Shichimi – Os sete deliciosos sabores japoneses

,
Post by //

[Total: 2 Nota: 3]


Você já ouviu falar dos sete sabores japoneses chamado de Shichimi (七味) ou Shichimi Togarashi (七味唐辛子)? Esse famoso tempero japonês é composto de 7 especiarias e costuma ser encontrado em diversos restaurantes e muito popular no consumo de sopas e macarrões. Neste artigo vamos falar sobre esse famoso tempero japonês e sua história.

A palavra Shichimi (七味) significa literalmente 7 sabores, enquanto Togarashi (唐辛子) significa literalmente pimentas e pimentões da família capsicum. Cuidado para não ler shichimi (七味) como nanami, alguns ocidentais estavam cometendo esse erro e até mesmo vendendo o tempero com nome de nanami que é outra forma de pronunciar 7 em japonês.

Essa expressão 7 sabores não costuma ser especifica ao tempero mas em diversos aspectos da culinária. Essa mistura japonesa é totalmente equilibrada, são 7 especiarias que juntas produzem um tempero apimentado de sabor elaborado e aromático, que mistura ardência leve e sabor ao mesmo tempo.

Shichimi - Os sete deliciosos sabores japoneses


Quais são os sete sabores do Shichimi?

O condimento chamado shichimi é uma mistura de sete diferentes ingredientes que podem variar de acordo com fabricante. Uma mistura típica do shichimi pode conter:

  • Pimenta vermelha, picada e moida;
  • Sansho (pimenta japonesa);
  • Casca de laranja (Chenpi);
  • Cascas de citrinos;
  • Sementes de sésamo;
  • Piripiri;
  • Sementes de gergelim;
  • Gengibre moído;
  • Nori ou Anori;
  • Sementes de papoula;
  • Pimentas chilenas;
  • Pimentas caiena;
  • Cascas de Yuzu, Colza e Shisho;
  • Alho picado;

O tempero picante composto de apenas um ingrediente é chamado de Ichimi [一味].



Como surgiu o tempero Shichimi Togarashi?

Acredita-se que a mistura de sete sabores existe desde o século 16 e foi produzido por negociantes de ervas em Edo (Tokyo). Foi no século 16 que os chineses possivelmente levaram o togarashi (pimentão e pimenta) para o Japão. Inicialmente as ervas que faziam o shichimi eram usados para propósitos medicinais para curas de gripes e resfriados.

Existem outras teorias de que os missionários portugueses podem ter introduzido as pimentas no Japão por volta de 1605. Outros afirmam que foi Hideyoshi que trouxe as pimentas em 1592 da península Coreana. O cultivo das pimentas acontecem desde 1610, mas apenas em 1625 que um comerciante decidiu mistura-las com as ervas medicinais para comercializa-las criando assim o famoso shichimi.

Já se passaram mais de 400 anos e até hoje a empresa Yagenbori Shichimi Togarashi está em atividade. A loja de varejo ainda pode ser encontrada em Tokyo em Asakusa, lá você encontra diferentes versões suaves e picantes do famoso shichimi.

Existe outro fornecedor famoso chamado de Shichimiya Honpo que está em atividade desde 1655 próximo ao templo Kiyomizu em Kyoto. Em Nagano desde 1720 a Yawataya Isogoro vende shichimi próximo ao templo Zenkoji.  É claro que hoje em dia existem milhares de fabricantes dos sete sabores e você pode encontrar em qualquer konbini, restaurante ou mercado.

Como usar os sete sabores japoneses

Shichimi é mais comumente servido na mesa como um condimento para pratos de macarrão japonês, como soba e udon, mas muitas pessoas polvilham em gyudon, miso e até espetinhos. Recomenda-se guardar o o condimento na geladeira, apesar de eu sempre encontra-los expostos nas mesas de restaurantes.

Shichimi - Os sete deliciosos sabores japoneses

Existem diferenças entre os sete sabores de acordo com a região do Japão. Na região de Kanto eles costumam criar o tempero de forma mais picante, já em Kansai o tempero favorece as ervas aromáticas. Você sempre vai encontrar esse condimento na maioria dos izakayas ou kushiyaki-ya.

Preparar seu próprio condimento de sete sabores japoneses é fácil, basta misturar todos os ingredientes mencionados no artigo (bem moídos) em uma quantidade que você considera adequada para cada um. Lembrando que o tempero é seco e deve polvilhar e sair como um sal ou pimenta moída.



Recomendamos não adicionar muito Shichimi nos pratos, pode acabar ficando apimentado demais ou tirar o sabor agridoce da culinária japonesa. Eu pessoalmente amei o Shichimi e gosto de colocar bastante. E você? Já teve a chance de experimentar os sete sabores japoneses? Qual a sua experiência?

Por Favor! Compartilhe Nosso artigo:

Comentários do site