É preciso morar no Japão para conhece-lo?

, ,
Post by // AutoWB: 2.58; 1.00; 1.25, Kelvin=5414, Tint=0.0011

As vezes me deparo com alguns comentários indiretos perguntando se eu morei no Japão, como se fosse uma obrigação morar no país para escrever sobre ele. Então eu resolvi escrever exatamente sobre o seguinte tema: É preciso morar no Japão para conhece-lo?

Já escrevemos um artigo sobre isso, mas ele fala especificadamente sobre os passos que podemos dar para ter conhecimento sobre determinado país. Você pode ler esse artigo clicando aqui. 

Aparentemente algumas pessoas que moram ou já moraram no Japão se sentem superiores aos demais e querem saber mais que todo mundo. A grande verdade é que o fato de morar no Japão não significa que a pessoa tenha qualquer conhecimento sobre o país. Eu mesmo já escrevi sobre o complexo de superioridade de alguns descendentes.

Quando estive na minha primeira viagem ao Japão, conheci diversos japoneses e fiz diversas perguntas relacionadas aos assuntos que escrevi ao longo dos anos. Com essas perguntas eu cheguei a conclusão de que nem mesmo os japoneses conhecem o seu próprio país. Provavelmente porque a maioria vive em sua zona de conforto e só sabe o que lhe convém.

É preciso morar no Japão para conhece-lo?

Por que não é preciso morar no Japão para conhece-lo?

Professores de história vivenciaram as histórias para dar aulas de história? Você faz ideia de que um dos livros mais famosos sobre riqueza foi escrito por um pobre? Exatamente, Napoleon Hill escreveu o livro best-seller “Pensa e enriqueça“, e até o lançamento deste livro ele era pobre.

Foi depois de ver o vídeo do Bruno Avila que eu fiquei remoendo em minha cabeça esses pensamentos motivacionais para dizer a todos que você não precisa morar no Japão para saber mais que um japonês ou alguém que morou lá! Vamos ver um outro exemplo que o Bruno deixou?

Você quer comprar um apartamento, normalmente você não pediria ajuda para alguém que nunca comprou um apartamento. Você recorre a um bom guia sobre investimentos de imóveis, o que você pensaria ao descobrir que o autor desse guia nunca comprou um imóvel na vida? E se esse autor tiver entrevistado os 20 investidores de imóveis mais populares do mundo?

A pessoa pode ter feito diversas faculdades, ter trabalhado em diversos lugares, ter vivenciado muita coisa no Japão e no mundo. Isso não significa em momento algum que ela tenha mais conhecimento que você. Ela pode até ter mais conhecimento, mas é 100% de chance de você saber muitas coisas que ela não sabe. O conhecimento é infinito!

É preciso morar no Japão para conhece-lo?

Não da pra saber de tudo?

Acho que todos sabem que não é necessário vivenciar para ter conhecimento sobre o assunto. Infelizmente alguns precipitadamente afirmam que existem certas coisas que apenas vivenciando para saber a realidade. Eu vejo muito isso em alguns artigos onde eu tento destacar algum aspecto cultural ou cotidiano de estrangeiros no Japão.

O grande problema dessas pessoas é que elas não conseguem ver além do pensamento delas. Todas as pessoas possuem experiências diferentes em qualquer lugar que elas estiverem, algumas sentem na pele coisas que outras não sentiram, já alguns possuem pensamentos e ideias diferentes sobre o mesmo assunto.

As vezes eu escrevo minha opinião sobre determinado assunto, mas por ser diferente da experiencia da pessoa, ela começa a criticar e dizer que eu não sei de nada por não ter morado no Japão. Essas pessoas precisam entender que só porque eu disse algo, não significa que aquele é meu pensamento absoluto sobre o assunto, eu compreendo totalmente a relatividade e as realidades diferentes de cada pessoa.

As pessoas querem forçar as opiniões e realidade delas como o correto e único, sem aceitar opiniões diversificadas. Eu mesmo já escrevi diversos artigos criticando essa atitude e sempre falo sobre a relatividade e as realidades diferentes de cada pessoa. A vida de um peão de fabrica é bem diferente de um formando que trabalha em um escritório (esse é apenas um dos exemplos).

Um exemplo disso está em diversos artigos que são contrastes um dos outros. Eu já escrevi um artigo falando bem do Japão e algumas pessoas vieram discordar e criticar o Japão. Eu fiz outro artigo falando do lado ruim do Japão e novamente pessoas vieram discordar e elogiar o Japão. É sempre assim, as pessoas nunca chegam num meio termo ou na neutralidade.

É preciso morar no Japão para conhece-lo?


Ninguém sabe mais que ninguém

Alguém que trabalha pesquisando e escrevendo sobre cultura japonesa tem uma compreensão bem maior e diversificada sobre qualquer assunto relacionado a área que ela pesquisa. Não porque ela é mais inteligente ou teve mais experiencia, mas simplesmente porque ela pesquisa e tem como resultado diversas opiniões diferentes sobre determinado assunto.

A pessoa sábia escuta conselhos, não importando a idade ou posição da outra pessoa. A pessoa inteligente não humilha, não é egoísta e tolera muitas coisas. O homem comum fala, o sábio escuta, o tolo discute. Se quer corrigir alguém, sem problemas, mas em momento alguém tente saber mais que a outra pessoa ou menosprezar o conhecimento diferente dela.

Nenhum aluno sabe mais que a professora sobre a história ou geografia de um país apenas por ter morado nele. Claro que a pessoa pode ter morado no Japão e realmente entender bem mais sobre ele do que eu ou outras pessoas, mas o fato é que qualquer um pode ter conhecimento sobre determinado assunto, basta correr atrás! E nem se quer é preciso se formar e fazer doutorado no assunto.

[Total: 4 Nota: 4]
Por Favor! Compartilhe Nosso artigo:


Comentários do site