Moedas do Japão – Conhecendo o Iene e sua história

, ESCRITO POR

Inscreva-se para baixar nossos livros e receber contéudo exclusivo

[ATENÇÃO] Matrículas para o Programa Japonês Online estão abertas e com desconto! Clique e veja detalhes!

Compartilhe com seus Amigos!

Dinheiro em japonês se diz okane [お金], já a moeda utilizada no país, se chama en [] que no português se diz iene e no inglês yen. Nesse artigo vamos ver algumas curiosidades sobre essa e outras moedas do Japão.

Alguns pensam que o Japão em toda sua história só teve o Iene como moeda, mas existiram outras moedas com outros nomes. A grande confusão é que en [円] é uma palavra que pode referir-se a qualquer moeda, por isso as outras moedas passaram despercebidas.

Curiosidades sobre o dinheiro no Japão

A história do dinheiro no país remonta a centenas de anos e foi influenciada por outros países asiáticos. O iene foi introduzido na era Meiji em 1871 com fracionamento. Antes existiram outras moedas que vamos ver no artigo.

No Japonês o iene é sempre chamado de en. Não existe plural no idioma japonês para essa palavra, nem existe também uma moeda fracionada como centavos no Brasil. Sempre o dinheiro será chamado de en.

Wado – As primeiras moedas japonesas

As primeiras moedas do Japão foram cunhadas por volta de 708 D.C. e eram pequenos discos de prata nos quais se perfuravam um orifício quadrado. Elas foram modeladas inspiradas nas moedas chinesas da época e eram chamadas de Wado Kaichin ou Wado Kaiho.

O governo japonês considerava as novas moedas tão importantes, que eram oferecidos postos na corte Imperial para as pessoas que possuíssem grandes quantidades em moeda. Desde cedo governo caçando grana. rsrsrs

Cunhagem é o processo pelo qual as moedas passam para serem gravadas. Consiste em promover a estampagem de um desenho em uma, ou ambas, as faces de uma moeda, utilizando para tanto um cunho.

Moedas do Japão - Conhecendo o Iene

Kochosen – moedas japonesas de cobre

Entre 708 e 958 D.C. foram cunhadas uma variedade de moedas à base de cobre, de diferentes tamanhos, mas ainda no mesmo disco com um orifício quadrado.

Estas moedas eram conhecidas como Kochosen, que pode ser traduzido como “cobre imperial doméstico.” A cunhagem de moedas foi interrompida durante o século X, para proteger o governo de um colapso.

A escassez de cobre e má gestão de cunhagem de moeda fizeram com que o valor das moedas de Kochosen diminuísse a um ponto nos quais as pessoas comuns se recusavam a usá-la no comércio.

Koshu Kin – a moeda japonesa de peso

Demorou até o século 15 para as moedas voltarem a serem utilizadas no Japão. As moedas de Koshu Kin não tinham um valor denominacional, mas eram valorizadas por peso, que era a única coisa gravada nelas.

Feitas de ouro e de prata, cunhadas por senhores da guerra individuais, elas eram uma maneira conveniente para comprar terras e armamento.

Quanto custa ou vale o iene?

Como já foi mencionado, o dinheiro atual se chama iene [円], no ocidente conhecido pelo estranho símbolo [¥]. Atualmente temos em circulação:

  • Valores das moedas em circulação: ¥1, ¥5, ¥10, ¥50, ¥100, ¥500.
  • Valores das notas em circulação: ¥1.000, ¥2.000, ¥5.000, ¥10.000.
Moedas do Japão - Conhecendo o Iene
Imagem da época que o dólar era R$ 3,15! Saudades…

Não se deixe enganar por esses valores grandes, devemos levar em conta que não existem medidas de centavos ou decimais. Simplificando, a moeda japonesa não é fracionada!

Se formos transformar cada moeda ignorando a taxa de cambio, e levando em conta o preço dos produtos e da economia do Japão, teríamos uma nota equivalente abaixo: (Cambio do Dólar na data dessa atualização cerca de 5 reais).

VALOR EM 円VALOR EM R$EQUIVALE A UMA MOEDA DE
1 iene0,05 Centavos1 Centavos
5 de ienes0,25 Centavos5 Centavos
10 ienes0,50 Centavos10 Centavos
50 ienes2,30 Reais50 Centavos
100 iene4,60 Reais1 real
500 iene25,00 Reais5 reais
1.000 ienes50,00 Reais10 Reais
2.000 ienes100,00 Reais20 Reais
5.000 ienes250,00 Reais50 Reais
10.000 ienes500,00 Reais100 Reais

Essa tabela não é exata, apenas mostra como funcionaria o Japão se usassem [R$] ao invés de ienes. Qual a finalidade disso? Nós ajudar a ter uma noção do dinheiro, mostrando que 300 reais pra nós não passa de 100 reais pra eles.

Mesmo que alguém ganhe 300.000 ienes por mês, que equivale a 7.800,00 Reais. Ao consumi-lo no Japão, levando em conta o preço das coisas e a economia, o seu dinheiro não passou de 3.000 reais gastos.

Aos olhos dos estrangeiros, o Japão é um lugar com custo de vida caro. Mas para quem faz uso da moeda iene [円] e tem um bom salário, acaba se tornando um custo de vida bem melhor que no Brasil.

Sen e Rin – o iene já foi fracionado

Será que o iene já teve centavos? O iene foi introduzido no Japão no ano de 1871 e tinha não um, mas dois fracionamentos chamados de RIN [厘] e SEN [銭]. Entenda melhor como funcionada esse fracionamento abaixo:

  • 10 RIN = 1 SEN
  • 100 SEN = 1 EN

Era assim que funcionava as coisas no Japão até o ano de 1953. Existiram moedas de 1 e 5 RIN, seguido de 1, 2, 5, 10, 20 e 50 SEN. Na época do fracionamento os ienes eram 1, 2, 5, 10, 20, 50, 100 e 500.

No Japão existiu até mesmo moedas que não eram totalmente redondas como no caso de algumas versões de 1 SEN e 1 IENE. Veja abaixo algumas imagens dessas moedas fracionadas e do iene antigo:

Moedas do Japão - Conhecendo o Iene e sua história - moedas antigas ienes 1

quanto custava o iene antigamente?

Não é tão fácil discutirmos esses valores antigos, porque as coisas funcionavam de maneira bem diferente do mercado atual. Os dados que encontrei durante essa pesquisa sempre apontam comparações com ouros, bolsa e não com dólar que estamos acostumados. Sem mencionar que a história da moeda no Brasil teve muitas reviravoltas, deixando meio incompreensível para comparações atuais. 

Não vou tentar adentrar no assunto de economia, inflação, custo de vida e inúmeros outros fatores que fazem com que a moeda flutue de forma incompreensiva atualmente. Caso queira entender melhor recomendamos pesquisar sobre demanda e oferta, deflação econômica, paridade de poder de compra e comércio internacional.

Em 1914 um iene equivalia a 0,50 em dólar. Acredita-se que 100 ienes em 1914 equivale-se a 300.000 ienes em 2017. Totalmente compreensível, já que 1 dólar de 1914 equivale a 23 dólares em 2015. 

Com 100 ienes por volta de 1920 você seria capaz de comprar 200kg de arroz, 800 ovos, 4 anos de assinatura no Jornal, ir 100 vezes no cinema ou comer mil ramens. Lembrando que é um dos itens citados e não todos.

Se você tivesse 100 ienes antes da moeda deixar de ser fracionada, você seria considerado um rico. Até porque na época a maior nota de papel era 100 ienes. 

A tabela mais recente que compara o dólar com iene data de 1973 até 2016. Mostrando assim que nos últimos 40 anos o valor do iene saiu de uma desvalorização e atualmente vale mais que o dólar.

É claro que precisamos averiguar a economia, custo de vida e salário da época. Principalmente porque o iene não é fracionado desde 1953 (não existe centavos), sua menor nota é 1.000. Então eu pessoalmente considero 100 ienes como um 1,00 se a moeda tivesse centavos.

A tabela abaixo mostra quantos ienes valia um dólar de 1973 a 2016:

AnoIeneAnoIene
1973301.151974299.00
1975297.851976303.70
1977288.251978241.74
1979201.401980237.73
1981202.191982224.55
1983232.901984233.95
1985254.111986200.05
1987154.481988127.44
1989127.241990145.09
1991133.651992125.05
1993125.021994111.49
199599.791996105.81
1997118.181998129.45
1999113.142000105.21
2001117.102002132.66
2003118.672004106.39
2005103.272006115.33
2007120.592008107.60
200990.35201091.26
201182.63201276.94
201389.152014103.94
2015118.252016118.18

O que dizer das moedas que existiam antes do iene? Se examinarmos os valores antigos vamos ficar completamente confusos ao notar que algo custa 60 ou até 600x mais hoje, mas devemos lembrar que as moedas daquela época eram fracionadas e não podemos converter diretamente um iene. 

No período Edo 1 mon (文) valia cerca de 12 ienes atualmente, mas vale lembrar que o ouro e a prata também eram usados na época. Na era Meiji (1867-1912) o um iene da época equivale a 3.800 ienes atualmente.

Por que as moedas de 5 e 50 ienes são furadas?

No passado diversas moedas de diversos países tinham um buraco no meio para evitar falsificações e baixar o custo de produção. Só que com o avanço da tecnologia, diversos países abandonaram a pratica de fabricar moedas furadas, exceto o Japão e poucos países.

Hoje em dia os buracos na moeda japonesa atualmente são de grande ajuda para os deficientes visuais. Acredita-se que originalmente esses buracos foram feitos para economizar os metais que ficaram escassos depois da Segunda Guerra Mundial.

A moeda furada de 5 ienes foi criada em 1948, já a moeda de 50 ienes não tinha nenhum buraco, mas por ser muito parecido com a de 100 ienes, logo fizeram um buraco nela para ajudar em sua identificação.

Apesar de sabermos o principal motivo da moeda de 5 e 50 ienes terem um buraco no meio, ainda ficam duvidas com relação a origem dos buracos nas moedas. Isso porque a mais de 1300 anos existiram diversas moedas japonesas com um furo quadrado no meio, até mesmo durante o período Edo (1603 – 1868).

A China pode ter influenciado as moedas furadas do Japão como influenciou grande parte da história e cultura do Japão. Existem teorias de que o circulo da moeda representava o universo e o quadrado no meio da moeda representava a terra. Graças a este furo as moedas eram amarradas à cintura, isso facilitava o transporte e as protegia dos ladrões.

O furo na moeda tinham diversas utilidades como servir de botões de roupas ou fazer colares. Algumas foram usadas até mesmo na fabricação de armas. Antigamente as moedas eram fabricadas de uma maneira que a remoção e separação delas durante sua fundição era muito trabalhosa, os buracos no meio de alguma maneira facilitou esse processo.

Você pode ler sobre o furo da moeda e sobre o fato da moeda de 5 ienes dar sorte em nosso artigo sobre Goen.

Moedas do Japão - Conhecendo o Iene e sua história - goen2 2

Os rostos do dinheiro japonês

Você já se perguntou quem são aquelas pessoas que tem seu rosto nas notas de 1.000, 2.000, 5.000 e 10.000 ienes? Vamos examinar fundo a origem dessas notas e as pessoas que estão estampadas nelas.

De quem é o rosto na notas de 1.000 ienes?

Na nota de 1000 ienes temos o rosto de Hideyo Noguchi (1876-1928)impresso desde o ano de 2004. Ele foi um grande cientista, físico e bacteriologista japonês que foi responsável por descobrir o antídoto para picadas de cobra e o agente causador da Sífilis. Ele também comprovou que a febre amarela se tratava de uma doença viral e não bacterial como imaginavam antes.

A historia de Hideyo Noguchi é bastante conturbada, ele passou por diversas dificuldades na infância, mas deu a volta por cima se tornando uma das mentes mais brilhantes da época. Ele é homenageado em diversos países, inclusive existe uma estatua dele na cidade de Campinas. Já no verso da nota encontramos flores de cerejeira, o Lago Motosu e o Monte Fuji.

De quem são os rostos nas notas de 5.000 ienes?

Na nota de 5000 ienes temos o rosto da escritora, romancista e poeta japonesa Ichiyo Higuchi (1872 – 1896) conhecida também como Natsuko Higuchi. Ela foi a primeira escritora de destaque no Japão dos tempos modernos.

Ela teve uma vida curta, mas suas histórias tiveram grande impacto na literatura japonesa e ainda é apreciada pelos japoneses atualmente. Uma de suas obras famosas é Takurabe que ganhou até adaptação no cinema. Atrás da nota encontramos uma obra que representa flores de Isis, pintada por Koorin Ogata.

Os rostos do dinheiro japonês - Iene - ienes 1

Rosto da nota de 10.000 ienes

A nota de 10000 Ienes tem o rosto de Yukichi Fukuzawa (1835-1901), um jornalista e empreendedor que lutou pelos direitos civis. Ele é conhecido como o Voltaire japonês e contribuiu para a difusão das ideias liberalistas e para a modernização do Japão.

No Japão você encontra pessoas se referindo a nota como “Yukichi-san”. Do outro lado da nota temos a imagem da estátua da fênix do Templo Byodoin.

Rostos em outras notas de iene

A nota de 2000 ienes, que é muito rara, não possui nenhum rosto. Na parte da frente da nota, encontramos o desenho do Shureimon, um famoso portal localizado em Naha – Okinawa. No verso encontramos a representação do conto de Genji no Monogatari da Murasaki Shikibu.

Entre 1984 e 2004 a nota de 1000 ienes tinha o rosto de Natsume Soseki (1867-1916) um romancista japonês. Ele é conhecido pelas obras Kokoro, Botchan, I Am a Car e Light and Darkness. Muitàs vezes ele é considerado o maior escritor da história japonesa moderna.

Na antiga nota de 5000 ienes, tinha o rosto de Nitobe Inazo (1862-1933) um economista agrícola, autor, educador, diplomata, politico e cristão. E na nota de 10000 ienes o rosto de Fukuzawa Yukichi (1835-1901) um autor, escritor, professor e tradutor japonês.

Outra personalidade que apareceu em diversas notas de ienes antigas é o Príncipe Shōtoku (574-622) que teve grande influência política e religiosa durante a história do Japão. Ele apareceu nas notas de 1000 ienes de 1950 à 1953, e nas notas de 5000 e 10000 ienes de 1957 à 1969.

Veja outras notas antigas e o nome de personalidades que estavam presentes nelas:

  • 1 iene – 1946-1948 – Ninomiya Sontoku
  • 50 ienes – 1950-1953 –  Takahashi Korekiyo
  • 100 ienes – 1950-1953 – Itagaki Taisuke
  • 500 ienes -1950-1953 – Iwakura Tomomi
  • 500 ienes – 1957-1969 – Iwakura Tomomi
  • 1000 ienes – 1957-1969 – Ito Hirobumi

Perguntas sobre o Iene

Além das perguntas já mencionadas, alguns fazem diversas perguntas sobre a moeda japonesa, vamos pegar essas perguntas e responder a seguir:

Como ler o iene?

O iene em japonês não tem plural, não importa se a pessoa fala um ou 10 ienes, sempre vai ser ler en [円] que significa círculo ou moeda, a palavra japonesa para referir-se ao dinheiro do Japão. Você sabia que no Japonês não existe plural?

Por que não existe centavo no iene japonês?

A resposta é bastante simples, o povo preferiu assim. A moeda japonesa já foi fracionada no passado, mas devido a problemas econômicos e inflação, os centavos acabaram se tornando obsoletos, e nenhuma outra moeda fracionada foi criada.

Para saber mais sobre o fracionamento de moedas do Japão, escrevemos um artigo sobre o iene ser desvalorizado e sua moeda ser fracionada. Será verdade? Pelo simples fato da moeda não ter centavos, alguns acabam tendo essa ideia de desvalorização.

Porque o valor do iene é tão baixo?

Alguns questionam o motivo do iene tem um valor tão baixo, falando que o dinheiro é desvalorizado. Como já mencionado, o dinheiro japonês não é fracionado, por isso essa impressão enganosa. O valor do iene é equivalente ao dólar, mas sem centavos.

Tudo aconteceu quando o Sistema Bretton Woods entrou em colapso em 1971, a moeda do Japão começou a flutuar. Resultado do esforço japonês de se tornar uma das maiores potencias econômicas e industriais do mundo.

Qual moeda vale mais o iene ou real?

O iene é muito mais valorizado que o Real, sendo a terceira moeda de maior circulação do mundo. O iene fica atrás apenas do dólar e do euro. A moeda é bastante comercializada nas bolsas de valores, sempre é mencionada e comercializada entre os grandes.

Quantos ienes ganha um trabalhador japonês?

No Japão o salário mínimo fica por volta 150.00 ienes, pode alcançar facilmente 300.000 ienes, passar dos 10.000 reais ao ser convertido. No Japão o salário é pago por hora, então seus ganhos podem variar bastante de acordo com a localidade, emprego e carga horária. Para saber mais, leia nosso artigo sobre Salário Japonês.

Vídeos sobre o Dinheiro Japonês

Para finalizar o artigo, vamos deixar alguns vídeos sobre dinheiro japonês e suas curiosidades:

Compartilhe com seus Amigos!

4 comentários em “Moedas do Japão – Conhecendo o Iene e sua história”

  1. Amigo e a moeda ryous ?ela era japonesa ?gostaria que voce comentasse sobre ela um pouco para mim
    meu e-mail:[email protected] @@disqus_q2yBUCMVUj:disqus se puder ajudar ai

    Responder
    • Ryous é apenas a moeda do anime heuhuehe não existe.

  2. Boa noite Kevin, estou fazendo um trabalho sobre a moeda japonesa, vc teria como me passar de onde conseguiu essas informações. meu e-mail é o seguinte [email protected]

    Responder
    • Agora eu não consigo me lembrar da fonte, mais provavelmente foi o Wikipedia, JA ou EN.

Comentários do site