Kasato-maru e a imigração para o Brasil


Post by //



[Total: 0 Nota: 0]

Se você não sabia, o Brasil é país que abriga a maior comunidade japonesa fora do Japão. São mais de 1,5 milhão de japoneses e descendentes, de acordo com o Consulado Geral do Japão.  Sendo desses 400 mil japoneses em São Paulo. E é lá que fica o maior reduto nipônico fora do Japão, o Bairro da Liberdade. Sem contar em todas comunidades espalhadas desde o sul ao centro-oeste do país.

A imigração Japonesa para o Brasil comemora 110 em 2018. Tudo isso começou com o primeiro navio de imigrantes japoneses, chamado de Kasato Maru. Esse navio é conhecido por simbolizar o marco zero da historia duradoura entre o Japão e o Brasil. Vamos conhecer nesse artigo um pouco da historia desse navio, e sobre o impacto que isso traz ao Brasil até os dias de hoje.



O começo da imigração ao Brasil

No período entre 1616 a 1858 o Japão se tornou um país fechado. Mas isso teve fim na década de 1860, quando o país aboliu a politica de porta fechada. Em 1968, cerca de 190 japoneses foram mandados para o Havaí. Mas esses lá acabaram se tornado escravos, indo sem a permissão do governo Japonês. Tanto é que o Japão proibiu a população de sair do país por mais de 15 anos.

Kasato-maru e a imigração para o Brasil

Mas no final do século 19 e inicio do século 20, o Japão passou por um período industrial. Isso causou superpopulação e pobreza nas áreas rurais. A imigração então veio como solução a esses problemas. Era esperado que esses que saíssem do pais voltassem anos depois com dinheiro para suas famílias.

Como plano inicial, os principais destinos dos imigrantes foram Havaí, EUA , Canadá e Austrália. Mas vários problemas foram notados , tais como o racismo, discriminação e o medo dos moradores do países de perderem os empregos para os imigrantes. Então, logo foram colocados certas regras para limitar e controlar o numero de imigrantes de japoneses.

Foi assim que o governo Japonês notou a América do Sul. O Brasil por exemplo precisava muito de mão-de-obra barata nas plantações de café. Pois devido as más condições de trabalho, o governo Italiano não estava mandando mais agricultores ao Brasil. Alguns agricultores japoneses então foram até mesmo enganados por falsos anúncios de como eram as condições de trabalho no Brasil.



Kasato Maru rumo ao Brasil

Foi então que em  1908, saindo da cidade de Kobe, o navio russo conhecido pelos japoneses de Kasato  Maru desembarca do porto com destino a Santos. Nele vieram mais de 780 pessoas, sendo que a  maioria eram agricultores de diversas regiões do Japão. Ao chegarem a maioria foram trabalhar, com contrato, em cafezais no estado de São Paulo.

Kasato-maru e a imigração para o Brasil
Parque do Japão em Maringá

Muitos dos imigrantes receberam moradia, roupas e comida dos proprietários das lavouras. Mas, devido as más condições de trabalho e a baixa remuneração, muitos problemas e disputas foram surgindo. Levando muitos a fugirem das plantações, assumindo outros empregos. Já outros começaram suas próprias plantações de café, fazendo com que a maioria resolvesse a se fixar no Brasil.

Os imigrantes japoneses contribuíram muito para o Brasil. Eles ajudaram muito no desenvolvimento e adaptação de novas técnicas de produção de alimentos. Alem da introdução de novos produtos, que antes não eram cultivados no Brasil. Sem contar na contribuição no setor industrial, tanto com mão-de-obra, quanto com industrias japonesas.Tanto é que cada vez mais japoneses fixam suas raízes nesse país, tão diferente do deles, que é o Brasil. A economia e a cultura brasileira devem agradecimentos ao enorme apoio e contribuição dos japoneses ao país.

Por Favor! Compartilhe Nosso artigo:

Comentários do site