Conheça o tradicional Oyatsu, o chá da tarde dos japoneses

Provavelmente, quando você é convidado para comer comida japonesa, o seu imaginário já  relaciona com sushi, sashimi ou alguma outra especialidade salgada. Mas, o que muita gente desconhece, é que os japoneses também possuem um horário para o chá da tarde, chamado Oyatsu. Aos poucos, a prática vem chegando no Ocidente.

Também conhecido como Oyasudoki ou Osanji, é uma refeição leve cujo objetivo é fazer com que as pessoas consigam esperar a próxima refeição principal. Ainda hoje, algumas pessoas comem entre o café e o almoço, e entre o almoço e o jantar; mas, para a maior parte dos japoneses, o oyatsu é realizado, principalmente, à tarde, entre quatorze ou quinze horas.

Conheça o tradicional oyatsu, o chá da tarde dos japoneses - axm5wh2xr2a4pl8kkoxbgnajvps54zc2zq4nd3upznrqpnr6adecbablftgrc qpto5 3ehf8kvorhqxzegxm

Origem

Existem algumas divergências de qual a data correta do surgimento desse costume no Japão, mas todos os documentos apontam para o período Edo, no século XVII, quando foi instalado o sistema escolar, cujas atividades terminavam por volta de 14h30. Assim, quando as crianças saiam da escola e chegavam em casa reclamando de fome, a família já providenciava algum lanche leve para que elas pudessem aguardar até a hora do jantar.

Essa pequena refeição recebeu o nome de Oyatsu porque, pelo relógio antigo japonês, o período entre duas e três da tarde era chamado yatsu (oito), referindo-se à oitava hora do dia. Mesmo com a mudança da contagem do tempo do período Edo para a contagem atual, com 24h diárias, manteve-se o nome oyatsu para manter a tradição.

Esse rito passou a ser seguido inclusive pelos adultos, pois precisavam repor as energias gastas durante o dia de trabalho. Tradicionalmente, o lanche da tarde é composto por chás e uma variedade de doces açucarados. Em momentos de escassez alimentar, principalmente no período pós-guerra, essa pequena refeição sofreu algumas alterações e era basicamente composta por vegetais cozidos ou pelo que estivesse disponível no momento.

Conheça 50 tipos de chás japoneses
Conheça 50 Tipos de Chás Japoneses

O costume ao redor do globo

Obviamente que o chá da tarde não é uma invenção ou tradição apenas japonesa. Na Suécia o lanche da tarde é chamado de Fika; nos países de origem espanhola, chama-se Merienda; e o mais famoso de todos, é o Chá das Cinco ou Afternoon Tea, na Inglaterra. 

A diferença é que a base da tradição japonesa vem da classe trabalhadora, que precisava de muita energia para realizar todas as atividades de lavoura e outros trabalhos pesados, enquanto nos outros países, é um costume realizado, principalmente, pela elite.

A tradição do Oyatsu atualmente

O tradicional chá da tarde dos japoneses continua presente até os dias atuais. Ele é representado em filmes, séries, livros e, inclusive, em animes. É o caso de Ouran High School Host Club, em que é um clube de garotos escolares que utilizam o seu tempo para entreter as meninas da escola durante o chá da tarde, cujas atividades iniciam às 3h da tarde; e o Kaichou wa maid Sama, onde a representante estudantil, considerada brava e perfeccionista, trabalha meio período fantasiada como ‘Maid’ (empregada) em um café temático.

Maid cafe – o café de empregadas no japão
Maid Kissa

A cidade de Tóquio é hoje considerada a maior especialista em oyatsu. Andando por lá, você pode encontrar várias padarias ou lojas especializadas nas guloseimas clássicas do lanche. Muitas utilizam técnicas tradicionais e centenárias para fazer os doces mais leves e belos que se pode imaginar. Além disso, outra informação importante é que os japoneses utilizam as frutas e alimentos sazonais para diversificar os alimentos.

É possível perceber que o chá da tarde sofreu grande influência do ocidente. Hoje em dia, muitos japoneses passaram a incluir diversos tipos de bolos e doces industrializados na hora do lanche. Às vezes por ser mais acessível, outras por economizar tempo durante o dia. Afinal, o oyatsu não precisa ser algo caro, o importante é que o lanche seja uma refeição leve e que traga satisfação para quem está comendo.

No Brasil, é possível encontrar alguns doces japoneses em locais que tenham presença de colônia japonesa, como em São Paulo, no bairro da Liberdade, e em outros estados, como Pará, Porto Alegre e Rio Grande do Sul.

O que caracteriza o lanche da tarde?

O nome Oyatsu pode se referir tanto ao costume em si, como aos próprios doces servidos nessa refeição. Como a intenção é ser uma intervenção alimentar suave entre as refeições principais, os alimentos também apresentam esse formato. 

Com o tempo o Oyatsu passou a ficar um pouco mais sofisticado. Além do chá, é possível encontrar doces refinados em muitas variedades, mas a essência deles é a delicadeza. Veja abaixo alguns tipos de doces que os japoneses apreciam no oyatsu:

– Hanabiramochi: tradicionalmente servido na cerimônia do chá, no ano novo japonês, significa “mochi pétala de flor”. O doce possui diversos formatos e cores e o recheio tradicional é o de pasta de feijão mungo.

Mochi – tudo sobre o doce de arroz japonês
Hanabiramochi

– Namagashi: doces feitos com ingredientes naturais, normalmente apresentam formato de flores ou plantas. Esteticamente agradáveis, os namagashis são recheados com pasta de feijão ou geléias, gelatinas e outros. 

– Botamochi: um dos queridinhos dos japoneses, é um bolo sazonal feito de arroz doce e pasta de feijão vermelho.

– Kompeito: doce pequeno, colorido e redondo feito com açúcar puro. Apresenta pequenas fissuras em seu formato por conta do cozimento. É um muito consumido no Japão, mas chegou no país por intermédio dos portugueses, no século XVI.

Conheça o tradicional oyatsu, o chá da tarde dos japoneses - kompeito doce
Kompeito

– Monaka: feito com uma massa de wafer mochi crocante e recheada com doce de pasta de feijão vermelho.

Taiyaki: é um bolo que possui a massa moldada em formato de peixe, normalmente o pargo. Os recheios são os mais diversos, podendo ser doces ou salgados. O mais comum é a pasta de feijão-vermelho tradicional, mas pode-se encontrar recheio de queijo, creme de avelã e geleias. O mais gostoso é comê-lo bem quente, soprando a fumaça. 

Dango: semelhantes aos mochi, os kushi dango são bolinhos japoneses servidos em espetos e com uma cobertura caramelizada. Possuem diversos sabores a depender da estação do ano.

Dango – doce japonês – curiosidades e receita
Dango num chá da Tarde

Manju: saborosos bolinhos brancos que possuem o formato de lua cheia para homenagear o luar mais bonito que pode-se ver no Japão durante o outono. Possui uma variedade de recheios, desde feijão a geleias.

Existe uma variedade imensa de doces japoneses e esses foram apenas alguns exemplos. Afinal, o oyatsu é uma tradição que já perdura por séculos. Se você também quer fazer esse ritual do chá na sua casa, compre alguns doces que você mais gosta, e aproveite esse tempo para relaxar e se conectar consigo mesmo.

Compartilhe Este Artigo: