alguns pontos até porque, como você, não gosto de disseminação errônea de informações sobre o Japão. E vou evitar aqui a comparação com o Brasil, fazendo-o somente quando for necessário.

    1. Os alimentos naturais aqui são mais caros que no Brasil, sim. Até porque eles são importados. Claro que, aí, conta a questão do nível sócio-econômico da população. Mas, para dar apenas um exemplo, 3 bananas custam o equivalente a R$3. Um abacaxi custa o equivalente a R$15. Não compramos carne por quilo. Um corte de carne não muito caro, que poderia equivaler em posicionamento de mercado à alcatra, custa cerca de R$5 por 100 gramas. Quando a “mídia” cita preços exorbitantes de determinados produtos, como as frutas de butique, também ressalta que esses produtos são especiais. E estou falando isso porque eu mesmo produzi inúmeras dessas reportagens que foram ao ar no Brasil. Enfim, sim, o mercado aqui é muito mais caro. Não é mentira.

    2. O Japão, infelizmente, está entre os países do mundo onde os índices de felicidade são os mais baixos. Apesar de toda a riqueza que o Japão alcançou, os japoneses urbanos, em sua maioria, não sabem usufruí-la. Lamentavelmente. É bem triste ver que muitos dos colegas e vizinhos japoneses se sentem presos à sua rotina de trabalho e à empresa. O problema é tão sério que é reconhecido pelo governo. Atualmente, está sendo desenvolvida uma campanha para obrigar os trabalhadores a tirar férias. A cultura corporativa do Japão é péssima, não valoriza a vida pessoal e familiar dos funcionários, não é igualitária para os gêneros… Sem contar que muitas empresas exigem horas extras do trabalhador sem pagar por isso. Enfim, a situação descrita gera infelicidade, sim. Não adianta tapar o sol com a peneira. Isso não quer dizer que vivamos infelizes aqui ou que somos infelizes o tempo todo. Mas, de fato, existe um alto grau de insatisfação com a vida aqui no Japão. P.S.: Não estou falando aqui do caso dos trabalhadores estrangeiros e, sim, dos empregos regulares dos japoneses.

    3. O alto índice de suicídios é, obviamente, afetado pelo que citamos no item 2. O trabalho em excesso gera desagregação familiar, com crianças cada vez mais inseguras, sendo criadas com pais ausentes. O bullying tem muito a ver com essa ausência de uma família estruturada. Atualmente, o aumento no número de crianças suicidas é preocupante. E, mais uma vez, a situação mobiliza o governo que está tentando agir para evitar o problema. Em outras palavras, a situação não está sendo vista como boa nem pelos japoneses.

    4. Falar de liberdade de expressão no Japão é bem complexo. Por um lado, existe essa imagem de que os jovens “se expressam” da maneira que querem por aqui, já que eles usam roupas e cortes de cabelo que parecem extravagantes aos olhares ocidentais. No entanto, vale ressaltar que muito é cultural, como o caso do uso de acessórios “femininos” por homens, com bolsas de mão e presilhas. Em primeiro lugar, isso é uma cultura jovem. Homens adultos com esse tipo de acessório são vistos como marginais. Além disso, cosplay, lolita, ganguro etc são modas urbanas e, sim, vistas como underground. Ou seja, tem gente que usa. Não quer dizer que essas pessoas são bem-vistas pelo restante da sociedade. Uma coisa que você poderia ter dito é que, apesar de a grande maioria das pessoas torcerem o nariz para a moda jovem e a moda underground, pouca gente seria capaz de criticar uma pessoa que se vista dessas formas diretamente. A cultura japonesa evita conflitos. Isso, sim, é real. Isso é a questão da liberdade de expressão pessoal. No âmbito da imprensa, a situação é ainda mais complicada. O governo controla direta e indiretamente as informações que chegam aos grandes veículos de mídia, sim. É um dos problemas mais sérios da democracia japonesa. São poucos os jornalistas independentes que conseguem trabalhar e fazer circular suas investigações. Isso é terrível e é uma realidade.

    5. O Japão, pela enorme população e pequeno território, tem, sim, um problema de espaço. Nas grandes urbes, os apartamentos são realmente pequenos. Quem morou em áreas boas do Rio ou de São Paulo e se mudam para Tóquio descobrem que o japonês médio mora muito mal. Os apartamentos mais em conta, chamados de apaato, são feitos de compensado. Os isolamentos acústico e térmico são ruins. As casas são frias no inverno e quentes no verão, o que eleva os gastos com luz e gás. Os apartamentos são bem menores e mal divididos. Quem pode pagar mais, aluga um manshon, que são os apartamentos um pouco melhor acabados. Estes são feitos de concreto e madeira. Ainda assim costumam ser frios e bem menores que apartamentos equivalentes no Brasil. As casas têm banheira porque o banho de ofurô é um item cultural dos japoneses, não porque isso represente algum luxo.

  • kevin

    Acho que você não entendeu o objetivo do artigo. o objetivo do artigo é degeneralizar a opiniões dos brasileiros que não conhecem o Japão. Nem todas as coisas são iguais, inclusive eu escrevi um artigo falando o lado ruim do Japão. Mas o objetivo do texto que escrevi é retrucar alguns conceitos exagerados dos brasileiros que nunca foram ao Japão e que nem conhece a cultura, esta apenas ligado a mídia destorcida. O seu texto ficou muito bom, mas ai você esta generalizando também… Eu estou por dentro do lado ruim do Japão, mas devemos colocar meio a meio a forma que as coisas acontecem. E serio, os preços das frutas eu achei barato, em comparação com salario recebido. 1R$ por banana? Apenas isso?

  • kevin

    kkkk na verdade é apenas uns 5x. mas se brincar tem gente que ganha 10x sim, basta ela ganhar uns 300.000 ienes. Mas realmente não é a maioria da população que ganha isso, mas creio que é a mesma coisa que acontece no Brasil. Brasileiros vivendo com 1 salario minimo enquanto outros ganham 3 mil a 5 mil. sem citar os ricos.

  • Roberto Maxwell

    Kevin, obrigado por ter respondido.

  • Roberto Maxwell

    Sim, custa R$1 por banana, o valor que compra quase uma dúzia no Brasil. Sobre a comparação de salários, é importante, sim, considerar isso quando se faz análise de custo da vida. É com essa fórmula que Tokyo e Osaka estão sempre listadas entre as 10 cidades mais caras do mundo para se viver. Isso é muito importante citar, apesar de não ser tema do seu artigo. Você fala num valor de R$5mil reais mensais de salário no Japão (¥200 mil). Pode parecer muito. Mas não é. Uma pessoa com esse valor não consegue alugar apartamento em Tóquio e viver, por exemplo. O aluguel de um 1 quarto em Tokyo não sai por menos de 100 mil ienes. Estou falando de algo barato. Enfim, temos qualidade de vida, sim. Não temos a violência que vocês têm no Brasil e isso é ótimo. Mas comparar os dois países da forma que você fez é muito pouco para atender ao seu objetivo com o texto. Abraços e continue com o trabalho no blog que tem muito a render.

  • kevin

    Obrigado pelo comentário, mas realmente eu não tentei comparar, apenas acabar com a ideia de alguns brasileiros que não sabem nada do Japão ficam espalhando por ai de forma generalizada. Infelizmente as pessoas leram da maneira errada lol

  • leo

    Discordo de alguns pontos mas nem contam, so o motivo de algun Japones me pedir alguma coisa emprestada (que seria muito raro)e eu nao ter motivos para me preocupar se ele vai me devolver e sem danos ja e melhor, porque quando eu morava no Brasil…

  • leo

    Depois de 30anos de Japao concordo plenamente com voce, muito bem pesquisado.
    Mais mesmo com todos estes problemas eu ainda acho que o Japao e bem melhor.

  • Carol

    Parabéns! Seu comentário vale mais que a matéria acima! Inclusive, melhor redigida.

  • Marina de Freitas

    ” Na verdade, não existe motivos pra se suicidar, apesar dos problemas, acho que todos devem fazer o esforço necessário e valorizar a vida.”
    Já que vc quer tanto que conheçam mais a cultura japonesa “antes de saírem falando”, poderia você estudar um pouquinho mais sobre depressão e afins antes de postar babaquices iguais a essa. Até pq, quando a pessoa chega no nível de pensar em suicídio, todo esforço que ela faz se torna nulo. Mas bem, você sabe disso, não é? Fez uma ” matéria ” sobre como os japoneses e o Japão sofrem com generalização, preconceito, etc., então é claro que você não faria o mesmo!
    E ah, pelo que vi nem do próprio Japão vc sabe muito.

  • kevin

    Me desculpe! Eu não parei pra pensar na depressão, realmente quem a tem, o desejo de se matar é completamente forte… Eu Realmente não tinha pensado nisso, me desculpe T.T Eu não acho o Japão mil maravilhas não… estou ciente de tudo do Japão. Eu não sou obrigado a escrever tudo em artigo, isso seria estranho…

  • Roberto Maxwell

    Eu também, Leo. Não troco o Japão por nada.

  • João Kamen Rider

    Muito bom só não gostei desse papo de justificativa para preconceito “simplesmente vergonha de não conseguir ajudar da maneira certa” isso não da o direito de NINGUÉM humilhar as pessoas.

  • Leandro

    O primeiro parágrafo generaliza ao criticar a generalização. hahaha

  • Lorena Cutrim

    Olha gostei do que você falou, mas assim k é “coreanos” ta? Kk entao sobre a comida também acho é q mais sofre os asiaticos sao isso e nao gosto mesmo quando compararem comida japonesa e coreana cm comida chinesa. A comida chinesa sim é verdade q comem insetos mas nao é so na china no brasil tambem tem, mas comparar japones e coreano que comem insetos é mentira eu ja vi bastante videos e reportagens de coreanos e japoneses que nunca comeram insetos e que tem mesma expressão que fazemos quando vimos os insetos para comer. Entao nada muda mesmo.

  • Thay

    Olha, eu gosto da cultura japonesa, mesmo porquê sou yonsei e tudo mais, mas como brasileira, deixando a parte toda a minha descendência, achei um pouco ofensivo. Certo, você disse para não entendermos errados, mas a questão é que a sua “defesa” do Japão deixou uma imagem um tanto quanto negativa do Brasil. Mesmo que você defenda um país não precisa depreciar outro, que foi exatamente o que fez e não adianta falar que eu entendi errado porque li este artigo mais de três vezes. Sem falar que você não contestou a imagem de eles serem super inteligentes. Por quê? Isso é uma regra lá? Não! Conheço japoneses legítimos que são os mais babacas do ciclo de amizade. Mas como tudo são pontos escolhidos para a defesa. Porém estou de acordo com uma boa parte do que disse, só não acho que você deva depreciar tanto a imagem do país que você vive.
    Só isso ^^

  • kevin

    Eu gosto do Brasil, eu estou apenas retrucando as pessoas que criam boatos falsos ou generalizados sem conhecer… Eu paguei com a mesma moeda. Devo ter exagerado, depois dou uma revisada.

  • kevin

    Não, num falei de preconceito, me referi a atitudes que as pessoas confundem com preconceito, tem sim japoneses racistas e de cara ruim kkkk

  • Silvia

    Concordo com vc Thay, morei no Japão por sete anos e nem tudo que foi dito é correto mesmo, porém não vou entrar na discussão, cada um pensa de um jeito. 😉

  • Thay

    Sim, faça isso mesmo rs. Obrigado por não pensar que falei de maneira grosseira, porque sempre ocorre em outros sites. Mas tem falsos conceitos de todos ne amigo, eu entendi seu ponto de vista, até porque fico realmente chateada quando eles falam coisas sem nexo sobre o povo japonês.
    Só isso ^^
    Obrigado pela atenção!

  • Thay

    Certo, por concordar comigo, obrigado.
    E eu sei que discutir não vale a pena ^^ só que devo defender a imagem do meu país. Na verdade isso só foi uma maneira de dizer que eu ainda tenho esperança.

  • Jardel Artiman

    xD

  • Vitor Monaco

    Tokyo não tem mais habitantes do que São Paulo? Mesmo?
    O que dizer desses dados de 11 de Agosto desse ano então?

  • Leo Joao

    Ele falou “koreanos” com “K”, por costume, eu falo inglês, e estou acostumado dom “Korea” e não “Coréia”, logo às vezes me pego falando “koreano” ao invés de “coreano”, assim como tenho amigos indonésios, e a capital da Indonésia é “Jakarta” (nome original), mas no Brasil falamos, “Jacarta”, mas eu não consigo me acostumar com “Jacarta” entende, ser bilingue tem teus lados negativos ^^

  • Leo Joao

    E é por isso que tenho vontade de ir morar lá

  • Leo Joao

    Roberto, você teria algumas informações acerca da imigração para o Japão? Tenho interesse em morar aí para trabalhar, estou tão desanimado com o Brasil que eu prefiro um emprego simples em um país melhor do que um emprego bom aqui.
    Obrigado.

  • Roberto Maxwell

    Leo, infelizmente o Japão é um país bem fechado para imigração. Recentemente, o próprio primeiro-ministro cometeu uma gafe enorme ao responder a uma pergunta sobre o Japão receber refugiados sírios dizendo que o país ainda tem muito o que fazer pelos seus cidadãos antes de receber “imigrantes”, como se uma coisa tivesse a ver com outra. O Japão, como boa parte do mundo, aceita imigrantes altamente qualificados, desde que eles já venham contratados por empresas japonesas, de preferência. No mais, cria projetos pontuais pra receber números limitados de trabalhadores com menor qualificação, que é algo de que o país muito necessita. Como, por exemplo, os artigos na Lei de Imigração que aceitam descendentes de japoneses até terceira geração e seus cônjuges ou os projetos de “estágio” remunerado temporário para países do Sudeste Asiático e China. Tudo com muito controle para devolver essas pessoas assim que for necessário aos seus países de origem. Recomendo a quem deseja morar no Japão que venha com uma bolsa de estudos. É o meio mais tranquilo de vir, de conhecer a sociedade, de estudar japonês e se qualificar para permanecer. Abraços.

  • Leo Joao

    Pois é, eu sei que é bem fechado, japoneses sempre foram meio fechados e um tanto quanto xenofóbicos.
    Mas vou estar procurando me qualificar melhor, ou até mesmo alguma bolsa ou algo do tipo, muito obrigado.

  • Roberto Maxwell

    Eu até me surpreendi porque é bem menos do que eu imaginava, principalmente se tomasse como referência a colônia japonesa no Brasil. No entanto, o país em si tem histórico (antigo) de ser fechado a estrangeiros e o governo atual é extremamente conservador quanto a isso. Mas cenas explícitas de xenofobia como a que vemos no Brasil são raríssimas.

  • Jacqueline

    Kevin, como a mulher é tratada no Japão? Pelo pouco que sei, me parece ser uma país bem machista (não que o Brasil não seja, o Brasil é muuuuito machista). Vi na internt cenas de um programa japonês em que um homem tem que cantar uma música enquanto uma moça o masturba. Que merda é essa? Achei super estúpido e fiquei decepcionada. Outra coisa, como os japoneses lidam com o fato do país ter sido aliado da Alemanha nazista durante a 2° Guerra Mundial? E sobe o casos das mulheres chinesas e de outras etnias que foram escravizadas sexualmente, as chamadas “mulheres de conforto”? E as torturas e pesquisas bizarras da Área 731? E o fato do canibal Issei Sagawa não ter ficado preso, e ainda por cima ter escrito livro com fotos da mulher que ele assassinou e mutilou, e ter virado uma celebridade no Japão?

Senha perdida

Register

Bem vindo ao Suki Desu!

Olá aqui é o Kevin administrador do site e gostaria de convida-lo apenas uma vez a curtir nossa página do Facebook e convidar a conhecer o Japonês Expresso. Estamos sempre preparando conteúdo do Japão para você!

Conheça o novo curso de japonês expresso clicando aqui.