A história do Futebol no Japão

ESCRITO POR

Inscreva-se para baixar nossos livros e receber contéudo exclusivo

O futebol é o esporte número 1 no Japão, ao contrário do que muitas pessoas possam pensar. Apesar da popularidade de outras modalidades, como o beisebol ou o sumô, o futebol é o desporto-rei naquele país do Oriente, onde é chamado de “sakka”, uma derivação da palavra norte-americana “soccer”.

Hoje em dia, o futebol nipónico evoluiu de forma brutal, a sua seleção bate-se de igual para igual com as suas congéneres internacionais e os jogadores japoneses brilham em várias equipas na Europa. E, no mundo das apostas virtuais, por exemplo, o campeonato da J-League torna-se cada vez mais apelativo para os traders brasileiros, através de casas de apostas como o bet365 Brasil .

A história do futebol no Japão está muito relacionada com o Brasil. O mundo sempre se habituou a ver os brasileiros como os reis do futebol e, no Japão, as coisas não eram diferentes. No entanto, foi quando Zico se mudou para o Kashima Antlers, em 1991, que a relação se estreitou. O antigo internacional canarinho tornaria-se num autêntico ídolo para os nipónicos, tornando-se responsável pelo crescimento e popularidade do futebol naquele país. Um crescimento exponencial que culminaria com a criação da atual liga de futebol profissional, a J-League.

Não deixa de ser curioso observar que este relação já era feita na série “Super Campeões”, que foi um sucesso internacional em todo o mundo. Nesse anime, patrocinado pelo governo nipónico nos anos 80 com o intuito de tentar dar mais popularidade ao futebol, o seu herói, o capitão Tsubasa, tinha como sonho ir jogar precisamente para o Brasil.

A história do futebol no japão

O KEMARI, O FUNDADOR DO FUTEBOL

Diz a história que o futebol foi inventado pelos ingleses, no final do século XIX, mas a verdade é que, ao longo das décadas, já muitas outras civilizações praticavam desportos semelhantes. Também os japoneses, assim como os chineses, tinham um esporte muito semelhante, chamado Kemari. E, mesmo que não tenha estado na origem do futebol, podemos considerar que foi um importante percursor.

O Kemari deriva do chinês Cuju e, traduzido diretamente para o Português, significa “chutar bola”. No entanto, ao contrário do futebol, não é um esporte competitivo. Ou seja, significa isso que não existem perdedores ou vencedores no jogo. O objetivo é, simplesmente, não deixar a bola cair no chão, trocando-a entre os jogadores sem utilizar as mãos. Tudo isso sem sair de dentro da quadra do jogo. 

Esta é uma modalidade que pretende promover a atividade física, mas também a habilidade individual. Por sua vez, o futebol pretende promover o trabalho em equipa e a competição entre times. Ainda hoje o Kemari é praticado no Japão, nomeadamente em festivais, onde os jogadores ainda utilizam as roupas e o calçado tradicional utilizado na altura.

A história do futebol no japão

O FUTEBOL JAPONÊS HOJE EM DIA

O futebol no Japão está completamente desenvolvido e assume-se como um dos mais fortes do continente asiático. É o segundo país com mais títulos na Ásia, com 5, apenas ultrapassado pela Coreia do Sul, com 10. Em 2005, o Japão sediou a sua primeira Copa do Mundo, consolidando ainda mais esse reconhecimento.

A liga japonesa era conhecida como um campeonato menor, onde as grandes estrelas iam procurar uma reforma de ouro. Antigos internacionais como Gary Lineker, Salvatore Schillachi ou Dragan Stojkovic foram os primeiros a experimentarem o futebol nipónico. Mas após 1991, com a revolução Zico, o futebol no Japão começou a sua evolução ascendente, até consolidar na criação da J-League.

Hoje em dia, a J-League é um campeonato muito procurado pelos apostadores esportivos online, uma vez que é uma liga extremamente apelativa. Como não é ainda uma competição muito popular, as odds são mais apelativas nas várias casas de apostas online, garantindo maiores ganhos aos traders de todo o mundo.  Além disso, à medida que o futebol nipónico se torna mais competitivo, torna-se mais interessante para aliar entretenimento e rendimentos extra. 

As apostas esportivas online têm crescido exponencialmente na última década e são cada vez mais apetecíveis para os jogadores internacionais. Afinal de contas, a net é um setor cada vez mais seguro e regulamentado, garantindo a proteção e segurança dos apostadores, que encontram aqui uma forma de aumentarem os seus rendimentos ao final do mês. E quem é que não gosta de ter um dinheiro extra quando o vencimento termina?

Compartilhe com seus Amigos!