Notícias

Yonsei: Descendente japonês de quarta geração

escravizados
Compartilhe nas redes sociais:


Tudo começou no início do século XX quando o Japão se encontrava superpovoado depois de passar aproximadamente 200 anos completamente isolado do resto do mundo. Com o fim deste período o Japão começou a se modernizar e isso causou o desemprego de milhares de camponeses o que por sua vez causou problemas econômicos e sociais, então o Governo Japonês decidiu estimular a emigração de seus habitantes através de acordos com outros países como EUA, Peru, México e Brasil. Os primeiros Japoneses no Brasil chegaram por volta de 1908, com uma média de 783 trabalhadores para as lavouras, em 1973 o número de nikkeis no Brasil estava perto dos 200 mil.

Nikkei (Japoneses e descendentes que moram fora do Japão). O Brasil atualmente é o país com maior concentração de Nikkeis com cerca de 1,6 milhões destes.

• Issei – Japonês que veio ao Brasil – primeira geração;
• Nissei – Filho do japonês – segunda geração;
• Sansei – Neto do japonês – terceira geração;
• Yonsei – Bisneto do japonês – quarta geração;

Visto para yonsei

Em 1980 o Japão precisava de mão de obra e então começaram a ser criadas leis que facilitavam a entrada de trabalhadores estrangeiros no país. Em 1990 foi alterada a “lei de controle de imigração” o que permitiu que os Nikkeis até terceira geração (sanseis) e seus conjugues pudessem entrar no país e exercer qualquer atividade remunerada e com um visto de permanência relativamente longo. Já para os yonseis é mais complicado pois estes só podem ir ao Japão se forem menores de idade (depois dos 16 anos de idade fica mais complicado para o yonsei conseguir o visto) e estiverem acompanhados dos pais.

Visto de trabalho para yonseis

O que muitos yonseis querem e têm conseguido demonstrar isso para as autoridades japonesas é o direito ao visto de trabalho da mesma forma que a segunda e terceira geração tem. Atualmente isso não acontece, pois os yonseis só conseguem visto de dependentes, mas com a necessidade cada vez maior de mão de obra entre outras coisas, o Governo Japonês levou a proposta de visto mais amplo para os yonseis ao parlamento do país, que tem analisado a proposta. Porém a expectativa inicial é a de liberarem o visto de working holiday.

Visto de working holiday

Esse tipo de visto permite ao solicitante permanecer por determinado período de tempo no país, enquanto isso é possível estudar e até arrumar um trabalho para ajudar com as despesas. O visto de working holiday é concedido através de um acordo reciproco entre dois países para encorajar a viagem e a troca de experiências entre seus cidadãos. Mas esse tipo de visto tem algumas restrições como:



• Limite de idade do solicitante (geralmente de 18 a 35 anos);
• Limite de tempo de trabalho (EX: contrato de 3 meses, com 20 horas semanais);
• O solicitante deve ter dinheiro suficiente para se manter (enquanto procura por um trabalho);
• O solicitante deve ter algum tipo de seguro de viagem ou saúde durante o período de permanência (a não ser que o país vá cobrir);

Esses são apenas exemplos de como o visto de Working Holiday geralmente funciona.

Visto de Working Holiday para yonseis

O deputado japonês Jiro Kawasaki do partido PLD (Partido Liberal Democrata) faz parte da comissão que lida com a falta de mão de obra e o incentivo para entrada no mercado de trabalho. Veja o que o deputado disse sobre os yonsei à Silvia Kikuchi do Alternativa Online:

“Começamos com uma proposta imediata de Working Holiday e com a condição de aprender o japonês queremos aumentar o número de yonseis. Estamos na expectativa. Pelo sistema Working Holiday, as pessoas vêm e ficam um ano no Japão para que possa trabalhar, da mesma forma que os bolsistas. Mas pensamos em ampliar o prazo para três anos só no caso dos nikkeis. Em primeiro lugar ficamos felizes com a vinda dos nikkeis, mas nossa principal preocupação é com a educação das crianças. O Working Holiday sai rápido não vai levar tanto tempo. ”

Silvia perguntou: -Talvez um ano?

A resposta do deputado: -Sim!

A expectativa é que dentro de um ano (a entrevista foi ao ar dia 16/06/2017) o visto para yonseis, que inicialmente vai ser de Working Holiday seja liberado.

Como o Japão ganha com a chegada dos yonseis

O Japão vem sofrendo com o envelhecimento da população e a falta de mão de obra, entre outros problemas. Com a chegada dos yonseis, a falta de mão de obra pode ser facilmente resolvida, e com a proposta do Governo Japonês de oferecer (vai ser mais como um requisito, talvez até compulsório) o ensino do idioma japonês, essa mão de obra pode vir a se tornar qualificada, já que o Governo Japonês quer que haja uma maior integração dos imigrantes com a sociedade japonesa para que os problemas que agora assolam o povo japonês possam ser de uma vez por todas resolvidos. Ou seja, os yonseis podem acabar por ser uma grande ajuda ao Japão e até mesmo ao Brasil, já que a relação entre os dois países tende a ser fortalecida e cada vez mais incentivada.

Artigo enviado por Matheus Takeda

Recomendamos também: 

Compartilhe nas redes sociais:

Comentários do site