Furikake – Tempero japonês para colocar no arroz

, ESCRITO POR


Você já ouviu falar do tempero japonês chamado furikake? Consiste numa combinação de ingredientes secos e moídos para ser usado na culinária japonesa ou simplesmente derramado por cima do arroz para dar sabor.

Furikake [振り掛け] é a junção dos verbos furi [振り] que significa misturar, sacudir, balançar com o verbo kake [掛け] que significa derramar, deixar cair ou suspender. O nome tem tudo haver com essa combinação de tempero.

Ele normalmente é colorido e brilhante, com um leve sabor de peixe ou frutos do mar e às vezes é apimentado. Existe uma variedade gigantesca de furikake, os japoneses podem até fazer o seu próprio em casa.

Sumário do Artigo
- Como se utiliza o furikake
- História do Furikake
- Ingredientes do Furikake
- Gomashio - Alternativa ao Sal
- Onde comprar furikake? 


Como se utiliza o furikake

Furikake é um tempero para ser usado no lugar do sal no arroz japonês que geralmente é cozido sem sal. Basta abrir o pacote, balançar e derruba-lo sobre o arroz e comer. É realmente muito delicioso.

Ele também pode ser usado na culinária japonesa para decapagem de alimentos e bolinhos de arroz (onigiri). Ou seja, se utiliza para condimento pode ser usado para colorir e dar sabor a outras receitas.

Furikake - Tempero japonês para colocar no arroz

Desde 2003, ele ganha cada vez mais aceitação nos EUA (principalmente no Havaí e na costa oeste) como tempero para peixe assado ou frito, saladas de peixe cru e salgadinhos. 

Alguns temperos americanos que se assemelha ao furikake, mas tem um uso completamente diferente. Existe um tempero de peixe que não me recordo o nome, chimichurri e até o edu guedes. Ambos tem ingredientes secos e moídos.

História do Furikake



Acredita-se que o furikake tenha surgido no Período Taisho (1912-1926) por um farmacêutico de Kumamoto chamado Suekichi Yoshimaru. De início ele apenas queria acabar com a falta de cálcio da população japonesa.

Para isso, ele fez uma mistura de espinhas de peixe moída com sementes de gergelim assado, sementes de papoila e algas marinhas que se transformaram em pó. Ele deu o nome de Gohan no Tomo que significa amigo do arroz.

O produto literalmente foi criado para ser misturado no arroz e aumentar o cálcio na culinária japonesa. O produto era tão gostoso que foi comercializado por uma empresa de alimentos.

Furikake - Tempero japonês para colocar no arroz

Mais tarde surgiu uma variação em Fukushima feita de corvina branca, kombu e outros ingredientes à base de molho de soja. Ela foi lançada com nome de Kore Wa Umai que significa isso é bom!

Inicialmente sendo um item de luxo, a disponibilidade do furikake aumentou drasticamente em setembro de 1948 quando a Nissin começou a fabrica-lo em larga escala, para assim tratar a desnutrição japonesa. O produto era rico em proteína e cálcio.

Sendo grande fonte de energia para o exército japonês, o furikake ganhou esse nome apenas em 1959 com o surgimento da Associação Nacional do Furikake. Antigamente cada produto tinha um nome diferente de acordo com seus ingredientes.

Os PRINCIPAIS ingredientes do furikake

Como já mencionado, existe uma infinidade de tipos de furikake. Qualquer pessoa pode pegar qualquer ingrediente desidratado, seco e moído e criar seu próprio tempero. Veja abaixo os ingredientes mais populares:

Nori – Um dos principais ingredientes que compõem o furikake, uma espécie de folha feita a partir de algas marinhas.

Glutamato monossódico – Um sal sódico do ácido glutâmico, um dos aminoácidos não essenciais mais abundantes que ocorrem na natureza. Esse ingrediente é usado para introduzir o sabor umami.

Katsuobushi – É uma conserva seca de carne de atum-bonito, fermentado e cortado e blocos, proporcionando um sabor umami.

Yuzu – Usa-se a casca seca desse belo fruto azedo.

Shiso – Uma planta asiática que foi usada como enfeite até que descobriram que era comestível e colorizava os alimentos.

Furikake - Tempero japonês para colocar no arroz

Salmão – Flocos de salmão secos são um dos ingredientes bastante popular no tempero. Apenas o Salmão fresco em flocos também é usado como cobertura no arroz.

Sementes de gergelim – Costuma-se utilizar sementes de gergelim inteiras ou esmagadas.

Wasabi – Uma raiz verde, geralmente servido em pasta, usado para apimentar os pratos.

Okaka – Flocos de atum-bonito molhados no shoyu e secos novamente.

Alem dos ingredientes citados acima, se usa ovos secos, misso em pó, vegetais e diversos outros ingredientes. A Imaginação é o limite!

Gomásio – Uma alternativa ao Sal



Alem do furikake existe um tempero parecido que se chama Gomásio [ごま塩], uma importante alternativa ao sal, porque não produz os efeitos nocivos dele. Gomashio geralmente é um ingrediente do furikake.

Tem como vantagem neutralizar a acidez do sangue, favorecer a secreção de sucos digestivos, estimular o metabolismo além de ser muito rico em cálcio.

Furikake - Tempero japonês para colocar no arroz

Ele também é chamado de sal de sésamo, bastante apreciado na culinária japonesa. O nome japonês gomashio [胡麻塩] é literalmente sal [塩] de sésamo [ごま ou 胡麻].

Além deles, existem outros temperos como o shichimi feito de pimenta e popular em sopas de macarrão, sem mencionar também o ochazuke feito de chá verde.

Onde comprar Furikake?

No Japão você encontra facilmente em lojas de conveniência ou mercados. Fora do Japão, o furikake pode ser encontrado na maioria dos mercados orientais e na seção de comidas asiáticas de alguns grandes supermercados.

Se você quiser comprar pela internet eu recomendo a Loja Konbini aqui você encontra facilmente vários tipos por apenas por 13 reais e diversos outros produtos da culinária japonesa.

Para finalizar vou deixar um vídeo de nosso amigo Santana que fala um pouco sobre esse delicioso tempero que se derruba sobre o arroz. Se gostou compartilhe e deixe seus comentários.

Compartilhe Nosso artigo:

Comentários do site