Cultura / Japão / Jogos / Otaku

Diferenças entre Jogos, filmes e mídias japonesas com ocidentais

Diferenças entre Jogos, filmes e mídias japonesas com ocidentais


Você sabe as diferenças entre os filmes, jogos, desenhos e series ocidentais com os dos japoneses? O Japão é um país com uma cultura única e estranha o que resulta em gostos totalmente diferentes dos ocidentais, influenciando assim suas obras e criações. Neste artigo vamos ver as diferenças e comparações das obras ocidentais com as orientais desde jogos, quadrinhos, filmes, series e etc.

Infelizmente eu percebo que os jovens ocidentais consideram as obras japonesas infantis apenas por não terem teor violento, usarem de fantasias, personagens fofos e coloridos. O que eu acho um absurdo, e me motivou a escrever esse artigo a respeito das diferenças culturais nas obras japonesas com as ocidentais. Na minha opinião pessoal, hoje em dia a maioria dos ocidentais gostam de jogos de ação violentos e realistas porque fazem parte do ambiente em que eles vivem. Não é o caso do Japão já que lá existe uma segurança que impede a entrada de armas e drogas no país, e faz com que os números de mortes sejam menor que 1 de 100.000.

A ambientação da maioria dos jogos ocidentais modernos retratam guerras, vida criminosa, vida heróica, mundo medieval e temáticas de ficção. Já no Japão a maioria dos jogos com temática de ação retrata RPGs medievais, robôs, universos fantasiosos, Japão feudal e yakuza. Grande parte dos jogos japoneses são RPG, luta e os visual novel que assusta os ocidentais. Enquanto no ocidente os gêneros que fazem sucesso são FPS, TPS, arena, corrida e esportes.

O que causa essa diferença cultural?

A cultura ocidental considera animação algo infantil, o que acaba causando discussões entre os fans de mangas e animes com os ocidentais que não respeitam e dizem ser coisa de criança e preferem assistir series porque são realistas. A mesma coisa acontece nos jogos, diversas pessoas acusam Mario como um jogo infantil, apesar de ele abranger o público de todas as idades. Algo irônico porque a maioria das crianças hoje que não jogam Minecraft estão jogando GTAV ou algum FPS enquanto os jogadores de Mário estão sempre acima dos 20. Na minha opinião os ocidentais não conseguem aceitar o fato de que a fantasia é melhor do que a realidade.



O Japão gosta muito de personagens fictícios e coloridos porque isso foi incluído na cultura japonesa desde muito tempo, principalmente com a invenção dos mangas. Hoje em dia, mascotes de prefeituras, roupas e moda, placas e letreiros, folhetos, sites, pinturas e decorações japonesas envolve kawaii um termo que indica coisas fofas e coloridas. Essa imersão a cultura kawaii faz com que todas as idades vejam animações, personagens fictícios e fofos como algo normal, enquanto o ocidente veem como coisas de crianças.

Coisas como a educação, cultura, religião também foram influencias para os temas encontrados nas obras japonesas. O xintoísmo e budismo permitiu a criação de mitologias japonesas e universos fantasiosos que encontramos hoje nos JRPGs, mangas e animes. Eu tenho que dizer que as obras refletem a cultura e personalidade da nação. Podemos pegar como exemplo as músicas brasileiros, a maioria delas fala sobre pegar mulheres, beber ou festar o que reflete a cultura brasileira. No Japão os conteúdos das músicas costumam ser belas letras poéticas e românticas, que representa a timidez e o problema dos japoneses se relacionarem.

Já parou para pensar sobre esse assunto? Qual a sua opinião?

Por Favor! Compartilhe o artigo nas redes sociais:


Recomendamos também: 

2 Comentários

  1. Gostei bastante do artigo.
    Parabéns.

    Resposta
    • Obrigado, pensei que tinha ficado ruim pq num ficou da maneira que eu queria heuheuhe

Comentários do site