Fakta atau Palsu? 25 Kebohongan Tentang Jepang

[IKLAN] Iklan

Fakta atau Palsu? Ini adalah pertanyaan yang sering diajukan di banyak artikel di internet, karena banyak kebohongan yang tersebar setiap hari di media sosial. Sayangnya kebohongan ini berada di luar internet, banyak kebohongan tentang Jepang telah ditanam selama beberapa dekade.

Orang-orang memiliki kebiasaan buruk untuk menggeneralisasi hal-hal, terutama di Brasil! Sebagai penduduk tidak puas dengan sistem, mereka hanya menindas negara lain untuk merasa lebih baik.

Membuat negara lain memiliki situasi yang mengerikan, dan mengatakan bahwa Brasil adalah tempat terbaik untuk hidup. Jadi ada beberapa rumor dan kesalahpahaman tentang Jepang, dan dalam artikel ini saya akan membicarakannya.

Tujuan artikel ini adalah untuk menanggapi gagasan yang menyimpang dan tersebar luas dari orang-orang Brasil yang belum pernah ke Jepang dan bahkan tidak tahu budayanya! Dengan kata lain, Dalam artikel ini, kita akan memeriksa kebohongan yang orang-orang katakan tentang Jepang dan mencoba untuk menyangkalnya.

Pengamatan.: Jangan berpikir saya mengatakan Jepang itu luar biasa, Brasil menyebalkan. Ini relatif, dan saya tidak ingin menghargai kedua negara. Saya hanya melawan generalisasi orang-orang yang mengkritik Jepang.

Mengingat, banyak orang di sini telah membaca artikel ini dan memahami maknanya secara berbeda. Tujuan artikel ini adalah untuk melawan apa yang dikatakan atau dipikirkan oleh beberapa orang Brasil yang TIDAK PERNAH tinggal di Jepang di sana.

Kami tidak membandingkan apa pun, atau mengkritik apa pun. Mengingat kebohongan di bawah ini, itu tidak sepenuhnya bohong, tetapi kami menjawab generalisasi! Hal-hal yang cukup relatif!

Kebohongan Umum Berbicara Tentang Jepang!

Kebohongan dan Kebenaran tentang Makanan di Jepang

Banyak informasi yang salah tentang makanan di Jepang akhirnya muncul di Barat. Beberapa mengklaim bahwa makanan terlalu mahal, atau mereka mendapatkan ide gila bahwa orang Jepang hanya makan ikan mentah. Yang lain bahkan percaya bahwa orang Jepang memakan anjing… Berapa banyak informasi yang salah.

Saya benar-benar marah pada generalisasi ini dan kurangnya pengetahuan manusia. Masakan Jepang adalah yang terkaya di dunia, selain memiliki variasi rasa yang tak terbatas, juga yang paling sehat.

Restoran seperti Mc Donald's? ada hal yang buruk. Jika Anda orang asing, tinggal di Jepang, Anda akan menjadi gemuk karena terlalu banyak makan. Pertanyaan yang tidak ingin dibungkam adalah: Bagaimana orang Jepang tidak gemuk?

Benarkah makanan di Jepang mahal?

Media menyebutkan bahwa kehidupan di Jepang itu mahal, mereka mengatakan bahwa buah-buahan berharga R$ 100, dan orang Jepang hanya makan ikan. Namun, mereka tidak menyebutkan fakta bahwa 100 buah R$ ini adalah buatan tangan, dan bahwa biaya hidup di sana lebih rendah daripada di Brasil.

Segala jenis makanan industri atau impor di Jepang, seperti coklat, snack, permen, minuman, cookies dan lain-lain. Mereka bisa lebih murah daripada di Brasil. Bahkan daging merah dapat ditemukan lebih murah. 

Orang Jepang mengkonsumsi lebih banyak makanan alami daripada orang Brasil, mungkin untuk melihat bahwa hampir semua makanan Jepang terdiri dari sayuran dan buah-buahan, jadi bagaimana ini bisa menjadi sesuatu yang mahal dan langka?

Meskipun buah-buahan dan sayuran dihargai lebih tinggi daripada di Brasil (misalnya, sesuatu yang harganya 10R$ di sini bisa berharga 30R$ di sana) mereka tidak memperhitungkan gaji yang diperoleh orang Jepang, upah minimum orang jepang dulu 4 NS 10 ribu reais.

Makanan Jepang merupakan salah satu yang tersehat di dunia, menjadikan Jepang sebagai salah satu negara dengan abad terbanyak di dunia. Bahkan dengan gaji Brasil, dimungkinkan untuk makan lebih banyak di Jepang daripada di Brasil.

Fakta atau palsu? 25 kebohongan tentang jepang
Harga sayuran di Jepang!

Benarkah orang Jepang hanya makan sushi atau ikan mentah?

Banyak orang mengatakan bahwa, beberapa benar-benar percaya bahwa di Jepang mereka hanya makan ikan dan makanan laut. Setelah saya mendengar seorang teman mengatakan bahwa dia tidak ingin pergi ke Jepang karena dia hanya makan ikan mentah, saya marah dan memutuskan untuk menulis artikel ini.

Ya, Jepang adalah negara yang dikelilingi oleh lautan dan pulau, tentunya masyarakatnya banyak mengkonsumsi ikan dan seafood. Ikan, selain berada dalam jangkauan tangan Anda, sangat sehat, kaya protein, mineral, asam amino, vitamin dan rendah lemak dan kolesterol.

Tapi tidak! Orang Jepang tidak hanya makan ikan! Rata-rata konsumsi ikan barat per orang per tahun adalah 10 hingga 20 kg, orang Jepang hanya mengonsumsi 26 kg ikan dan 30 kg daging. Daging sepuasnya di a Yakiniku.

Di restoran mana pun Anda akan menemukan resep dengan daging, hamburger, ayam, dan babi. Jadi, meskipun orang Jepang banyak mengkonsumsi ikan, banyak yang mengkonsumsi lebih banyak daging.

Sushi hanyalah satu di antara ribuan hidangan yang ada dalam masakan Jepang yang kaya. daging merah dan ayam mudah diakses. Sushi tidak dimakan setiap hari, seperti hamburger atau pizza. Apa lagi yang ada di Jepang adalah pilihan makanan!

Masakan Jepang sangat kaya, menawarkan semua jenis makanan, barbekyu, mie, sup, pizza, dan banyak lagi. Jepang penuh dengan restoran kuliner dari seluruh dunia, praktis tidak mungkin hanya makan sushi di Jepang.

Selama dua perjalanan 3 bulan saya ke Jepang, saya ingat makan sushi hanya dua kali di setiap perjalanan. Faktanya, masakan Jepang dianggap sebagai yang terkaya dan paling lezat di dunia, terutama karena mereka menghargai rasa umami.

Kebohongan Umum Berbicara Tentang Jepang!
Yakiniku – Barbekyu Jepang

Orang Jepang Makan Serangga dan Anjing?

Orang-orang memiliki kebiasaan buruk yang membingungkan budaya Cina dengan budaya Jepang, ya mungkin ada restoran yang menjual serangga dan daging anjing di Jepang, tetapi jangan pernah berpikir bahwa ini adalah budaya Jepang. Ini adalah budaya Cina dan Korea.

Ada makanan aneh di Jepang, tetapi langka dan kurang dari 0,1% orang Jepang berkesempatan mencobanya. Sama halnya dengan makan Kelinci dan Katak di Brazil, pernahkah Anda mencobanya? Di Jepang, makanan paling aneh yang saya anggap adalah sushi kuda.

Kebohongan dan Kebenaran tentang Jepang

Orang Jepang semuanya kurus dan pendek. - Jepang juga memiliki masalah dengan obesitas dan pola orang kurus, tetapi sedikit demi sedikit pola ini rusak.

Apakah semua orang Jepang lurus? – Tidak semua orang Jepang mengikuti aturan, mereka suka belajar atau bekerja. Faktanya, Jepang menderita masalah bullying, orang-orang yang tidak mau bekerja atau keluar rumah, belum lagi orang sesat dan tukang ojek.

Apakah setiap orang Jepang kecanduan manga dan anime? – Ini adalah salah satu kebohongan terbesar yang tersebar luas, ada orang dewasa yang suka anime dan anak muda yang tidak, itu seperti Brasil, tidak semua orang suka karnaval, funk, antara lain.

Apakah semua orang Jepang pemalu? – Orang Jepang mencoba membedakan kapan harus tertawa dan kapan harus serius. Orang Jepang mungkin malu pada kesan pertama, tetapi seiring waktu mereka melepaskannya. Sudah beberapa, tidak ada sedikit pun rasa malu ...

Fakta atau palsu? 25 kebohongan tentang jepang

Benarkah orang Jepang hanya bekerja?

orang berpikir bahwa semua orang yang tinggal di Jepang bekerja 13 jam sehari. Ya, ada kasus ini, terutama dengan orang asing yang pergi bekerja di Jepang, tetapi beban kerja di Jepang hanya 9 jam, dan gaji mereka 10x lebih tinggi dari kami.

Alasan banyaknya pekerjaan adalah karena orang Jepang suka bekerja, dan mereka bekerja lembur. Di Jepang orang dibayar per jam, upah minimum biasanya 700 hingga 1.000 per jam, sekitar R$ 30.

Dan seperti di Brasil, ada keragaman di sana, beberapa bekerja paruh waktu, yang lain tidak. Orang Jepang sangat suka bekerja, ini masalah budaya, dan mereka juga mendapatkan 25% lebih untuk lembur.

Tetapi dalam situasi apa pun Anda tidak diharuskan bekerja 12 jam sehari, beban kerjanya sama seperti di negara lain mana pun. Tentu saja, jika Anda orang asing dan bekerja di perusahaan konstruksi, terkadang Anda harus bekerja lembur dalam jumlah tertentu.

Berhentilah mengatakan bahwa orang Jepang bekerja tanpa henti, ada juga banyak orang malas di sana, banyak orang yang melakukan pekerjaan paruh waktu, belum lagi mereka yang tidak bekerja.

Fakta atau palsu? 25 kebohongan tentang jepang

Benarkah orang Jepang bunuh diri karena Jepang itu jahat?

Setiap tahun lebih dari 15.000 orang Jepang bunuh diri, itu hal yang menyedihkan, tapi siapa yang harus disalahkan? Apakah karena negara ini buruk? Orang Jepang memiliki mentalitas yang berbeda dari kita, mereka memberikan segalanya, dan ketika mereka tidak mendapatkan sesuatu, mereka merasa tidak berguna dan bunuh diri.

Belum lagi jumlah kasus bunuh diri di Jepang tidak terlalu tinggi. Hanya ada 17 kasus bunuh diri per 100.000 penduduk, sedangkan di Brasil 12 per 100.000 penduduk. Tidak ada banyak perbedaan.

Alasan utama untuk bunuh diri di Jepang adalah: Bullying, kegagalan dalam ujian masuk, kehilangan orang yang dicintai, kehilangan pekerjaan, kehilangan pacar, mengambil tanduk dan lain-lain ... Ada banyak masalah budaya yang terkait dengan bunuh diri di Jepang.

Jika negara adalah alasan untuk bunuh diri, Brasil akan menjadi juara!!! Jika orang Brasil berpikir seperti orang Jepang, ketika orang Brasil tidak mencapai sesuatu, alih-alih berubah menjadi bandit, dia akan bunuh diri. Akan lebih baik dengan cara ini.

Fakta atau palsu? 25 kebohongan tentang jepang

Benarkah orang Jepang tidak memiliki Kebebasan Berekspresi?

Orang Jepang bebas berpakaian, bertindak sesuka hati, tanpa dikritik oleh masyarakat. Anime dan acara TV itu, meskipun jauh lebih murni daripada yang Brasil, mengandung konten yang menimbulkan pertanyaan dari banyak orang.

Untuk alasan ini orang Jepang dicap oleh orang Brasil. Mereka membuat lelucon dan mempertanyakan seksualitas mereka, selain menyebut mereka gila, dan banyak pertanyaan lainnya.

Di Jepang, tidak ada penilaian antara selera pria dan wanita, tetapi bertindak seperti orang Brasil dan menilai seseorang berdasarkan selera, warna, gerak tubuh adalah sesuatu yang tidak masuk akal. Ini mungkin iri dengan kebebasan yang dimiliki orang Jepang untuk mengekspresikan diri mereka dalam mode, selera, dan budaya.

Saya mengatakan bahwa cara orang Brasil bertindak jauh lebih kasar, berbicara bahasa gaul dengan konotasi seksual dan kata-kata kotor yang tidak bermoral. Jadi mengapa Anda mengkritik gaya hidup Asia?

Fakta atau palsu? 25 kebohongan tentang jepang

Benarkah orang Jepang itu mesum?

Orang Brasil biasanya menyebut orang mesum Jepang, karena film, video, anime, tempat, produk, lolicon, keanehan, dll. Memang benar bahwa setiap tempat memiliki orang mesum... tetapi menetapkan Jepang sebagai negara paling sesat di dunia adalah ketidaktahuan lain...

Negara mana yang berbicara bahasa gaul yang paling berhubungan dengan seksual? Hanya berbicara tentang seks? Kebanyakan lagu hanya berbicara tentang mengambil wanita dan balada? Dimana Funk ada? Apakah ada negara yang lebih sesat dari ini?

Ya, di Jepang ada keanehan seksual, banyak bajingan, banyak orang mesum yang berkeliaran dan kolektor air liur dan celana dalam. Tapi sungguh mengherankan Anda bisa berjalan di jalan tanpa mendengar kata itu persetan, persetan, persetan

Anda tidak akan menemukan orang mendengarkan musik amoral, di sana orang hanya menemukan amoralitas jika mereka mau, eksposur di sana jauh lebih rendah, dapat dianggap lebih tinggi jika Anda melihatnya dengan cara yang berbeda.

Fakta atau palsu? 25 kebohongan tentang jepang

Benarkah orang Jepang tidak menyukai seks?

Sebuah laporan muncul di TV mengatakan bahwa kebanyakan pasangan berhubungan seks hanya sekali seminggu, kadang-kadang mungkin untuk melihat keluarga yang tidur di ranjang terpisah. Ini benar-benar terjadi, tetapi bukankah Jepang adalah negara sesat?

Jika Anda takut berkencan atau menikah dengan orang Jepang, singkirkan ide umum ini dari kepala Anda, itu karena pasangan, terlalu banyak pekerjaan, masalah keluarga dan bukan karena salah satu dari mereka tidak mau.

Tentu saja ada beberapa faktor yang akan dibahas mengenai hal ini. Kami sudah menulis artikel yang membahas tentang Orang Jepang kehilangan minat pada seks.

Fakta atau palsu? 25 kebohongan tentang jepang

Benarkah orang Jepang rasis atau berprasangka buruk?

Orang-orang berpikir bahwa semua orang Brasil yang pergi ke Jepang menderita prasangka dari orang Jepang, saya pribadi menderita lebih banyak prasangka di sini daripada ketika saya di sana. Orang-orang mengkritik saya karena menyukai budaya oriental, di sana Anda memiliki kebebasan.

Meskipun orang Jepang terlihat kering, mereka sangat penyayang dan melakukan segalanya untuk menyenangkan dan membantu orang lain. Terutama mereka yang berusaha keras untuk mempelajari bahasa dan adat istiadat.

Sayangnya dapat terjadi bahwa Anda melihat tindakan yang tampak berprasangka, tetapi itu adalah sesuatu yang umum di antara mereka. Terkadang hanya malu karena tidak bisa membantunya dengan cara yang benar. Perbedaan budaya membuat beberapa terburu-buru.

Fakta atau palsu? 25 kebohongan tentang jepang

Seperti di tempat mana pun, akan ada kasus prasangka. Tapi itu kesalahan untuk menyalahkan seluruh penduduk, menyebutnya rasis, itu ketidaktahuan total. Orang Jepang punya banyak alasan untuk membenci orang Brasil, tetapi mereka tidak.

Dalam kasus Penghinaan dan Ijimi, ini terjadi baik pada orang Jepang maupun orang asing. Jadi jika Anda kurang beruntung bertemu orang jahat, Anda akan melihat cara Asia ...

Meskipun Brasil adalah negara bebas, orang asing, terutama orang Asia, lebih menderita karena lelucon dan kurangnya pendidikan. Tapi jangan berpikir bahwa Jepang adalah seribu keajaiban. Jepang memiliki banyak masalah, saya bahkan menulis artikel tentang sisi gelap Jepang.

Kebohongan untuk Turis dan Wisatawan

Gagasan bahwa seluruh Jepang bermuara pada Tokyo – Tidak semuanya seperti yang kita bayangkan, tapi bukan karena itu kamu akan kecewa dengan negeri matahari terbit. Jepang jauh lebih dari Tokyo, memiliki 47 provinsi dan ribuan kota, itu adalah satu set 6.000 pulau, dengan budaya dan adat istiadat yang berbeda.

Siapa pun yang pergi ke Jepang kembali ke Brasil kaya. – Dibutuhkan banyak kerja keras dan keringat untuk dapat membayar biaya hidup dan menghemat uang. Mereka yang ingin menjadi kaya dan kembali ke Brasil harus mengorbankan kehidupan sosial mereka dan bekerja berjam-jam. Meskipun gaji Jepang 5 kali lebih tinggi dari Brasil, itu digunakan untuk menghidupi dirinya sendiri.

Saya tidak pergi ke Jepang karena Gempa dan Tsunami

Jepang juga dikritik sebagai negara yang berbahaya. Orang-orang berpikir bahwa gempa bumi membunuh setiap hari, dan tsunami akan menutupi seluruh negeri dan membunuh semua orang. Saya pikir seribu kali lebih aman berada di Jepang daripada di Brasil.

Gempa bumi sering terjadi di Jepang, tetapi jarang menimbulkan kerusakan atau terlihat. Dalam 10 tahun terakhir, hanya ada satu dari 2011 yang membunuh sekitar 20 ribu rakyat. Di Brasil, hampir yang meninggal dalam sebulan karena kejahatan dan kecerobohan dalam lalu lintas.

Tidak ada yang tahu apa hari esok, apapun bisa terjadi. Namun, hidup di Brasil jauh lebih berbahaya daripada di Jepang, bahkan ada pepatah yang mengatakan: Lebih mudah terlindas gua daripada di tsunami atau gempa bumi di Jepang.

Fakta atau palsu? 25 kebohongan tentang jepang

Orang Jepang tidak suka orang asing?

Saya masih bertanya-tanya, dari mana mereka mendapatkan ide-ide ini? Tidak ada manusia yang seperti yang lain. Memang benar bahwa orang Jepang pendiam, pemalu dan beberapa mengalami kesulitan bersosialisasi. Dan ya, banyak orang Jepang, terutama para manula yang tidak menyukai westernisasi.

Tetapi jika Anda tahu cara bersosialisasi dan berteman dengan orang Jepang, Anda akan melihat apa sebenarnya persahabatan itu. Sikap orang Jepang sangat berbeda dengan kita, menurut saya sangat bodoh untuk mengatakan bahwa orang Jepang tidak menyukai orang asing.

Jika Anda menginginkan persahabatan atau bahkan kencan, jangan dengarkan desas-desus palsu ini, dan lakukanlah. Sungguh menakjubkan bagaimana saya berteman dengan orang Jepang asli yang tidak dikenal di tengah Tokyo meskipun saya tidak berbicara bahasa dengan lancar.

Fakta atau palsu? 25 kebohongan tentang jepang

Takut ditangkap dengan tidak bersalah di Jepang

Setelah menyebarkan beberapa informasi yang salah, beberapa mengklaim bahwa mereka tidak melakukan perjalanan ke Jepang karena takut dinyatakan tidak bersalah. Di Jepang, jika Anda ditangkap, Anda bersalah sampai terbukti bersalah, yang sangat sulit dilakukan.

Hal-hal tidak seperti itu, saya menulis artikel tentang penjara di jepang yang berbicara tentang hal itu. Di sana saya menjelaskan bahwa sebelum menangkap seseorang, polisi benar-benar yakin bahwa Anda bersalah, dan bahwa ada sumber daya.

Kebohongan dan Kebenaran tentang Jepang

Apakah Jepang dikelilingi oleh teknologi di semua sisi? – Jika Anda pergi ke sana dengan tujuan melihat robot di setiap penghindaran, maaf, karena Anda hanya akan menemukannya di pameran sains dan teknologi, tetapi siapa tahu, mungkin Anda akan menemukannya di beberapa acara khusus? Ada banyak kota alam dan tradisional yang menyenangkan wisatawan, lingkungan kuno, hal-hal sederhana yang indah di sana.

Tidak ada kemiskinan di Jepang – Kemiskinan juga ada, tetapi dalam jumlah yang berkurang dibandingkan dengan Brasil. Sayangnya, sejumlah besar orang Jepang hidup di batas upah mereka, tetapi mereka memiliki kenyamanan yang lebih baik.

Di TV Jepang, apakah hanya ada program yang tidak masuk akal? – Saya lebih suka pemrograman Jepang, karena tidak perlu menunjukkan dada dan pantat untuk memiliki sesuatu yang berkualitas. Media hanya ingin menunjukkan hal-hal yang bagi kita vulgar atau konyol, program Jepang kaya dengan ribuan cerita, reality show, film, drama dan animasi.

Fakta atau palsu? 25 kebohongan tentang jepang

Apakah Jepang negara dengan jumlah bunuh diri tertinggi di dunia?

Sebanyak Jepang memiliki masalah dan kasus bunuh diri yang aneh, terutama karena beberapa bunuh diri hanya karena tidak lulus ujian masuk. Beberapa memiliki gagasan berlebihan bahwa orang Jepang tidak bahagia, dan bunuh diri karena mereka bekerja terlalu keras.

Kenyataannya Jepang bukanlah negara dengan kasus bunuh diri terbanyak di dunia. Sekitar 26.000 orang melakukan bunuh diri setiap tahun di Jepang, itu banyak bukan? Tapi tahukah Anda bahwa di Brasil 22 ribu bunuh diri? Jadi sebelum menggeneralisasi, lakukan penelitian.

Jepang tidak pernah menjadi negara dengan angka bunuh diri tertinggi di dunia. Dia memiliki tingkat bunuh diri yang tinggi selama sekitar 30 tahun, tetapi sudah beberapa dekade sejak jumlah itu turun setiap tahun. Sungguh menakjubkan bagaimana satu negara berhasil memecahkan masalahnya sementara yang lain menjadi lebih buruk.

Fakta atau palsu? 25 kebohongan tentang jepang

Sebuah negara tanpa ruang, hanya bangunan, rumah kecil dan tidak ada tanaman hijau

Orang-orang memiliki gagasan bahwa Jepang saat ini adalah tempat yang penuh dengan kota dan bangunan, dan tidak ada tempat untuk tinggal, dan bahwa setiap negara berpenduduk, beberapa bahkan berpikir bahwa Jepang tidak memiliki pertanian atau ladang.

Sebesar Brasil dibandingkan dengan Jepang, dan memiliki tanah hijau yang luas, di Jepang Anda tidak akan menemukan favela seperti di sini di Brasil. Dan pastikan bahwa kota-kota, terutama yang kecil, jauh lebih pedesaan daripada di Brasil.

Kota-kota seperti Tokyo, yang memiliki jumlah penduduk yang hampir sama dengan São Paulo, berhasil menjadi jutaan kali lebih terorganisir, dan dengan lebih banyak ruang untuk penduduk, bahkan dianggap sebagai kota terbaik di dunia.

Kebanyakan orang tinggal di apartemen, tapi pernahkah Anda membandingkan apartemen di sini dengan apartemen di Jepang? Mereka merasa jauh lebih bebas, dan memiliki lebih banyak ruang, selain berada di lingkungan yang sangat alami dan penuh warna serta bersih. Pohon yang ditanam di tengah kota, pohon sakura, sungai yang mengalir dimana-mana.

Rumah dan apartemen bisa lebih kecil dan mahal. Namun, hampir semua rumah di Jepang memiliki ofuro (bak mandi), toilet terpisah dari tempat mandi, penggunaan teknologi untuk iklim dan kesejahteraan, apakah Anda benar-benar berpikir mereka menganggap diri mereka tanpa ruang dan tanpa kebebasan? Ini semua masalah adat.

Fakta atau palsu? 25 kebohongan tentang jepang

Apakah Jepang terlalu padat?

Tidak juga, gambaran yang banyak kita lihat tentang orang-orang yang bergejolak hanya di kota-kota besar, dengan kata lain tidak perlu menghadapi antrean untuk hal-hal yang minim atau semacamnya. Pada kenyataannya ada ribuan jalan yang akan membuat Anda merasa kesepian.

Jepang memiliki lebih dari 127 juta penduduk, lebih dari setengah penduduk Brasil. Negara ini kecil seukuran Goiás. Meski begitu, ada 47 negara bagian, dan banyak kota menjadi sepi karena kekurangan orang.

Faktanya, Jepang menghadapi kebalikan dari kepadatan penduduk. Orang Jepang tidak ingin punya anak, prediksi Jepang akan membuka pintu bagi banyak orang asing. Kota-kota ditinggalkan karena kebanyakan anak muda ingin pergi ke Tokyo.

Tokyo memiliki 30 juta penduduk, namun seribu kali lebih nyaman untuk ditinggali daripada São Paulo. Transito baik di jalan maupun di trotoar sangat terorganisir dengan baik. Kota-kota raksasa lainnya yang menonjol adalah Osaka, Nagoya, dan Sapporo.

Di mata orang Brasil, rumah Jepang tampak terlalu kecil, tetapi ukurannya pas dan nyaman. Masalahnya adalah orang Brasil terbiasa menempati ruang yang tidak perlu. 

Meskipun negaranya besar, orang tidak punya tempat tinggal, dan beberapa tinggal di gubuk yang lebih kecil daripada apartemen di Jepang Jadi sebelum Anda mengeluh tentang ruang, berkunjunglah ke Jepang dan menarik kesimpulan Anda sendiri.

Fakta atau palsu? 25 kebohongan tentang jepang

Apakah Jepang tertutup dan tidak menyukai barat?

Gagasan umum lainnya, orang tua benar-benar sangat tradisional, beberapa bahkan berprasangka. Tetapi orang-orang terlalu menggeneralisasi sehingga membuat Anda berpikir bahwa negara itu rasis, seolah-olah Brasil terbuka untuk semua orang tanpa prasangka (kkkk).

Pada kenyataannya anak muda sangat kebarat-baratan, banyak yang jatuh cinta dengan bahasa Inggris di seluruh Amerika dan Eropa. Jika Anda tahu Jepang, Anda tahu betul bahwa itu adalah campuran dari banyak budaya.

Manusia mana yang memiliki kemampuan untuk mengatakan bahwa Jepang tidak terbuka terhadap budaya dan tren baru? Menurut pendapat saya, ini adalah negara yang paling beragam!

Bahasa Jepang dan Cina dan semuanya sama

Hal lain yang orang Brasil anggap sama, bahasanya... Mereka bahkan membuat lelucon tentang flango pastel dengan bahasa Jepang, karena ini adalah lelucon Cina, orang Jepang bahkan tidak bisa berbicara L, dia akan berbicara furango pasuteru.

Meskipun bahasa Jepang mengandung beberapa ideogram bahasa Mandarin, bahasanya terdiri dari suku kata, dan memiliki alfabet yang mudah dipahami, sedangkan bahasa Mandarin seluruhnya terdiri dari ideogram. Kami merekomendasikan membaca artikel kami di Perbedaan antara Jepang, Cina dan Korea.

Fakta atau palsu? 25 kebohongan tentang jepang

Kesimpulan Artikel

Baiklah, mari kita akhiri artikel di sini. Mungkin ada banyak generalisasi lain yang dibuat orang tentang Jepang dan Jepang. Ini adalah yang saya ingat sekarang, jika saya memiliki lebih banyak lagi di masa depan saya akan membuat bagian 2.

Harap hindari berpikir bahwa saya membandingkan negara dalam artikel ini. Tujuannya adalah untuk menanggapi kritik, konsep, dan pendapat orang Brasil yang tidak mengenal Jepang.

Media membentuk pikiran orang, menciptakan konsep yang berlebihan dan menyimpang tentang subjek tertentu. Kita harus sangat berhati-hati sebelum berkomentar atau berbicara tentang sesuatu tanpa ide yang nyata, atau tanpa generalisasi.

Selama bertahun-tahun di situs kami, saya telah menulis artikel yang mengkritik kurangnya pengetahuan orang dan generalisasi yang mereka buat. Sekali lagi saya ingin menulis tentang komentar luas dan kesalahpahaman yang dimiliki orang tentang Jepang.

Beberapa hanya membaca judul artikel dan mulai menyebarkan berita yang berlebihan, ini benar-benar tidak masuk akal dan menjengkelkan. Semoga Anda menikmati artikelnya. Kami sangat meminta dan berterima kasih atas umpan balik yang diperlukan untuk mengakhiri informasi yang salah!

Bagikan Artikel Ini:

78 pemikiran pada “Fato ou Fake? 25 Mentiras sobre o Japão”

  1. c’est dommage , l’article me semblait plutôt bien au départ. Puis, je pensais qu’il y aurait un peu de justesse, mais à la fin, ou tout juste au milieu déjà, vous ne faites que des comparaisons, et employez des termes assez lourds, limite remplis de deceptions personnelles ou je ne sait quoi! prenez du recul, partagez moins de haine, partagez de la positivité! vous écrivez plutôt bien, c’est dommage de salir vos mots et et votre richesse culturelle avec des mots égrisés!

    • C’est peut-être une erreur de traduction, certains mots en portugais peuvent avoir un effet moins agressif en français. L’article a été traduit automatiquement. Surtout parce que l’objectif de l’article est de mettre fin à la vision négative et généralisée des gens.

  2. Oie Kevin! Tenho que colocar, muito seriamente, dois pontos abordados na sua matéria, porque infelizmente, são extremamente perigosas. Apesar de ter entendido o seu intuito.

    Já li outras postagens suas, e gosto da riqueza de informações, de conhecimento sobre o Japão, é ótimo. Eu entendo as questões que você abordou aqui. Realmente tem muitos brasileiros que tem uma visão generalista mesmo e errada. Entretanto, isso não tira o peso do fato, de que no Japão se trabalha muito SIM. Hoje em dia, há muitos canais de pessoas descendentes que foram morar no Japão, e contam como é a vida por lá. Tem o “Você no Japão” , tem um outro canal de um pai (não lembro o nome do canal dele), em que ele fala que se trabalha muito sim, que o início é muito puxado, que se leva tempo até ganhar certa estabilidade… vi um outro casal que sai bem cedo e só chega a noite, e basicamente a semana toda deles é assim lá, bem puxada… você deve saber que quando uma pessoa trabalha 40h semanais (8h por dia), aqui no Brasil, contando mais o tempo de transito, que é de 1h30 – a 3h de viagem, o tempo fica bem apertado. Tem muita gente também que depois do trabalho, estuda. Faz faculdade, faz curso técnico… e tem pessoas que trabalham aos finais de semana também, como é o caso da minha mãe e do meu pai. Isso sem contar o tempo que se gasta para o trabalho em casa (afazeres domésticos, preparo dos alimentos, estudo em casa – e descanso propriamente dito é só na hora de dormir).

    O que quero dizer com isso tudo, é que tem certos trabalhos, em que a escala de tempo, e há exigências inerentes ao próprio trabalho, que são maiores. Como saúde e segurança, que são aonde meus pais trabalham. Tem trabalhos que são puxados, mesmo que não sejam nas fábricas. No Japão, não é diferente. Por exemplo, nas empresas japonesas principalmente. Muitos nem voltam pra casa, dormem nas localidades ou no próprio escritório. É claro que o Japão não é só trabalho, mas isso não muda o fato de que lá há uma das maiores cargas horárias de trabalho no mundo… com o Japão em destaque, tem havido muitas reportagens, isso passa na band, na globo, na record .. e outra coisa MUITO grave que você falou foi o suicídio. Não é só 0,00001% como vc colocou não, amigo … o suicídio lá é alto SIM, por mais que você goste do Japão, não coloque isso como algo até insignificante. Infelizmente, aqui no Brasil, as taxas de suicídio vem crescendo monstruosamente e virou caso de saúde pública. O CVV é o maior atuante no Brasil de apoio e prevenção ao suicídio no Brasil, por ano, eles chegam a 1 milhão de ligações… não é pouca coisa, viu. É muita coisa. Então, é infeliz comprar taxas de suicídio. Numericamente, a grosso modo como você colocou, pode parecer não ter diferença, mas isso não muda o fato de que as taxas são altas SIM no Japão, e no Brasil também. O Brasil é um dos maiores números de suicídio da América Latina, inclusive.

    E aí você fala que quando Brasileiro desiste, ele vai pro crime e era até melhor que se matasse … vou por aqui : ” Se o Brasileiro pensasse como os japoneses, quando um Brasileiro não conseguisse algo, invés de virar bandido ele se mataria. Seria até melhor assim.” Eu acho, que a melhor coisa do brasileiro, é que quando ele cai, ele levanta. Ele não desiste. É por isso que, graças a Deus, a gente não se mata, tanto, por esse motivo (apesar disso vir mudando muito nos últimos tempos). E não é bonito o japonês se suicidar por esses motivos que você mencionou no texto, não! Isso deveria ser desconstruído. A principal diferença e características boas dos brasileiros, e dos japoneses, respectivamente, é cair, se estrepar, levantar a cabeça, e seguir em frente, continuar caminhando apesar de todas as adversidades que o nosso país impõe pra gente. A gente é de muita luta, muita fibra, principalmente o pobre que tem uma vida honesta. O japonês vê no trabalho, ele enxerga no trabalho, o meio de construir uma vida e de construir valores. Ele sabe que é através do trabalho, que eles vão conseguir melhorar como nação, e isso é ótimo. O trabalho é divino compromisso. Então, você dizer, que quando brasileiro desiste vira bandido, está COMPLETAMENTE errado, cara! E estás esquecendo os políticos, né? Sua colocação foi completamente injusta e infeliz.

    Eu, não gosto, e rebato, quando ouço esses pré-conceitos a cerca do Japão. Quem tem conhecimento, sabe que não é assim. Isso porque eu nem vou mencionar a parte em que você fala que japoneses são tarados, outro ponto seríssimo no Japão e no mundo todo, que nós, mulheres, passamos. O estupro é um dos crimes mais naturalizados no Japão, devido ao machismo que tbm é cultural lá, e você deve saber do movimento #MeToo e #WithYou, que teve recentemente por lá. E mesmo assim a grande MASSIVA maioria não conta, pela questão da vergonha, humilhação e de ser culpada, algo que no Japão é cultural também, que a exposição, a vergonha, a honra, é mais importante do que lutar por um crime HEDIONDO. Essa mentalidade, e outras no Japão, é que PRECISA MUDAR!!! (no Brasil, IDEM. ! )

    • Como citei no começo do artigo, eu queria escrever de forma generalizada também… Então eu usei palavras fortes e malucas… Não era minha intenção ferir ou insultar nada. Brasileiro que vira ladrão não é o mesmo brasileiro que ao sofrer desiste… Tanto que temos muitos brasileiros que apesar da pobreza se dedicam ai nas ruas trabalhando, ou arrumam certa forma de conseguir o pão de cada dia…

      Sobre o trabalho, ainda assim, apesar dos casos extremos que vimos, principalmente entre estrangeiros em fábricas e empresários… O Japão tem muitas realidades diferentes quanto se trata de trabalho, eu tenho um artigo mais especifico que fala sobre isso. Mas a média de horas trabalhadas no Japão é praticamente a mesma do Brasil, a diferença é que a maioria de nos aqui no Brasil temos uma realidade boa igual muitos japoneses nativo, mas não é a realidade da maioria… Muitos brasileiros trabalham 10,12 horas por dia e ainda gastam horas se locomovendo para casa. No Japão muitos acabam vendo vantagem em trabalhar muito pelas horas extras ou apenas pelo gosto… Já nas fabricas os patrões procuram gente que faça várias horas extras, se não a pessoa vira alguém descartável.

      Sobre os suicídios, sim é alto, mas tem uma duzia de países na frente e o Brasil segue logo atrás, então não sei pq usam o Japão de parametro ainda. Os suicídios no Japão diminuíram nos últimos 30 anos, enquanto em outras partes tem apenas aumentado. O problema é que o povo ama carimbar os japas como deprimidos e suicidas por causa de 17 pessoas entre 100.000;

  3. Oie Kevin! Tenho que colocar, muito seriamente, dois pontos abordados na sua matéria, porque infelizmente, são extremamente perigosas. Apesar de ter entendido o seu intuito.

    Já li outras postagens suas, e gosto da riqueza de informações, de conhecimento sobre o Japão, é ótimo. Eu entendo as questões que você abordou aqui. Realmente tem muitos brasileiros que tem uma visão generalista mesmo e errada. Entretanto, isso não tira o peso do fato, de que no Japão se trabalha muito SIM. Hoje em dia, há muitos canais de pessoas descendentes que foram morar no Japão, e contam como é a vida por lá. Tem o “Você no Japão” , tem um outro canal de um pai (não lembro o nome do canal dele), em que ele fala que se trabalha muito sim, que o início é muito puxado, que se leva tempo até ganhar certa estabilidade… vi um outro casal que sai bem cedo e só chega a noite, e basicamente a semana toda deles é assim lá, bem puxada… você deve saber que quando uma pessoa trabalha 40h semanais (8h por dia), aqui no Brasil, contando mais o tempo de transito, que é de 1h30 – a 3h de viagem, o tempo fica bem apertado. Tem muita gente também que depois do trabalho, estuda. Faz faculdade, faz curso técnico… e tem pessoas que trabalham aos finais de semana também, como é o caso da minha mãe e do meu pai. Isso sem contar o tempo que se gasta para o trabalho em casa (afazeres domésticos, preparo dos alimentos, estudo em casa – e descanso propriamente dito é só na hora de dormir).

    O que quero dizer com isso tudo, é que tem certos trabalhos, em que a escala de tempo, e há exigências inerentes ao próprio trabalho, que são maiores. Como saúde e segurança, que são aonde meus pais trabalham. Tem trabalhos que são puxados, mesmo que não sejam nas fábricas. No Japão, não é diferente. Por exemplo, nas empresas japonesas principalmente. Muitos nem voltam pra casa, dormem nas localidades ou no próprio escritório. É claro que o Japão não é só trabalho, mas isso não muda o fato de que lá há uma das maiores cargas horárias de trabalho no mundo… com o Japão em destaque, tem havido muitas reportagens, isso passa na band, na globo, na record .. e outra coisa MUITO grave que você falou foi o suicídio. Não é só 0,00001% como vc colocou não, amigo … o suicídio lá é alto SIM, por mais que você goste do Japão, não coloque isso como algo até insignificante. Infelizmente, aqui no Brasil, as taxas de suicídio vem crescendo monstruosamente e virou caso de saúde pública. O CVV é o maior atuante no Brasil de apoio e prevenção ao suicídio no Brasil, por ano, eles chegam a 1 milhão de ligações… não é pouca coisa, viu. É muita coisa. Então, é infeliz comprar taxas de suicídio. Numericamente, a grosso modo como você colocou, pode parecer não ter diferença, mas isso não muda o fato de que as taxas são altas SIM no Japão, e no Brasil também. O Brasil é um dos maiores números de suicídio da América Latina, inclusive.

    E aí você fala que quando Brasileiro desiste, ele vai pro crime e era até melhor que se matasse … vou por aqui : ” Se o Brasileiro pensasse como os japoneses, quando um Brasileiro não conseguisse algo, invés de virar bandido ele se mataria. Seria até melhor assim.” Eu acho, que a melhor coisa do brasileiro, é que quando ele cai, ele levanta. Ele não desiste. É por isso que, graças a Deus, a gente não se mata, tanto, por esse motivo (apesar disso vir mudando muito nos últimos tempos). E não é bonito o japonês se suicidar por esses motivos que você mencionou no texto, não! Isso deveria ser desconstruído. A principal diferença e características boas dos brasileiros, e dos japoneses, respectivamente, é cair, se estrepar, levantar a cabeça, e seguir em frente, continuar caminhando apesar de todas as adversidades que o nosso país impõe pra gente. A gente é de muita luta, muita fibra, principalmente o pobre que tem uma vida honesta. O japonês vê no trabalho, ele enxerga no trabalho, o meio de construir uma vida e de construir valores. Ele sabe que é através do trabalho, que eles vão conseguir melhorar como nação, e isso é ótimo. O trabalho é divino compromisso. Então, você dizer, que quando brasileiro desiste vira bandido, está COMPLETAMENTE errado, cara! E estás esquecendo os políticos, né? Sua colocação foi completamente injusta e infeliz.

    Eu, não gosto, e rebato, quando ouço esses pré-conceitos a cerca do Japão. Quem tem conhecimento, sabe que não é assim. Isso porque eu nem vou mencionar a parte em que você fala que japoneses são tarados, outro ponto seríssimo no Japão e no mundo todo, que nós, mulheres, passamos. O estupro é um dos crimes mais naturalizados no Japão, devido ao machismo que tbm é cultural lá, e você deve saber do movimento #MeToo e #WithYou, que teve recentemente por lá. E mesmo assim a grande MASSIVA maioria não conta, pela questão da vergonha, humilhação e de ser culpada, algo que no Japão é cultural também, que a exposição, a vergonha, a honra, é mais importante do que lutar por um crime HEDIONDO. Essa mentalidade, e outras no Japão, é que PRECISA MUDAR!!! (no Brasil, IDEM. ! )

    • Como citei no começo do artigo, eu queria escrever de forma generalizada também… Então eu usei palavras fortes e malucas… Não era minha intenção ferir ou insultar nada. Brasileiro que vira ladrão não é o mesmo brasileiro que ao sofrer desiste… Tanto que temos muitos brasileiros que apesar da pobreza se dedicam ai nas ruas trabalhando, ou arrumam certa forma de conseguir o pão de cada dia…

      Sobre o trabalho, ainda assim, apesar dos casos extremos que vimos, principalmente entre estrangeiros em fábricas e empresários… O Japão tem muitas realidades diferentes quanto se trata de trabalho, eu tenho um artigo mais especifico que fala sobre isso. Mas a média de horas trabalhadas no Japão é praticamente a mesma do Brasil, a diferença é que a maioria de nos aqui no Brasil temos uma realidade boa igual muitos japoneses nativo, mas não é a realidade da maioria… Muitos brasileiros trabalham 10,12 horas por dia e ainda gastam horas se locomovendo para casa. No Japão muitos acabam vendo vantagem em trabalhar muito pelas horas extras ou apenas pelo gosto… Já nas fabricas os patrões procuram gente que faça várias horas extras, se não a pessoa vira alguém descartável.

      Sobre os suicídios, sim é alto, mas tem uma duzia de países na frente e o Brasil segue logo atrás, então não sei pq usam o Japão de parametro ainda. Os suicídios no Japão diminuíram nos últimos 30 anos, enquanto em outras partes tem apenas aumentado. O problema é que o povo ama carimbar os japas como deprimidos e suicidas por causa de 17 pessoas entre 100.000;

  4. Amei o tema tratado. Sou extremamente apaixonada pela cultura japonesa. Seus hábitos, sua sutileza, como também sua filosofia de vida. Amo o Japão e tudo que trata sobre essa civilização. Continue com essas ricas informações sobre esse povo querido por mim.

    Sou fã do meu Brasil, mais sua população falta mutos e muitos anos para crescer, estudar e acompanhar a educação e respeito pelo próximo. O que é pior nosso povo parece gostar de não se evoluir, não procuram copiar o que é bom para toda uma comunidade, só faz o que é bom para si próprio, esquecendo que uma comunidade unida e satisfeita é melhor para todos conduzirem seu dia, a dia e suas vidas.

    Abraços.

  5. Amei o tema tratado. Sou extremamente apaixonada pela cultura japonesa. Seus hábitos, sua sutileza, como também sua filosofia de vida. Amo o Japão e tudo que trata sobre essa civilização. Continue com essas ricas informações sobre esse povo querido por mim.

    Sou fã do meu Brasil, mais sua população falta mutos e muitos anos para crescer, estudar e acompanhar a educação e respeito pelo próximo. O que é pior nosso povo parece gostar de não se evoluir, não procuram copiar o que é bom para toda uma comunidade, só faz o que é bom para si próprio, esquecendo que uma comunidade unida e satisfeita é melhor para todos conduzirem seu dia, a dia e suas vidas.

    Abraços.

  6. Estava procurando algo que falasse desses pre conceitos mesmo e achei muito legal, procuro mais informaçoes desse tipo pra falar para as pessoas ao meu redor =) Eu li sua materia desde o começo que ja avisa que nao é uma comparaçao com o Brasil e uma critica construtiva é que pra evitar isso voce poderia falar tudo que falou só que sem mencionar o Brasil ou sem fazer as comparaçoes com conatoçoes negativas, mesmo lendo sua nota no começo fica dificil nao ver como uma comparaçao em varios dos pontos que voce mencionou, continue postando coisas , seu site é muito interessante.

  7. Estava procurando algo que falasse desses pre conceitos mesmo e achei muito legal, procuro mais informaçoes desse tipo pra falar para as pessoas ao meu redor =) Eu li sua materia desde o começo que ja avisa que nao é uma comparaçao com o Brasil e uma critica construtiva é que pra evitar isso voce poderia falar tudo que falou só que sem mencionar o Brasil ou sem fazer as comparaçoes com conatoçoes negativas, mesmo lendo sua nota no começo fica dificil nao ver como uma comparaçao em varios dos pontos que voce mencionou, continue postando coisas , seu site é muito interessante.

  8. Entao ta brasileiros falam palavroes e sao imorais?Só q japones tbm nao sao santinhos nao,assim como vc falou q nem todos japoneses sao tarados e racistas nós brasileiros nem todos tbm fala palavrao e gosta de funk ou ę imoral eu nao me considero assim,vc analisa o q escrevi dos outros e lave sua boca com bastante sabao antes de julgar as pessoas,sem graça!!

    • Pq vcs tem o costume de levar tudo ao pé da letra? Leu o artigo? Eu dexei claro que tudo é relativo… Vai discordar do que estou falando? Basta navegar no youutbe e ver… O foco do site é o Japão então não vou entrar em detalhes do que acho do Brasil… Dexei claor no início do artigo que só porque estou levando em consideração o Brasil de maneira generalizada como resposta não estou falando que ele é uma merda… Meu único comentário em relação ao Brasil foi algo real que é na maioria das conversas do dia a dia ser obrigado a ouvir um foda, caralho, porra… Ou ser obrigado a ouvir músicas de funk na rua pq os funkeiros não conhecem fone de ouvido… Nada diferente de outros paises da América, apenas acho isso irritante…

    • To discordanro sim vc falou q é relativo?Nao tem nada relativo o q vc falou,vc ta genaralizando os brasileiros tbm eu li tudinho,agr se vc nao gosta daqui o q vc ta fazendo no Brasil??Vai morar no Japao,ué!!

      Em 30/07/2017 05:29, “Disqus” escreveu:

    • Você acha que se eu tivesse condições não estaria lá fora? Eu deixei bem claro no texto que só pq estou falando algo não significa que todos são assim… Por isso disse pra encarar o artigo com RELATIVIDADE!

      Por isso eu disse:

      Observação.: Não pensem que eu estou dizendo que o Japão é maravilhoso é que o Brasil é uma merda. Isso é relativo, e eu não estou querendo valorizar nenhum dos países. Só estou contra-atacando as generalizações das pessoas que criticam o Japão.

      Eu já disse isso pq sabia que pessoas iam ler e interpretar como você! Entenda! O fato de 50% das pessoas falarem girias de conotação sexual num significa que todos os brasileiros falam… Em momento algum eu falei TODOS OS BRASILEIROS, eu falei apenas os brasileiros… Claro que num é todos… A mesma coisa quando falam os japoneses se suicidam, mesmo sendo que é apenas 17 a cada 100.000 pessoas….

      Sem falar que o fato de eu não gostar de gírias imorais não significa que é errado falar isso… É meu gosto, num gosto de gírias e palavrões, assim como a pessoa não é obrigada a gostar de futebol, anime e etc… Gosto é gosto, ninguém ta pecando por isso… A coisa mais comum no mundo hoje é falar gírias…

    • Até concordo q o Brasil precisa mudar e mt msm,mas eu a populaçao nao temos culpa tem reclamar pra legislaçao nao pra mim.

      Em 30/07/2017 11:50, “Disqus” escreveu:

    • Kevin, li todo o artigo e concordei 100%. Os fracos irão descordar e falar mal e etc… Eles tem orgulho de viver em um país como esse e não quer escutar a realidade em que vivemos. Este é o brasileiro, não ouve os outros e sempre acha que está certo. O problema não é o Brasil e sim o Brasileiro.

  9. “Se o país fosse motivo para se suicidar, Brasil seria campeão!!! Se o Brasileiro pensasse como os japoneses, quando um Brasileiro não conseguisse algo, invés de virar bandido ele se mataria. Seria até melhor assim.” Achei extremamente ofensivo esse seu comentário. Você tentou esclarecer generalizações que são feitas por estrangeiros generalizando. Banalizar a morte assim também não é muito legal. Tente ser nos seus textos mais imparcial pq a impressão que passa é que o Japão é maravilhoso e o Brasil não é (também conhecida como complexo de vira-lata). Me desculpo desde já caso se ofenda com este comentário porém quero destacar que não é um ataque e sim uma crítica construtiva. Sucesso! 🙂

  10. E aqui foi o começo de tudo,rsrs! Muito bom o artigo, gostei inclusive dos pontos levantados aqui sobre o Brasil também, inclusive sobre os aspectos culturais daqui e a forma como as pessoas enxergam o país e etc. Até porquê é uma bela hipocrisia pessoas daqui virem falar que os japoneses são preconceituosos e xenofóbicos, ainda mais quando nosso país está longe de ser aquela democracia tanto pregada, eu mesmo já me deparei com problemas assim várias vezes durante a vida.

  11. Sempre admirei o Japão desde pequena, sou apaixonada pela sua cultura, sociedade e linguagem corporal que e muito fofa na minha opniao. ( desculpe, estou com dificuldades com os acentos devido ao meu teclado). Tipo enquanto os japoneses falam alguma parte de seu corpo se mexe, sendo a cabeça , os braços e por ai vai. E tao kawaii.

  12. Achei um exagero. Quem é que acha que tsunamis e terremotos destroem o país todo dia? teria que ser muito ignorante. Acho que as vezes seus posts exageram tentando desmentir coisas que não são mentiras. Ninguem acha q desastres sao corriqueiros, mas ninguem nega tambem que é um problema grave do japao.

    • Tu não faz ideia do quando eu tenho que aturar as pessoas falarem: Você não tem medo de terremoto não? La no Japão da terremoto é perigoso viver lá… Realmente o povo acha que lá terremoto mata milhares todos os anos… SQN… Claro que eu exagerei um pouco nas palavras mas eu deixei claro isso no começo do artigo que ia usar um tom de exageiro.

  13. Kevin, vc. já morou ou mora no japão? Bom não sei quanto a vc. mas eu já morei e estou morando novamente aqui no Japão a um bom tempo, e não entenda mal eu gosto muito daqui e sou grata por essa oportunidade, porem japoneses são sim muito, muito preconceituosos e racistas, claro não são todos mas existem muitos e não estão nem ai se te ofendem ou se te magoam, e vc simplesmente não pode fazer nada. Isso é muito triste… principalmente para uma pessoa como eu que nunca havia sofrido preconceito em toda minha vida, eles tem preconceito ate mesmo com crianças pequenas, já senti na pele com a minha filha, e quando vc. vê isso acontecer com seu filho é o pior sentimento que existe. Então quem nunca passou por isso não deveria falar sobre isso, muito menos defender com tanto afinco.

    • Eu sofro preconceito do mundo inteiro… Já estou acostumado e simplesmente não me importo… Mas a questão que eu queria abordar é que o Japão não é diferente de nenhum outro país quando se trata de preconceito… Qualquer estrangeiro sofre preconceito fora do país, principalmente um país que é bem reservado como o Japão. E como eu citei, japonês tem nível hard! E faz as coisas de forma mais radical. Enquanto no Brasil temos simples piadinhas sem graças ou comentários, no Japão as vezes tem casos mais extremos… Esses problemas acontece entre os próprios japoneses, porque tantos jovens se suicidam nas escolas? Não precisa ser ocidental pra sofrer na mão de alguns japoneses doidos… Eu escrevi isso pq quando as pessoas falam que japoneses são preconceituosos era como se tivesse falando de todos… Sendo que é uma grande minoria, igual os suicídios… O povo fala dos suicidios como se fosse algo assustador mais é apenas 0,00001%

    • Sim concordo com vc., entendo seu ponto de vista, e sinto muito por vc. sofrer com isso também, é uma coisa horrível, e ninguém merece passar por isso, as vezes não achamos ser tão serio por nunca nos ter acontecido, é o defeito das pessoas, só perceber o quanto é horrível quando se passa pela situação, eu tento ignorar e fingir que não vejo mas as vezes é difícil…. um abraço e como dizem por aqui “gambate”…. tudo de bom….

    • Dany, o que você disse ”quem nunca passou por isso não deveria falar sobre isso” está certo e por isso mesmo ele comentou em blogs que ele postou demonstrava ou até mesmo provava que ele já sofreu preconceito assim como a maioria do mundo, o preconceito está cada vez mais inserido não só na sociedade japonesa como na sociedade brasileira assim como em qualquer outra. é difícil manter o foco e objetivo deste comentário justamente porque isso realmente afeta as pessoas, querendo ou não esse assunto é de extrema importância e impacto. eu nasci em condições especificas na minha vida onde resultou em constante preconceito, racismo, bullying ou qualquer outra ação discriminativa desde os meus 3 anos o que gerou muito impacto na minha vida. mas vale citar que preconceito está sendo erradamente ”natural” para a sociedade porem existem muitos que que te acolhem e te ajudam como familiares. esse assunto pode ser discutido por qualquer um desde que saibam olhar e citar os dois lados.

  14. Kevin, como a mulher é tratada no Japão? Pelo pouco que sei, me parece ser uma país bem machista (não que o Brasil não seja, o Brasil é muuuuito machista). Vi na internt cenas de um programa japonês em que um homem tem que cantar uma música enquanto uma moça o masturba. Que merda é essa? Achei super estúpido e fiquei decepcionada. Outra coisa, como os japoneses lidam com o fato do país ter sido aliado da Alemanha nazista durante a 2° Guerra Mundial? E sobe o casos das mulheres chinesas e de outras etnias que foram escravizadas sexualmente, as chamadas “mulheres de conforto”? E as torturas e pesquisas bizarras da Área 731? E o fato do canibal Issei Sagawa não ter ficado preso, e ainda por cima ter escrito livro com fotos da mulher que ele assassinou e mutilou, e ter virado uma celebridade no Japão?

  15. Olha, eu gosto da cultura japonesa, mesmo porquê sou yonsei e tudo mais, mas como brasileira, deixando a parte toda a minha descendência, achei um pouco ofensivo. Certo, você disse para não entendermos errados, mas a questão é que a sua “defesa” do Japão deixou uma imagem um tanto quanto negativa do Brasil. Mesmo que você defenda um país não precisa depreciar outro, que foi exatamente o que fez e não adianta falar que eu entendi errado porque li este artigo mais de três vezes. Sem falar que você não contestou a imagem de eles serem super inteligentes. Por quê? Isso é uma regra lá? Não! Conheço japoneses legítimos que são os mais babacas do ciclo de amizade. Mas como tudo são pontos escolhidos para a defesa. Porém estou de acordo com uma boa parte do que disse, só não acho que você deva depreciar tanto a imagem do país que você vive.
    Só isso ^^

    • Eu gosto do Brasil, eu estou apenas retrucando as pessoas que criam boatos falsos ou generalizados sem conhecer… Eu paguei com a mesma moeda. Devo ter exagerado, depois dou uma revisada.

    • Sim, faça isso mesmo rs. Obrigado por não pensar que falei de maneira grosseira, porque sempre ocorre em outros sites. Mas tem falsos conceitos de todos ne amigo, eu entendi seu ponto de vista, até porque fico realmente chateada quando eles falam coisas sem nexo sobre o povo japonês.
      Só isso ^^
      Obrigado pela atenção!

    • Concordo com vc Thay, morei no Japão por sete anos e nem tudo que foi dito é correto mesmo, porém não vou entrar na discussão, cada um pensa de um jeito. 😉

    • Certo, por concordar comigo, obrigado.
      E eu sei que discutir não vale a pena ^^ só que devo defender a imagem do meu país. Na verdade isso só foi uma maneira de dizer que eu ainda tenho esperança.

  16. Olha gostei do que você falou, mas assim k é “coreanos” ta? Kk entao sobre a comida também acho é q mais sofre os asiaticos sao isso e nao gosto mesmo quando compararem comida japonesa e coreana cm comida chinesa. A comida chinesa sim é verdade q comem insetos mas nao é so na china no brasil tambem tem, mas comparar japones e coreano que comem insetos é mentira eu ja vi bastante videos e reportagens de coreanos e japoneses que nunca comeram insetos e que tem mesma expressão que fazemos quando vimos os insetos para comer. Entao nada muda mesmo.

    • Ele falou “koreanos” com “K”, por costume, eu falo inglês, e estou acostumado dom “Korea” e não “Coréia”, logo às vezes me pego falando “koreano” ao invés de “coreano”, assim como tenho amigos indonésios, e a capital da Indonésia é “Jakarta” (nome original), mas no Brasil falamos, “Jacarta”, mas eu não consigo me acostumar com “Jacarta” entende, ser bilingue tem teus lados negativos ^^

    • Não, num falei de preconceito, me referi a atitudes que as pessoas confundem com preconceito, tem sim japoneses racistas e de cara ruim kkkk

  17. ” Na verdade, não existe motivos pra se suicidar, apesar dos problemas, acho que todos devem fazer o esforço necessário e valorizar a vida.”
    Já que vc quer tanto que conheçam mais a cultura japonesa “antes de saírem falando”, poderia você estudar um pouquinho mais sobre depressão e afins antes de postar babaquices iguais a essa. Até pq, quando a pessoa chega no nível de pensar em suicídio, todo esforço que ela faz se torna nulo. Mas bem, você sabe disso, não é? Fez uma ” matéria ” sobre como os japoneses e o Japão sofrem com generalização, preconceito, etc., então é claro que você não faria o mesmo!
    E ah, pelo que vi nem do próprio Japão vc sabe muito.

    • Me desculpe! Eu não parei pra pensar na depressão, realmente quem a tem, o desejo de se matar é completamente forte… Eu Realmente não tinha pensado nisso, me desculpe T.T Eu não acho o Japão mil maravilhas não… estou ciente de tudo do Japão. Eu não sou obrigado a escrever tudo em artigo, isso seria estranho…

  18. Discordo de alguns pontos mas nem contam, so o motivo de algun Japones me pedir alguma coisa emprestada (que seria muito raro)e eu nao ter motivos para me preocupar se ele vai me devolver e sem danos ja e melhor, porque quando eu morava no Brasil…

  19. Peço licença para discordar de alguns pontos até porque, como você, não gosto de disseminação errônea de informações sobre o Japão. E vou evitar aqui a comparação com o Brasil, fazendo-o somente quando for necessário.

    1. Os alimentos naturais aqui são mais caros que no Brasil, sim. Até porque eles são importados. Claro que, aí, conta a questão do nível sócio-econômico da população. Mas, para dar apenas um exemplo, 3 bananas custam o equivalente a R$3. Um abacaxi custa o equivalente a R$15. Não compramos carne por quilo. Um corte de carne não muito caro, que poderia equivaler em posicionamento de mercado à alcatra, custa cerca de R$5 por 100 gramas. Quando a “mídia” cita preços exorbitantes de determinados produtos, como as frutas de butique, também ressalta que esses produtos são especiais. E estou falando isso porque eu mesmo produzi inúmeras dessas reportagens que foram ao ar no Brasil. Enfim, sim, o mercado aqui é muito mais caro. Não é mentira.

    2. O Japão, infelizmente, está entre os países do mundo onde os índices de felicidade são os mais baixos. Apesar de toda a riqueza que o Japão alcançou, os japoneses urbanos, em sua maioria, não sabem usufruí-la. Lamentavelmente. É bem triste ver que muitos dos colegas e vizinhos japoneses se sentem presos à sua rotina de trabalho e à empresa. O problema é tão sério que é reconhecido pelo governo. Atualmente, está sendo desenvolvida uma campanha para obrigar os trabalhadores a tirar férias. A cultura corporativa do Japão é péssima, não valoriza a vida pessoal e familiar dos funcionários, não é igualitária para os gêneros… Sem contar que muitas empresas exigem horas extras do trabalhador sem pagar por isso. Enfim, a situação descrita gera infelicidade, sim. Não adianta tapar o sol com a peneira. Isso não quer dizer que vivamos infelizes aqui ou que somos infelizes o tempo todo. Mas, de fato, existe um alto grau de insatisfação com a vida aqui no Japão. P.S.: Não estou falando aqui do caso dos trabalhadores estrangeiros e, sim, dos empregos regulares dos japoneses.

    3. O alto índice de suicídios é, obviamente, afetado pelo que citamos no item 2. O trabalho em excesso gera desagregação familiar, com crianças cada vez mais inseguras, sendo criadas com pais ausentes. O bullying tem muito a ver com essa ausência de uma família estruturada. Atualmente, o aumento no número de crianças suicidas é preocupante. E, mais uma vez, a situação mobiliza o governo que está tentando agir para evitar o problema. Em outras palavras, a situação não está sendo vista como boa nem pelos japoneses.

    4. Falar de liberdade de expressão no Japão é bem complexo. Por um lado, existe essa imagem de que os jovens “se expressam” da maneira que querem por aqui, já que eles usam roupas e cortes de cabelo que parecem extravagantes aos olhares ocidentais. No entanto, vale ressaltar que muito é cultural, como o caso do uso de acessórios “femininos” por homens, com bolsas de mão e presilhas. Em primeiro lugar, isso é uma cultura jovem. Homens adultos com esse tipo de acessório são vistos como marginais. Além disso, cosplay, lolita, ganguro etc são modas urbanas e, sim, vistas como underground. Ou seja, tem gente que usa. Não quer dizer que essas pessoas são bem-vistas pelo restante da sociedade. Uma coisa que você poderia ter dito é que, apesar de a grande maioria das pessoas torcerem o nariz para a moda jovem e a moda underground, pouca gente seria capaz de criticar uma pessoa que se vista dessas formas diretamente. A cultura japonesa evita conflitos. Isso, sim, é real. Isso é a questão da liberdade de expressão pessoal. No âmbito da imprensa, a situação é ainda mais complicada. O governo controla direta e indiretamente as informações que chegam aos grandes veículos de mídia, sim. É um dos problemas mais sérios da democracia japonesa. São poucos os jornalistas independentes que conseguem trabalhar e fazer circular suas investigações. Isso é terrível e é uma realidade.

    5. O Japão, pela enorme população e pequeno território, tem, sim, um problema de espaço. Nas grandes urbes, os apartamentos são realmente pequenos. Quem morou em áreas boas do Rio ou de São Paulo e se mudam para Tóquio descobrem que o japonês médio mora muito mal. Os apartamentos mais em conta, chamados de apaato, são feitos de compensado. Os isolamentos acústico e térmico são ruins. As casas são frias no inverno e quentes no verão, o que eleva os gastos com luz e gás. Os apartamentos são bem menores e mal divididos. Quem pode pagar mais, aluga um manshon, que são os apartamentos um pouco melhor acabados. Estes são feitos de concreto e madeira. Ainda assim costumam ser frios e bem menores que apartamentos equivalentes no Brasil. As casas têm banheira porque o banho de ofurô é um item cultural dos japoneses, não porque isso represente algum luxo.

    • Acho que você não entendeu o objetivo do artigo. o objetivo do artigo é degeneralizar a opiniões dos brasileiros que não conhecem o Japão. Nem todas as coisas são iguais, inclusive eu escrevi um artigo falando o lado ruim do Japão. Mas o objetivo do texto que escrevi é retrucar alguns conceitos exagerados dos brasileiros que nunca foram ao Japão e que nem conhece a cultura, esta apenas ligado a mídia destorcida. O seu texto ficou muito bom, mas ai você esta generalizando também… Eu estou por dentro do lado ruim do Japão, mas devemos colocar meio a meio a forma que as coisas acontecem. E serio, os preços das frutas eu achei barato, em comparação com salario recebido. 1R$ por banana? Apenas isso?

    • Obrigado pelo comentário, mas realmente eu não tentei comparar, apenas acabar com a ideia de alguns brasileiros que não sabem nada do Japão ficam espalhando por ai de forma generalizada. Infelizmente as pessoas leram da maneira errada lol

    • Sim, custa R$1 por banana, o valor que compra quase uma dúzia no Brasil. Sobre a comparação de salários, é importante, sim, considerar isso quando se faz análise de custo da vida. É com essa fórmula que Tokyo e Osaka estão sempre listadas entre as 10 cidades mais caras do mundo para se viver. Isso é muito importante citar, apesar de não ser tema do seu artigo. Você fala num valor de R$5mil reais mensais de salário no Japão (¥200 mil). Pode parecer muito. Mas não é. Uma pessoa com esse valor não consegue alugar apartamento em Tóquio e viver, por exemplo. O aluguel de um 1 quarto em Tokyo não sai por menos de 100 mil ienes. Estou falando de algo barato. Enfim, temos qualidade de vida, sim. Não temos a violência que vocês têm no Brasil e isso é ótimo. Mas comparar os dois países da forma que você fez é muito pouco para atender ao seu objetivo com o texto. Abraços e continue com o trabalho no blog que tem muito a render.

    • Depois de 30anos de Japao concordo plenamente com voce, muito bem pesquisado.
      Mais mesmo com todos estes problemas eu ainda acho que o Japao e bem melhor.

    • perdão mas eu descordo, as duas apontam o mesmo assunto mas também exploram o máximo de detalhes dos dois lados, a matéria foi mais detalhada mas pode se notar um favorecimento de um lado porque sua finalidade era contra-atacar generalidades mesmo o favorecimento tendo atrapalhado com sua finalidade, já o comentário tentou igualar esse favorecimento e apontou mais realisticamente os traços do japão mas tendo o 1 como exemplo ele generalizou um pouco o que não tirou muito de seu crédito mas n deixa de ser algo a se melhorar. no meu ver os dois são ótimos materiais e precisos para ter uma melhor analise e melhor ideia dos dois lados

    • Roberto, você teria algumas informações acerca da imigração para o Japão? Tenho interesse em morar aí para trabalhar, estou tão desanimado com o Brasil que eu prefiro um emprego simples em um país melhor do que um emprego bom aqui.
      Obrigado.

    • Leo, infelizmente o Japão é um país bem fechado para imigração. Recentemente, o próprio primeiro-ministro cometeu uma gafe enorme ao responder a uma pergunta sobre o Japão receber refugiados sírios dizendo que o país ainda tem muito o que fazer pelos seus cidadãos antes de receber “imigrantes”, como se uma coisa tivesse a ver com outra. O Japão, como boa parte do mundo, aceita imigrantes altamente qualificados, desde que eles já venham contratados por empresas japonesas, de preferência. No mais, cria projetos pontuais pra receber números limitados de trabalhadores com menor qualificação, que é algo de que o país muito necessita. Como, por exemplo, os artigos na Lei de Imigração que aceitam descendentes de japoneses até terceira geração e seus cônjuges ou os projetos de “estágio” remunerado temporário para países do Sudeste Asiático e China. Tudo com muito controle para devolver essas pessoas assim que for necessário aos seus países de origem. Recomendo a quem deseja morar no Japão que venha com uma bolsa de estudos. É o meio mais tranquilo de vir, de conhecer a sociedade, de estudar japonês e se qualificar para permanecer. Abraços.

    • Pois é, eu sei que é bem fechado, japoneses sempre foram meio fechados e um tanto quanto xenofóbicos.
      Mas vou estar procurando me qualificar melhor, ou até mesmo alguma bolsa ou algo do tipo, muito obrigado.

    • Eu até me surpreendi porque é bem menos do que eu imaginava, principalmente se tomasse como referência a colônia japonesa no Brasil. No entanto, o país em si tem histórico (antigo) de ser fechado a estrangeiros e o governo atual é extremamente conservador quanto a isso. Mas cenas explícitas de xenofobia como a que vemos no Brasil são raríssimas.

  20. “Porem a carga horária do Japão é de apenas 9 horas, e o salário deles é 10x Maior que o nosso.“
    Kevin, onde japones ganha 10 vezes o salario de um brasileiro ?, voce esta mal informado nessa area, gostei muito do seu post, apesar de pecar em alguns quesitos !!!

    • Acho que pela cotação atual do dólar o salário pode chegar a 10x mais de quem ganha um salário mínimo no Brasil sim. Não se esqueça que apenas 2mil dólares hoje são 7600 reais.

    • kkkk na verdade é apenas uns 5x. mas se brincar tem gente que ganha 10x sim, basta ela ganhar uns 300.000 ienes. Mas realmente não é a maioria da população que ganha isso, mas creio que é a mesma coisa que acontece no Brasil. Brasileiros vivendo com 1 salario minimo enquanto outros ganham 3 mil a 5 mil. sem citar os ricos.

  21. Realmente quando me mudei para o Japão já vim preparada para ser exposta à discriminação porém, não sei se seria somente onde moro q é uma cidade no interior do Japão, mas jamais encontrei um povo tão hospitaleiro e com vontade de ajudar, educados e gentis como os daqui, em alguns lugares existe sim a discriminação devido à baderna de alguns brasileiros eles acabam generalizando acaba que para eles nenhum brasileiro presta, porém somente em alguns lugares, pois em todos os que visitei foram muito simpáticos. É um país de cultura e povo incrível, lindo hospitaleiro é muito bom pra se morar, segurança, educação e saúde outro nível, crianças recebem tratamento de saúde de graça, sim precisamos pagar pelo atendimento porém com o salário recebido vc consegue pagar, ai no Brasil se paga um plano no valor absurdo e pra que? Para vc esperar horas na fila. No Brasil o SUS ajuda muito as pessoas sim, porém muito mal organizado. Queria eu que o Brasil pudesse pegar o que o Japão tem de melhor e implantar ai. Principalmente os salários. Gosto muito do meu país, porém não podemos negar a grandeza em vários aspectos do Japão.

    • É uma boa pergunta, ate irei marcar para escrever um artigo depois. Mas para resumir, qualquer um pode usar, sim tem que pagar, inclusive hospitais públicos. Japoneses aceitar a morte? Q lokura? heuhue em q sentido? Não, como todo ser humano, ninguém gosta de morte, tanto que la as mortes são bem menos. Na crença deles, existe vida apos a morte, e quem se suicida não esta pecando, algo que provavelmente favorece isso…