Cultura / Curiosidades / Japão

Corrupção no Japão – Nem todos são honestos

Corrupção no Japão – Nem todos são honestos
Compartilhe nas redes sociais:


O Japão é famoso por sua honestidade, mas não existe nenhum país perfeito e o Japão tem seus casos de corrupção, não apenas no governo mas em diversas áreas, desde coisas pequenas a grandes. O Japão está em 175ª no ranking de corrupção de países do mundo. Apesar do baixo número de corrupção no Japão, é importante acompanharmos os casos, acontecimentos e dados que ocorrem.

No Japão a corrupção é algo raro porque existem mecanismos eficazes para investigar e punir a corrupção. Apesar da lei ser bem rígida ainda acontece casos de propina e diversos esquemas corruptos que costumam ser administrados pela yakuza ou empresas. Apesar de não ser corrupção, vale citar que nem todos os japoneses acham dinheiro na rua e devolve ao dono, o que resulta a prisão de alguns deles.

Casos de corrupção no Japão costumam ser pequenos e imperceptíveis devido a grande segurança e leis do país. Porém esses casos podem ser prejudiciais, envolvendo falsa segurança em determinado prédio fraudando uma inspeção. Desvio de dinheiro, empresas de faxada, uso indevido dos bens públicos e etc.

corrupção no Japão

Algo muito comum é o amakudari (天下り) uma prática onde burocratas japoneses aposentam-se para ocupar posições de alto nível em algumas companhias publicas e privadas. Isso é comum acontecer em indústrias financeiras, construção, transporte e farmacêutica.

Um dos riscos de corrupção no Japão está na manipulação de licitações conhecida como Kansei Dango. Algumas propostas de projetos são manipuladas, nem sempre envolve dinheiro mas essas manipulações acabam prejudicando outras propostas e empresas estrangeiras.

Escândalos de corrupção no Japão

Para se ter uma noção, o Japão possui 20 pontos em corrupção. O país menos corrupto é a Dinamarca com 1 ponto, enquanto o Brasil possui 79 pontos. O Japão não está livre de casos de gasto indevidamente utilizados, fraudes e propinas. Vamos ver alguns casos que aconteceram abaixo:

  • Cerca de 90% dos contratos rodoviários em 2006 não envolveram licitação.
  • Uma investigação descobriu que 69 milhões de ienes de fundos fiscais destinados a obras públicas foram gastos com festas.
  • Em 2006 houve um grande escândalo sobre a falsificação de dados relacionados com a resistência a terremotos de alguns edifícios.
  • Em 2001 um funcionário das relações exteriores gastou cerca de 4.000.000$ com corrida de cavalos e clube de golfe.
  • Em 2006, três governadores foram presos e forçados a se demitir devido a escândalos de manipulação de licitações.
  • Outros escândalos famosos foram os de Ōura, Siemens e Teijin, esses foram considerados os maiores escândalos envolvendo corrupção na historia do Japão. Recomendo fazer uma pesquisa individual sobre eles.

Ao menos, na maioria das vezes quem é pego acaba perdendo seus cargos, mas a lei é falha e alguns acabam se safando. Faltou falarmos sobre a anti-corrupção no Japão, suas leis e defesas contra a corrupção no país, vamos deixar esse assunto para um outro artigo. Espero que tenham gostado, não deixe de comentar sobre o assunto e compartilhar com os amigos.



Compartilhe nas redes sociais: