Dicas e Cuidados ao usar o Google Tradutor no Japonês

,
Post by //

Quando não sabemos falar uma palavra no idioma japonês, talvez precisamos recorrer a um tradutor online, e o mais popular é o famoso Google Translator ou Google Tradutor. Neste artigo vamos compartilhar algumas dicas e cuidados que você deve ter ao usar o Google Tradutor para traduzir frases no idioma japonês.

Para esse artigo, eu elaborei primeiramente um vídeo mostrando como eu uso o google tradutor e os cuidados que eu tenho na hora de conferir e traduzir frases, para evitar alguma tradução incorreta. Vou deixar o vídeo abaixo e depois seguimos com o artigo:

O que você precisa ter em mente?

A primeira coisa que você deve ter em mente é que o idioma japonês é completamente diferente do idioma português. A gramática japonesa utiliza um sistema de SOV onde o verbo fica sempre no final das sentenças. Isso sem mencionar os inúmeros sinônimos, ideias e formas diferentes de pensar que o idioma japonês usa.

Alguns exemplos estão no confuso significado de kokoro, ou nas inúmeras leituras dos ideogramas japoneses, que resultam em milhares de traduções sem sentido ao usar o sistema automático do Google Tradutor. Por isso antes de usar o Google tradutor recomendamos ter ao menos a noção básica do idioma japonês, sua gramatica e partículas.

A dificuldade de traduzir do português para o Japonês não está na dificuldade do idioma em si, mas sim em sua facilidade. O idioma japonês é simples até demais, o que complica na hora de se expressar de maneiras complexas que o português está acostumado a usar.

Dicas e Cuidados ao usar o Google Tradutor no Japonês

Dicas e cuidados ao usar o Google Tradutor no Japonês

Agora que você está ciente dos primeiros cuidados, vamos compartilhar algumas dicas interessantes abaixo:

Re-traduza para o português – Sempre que traduzir para o japonês, faça o inverso com a tradução sugerida do google para saber se a frase foi traduzida usando as palavras corretas. Se tiver algum conhecimento em inglês, utilize também o inglês!

Use o Google – Sempre que você traduzir uma frase, jogue ela ou partes dela no próprio google para ver se aparecem resultados similares para ter ideia de que a frase está correta.

Fique atento as sugestões e alternativas – As vezes o Google pode sugerir opções melhores quando você está tentando traduzir uma frase do japonês pro português ou vice e versa.

Use o Jisho – Use sempre o jisho.org para encontrar o significado das palavras que você tem duvidas em uma tradução do google.

Evite Pronomes – Em uma conversa japonesa, não é comum utilizar em todas as frases os pronomes você, eu e etc. É mais comum ainda usar nomes, apelidos ou outras maneiras para referir-se a outra pessoa. Talvez seja melhor retirar os pronomes anata [あなた] das sentenças que o google sugerir, tudo depende da situação.

Cuidado com Romaji – Evite utilizar as romanizações automáticas sugeridas pelo google que podem estar erradas. Foque apenas nos kanas, e caso tenha algum kanji desconhecido, a melhor maneira de saber a leitura correta dele é jogando no jisho.org;

Espero que tenha gostado dessas pequenas dicas para usar o Google tradutor sem medo de fazer feio. Se gostou compartilhe com os amigos e deixe seus comentários com outras sugestões e duvidas relacionadas a tradução de japonês usando o Google Tradutor.

[Total: 7 Nota: 3.6]
Por Favor! Compartilhe Nosso artigo:


Comentários do site