Panchira e Pantsu – A história das calcinhas no Japão

, , ,
Post by //



[Total: 12 Nota: 3.5]

Panchira é uma palavra japonesa usada para referir-se ao vislumbre de uma calcinha, que em japonês é chamada de pantsu (que também significa cueca). Essas 2 palavras são importantes na história das calcinhas no Japão que vamos abordar neste artigo sobre roupas íntimas, curiosidades e idioma japonês.

Esse artigo aparentemente parece ser algo pervertido, mas realmente é um artigo educativo, informativo e sério, onde vamos realmente abordar a história das calcinhas no Japão e o significado das palavras panchira e pantsu em japonês. Existem curiosidades sobre as calcinhas no Japão que muitos não fazem ideia!

Como o artigo fala de 3 assuntos diferentes, vamos deixar um sumário abaixo:



O verdadeiro significado de Pantsu

A primeira coisa que percebemos é que esse problema não é do idioma japonês, já que a palavra pantsu [パンツ] vem do inglês panties ou pants. No inglês a palavra pants costuma referir-se as calças (jeans e outras), mas no japonês é usado principalmente para referir-se a qualquer tipo de roupa de baixo, seja calcinha ou cueca.

No inglês calcinha é escrito como panties, uma palavra bastante parecida. Já cuecas são escritas como underpants, briefs ou knickers. No idioma japonês a palavra pantsu [パンツ] pode sim ser usada para referir-se a calças ou outras peças de roupa como a palavra pants, mas precisa estar acompanhada de outra palavra que define a peça.

Por exemplo, se você escrever pa-dopantsu [パードパンツ] no google você vai se deparar com um tipo de calça. Dependendo da sentença ou do contexto, pantsu pode referir-se a calções, culotes, troncos, e diferentes tipos de calças femininas ou qualquer roupa que fique na parte de baixo.

Panchira e Pantsu - A história das calcinhas no Japão

Calcinhas listradas são chamadas de shimapan [縞パン] e existem muitas outras palavras que podem especificar o tipo de peça de baixo. Pode parecer estranho, mas devemos encarar pantsu como literalmente uma peça de baixo, não devemos tentar colocar gêneros nessas palavras japonesas.



A história das calcinhas no Japão

Primeiro vamos falar sobre a história das calcinhas no Japão, depois você vai perceber que as palavras pantsu e panchira são importantes nessa história e também possuem curiosidades interessantes na língua japonesa e na história do Japão.

Tradicionalmente as mulheres japonesas não usavam calcinhas, elas usavam apenas seus kimono e as vezes um zuro-su [ズロース] um tipo de bloomer. Acredita-se que apenas depois da segunda guerra mundial com a influência do ocidente as calcinhas se tornaram populares no Japão.

Panchira e Pantsu - A história das calcinhas no Japão

Existe uma lenda urbana que fala de um incêndio que ocorreu em 1932 nas lojas Shirokiya onde funcionárias acabaram morrendo no fogo por que não queriam saltar e mostrar suas partes íntimas por que não usavam calcinhas. Alguns utilizam essa história como origem e popularização das calcinhas no Japão.

Posteriormente alguns programas e comerciais de TV japoneses não se importavam em expor a moda das calcinhas e o levantar as saias japonesas para expor as peças íntimas. Isso acabou tendo um efeito na popularização do termo panchira que vamos ver agora.



O que significa panchira?

Como mencionado no começo do artigo, a palavra panchira [パンチラ] refere-se a o vislumbre da calcinha de uma mulher. As mulheres também usam esse termo para alertar quando a calcinha de uma amiga está aparecendo. É similar a palavra do inglês Upskirt, mas usada apenas para referir-se a visões de calcinhas.

Panchira e Pantsu - A história das calcinhas no Japão

Essa expressão é importante na história das calcinhas no Japão porque esse fenômeno surgiu praticamente na mesma época que a popularização das calcinhas. Acredita-se que tudo começou depois da cena do filme The Seven Year Itch (O Pecado Mora ao Lado) onde apareceu a calcinha da Marilyn Monroe.

Depois dessa cena, o Japão não se tornou mais o mesmo, desde 1955 a prática e oportunidade de ver a calcinha de uma mulher enquanto a saia levanta se tornou o sonho da maioria dos japoneses e até mesmo dos ocidentais. Outra palavra que se popularizou na época foi chirarizumu [チラリズ] que é literalmente ver as partes íntimas de uma mulher.

Os japoneses valorizam tanto o panchira, principalmente porque existem censuras no conteúdo adulto japonês. Animes, mangas, filmes e outras mídias acabam popularizando ainda mais esse fetiche, sem mencionar que os uniformes escolares não ajudam.

Panchira e Pantsu - A história das calcinhas no Japão


Por que estamos falando sobre calcinhas?

Eu comecei escrevendo esse artigo apenas sobre pantsu, mas resolvi incluir a palavra panchira que viralizou junto com a palavra pantsu entre os otakus. Até porque a palavra pantsu e o aparecimento constante de calcinhas nos animes faz parte do fenômeno panchira que se popularizou ainda mais próximo aos anos 2000.

O fetiche por calcinhas no Japão se tornou tão grande que no ano de 2002 os celulares e câmeras emitem sons ao tirar fotos para evitar que pervertidos tirem fotos clandestinas de minissaias e calcinhas em lugares públicos. E realmente, meu Ipad faz barulho na câmera mesmo estando no silencioso.

pantsu

Eu escrevi esse artigo porque mais de 100.000 pessoas buscam por esses termos todo mês. Provavelmente a maioria que busca é algum pervertido ou otaku que assistiu chobits ou prestou atenção na palavra pantsu quando aparece em algum anime. Algo lógico, já que é uma palavra bastante sagrada na vida dos jovens.

Talvez você passe por essa experiência, durante minha viagem ao Japão, uma colegial que sentou na minha frente no trem, sorriu pra mim e abriu totalmente suas pernas dando uma boa visão de sua pantsu. Só tenha cuidado que pode ser alguma armadilha…

Quem ai assistiu o anime chobits e percebeu a Chi andando pela cidade gritando pantsu? Foi uma das cenas onde eu mais ouvi a palavra pantsu em um anime. Foi nesse anime que eu e muitos fans perceberam que a palavra pantsu pode referir-se tanto a calcinha como cueca. Além de um pequeno vislumbre panchira.

Espero que tenham gostado do artigo, se gostou compartilhe e deixe seus comentários sobre o assunto abordado no artigo!

Por Favor! Compartilhe Nosso artigo:



Comentários do site