Culinária / Curiosidades / Japão

Katsu Ika Odori-don – A lula polêmica

Katsu Ika Odori-don – A lula polêmica
Compartilhe nas redes sociais:


No artigo de hoje vamos falar sobre um prato no Japão que levantou bastante polêmica nas redes sociais. O Katsu Ika Odori-don (活いか踊り丼) é um prato composto de arroz, legumes, ovas de peixe e outros acompanhamentos onde você encontra uma lula dançante.

Esse prato foi criado em uma cidade chamada Hakodate na província de Hokkaido em um restaurante chamado Ikkatei Tabiji. O prato custa por volta de 2.000 ienes que equivale a 60 reais.

Isso gerou muitas discussões sobre a lula estar viva, que isso é macabro, e ainda eles acham que os japoneses comem a lula daquela forma. Infelizmente isso é falta de informação e cultura, então hoje vamos falar alguns pontos sobre esse prato para solucionar todas as suas duvidas. Abaixo vou deixar o vídeo da polêmica:

A lula está viva?

Não, a lula não está viva, ela teve a parte da cabeça cortada antes de ir ao prato, causando uma morte cerebral instantânea. Ela se movimenta por causa do Shoyo que é jogado encima dela. Quando o sódio do molho de soja faz contato com os músculos ainda ativos, eles começam a se contorcer e contrair como algo macabro e assustador, como um zumbi.

A mesma coisa acontece com as pernas da rã, jogue sal em pernas cortadas de rã e elas irão mexer. Na realidade qualquer organismo que foi recentemente morto pode responder a estímulos. Ainda mais os músculos da lula que contém trifosfato de adenosina (ATP), a principal fonte de energia para as contrações musculares.



Eles comem daquela forma?

Na realidade eles não comem a lula inteira, isso é apenas uma dança, o nome do prato tem a palavra 踊り(odori) que significa dança. Depois do pequeno Show ela é mandada de volta para as mãos do cozinheiro e ele termina de preparar o prato. Apesar desse prato da lula ser apenas um show e ela está morta, ainda sim é algo macabro de se ver.

No vídeo abaixo ela está sendo preparada para um prato tradicional sem a dança. Veja como ela dança depois de ter a cabeça cortada:

As pessoas confundem bastante, o Japão não têm o costume de comer coisas vivas. No Japão não se come insetos, cachorro ou qualquer outra coisa que você acha nojenta, o pior mesmo é os peixes e frutos do mar. Claro que no Japão como em qualquer país você vai acabar encontrando um restaurante do tipo, mas não faz parte da culinária japonesa.

Uma mania terrível é criticar a culinária de um país por causa de um prato. Vocês reclamam que na China come cachorro, mas no Brasil se come coelho que eu acho muito mais fofo. Todo país têm algum prato considerado macabro, o do Japão não é cachorro e nem insetos. Só porque existe um prato estranho não significa que toda população come ele. Alguns pratos, menos de 1% da população do país teve coragem de encarar.

Só que o Japão não escapou dos pratos macabros, existe um chamado Shirouo no Odorigui… (シロウオの踊り食い) que significa Dança de peixes de gelo. Onde diversos peixes transparentes são colocados em uma tigela com ovo cru, eles podem dançar na tigela e são comidos vivos e dançam em sua boca.

Existem algumas outras receitas de pratos vivos como:

  • Ikizukuri – Sashimi vivo.
  • Odori ebi – Camarão comido vivo.
  • Sannakji – Polvo comido vivo (coreano).
Recomendamos também: 

Compartilhe nas redes sociais:

1 comentário

  1. Puxa, muito bom o artigo, amo esses que tratam de desmascarar mitos nascidos da ignorância das pessoas! Realmente, eu também acho o lance todo meio nojento, pobre lula afinal, mas fico feliz que realmente ela não esteja viva. E sobre os pratos realmente você falou muitas verdades, na Grécia por exemplo tem um prato chamado “Stifado” que é lebre cozida com cebola! Deve ser uma delícia, mas eu mesmo não acho que ia comer não…

    Resposta

Comentários do site