Cultura / Dicas / Japão

Complexo de superioridade dos descendentes e japoneses

Por Favor! Compartilhe nas redes sociais:

Eu tenho certo medo de escrever artigo assim, já que as pessoas não conseguem pensar e raciocinar que quando estou falando de algo, não me refiro a todos mas uma pequena porcentagem. Neste artigo quero discutir sobre o complexo de superioridade e arrogância de alguns descendentes de japoneses e outros.

Mais uma vez quero deixar claro que não estou falando de todos, mas alguns que conseguem se destacar tanto quanto os brasileiros que fazem merda no Japão. Esse artigo na realidade é uma reflexão para você se auto-examinar se não está agindo com certa arrogância com os demais.

Complexo de superioridade dos descendentes e japoneses

Quem é ele pra escrever sobre isso? Se você pensou essas coisas já está com complexo de superioridade e agindo de forma arrogante, porque pessoas humildes aceitam ou ao menos ouvem conselhos não importa de quem seja. E mesmo não gostando, não saem falando merda depois.

Será que apenas os descendentes de japoneses podem ter essa arrogância ou complexo de superioridade? Claro que não! Por isso esse artigo serve para todos refletirem!

Como surgiu esse complexo de superioridade?

Para entendemos como essa arrogância dos descendentes surgem, temos que analisar que isso se da ao fato da mistura entre a cultura japonesa e brasileira. O Japão possui uma forte hierarquia e nacionalismo em sua cultura, já o Brasil tem um forte tom de liberdade e individualismo.

Complexo de superioridade dos descendentes e japoneses

Pra quem não sabe o que é o complexo de superioridade, é uma necessidade de se sentir superior a tudo ou a todos. A lista de pontos abaixo destaca os sintomas de uma pessoa com esse complexo:

  • Hábito de se achar melhor que os outros e se vangloriar por isso;
  • Necessidade de inferiorizar e diminuir as pessoas, apontar defeitos e fazer comparações;
  • Visão distorcida sobre seus valores e capacidades; Arrogância, inveja, egocentrismo;
  • Preocupa demais com a opinião dos outros;
  • Corre demais atrás de conquistas e tenta exibi-las;
  • Perfeccionismo excessivo;
  • Necessidade de se justificar ou corrigir;
  • Dificuldade de receber críticas e reconhecer os próprios erros;

Esses são alguns sintomas de pessoas com complexo de superioridade. Agora pergunte-se a si mesmo, será que eu faço alguma dessas coisas? Preciso melhorar?

A origem do complexo de superioridade dos japoneses

Pesquisando sobre o assunto eu percebi que existe um complexo de superioridade e, ao mesmo tempo, complexo de inferioridade entre os japoneses. O complexo de superioridade é muito forte no Japão, se não o mais forte entre todas as nacionalidades, mas ao mesmo tempo eles estão sujeitos a um intenso complexo de inferioridade.

Complexo de superioridade dos descendentes e japoneses

Aparentemente, o complexo tradicional de superioridade japonesa derivou-se da antiga crença mitológica de que o Japão foi criado por seres divinos e que os próprios japoneses eram descendentes dessas criaturas superiores.

Além disso, quando os primeiros ocidentais chegaram ao Japão, os japoneses ficaram ainda mais convencidos de sua superioridade, especialmente em atividades sociais e culturais. Para os japoneses, os ocidentais eram como selvagens e bárbaros não civilizados.

Atualmente questões sobre preconceito com ocidentais é bastante discutido, apesar de eu pessoalmente achar um gigantesco exagero e notar que os problemas do complexo de superioridade acontece entre os próprios japoneses e não ao simples fato de a pessoa ser ou não japonês ou descendente.

Complexo de superioridade dos descendentes e japoneses

Em alguns casos descendentes sofrem mais preconceito que estrangeiros sem ascendência. Os japoneses não são xenófobos, eles apenas não gostam de pessoas que não respeitam a cultura e os pensamento deles ou que se orgulham de ser diferentes das outras.

Agora imagine descendentes brasileiros que foram criados no Brasil desfrutando de liberdade?

Arrogância dos descendentes de japoneses

Porque eu resolvi citar a arrogância e o complexo de superioridade dos descendentes de japoneses e não dos japoneses? Bem, eu resolvi escrever esse artigo depois de ver tanta merda sendo comentada nas redes sociais como:

Complexo de superioridade dos descendentes e japoneses

Ao ler esses comentários eu cheguei a conclusão de que para os descendentes, eles tem a verdade absoluta porque eles moram no Japão e sabem de tudo. É a mesma coisa de dizer: Professora eu sei mais sobre a história da Europa porque eu morei lá, já a senhora nunca morou lá!

Eles esquecem completamente que existe algo chamado relatividade e realidades diferentes. Eles não aceitam ouvir opiniões contrarias as deles, porque querem sempre estar certos. E quando é alguém sem descendência falando, ai que eles ficam com mais raiva ainda.

Alguns se acham melhor por morar no Japão e acredita que apenas eles podem ter esse direito. Eles se orgulham porque moram no Japão mas não sabem nada de cultura, comportamento e nada que ajude a contribuir com país, eles acabam criando um ambiente igual ao Brasil.

Complexo de superioridade dos descendentes no Brasil

Eu não convivo muito com descendentes de japoneses (até porque aqui não tem), mas diversos amigos meus que não possuem nenhuma descendência reclamam de um certo preconceito, pelo fato de eles serem brasileiros e estarem dentro de um circulo ou comunidade no Brasil relacionado com cultura japonesa.

As vezes chego a pensar que o estereótipo de que japonês é preconceituoso se deu não por causa dos japoneses do Japão, mas dos imigrantes e descendentes que viveram no Brasil. Alguns com uma cara fechada e de muito mal humor.

No Japão eu fiquei bom tempo rodeado de descendentes e japoneses e pude notar que os japoneses mostravam-se muito mais alegres. Já alguns descendentes fizeram comentários críticos (coitado) por eu ter hospedado uma semana na casa de uma família japonesa que era amigo deles, mas foi uma das melhores semanas que tive.

Complexo de superioridade dos descendentes e japoneses

As colônias de japoneses no Brasil costumam só gostar de andar entre eles. Não gostam de se misturar e querem manter a pureza. Eu até entendo isso e provavelmente faria o mesmo, mas nunca de forma preconceituosa ou me achando superior aos outros, como acontece em alguns casos.

Ao buscar informações, alguns comentam que os descendentes são extremamente antipáticos até mesmo em bairros turísticos como a Liberdade. Apesar de alguns imaginarem que estou falando dos de mais idade das antigas, na realidade eu vejo é muitos jovens, principalmente se juntar a rebeldia atual que eles adquiriram.

Eu sigo diversos japoneses e descendentes nas redes sociais e posso ver a atitude e a formas que eles costumam agir, e vejo claramente que os descendentes jovens costumam se expor como superiores muito mais que japoneses ou descendentes mais velhos.

Calma, porque alguns vão generalizar

Acho bom deixar claro que estou falando de uma minoria, porque as pessoas amam ficar levando meus comentários como algo literal. Se você nunca percebeu esse tipo de atitude é bem visível!

Complexo de superioridade dos descendentes e japoneses

Existem muitos descendentes bons e aconchegantes, tive boas experiencias entre eles, mas não tente porque negar que não existem descendentes com complexo de superioridade ou que não tenham ao menos um dos pontos mencionados no artigo.

Sem mencionar que brasileiros também se acham bem superiores a muitas nacionalidades. Quando o nacionalismo é forte, a humildade é zero, as chances de uma pessoa ter complexo de superioridade é muito grande.

Os anos se passam e esse complexo de superioridade por causa da nacionalidade vem cada vez diminuindo. As vezes o complexo de inferioridade está cada vez maior, principalmente com a ocidentalização dos japoneses.

Você já presenciou esse clima de arrogância? Conte-nos sua experiencia! Para finalizar vamos deixar alguns artigos que vão estender um pouco o que discutimos aqui:

Por Favor! Compartilhe nas redes sociais:

2 Comentários

  1. Mas esse post é verdade, têm descendentes legais e humildes, e descendentes não tão legais e humildes assim. Já tive experiências com descendentes que foram péssimas. Mas a pior foi como uma pessoa na faculdade, até ficamos amigas por um período de tempo, mas, num certo dia, em um trabalho de faculdade, a infeliz estava estressada e resolveu descontar em mim, me atacando em pleno projeto de faculdade sobre cultura popular japonesa disse: “EU JÁ ESTIVE NO JAPÃO, E EU SOU DESCENDENTE, ENTÃO POSSO TER A CERTEZA DE QUE PRESENCIEI DE VERDADE A CULTURA DO LOCAL(…)”. A partir de então realmente notei o quão prepotente essa pessoa era, me ridicularizou só por eu nunca ter ido ao Japão até então.
    Isso me marcou muito negativamente, mas, claro, não são todos que agem dessa forma, não mesmo.

    Resposta
  2. EU NÃO SOU DESCENDENTE E FUI CONVIDADO PARA SER MISSIONÁRIO E PASTOREAR UM GRUPO DE BRASILEIROS DE UMA COMUNIDADE EVANGÉLICA NA CIDADE DE MINAKUCHI. TENHO UM CORAÇÃO MUITO GRATO POIS O JAPÃO FOI PARA MIM UMA TERRA QUE MANA LEITE E MEL. SE EU NÃO TIVESSE IDO AO JAPÃO NÃO TERIA O QUE TENHO HOJE NO BRASIL. EU CREIO QUE É ASSIM TAMBÉM COM ESSES QUE SE JULGAM SUPERIORES, ISSO É MANIFESTAÇÃO DE INGRATIDÃO. A INGRATIDÃO TEM UM PREÇO CARO.

    Resposta

Comentários do site