Sumô – A vida dos Lutadores e Curiosidades

, ,
Post by //

Sumo é uma forma de luta livre para competição, típica do Japão. Onde um competidor tentará forçar seu oponente a sair de um anel circular. Ou até mesmo, forçar o oponente a tocar o chão com algo diferente das solas dos pés.

Teve sua origem no Japão, e é também o único país onde se pratica este esporte profissionalmente. E é digno de nota que muitas tradições antigas foram preservadas neste esporte. Tanto que até hoje o esporte inclui muitos elementos rituais, como exemplo o uso de purificação de sal, típico do xintoísmo.

Mas o que queremos saber é como é a vida de um lutador de sumô. Assim, darei uma descrição básica, para abrir a imaginação. Bem, a vida como lutador é altamente arregimentada, com regras reguladas pela Japan Sumo Association.

A maioria dos lutadores de sumô são obrigados a viver em locais comunais para treinamento de sumô. Esses locais, semelhantes com as repúblicas de faculdade, são conhecidos em japonês como heya.

E neste local, todos os aspectos da vida diária dos lutadores, são ditados pela tradição estrita. Um bom exemplo são as refeições ou até mesmo sua maneira de se vestir. Bem neste post iremos focar na vida dos lutadores. caso você queira saber mais sobre o esporte em si, basta dar uma olhada neste link.

A vida como um lutador de sumô profissional

Como já foi dito antes, o modo de vida é muito regrada. A Associação Sumo, chega a ditar o comportamento de seus lutadores em alguns detalhes. E infringir as regras pode resultar em multas e/ou suspensão, e não apenas para o lutador mas também para o seu mestre responsável.

Uma das coisas peculiares que são frequentes na vida de um lutador é o cabelo. Pois, ao entrar de cabeça no mundo do sumô, é esperado que os cabelos cresçam para formar um topete, ou chonmagem. E não apenas isto, espera-se que usem a chonmagem e o tradicional vestido japonês quando estiverem em público.

Olhando pelo lado do marketing, é bom para chamar atenção para si. No entanto, no tocante a vida pessoal e privacidade, creio que estas são quase zero. Isso por que, quando os lutadores estão em um local público, logo são ser identificados.

Roupas para cada classe de Sumô

Assim como um tipo de insígnia de classificação, as roupas vestidas também possuem esta finalidade. Ou seja, cada lutador, dependendo de sua classificação, usará um tipo de roupa diferente. Fica mais ou menos com o sistema de classificação das academias de karatê e suas faixas.

As seis divisões em sumo são do mais alto ao mais baixo:

  1. Makuuchi
  2. jūryō
  3. makushita
  4. sandanme
  5. jonidan
  6. jonokuchi

No mundo do sumô, assim como em alguns outros esportes, existe uma grande demarcação. Principalmente entre os lutadores das duas principais divisões conhecidas como sekitori e aqueles nas quatro divisões inferiores. Estas por sua vez, são conhecidas comumente pelo termo mais genérico rikishi.

Assim, o tipo e a qualidade do vestido mudam de acordo com classificação do lutador. Os lutadores, nas duas últimas classificações estão autorizados a usar apenas um manto de algodão fino chamado yukata, isso mesmo no inverno. Além disso, quando em ambientes externos, eles devem usar um tipo de sandálias de madeira, chamada geta.

Já os lutadores nas divisões makushita e sandanme, possuem alguns privilégios a mais. Eles podem usar uma forma de sobretudo curto tradicional sobre seus yukata. Assim como também podem usar sandálias de palha, chamadas zōri.



Privilégios para o Sekitori

E por fim, os dois primeiros colocados, os sekitori, tem os melhores privilégios, dignos de suas posições. Eles podem usar vestes de seda de sua própria escolha e a qualidade do traje é melhorada significativamente. Porém, estes devem usar uma forma mais trabalhada de topete chamada ōichō em ocasiões formais.

Bem, como se trata da primeira divisão, sempre irá ser a mais popular, assim como também receberá mais investimentos. Então podemos deduzir que no sumô, os melhores lutadores também possuem seus privilégios.

E isto é fato, estes sempre possuem seus privilégios, cujos iremos recitar a seguir. Os sekitori, além das melhores roupas, também recebem seu próprio quarto no estábulo. Ou se for de preferência, podem morar em seus próprios apartamentos, assim como os lutadores casados.

E não para por aí, até na vida cotidiana dos lutadores existe as distinções. Os lutadores juniores devem se levantar mais cedo, por volta das 5 da manhã, para treinamento, enquanto o sekitori pode começar por volta das 7 da manhã. (Mais habilidade = Mais conforto).

Outro exemplo claro se observa nos treinos. Pois quando os sekitori estão treinando, os lutadores juniores normalmente fazem tarefas. Ou para exemplificar, ajudar a cozinhar o almoço, limpar e preparar o banho, segurar a toalha do sekitori ou limpar o suor dele.

E esta hierarquia de classificação se mantem mesmo para a ordem do banho após o treinamento e no almoço. Isso sim, é ser recompensado pela sua habilidade, assim incentiva, de uma maneira ultrajante, seus juniores a trabalhar duro.



Salários de um Lutador de Sumô

Estes números são meramente ilustrativos, e servem apenas para base. Assim como um jogador de futebol não ganha o mesmo que outro, o fenômeno se repete no sumo.

Estes são apenas os salários da primeira divisão, ou makuuchi. Esta é dividida em cinco outras subcategorias. Que por sua vez são, e recebem:

  • Yokozuna: cerca de US $ 30.500
  • Ōzeki: cerca de US $ 25.000
  • San’yaku: cerca de US $ 18.000
  • Maegashira: cerca de US $ 14.000

Contudo, não irei listar o salário das outras divisões pois seria desnecessário, desde que os salários têm uma enorme margem de variação.

Além do salário básico, os lutadores sekitori também recebem um bônus, chamado mochikyūkin. Renda esta que é recebida seis vezes por ano, ou seja, uma vez em cada torneio com base no desempenho acumulado em sua carreira até o momento. Este bônus aumenta, mas para isso o lutador, precisa marcar um kachikoshi.

Kachikoshi: Mais vitórias que derrotas para um lutador em um torneio.

Aumentos especiais neste bônus também são concedidos por ganhar o campeonato da primeira divisão. E ganha um aumento extra grande para uma vitória “perfeita” no campeonato sem perdas. Assim como um bônus, por marcar uma estrela dourada ou kinboshi, ou seja, uma virada de um yokozuna em um maegashira.

E para completar, o prêmio em dinheiro é dado ao vencedor de cada campeonato divisional. Esta aumenta de 100.000 ienes para uma vitória de jonokuchi, até 10.000.000 ienes por ganhar a primeira divisão.

Além de prêmios para um campeonato, os lutadores da primeira divisão que apresentarem um desempenho excepcional, também podem receber um ou mais de três prêmios especiais, que valem 2.000.000 ienes cada.

Partes ruins de ser um lutador de Sumô

Como nem tudo são flores, o sumo também não é uma exceção. Assim, agora iremos discutir algumas das partes negativas da carreira de lutador de sumô. Claro que não são coisas absurdamente ruins, pelo contrário, são até leves comparado a outros esportes de riscos.

Enfim, vamos começar. No entanto, irei citar apenas efeitos negativos para a saúde. levando sempre em consideração que os efeitos negativos causados pelo estilo de vida de sumô para a saúde, podem se tornar aparentes mais tarde na vida.

Assim, os lutadores de sumô têm uma expectativa de vida entre 60 e 65 anos, isto significa mais de 10 anos a menos do que a média de vida do país. Isso é devido ao fato de que a dieta e o esporte prejudicam o corpo do lutador.

São muitos os lutadores que desenvolvem diabetes ou pressão alta. Assim como também são propensos a ataques cardíacos, por causa de sua grande quantidade de massa corporal e gordura que eles acumulam.

Além disso, a ingestão excessiva de álcool pode levar a problemas no fígado, enquanto o estresse em suas articulações, devido ao seu excesso de peso, pode causar artrite. Estes e outros problemas são comuns ao esporte. Por tanto, não sei se é um dos melhores esportes para se praticar. Eu não praticaria, até por que sou muito magro para isto.

NeuPaddy / Pixabay

Rotina diária de lutador de sumô

Para terminar o artigo, vamos agora ao último tópico, um dia na pele de um lutador de sumô. Para isso iremos descrever a rotina de um lutador de classe baixa.

  • Basicamente, terá de acordar às 5:00 am, logo em seguida, entre às 5h30 e 11:00, um longo treinamento.
  • Após o término, um bom almoço e, em seguida, vamos para uma longa soneca.
  • Depois do cochilo de algumas horas, os lutadores de classe rikishi, fazem as tarefas domésticas e fazem os sekitori fazem outro treinamento.
  • Quando acaba os afazeres da tarde, o costume é relaxar e se distrair até o jantar.
  • Das 19h30 às 22h30, é um tempo livre até o toque de recolher, lembrando que os lutadores dormem em um mesmo cômodo.

Enfim, esta rotina é padrão, ou seja, poucas coisas mudam de um lutador para outro. Isso por que as regas são rígidas e os costumes também. Isso está se tornando um fator de risco para esse esporte.

O que você pensa sobre os lutadores de Sumô?

Como eu sou muito magro para entrar neste tipo de esporte, eu prefiro não comentar sobre as emoções do mesmo. Por isso vou passar dos elogios direto paras as críticas. Ou seja, o quão duro deve ser a vida dos iniciantes.

Eu concordo que isto incentiva bastante aqueles que gostam do esporte, mas por outro lado, faz com que muitos desistam do esporte. Fora que os privilégios trazem consigo algumas liberdades perigosas. Não me assusto em saber que o bullying é uma parte do cotidiano para os lutadores iniciantes.

Enfim, por estes e outros motivos, o destino do sumô está incerto. Apesar de ser uma grande tradição, está correndo o risco de acabar. E a diminuição nos números de atletas é uma consequência direta destes problemas.

É triste mas essas coisas acontecem. E com gancho neste tema, na temporada de outono de 2018, vai ser lançado um anime baseado neste esporte, ou pelo menos semelhante. Creio que vale a pena assistir. E é isto, o artigo está acabando.

Não esqueça de compartilhar o site nas redes sociais, e caso tenha alguma dúvida, sugestão, crítica ou algo do tipo basta deixar seu comentário. E obrigado por ler este artigo até aqui, tchau.

[Total: 6 Nota: 4.3]
Por Favor! Compartilhe Nosso artigo:


Comentários do site