Cultura / Japão / Otaku

Dakimakura – Conheça o travesseiro do amor

Dakimakura – Conheça o travesseiro do amor
Compartilhe nas redes sociais:


Você deve saber que o Japão sofre de muitos problemas sociais, principalmente os jovens que se isolam como os hikikomori e também os otakus. O resultado disso é a queda da natalidade japonesa e os problemas de relacionamentos no Japão. Claro que nem por isso esses jovens com problemas sociais deixam de ter interesses românticos, apesar desses interesses serem completamente diferentes. A maioria deles se apaixonam por personagens fictícios de animes, mangas e jogos. Uma da maneira que eles usam para se relacionar é o Dakimakura.

Dakimakura (抱き枕) é uma palavra japonesa que significa literalmente travesseiro de corpo e pode se referir a qualquer travesseiro de corpo ou esposa holandesa. Só que esse termo se popularizou no ocidente como os travesseiros com estampas sensuais de personagens de anime. Com dakimakura, finalmente os otaku podem abraçar suas personagens de anime favorita.

Dakimakura - Conheça o travesseiro do amor

Como surgiu os Dakimakura?

Os dakimakura também são chamados de love pillow ou travesseiros do amor. Eles existem há décadas na cultura japonesa, principalmente em forma de animais. Foi na década de 1990 que um conjunto de travesseiros adultos apareceu, com estampas de diversos personagens de animes, com imagens leves até as mais pervertidas. Logo esse fenômeno se espalhou rapidamente em fóruns como 2chan, pixiv e muitos outros.

Estabelecimentos online e lojas físicas começaram a criar e estampar travesseiros com milhares de personagens diferentes. Muitos associam esses travesseiros como objeto sexual, mas alguns usam apenas como enfeito ou como algo para abraçar durante a noite.

Dakimakura - Conheça o travesseiro do amor



Outro termo que foi utilizado para esse travesseiro além de esposa holandesa, foi chikufujin que significa “esposa de bambu”.  Os tamanhos principais de dakimakura são 150 a 160cm de comprimento por 50cm de largura, com uma circunferência de 100cm. É comum encontrar apenas a capa dos travesseiros a venda, por isso muitos acabam comprando diversas estampas.

Casos do Dakimakura

Um acontecimento muito polemico e comum é o yome to no bansan (嫁との晩餐) ou jantar com a waifu. São encontros românticos onde otakus levam seus travesseiros dakimakura para um jantar. Esses encontros românticos acontecem principalmente na véspera de Natal que é considerado o dia dos namorados no Japão. Muitos compartilham fotos desses encontros em fóruns e redes sociais.

Já inventaram dakimakuras que até mesmo falam ou gemem. Para os otaku os travesseiros é uma das únicas maneiras de eles tocarem em suas personagens amadas. Alguns já levaram seus dakimakura para passear em parques de diversão e ir em montanhas russas. Já ouve casos onde pessoas até mesmo casaram com esses travesseiros. E pra quem acha que só os japoneses são loucos a esse ponto, existem diversos ocidentais que aceitaram a paixão de suas personagens favoritas.

Dakimakura - Conheça o travesseiro do amor

Porque não levar sua waifu para pular de paraquedas?

Por que ter um dakimakura?

Eu não vejo nada além da má fama que esses travesseiros ganharam devido a algumas estampas eróticas ou vergonha alheia em público. Os travesseiros são legais e confortáveis para abraçar e dormir, até mesmo médicos indicam usar travesseiros de corpo para coluna. E não tem nada de anormal estamparmos ou termos objetos, roupas, posters de personagens ou famosos que gostamos. Claro que tudo tem um limite!

Se você quer ter um dakimakura, saiba que existem milhares de estampas na internet para você mesmo imprimir e fazer seu travesseiro do amor. Eu comprei 20 reais de tecido e fui numa gráfica e paguei cerca de 20 reais para imprimir no tecido, já o minhocão ou travesseiro de corpo custou cerca de 50 reais. O que acha? Tem coragem de usar um dakimakura? Acha estranho e polêmico? Agradecemos aos compartilhe e comentários!

Compartilhe nas redes sociais:

Comentários do Facebook

comentários


Comentários do site