As iluminações, luminárias e lanternas tradicionais do Japão

, , ESCRITO POR



Você conhece as iluminações e lanternas tradicionais do Japão? Conhece o Chochin, Bonbori, Andon e tori? O Japão é conhecido por ser um país altamente tecnológico. Sua infinidade de painéis iluminados e a grandiosidade nos seus eventos, impressiona o mundo inteiro.

Teve um natal onde o Japão exibiu o Starlight Garden, onde 190.000 luzes de LED azuis, se acenderam sobre o Midtown Granden, criando um atmosfera de magia e encanto. Nem sempre é assim, o Japão é conhecido por sua grandiosidade cultural, por misturar o novo com o antigo, são costumes milenares que regem as novas e antigas gerações.

Outra experiência magnifica de iluminação moderna você encontra no Mori Digital Museum, recomendamos visitar esse lugar maravilhoso se estiver em Odaiba, Tokyo.

As iluminações, luminárias e lanternas tradicionais do Japão, bonbori, chouchin, tourou, andon

A forma de iluminar o país, apresentava-se de uma forma mais simples, envolvendo outras técnicas que eram consideradas modernas e inovadoras para sua época. Existem outros equipamentos característicos que ainda adornam as cidades há séculos.

Existe uma tradição no Japão onde todo fim de ano milhares de iluminações em diversos pontos turísticos acontecem. Milhares visitam esse lugar e os japoneses costumam chamar essas luzes decorativas e eventos de ilumination [イルミネーション].



chōchin – LUMINARIAS de seda SUSPENSAS

Chōchin [提灯] são lanternas ou luminárias japonesas que datam de 1085. São tradicionalmente feitas com uma armação de bambu coberto de seda ou de papel e ficam suspensas por um gancho.

As iluminações, luminárias e lanternas tradicionais do Japão, bonbori, chouchin, tourou, andon

Chouchin são usados ​​para decorar santuários, templos e empresas. Eles são particularmente associados em pontos de consumo tradicionais, como Izakaya que geralmente têm um chōchin vermelho na frente com o nome da empresa escrito em caligrafia shodo.

Chouchin moji [提灯文字] são as luminárias estampadas com ideogramas, geralmente vistos em templos, santuários e festivais. A palavra moji refere-se literalmente a letras e caracteres chineses.

No folclore japonês, existe o chōchin-obake, lanternas que os japoneses acreditam existirem fantasmas presos. Na verdade, não passam de lanternas velhas, que acabam por se dividir ao longo de uma de suas estruturas, dando a impressão de boca.

As iluminações, luminárias e lanternas tradicionais do Japão, bonbori, chouchin, tourou, andon

Atualmente as chōchin são feitas de estruturas de plástico imitando as antigas e são colocadas lâmpadas elétricas dentro de sua estrutura.



Bonbori – Lâmpadas de papel

O bonbori [雪洞] é uma espécie de lâmpada de papel usada em lugar aberto. Ela normalmente tem um perfil hexagonal e é usado durante os festivais. Ela costuma ser pendurada a partir de um fio ou fica de pé em um poste.

As iluminações, luminárias e lanternas tradicionais do Japão, bonbori, chouchin, tourou, andon

São utilizadas em festividades como no Santuário Tsurugaoka Hachimangu, na cidade de Kamakura, as lanternas são pintadas e enviadas por artistas e pessoas famosas. Aproximadamente 400 pinturas são exibidas, com muitas assinaturas e caligrafias decorando as festividades.

As luminárias de papel se originam da China a mais de 2.000 anos, acreditas-se que ela era usada em festivais pelo primeiro imperador chinês Ying Zheng. Ambas as luminárias bonbori e chouchin são de papeis e costumam ser confundidas.

O termo bonbori é mais utilizado para referir-se as luminarias sustentadas por uma base vertical no chão. Bonbori não precisa ser exatamente redondo, pode ter formato quadrado ou diversificado. Não significa também que uma lâmpada pendurada não possa ser chamada de bonbori.

As iluminações, luminárias e lanternas tradicionais do Japão, bonbori, chouchin, tourou, andon

LANTERNAS e iluminações Andon e akiandon

O Andon [行灯] consiste em uma armação de bambu, madeira ou metal, envolto por um papel esticado para proteger o fogo do vento. Ele costuma ter uma aparência quadricular e alguns tem desenhos ou shodo. O andon se tornou popular no Período Edo.

Andon funcionava basicamente como uma iluminação portátil, uma alça ou gaveta superior facilitava o deslocamento, posteriormente passou a ser mais utilizado de forma fixa. Sua chama era proveniente de óleo de colza, uma planta típica japonesa ou a luz de velas, porém, seu alto custo acabou fazendo com que fosse substituído por óleo de sardinha.

Do andon, derivou o akiandon [秋行灯], em sua maioria possuíam a forma de uma caixa vertical, era utilizado em ambientes fechados, e no seu interior existia um suporte para a luz, alguns contavam com gavetas na sua base para facilitar o reabastecimento.

As iluminações, luminárias e lanternas tradicionais do Japão, bonbori, chouchin, tourou, andon

Mais uma derivação foi o enshū andon [遠州行灯], que tinha uma forma tubular, e uma abertura na parte de baixo, também registra-se o ariake andon [有明行灯] que mostra-se na história como um luz de cabeceira ou lanterna para caminhar a noite.



Tourou – A LANTERNA DE PEDRA

Tourou [灯籠] pode ser usado em sentido amplo para se referir a qualquer tipo de luminária, mas costuma ser usado especificadamente para lâmpadas de pedra, bronze, ferro, madeira ou outro material pesado. 

Estes costumam iluminar templos budistas, santuários xintoístas, jardins japoneses e outros locais que incluem a tradição na sua decoração. De forma alinhada, os toro se mostram como uma oferenda a Buda.

As iluminações, luminárias e lanternas tradicionais do Japão, bonbori, chouchin, tourou, andon

Existem duas formas dessa iluminação, o tsuri-dourou [釣り灯籠] que são pendurados nos telhados e o dai-dourou [大灯籠] que são utilizados em jardim e áreas abertas.

Antes essas iluminações eram exclusivas dos templos budistas. Após o período Heian, passaram a ser utilizadas em outros locais, inclusive em casas particulares. Durante o período Azuchi-Momoyama, as lanternas foram popularizadas pelos mestres do chás em seus jardins.

Hoje essa forma de iluminação é meramente decorativa, podendo ser utilizada em jardins, florestas, próximo a lagos e rios ou em caminhos que recebem um toque todo especial.

As iluminações, luminárias e lanternas tradicionais do Japão, bonbori, chouchin, tourou, andon
Ryokan

Existe uma cerimônia chamada de dourounagashi [灯籠流し] que consiste em lanternas de papel flutuando num rio.

O que achou das Iluminações Tradicionais do Japão?

A tecnologia japonesa é uma característica da atualidade, mas ao passar pelas ruas, observar os traços de sua cultura, vemos que as iluminações tradicionais estão presentes em todos os ambientes, mostrando que o passado e o presente se fundem de forma ímpar.

Uma beleza tão particular, nos remete ao Japão um ar de mistério e grandeza. Espero que tenham gostado do artigo, se gostou compartilhe e deixe seus comentários.

Compartilhe Nosso artigo:

Comentários do site