giapponese o inglese? Quale imparare? Qual è il più difficile?

In questo articolo ti spiego quale delle due lingue per te è meglio studiare. Vediamo qual è più difficile, giapponese o inglese? Vediamo anche quali sono le loro differenze e i vantaggi di studiare entrambe le lingue.

Giapponese? Perché giapponese? Perché un linguaggio così inutile? Perché non inglese, spagnolo, francese…”. Questa è una delle risposte che ricevi dalle persone quando dici "sto imparando il giapponese“.

Per le persone, l'inglese è una lingua insostituibile, considerata più importante di qualsiasi altra lingua. Scopri come imparare il giapponese può essere utile e persino più facile dell'imparare l'inglese.

Il giapponese è più facile dell'inglese

Personalmente trovo il giapponese più facile dell'inglese. Alcuni potrebbero spaventare e contraddire la mia opinione, ma questa è la realtà. Secondo me il giapponese è più facile dell'inglese, che è più facile del portoghese stesso.

L'unica difficoltà con la lingua giapponese è nella scrittura, ma questo diventa soddisfacente quando ne hai imparato gran parte. Per il resto, il giapponese è una lingua semplice e diretta, senza tanti fronzoli grammaticali, solo un po' di formalità.

Personalmente trovo l'inglese più difficile per un motivo principale: Pronuncia. Il portoghese è molto più simile al giapponese nella sua pronuncia, quindi trovo molto più facile imparare a parlare giapponese che inglese.

Naturalmente, una persona probabilmente imparerà l'inglese più rapidamente, ma non lo trovo più facile. Tanto che la maggior parte dei giapponesi e dei brasiliani non parlano correttamente l'inglese o addirittura cercano di impararlo.

giapponese o inglese? Quale imparare? Qual è il più difficile?

L'inglese è molto più facile del portoghese grazie alla sua grammatica semplificata. Il giapponese è ancora più facile, niente plurale, niente coniugazioni complesse e anche la scrittura può rendere più facile la comprensione di un testo.

Il modo di pensare giapponese è molto più semplificato, specifico e diretto rispetto ad altre lingue. Hai mai provato a imparare la lingua dei segni? La lingua giapponese è simile alla lingua dei segni brasiliana.

I vantaggi di studiare giapponese e inglese

Che ne dici di studiare entrambe le lingue insieme? Ci sono molti vantaggi, alcuni menzionati nell'articolo. su inglese, giapponese e portoghese, sono un abbinamento perfetto. Rivediamo alcuni di questi punti?

Il Giappone è stato recentemente occidentalizzato, quindi la lingua inglese ha fortemente influenzato la lingua giapponese. Diverse parole che i giapponesi non conoscevano sono state create dalla lingua inglese, questo facilita l'apprendimento di entrambe le lingue.

Si ritiene che nella lingua giapponese siano presenti più di mille parole di origine inglese scritte con l'alfabeto katakana. Anche altre lingue come il portoghese, il francese e lo spagnolo hanno avuto una forte influenza su alcune parole.

giapponese o inglese? Quale imparare? Qual è il più difficile?

Se conosci il portoghese e vuoi imparare nuove lingue, giapponese e inglese vanno bene insieme. In questo modo finirai per notare che il giapponese è molto più facile dell'inglese e vedrai come si adattano.

Non imparare una lingua per obbligo

Chiedi a qualcuno che sta imparando l'inglese perché sta studiando la lingua. Dirà cose come:

  • perché voglio stare bene Opera;
  • Perché ho bisogno di entrare al college;
  • Perché i miei genitori mi fanno;
  • Perché questo è un linguaggio utile;
  • Perché è la lingua più parlata al mondo;
  • Altri;

Se presti attenzione, vedrai che questi motivi sono totalmente legati a qualcosa esterno a te. La motivazione di queste persone ad imparare l'inglese non viene da dentro di loro.

loro solo imparare per obbligo. Ecco perché molte persone cercano di imparare l'inglese e non ci riescono. C'è una mancanza di motivazione, desiderio e sforzo. Coloro che studiano il giapponese generalmente vogliono imparare per i seguenti motivi:

  • Perché mi piacciono gli anime;
  • Perché mi piace la cultura;
  • Perché lo trovo interessante;
  • Perché le ragazze giapponesi sono belle;
  • Perché voglio capire i giochi di ruolo e i romanzi giapponesi;
  • perché ho un ragazza giapponese;
  • Perché mi piace il J-pop (o Vocaloid);

Tutti questi motivi sono legati ad un forte sentimento dentro la persona, una motivazione dentro di te! Possono sembrare ragioni ridicole, ma sono cose per cui abbiamo un forte sentimento per loro, che ci motivano molto ad andare avanti nell'apprendimento.

giapponese o inglese? Quale imparare? Qual è il più difficile?

La parola "mi piace" ha un significato molto più profondo di quanto si possa pensare. Credo che piacere possa essere sinonimo di “amare”, ma la parola “piacere” non dà un'intensità così forte come la parola “amare”.

Queste persone hanno più successo nello studio della lingua. Quindi impara quello che vuoi e non quello che dicono gli altri. Mi sono piaciute molto anche le parole dell'insegnante di coreano. 바보 (AiLeen), che dice:

"Se l'incentivo a fare qualcosa è genuino e viene dall'interno, le possibilità che l'impresa abbia successo aumentano in modo esponenziale!"

Non esiste un linguaggio inutile

La gente dice che il giapponese è inutile, non ti aiuterà affatto. Tuttavia, sono completamente sbagliati! Non esiste un linguaggio inutile, questa idea è assurda.

Ogni lingua ha qualche utilità. La lingua catalana per esempio:

La lingua catalana è parlata molto poco (poco più di 11 milioni di parlanti). Derivato dallo spagnolo, dal latino e dal francese, è parlato a Barcellona e in alcune parti della Spagna e in altre parti d'Europa.

Cosa puoi fare quando parli catalano? Molte cose. Puoi viaggiare a Barcellona, studiare le origini del catalano e studiare una lingua molto antica. Il catalano era una lingua che dominava molte regioni d'Europa.

giapponese o inglese? Quale imparare? Qual è il più difficile?

Quindi, ricorda che per imparare una lingua, dobbiamo avere una ragione forte e profonda. Non basta vedere la lingua come un semplice obbligo. Conoscendo il giapponese, puoi persino competere per borse di studio in Giappone! Sarebbe un'occasione unica.

Naturalmente, anche l'inglese è essenziale. Conoscendo l'inglese, si apriranno molte porte, oltre ad aiutare ad imparare altre lingue. Consigliamo anche di leggere il nostro articolo sui corsi di inglese online.

Il problema è che la maggior parte delle persone impara questa lingua solo per obbligo, non perché gli piaccia l'inglese. Se non ti piace l'inglese, raramente otterrai risultati!

Ad ogni modo, indipendentemente dalla lingua che stai studiando, indipendentemente dal numero di parlanti della lingua, se hai una forte motivazione, sarà sufficiente generare motivazione per impararla e studiarla. Buoni studi ;)

Dove iniziare?

Se non sei ancora sicuro di imparare il giapponese o non sai da dove cominciare, di seguito ti consiglieremo alcuni libri e corsi per principianti. Ricordando che hai sempre gli articoli sul nostro sito come una vasta gamma di contenuti gratuiti.

Puoi dare un'occhiata al nostro articolo su corsi di giapponese online. Ci sono corsi completi che ricordano un'università, altri sono economici e di base, ma aiutano ad avere una migliore comprensione della lingua.

abbiamo il corso di Kenji Sensei che costa meno di 150 reais e insegna ad usare Anime e Mangá. Ne abbiamo anche uno con Monica Velozo, il Nihongo Kakumei Japanese Club che costa meno di 50 reais al mese, con contenuti illimitati per tutti i livelli.

Se un corso non è piacevole per te, puoi scegliere di scegliere uno dei libri per principianti di Amazon qui sotto:

Condividi questo articolo:


25 commenti su “Japonês ou Inglês? Qual aprender? Qual o mais difícil?”

  1. Acho inglês mais fácil por compartilhar nossas letras. Aprender japonês para mim é mais difícil por conta dos kanas e principalmente por causa do kanji. De resto, pronúncia e gramática, acho mais fácil do que inglês. Infelizmente ainda confundo os kanas.

  2. Acho inglês mais fácil por compartilhar nossas letras. Aprender japonês para mim é mais difícil por conta dos kanas e principalmente por causa do kanji. De resto, pronúncia e gramática, acho mais fácil do que inglês. Infelizmente ainda confundo os kanas.

  3. Eu pessoalmente acho o japonês mas díficil. Mas não é nada impossível de se aprender. Com prática e esforço conseguiremos aprender qualquer idioma.

    Eu já aprendi o inglês. Agora meu foco é o japonês e sei que vou conseguir.

  4. Eu pessoalmente acho o japonês mas díficil. Mas não é nada impossível de se aprender. Com prática e esforço conseguiremos aprender qualquer idioma.

    Eu já aprendi o inglês. Agora meu foco é o japonês e sei que vou conseguir.

  5. Se a pessoa está dirigindo um carro da Toyota, ou usando um aparelho da Sony, ou qualquer outra “coisa” que seja de marca japonesa … E pergunta a um aluno de Japonês “Pq ele está estudando Japonês?” é pq essa pessoa não tem uma mente lá muito “ampla” e tende a se limitar baseando-se no que as pessoas dizem.

  6. Se a pessoa está dirigindo um carro da Toyota, ou usando um aparelho da Sony, ou qualquer outra “coisa” que seja de marca japonesa … E pergunta a um aluno de Japonês “Pq ele está estudando Japonês?” é pq essa pessoa não tem uma mente lá muito “ampla” e tende a se limitar baseando-se no que as pessoas dizem.

  7. Aprendi cantonês é japonês porque além de eu gostar do idioma, é mais fácil de que inglês que pra mim não tem utilidade nenhuma.

    Além do mais ideogramas tradicionais podem ser lidos em português também

  8. Eu estudo inglês e 日本語 faz uns 4 anos. E atualmente uso o japonês para aprender coreano e o inglês para aprender francês.

    Depois que você adquire um certo nível no nihongo é muito fácil aprender o coreano 韓国語 pois a gramática é muito parecida. Inclusive tem alguns cognatos como:
    가구 Kagu 家具
    구두 Kudu 靴
    기차 Kicha 汽車
    Acredito que no futuro, o diferencial será um poliglota que domine línguas asiáticas além das indo-européias.

  9. Eu aprendi e estudei Inglês porque gosto, o único que aprendi sem nenhum motivo forte foi espanhol, que não gosto muito mas se mostra muito util então ele me é bom e as vezes encontro ele em NVL.
    Japonês cai no mesmo que inglês, eu gosto, tenho mais motivos mais o principal é esse.

    No entanto vantagens de saber inglês e ate mesmo o pouquinho que sei de japonês me ajudam muito: Como vê uma serie inteira sem legendas em pt, le noticias, traduzir coisas algo que faço muito. Já no japonês eu sei mais de sons, então sei boa parte do Hiragana eu confundo alguns e aprendi jogando sem estudar ano passado alguns kanjis. e para minha surpresa quando foi traduzir uma imagem do japonês eu percebi que conseguia ler palavras como Mendokusai, e outras que são bem comuns mas sei mais de ouvido, meu objetivo e aprender o Hiragana e mais 10 kanjis no minimo esse ano, ja que ano passado sem estudar aprendi isso.

  10. Eu peguei um bom nível no inglês de uns tempos para cá porém nunca gostei da língua e sigo não gostando apesar de usar para tudo.

    Confesso que ter o domínio do inglês tem sido de muita valia ao estudar outras línguas principalmente o japonês uma vez que temos as palavras em Katakana em inglês, o que já agrega algum vocabulário, fora isso a maior disponibilidade de sites em inglês para aprender japonês é notável além dos muitos canais no youtube em inglês ensinando o japonês.

    Estou longe de ter qualquer nível no Japonês, tenho procurado o melhor método mas até agora nada foi notavelmente efetivo no estudo do japonês isso pois minha habilidade sempre foi na leitura e na escrita e como sabemos a escrita do japonês é bem complicada, enquanto que facilmente ligo os pontos de um texto em espanhol e inglês para deduzir significados ou mesmo entender as construções no japonês fico a ver navios.

    É engraçado que fiz umas aulas de francês a 4 meses atrás e quando fui revisar sem interesse algum eu lembrei 90% isso pois a língua é parecida com o português e espanhol por ser uma língua romantica e tem muitas palavras de igual com o inglês pro questões históricas e tudo fica simples de decorar, porém no japonês eu fiquei 1 mês sem estudar para testar e bizarramente esqueci a maioria dos kanji que eu estive decorando pelo significado simples em um app, também lutei para acertar pelo menos metade no Japanese level 1 do app memrise, é notável que colocar o Japonês na memória de longo prazo é uma tarefa árdua.

    • Obrigado pelo comentário, é um longo caminho aprender idiomas, ainda mais quanto se aprender milhares de palavras, você sabe praticamente tudo, mas não consegue dialogar naturalmente eu enfrento esse problema tanto no inglês como no nihongo.

  11. Olá Gabriel!

    O “problema” é que o inglês é conhecido como o idioma/língua dos negócios por isso é quase , ou é, uma obrigação ser fluente nele.Parei o japonês e ainda estou ensaiando em estudar inglês, o motivo para aprende-lo é porque tem muito mais material em inglês no mundo do que outro idioma, s e não me engano.Isso já é um bom motivo.

    Mas o motivo é algo muito pessoal , que serve como motivação também, e não importa muito qual idioma escolhemos estudar/aprender primeiro o que realmente é importante é se o motivo não vai deixar aquilo como uma obrigação, assim como você diz no texto.Ai fica chato e não traz motivação rsrs.

    Abraço!

  12. Kevin,

    Estou tentando aprender não só o inglês e o japonês mas como também entender também idiomas neutros como:

    russo, alemão, francês, espanhol, italiano, coreano, chinês, búlgaro, árabe, dialeto de Cambodja, macedônio, chinês, taiwan, camaronense, holandes, romeno, espanhol latino, franco-canadense, domênica (Rep. Dominicana) e até quichua.

    Meio poligrota no caso. Poligrota mesmo costuma praticar até 30 idiomas seja rico num simples livro, seja pobre nos programas de computador tendo que aprender digitação. A vontade que tenho de trocar de idioma de prioridade (não sendo mais o português e sim o japonês) foi uma opção difícil por ser nascido e criado em Niterói. Aqui no site Suki Desu foi o que mais me senti a vontade.

    Aqui aonde moro (Niterói, RJ) o pessoal quando me ve praticando o idioma japonês fica todo bobo.

  13. Comecei a ler seu blog recentemente e gostei do conteúdo.

    Com relação a indagação do porque “você aprende japonês?”, apesar de estudar japonês nunca passei por isso. Acredito que por ser descendente as pessoas automaticamente pensam que é normal eu aprender japonês, embora isso seja discutível.

    Mas para não fugir do tópico da conversa, sim, considero que gostar do que se aprende tem grande peso. Já tentei aprender inglês diversas vezes, e os motivos para que nunca tenha seguido a frente foi o fato de que não gosto da língua. Não nego a utilidade e a importância do inglês, mas estudar o idioma por causa disso é outra história.

    Já vi pessoal tirando sarro do pessoal que aprende só por causa de anime, mas se for pensar, qualquer idioma que não é “útil” na visão da sociedade, na grande maioria das vezes é aprendido por conta de alguma paixão.

    Atualmente estou no Japão e já tive uma ou outra experiência de ensinar português para os japoneses. Considerando que o português, apesar da quantidade de brasileiros no Japão ser alta, é visto como uma língua de “pouca utilidade” na sociedade japonesa, o que percebo é que quem aprende, o faz porque gosta da cultura brasileira, seja o samba, a bossa nova, a culinária ou mesmo por querer conversar com os brasileiros.

    • Interessante. Eu também já tentei aprender inglês porque meus pais diziam que era importante. Então quando eu tinha 9 anos, fui começar a aprender no duolingo (mas foi chato…).

      Agora, no japonês, sempre foi MUITO DIVERTIDO. Eu lembro que eu já tentei aprender a escrita de uns 100 kanji num caderninho. Foi um método completamente tradicional, mas foi divertido. Isso porque eu sempre gostei do idioma, o que me fazia ter força de vontade.

      Todavia, eu descobri que não era um bom método.

      Eu achei muito legal a sua visão do português no Japão. Eu já ouvi falar de alguns brasileiros que dão aula no Japão.
      Para mim, a procura do português no Japão era maior do que a procura do japonês no Brasil, mas eu acho que vou descobrir isso com o tempo :p

      Obs: Eu não sou o dono do blog, eu só mandei este artigo como voluntário, rsrsrs

  14. Eu comecei a aprender japonês nem foi por causa dos animes, mangás, músicas ou outras coisas relacionadas ao universo pop do Japão. Foi mais pelo Japão e sua escrita, comecei assistir os vídeos do JNDCD e gostei muito do estilo de vídeo deles e também deles. Eu ficava vendo a escrita japonesa(pensando: Nossa que legal), vi eles falando e os japoneses também, a cultura, os lugares e então me apaixonei. Comecei a assistir mais animes depois que comecei a estudar japonês <3

Lascia un commento