A verdade sobre os suicídios no Japão

, , ESCRITO POR


Um dos temas mais discutidos envolvendo o Japão é a sua taxa de suicídio. Isso gera perguntas como: Por que os japoneses se suicidam? Será que realmente a taxa de suicídio no Japão é tão alta assim? Quantas pessoas se suicidam no Japão por ano? Qual o ranking mundial? Será que a culpa é do Japão? Essas e outras perguntas vamos responder neste artigo.

Eu pessoalmente estou cansado de sempre ouvir alguém usar a taxa de suicídios do Japão para rebaixa-lo de alguma maneira. Na cabeça das pessoas o Japão é o país onde as pessoas mais se suicidam, sendo que ele está em 18ª posição do ranking mundial. E felizmente, a cada ano a taxa de suicídios no Japão tem diminuído.

Eu vou separar este artigo por perguntas e tópicos, para facilitar a navegação vamos deixar um índice abaixo:

Sumário do Artigo
- Japão não é o país com maior número de suicídios
- Por que o Japão ficou famoso pelos suicídios?
- A cultura japonesa do suicídio
- Principais causas do suicídio no Japão 
- Os jovens são as maiores vítimas do suicídio 
- Como encarar o suicídio no Japão? 

Japão não é o país com maior número de suicídios

Eu deixei claro que a cada ano o Japão perde posições no ranking de suicídio, e na época que eu escrevi este artigo ele está na 18ª. Alguns países como a Coreia do Sul e do Norte estão entre os 5 primeiros colocados. Nossa vizinha Guiana possui uma taxa gigantesca se tornando a primeira do ranking de suicídios em proporção.

Países europeus famosos por serem tranquilos como Polônia, Hungria e Bélgica possui uma taxa de suicídios maior que a do Japão. Outros países com uma taxa de suicídios maior que o Japão são Russia, Ucrânia, Coreia do Sul, Angola, Mongolia e o primeiro lugar vai para Sri Lanka.

De acordo com diferentes pesquisas e rankings, no ano de 2017, a taxa de suicídios do Japão foi cerca de 17-19 a cada 100.000 habitantes (cerca de 60 por dia). É um número bastante baixo se compararmos com os 35 a cada 100.000 habitantes de Sri-Lanka. Ainda assim o Japão é sempre citado como exemplo, por que?

Suicídio no Japão - Por que japoneses se suicidam?

Por que o Japão ficou famoso pelos suicídios?



Existem 17 países com uma taxa de suicídio maior que a do Japão, mas os japoneses ainda são usados de exemplo pelo grande fator do Japão ser um país de primeiro mundo e uma das maiores potências mundiais da terra. O Japão também é muito popular no Brasil, diferente dos outros países que aparecem no ranking de suicídios.

Outro principal motivo é que a quantidade total de suicídios no Japão, é realmente grande, chegando a 21.000 pessoas por ano (2017). Em rankings onde é utilizado a quantidade de suicídios totais, sem proporção, o Japão costuma ficar entre os 10 primeiros, já que sua população é de mais de 127 milhões de pessoas.

A 10 anos atrás (2009), a taxa de suicídio no Japão também era bem maior, ultrapassando 30.000 por ano ou 32 pessoas a cada 100.000 habitantes. Nessa época o Japão dominou entre os 5 primeiros no ranking total de suicídios e já apareceu até mesmo nos rankings de suicídio a cada 100.000 habitantes.

Existem também diversos aspectos culturais que ajudaram a criar esse estereotipo de suicídio japonês no ocidente. É incrível como o Japão conseguiu diminuir sua taxa de suicídios nos últimos 10 anos, mesmo com a crescente epidemia global da depressão e problemas emocionais, sem mencionar a tendência do mundo, que é piorar.

O Japão é muito seguro, então o suicídio torna-se um dos maiores culpados pela morte dos japoneses depois das doenças. É mais fácil alguém cometer suicídio do que morrer num acidente ou muito menos ser morto por alguém (algo 10.000 vezes mais difícil de acontecer).

A cultura japonesa do suicídio

Para muitos no ocidente, tirar a vida é um pecado, ateus acreditam que a morte é o fim de tudo, até mesmo a bíblia fala que os mortos não estão cônscios de absolutamente nada. E os japoneses? O que pensam sobre a morte? Os japoneses acreditam em reencarnação, a morte é considerada como uma passagem para outra existência, devido à influência budista.

Eu não acredito que a reencarnação seja um bom motivo para não ter medo de suicidar, principalmente porque aqueles que recorrem a esse ato, querem fugir totalmente da vida, colocar um fim nela. Sem mencionar que muitos japoneses, apesar de seguirem as tradições budistas e xintoístas, aparentam não seguir nenhuma religião ou são ateus.

Suicídio no Japão - Por que japoneses se suicidam?

Para a família, parentes e pessoas envolvidas, a morte de alguém querido é uma grande tristeza. Provavelmente o japonês que pensa em cometer esse ato egoísta, acredita estar deixando de ser um fardo para outros e solucionando todos os seus problemas dessa maneira. É realmente muito difícil de entender o pensamento japonês.

A cultura do suicídio no Japão é algo muito antigo e era considerado pelos samurais um ato de honra, e recebeu até o nome seppuku ou harakiri (onde se corta a barriga). Até mesmo recentemente na segunda guerra mundial, os kamikaze [神風] se matavam na guerra, com orgulho, honra e sem nenhum remorço.

Notamos que ao longo dos anos a influencia cultural e os acontecimentos contribuem para um país suicida. Japão não tem uma influencia grande do cristianismo, então lá o suicídio não é considerado um pecado. Na verdade, alguns encaram o suicídio como uma forma de assumir responsabilidade por alguma coisa”.

Principais causas do suicídio no Japão



Provavelmente a segunda guerra mundial e as condições que o país enfrentou próximo aos anos 2000 deixaram a taxa de suicídio muito grande. Até mesmo hoje nos Estados Unidos muitos cometem suicídio por causa da segunda guerra mundial, principalmente os ex-soldados de guerra. Talvez isso explique a diminuição dos suicídios nos últimos 10 anos.

A verdade sobre os suicídios no Japão

Outra coisa bastante preocupante no Japão é a taxa de suicídio entre os jovens. Até mesmo crianças se suicidam no Japão, muitas vezes por causa de bullying, pressão social e falta de atenção dos pais e professores. Dentre as principais causas que levam um japonês a se suicidar, podemos listar:

  • Bullying e Cyber bullying;
  • Isolamento Social – Hikikomori;
  • Pressão financeira e desemprego;
  • Provas classificatórias no Ensino Médio;
  • Ter problemas no relacionamento;
  • Trabalho em excesso;
  • A perda de um ente querido;
  • Depressão;

Os japoneses são um pouco perfeccionistas e não aceitam falhas, mesmo que não sofram pressão de outras pessoas, acabam pressionando a si mesmo.

É claro que muito dessas coisas são estereótipos, os problemas emocionais e a depressão afeta cada pessoa de forma diferente, mas infelizmente a forma de pensar dos japoneses levam até mesmo o governo a ficar confuso e preocupado com essa situação.

Os jovens são as maiores vítimas do suicídio

O Suicídio é culpado pelo maior número de mortes entre os jovens de 20 a 40 anos, e possivelmente de alguns idosos que acabam morrendo sozinho em casa. Entender o motivo principal do suicídio no Japão é algo complicado, não temos a mesma mentalidade dos japoneses.

Infelizmente os jovens acabam sendo os mais pressionados a cometerem suicídio no Japão. Tudo isso acontece por causa do bullying e cyberbullying que muitos alunos diferentes enfrentam nas escolas japonesas.

A verdade sobre os suicídios no Japão

Aqueles que não se suicidam passam para um cenário pior que também resulta no suicídio chamado de Hikikomori. Cerca de um milhão de jovens no Japão permanecem em seus quartos isolados da sociedade sem vontade de ir à escola ou ao trabalho.

As Provas classificatórias são alguns dos eventos mais difíceis que os japoneses enfrentam em suas vidas. Eles precisam fazer um teste para admissão no Ensino Médio e outro para Universidade. Alguns precisam estudar muito e até fazer aulas extras numa escola preparatória.

No Japão, a volta às aulas no segundo semestre é marcada por tragédias. Mais de 18 mil crianças menores de 18 anos cometeram suicídio no Japão entre os anos de 1972 a 2013. Tudo porque não queriam voltar a escola.

COMO ENCARAR O suicídio no Japão?



Claro que apesar de alarmante, não devemos generalizar os números de suicídio no Japão. Como é de conhecimento, o Brasil também tem uma taxa elevada de suicídios bem próxima do Japão com uma diferença de 3 pessoas por 100.000.

Acho que antes de apontar os suicídios no Japão com um tom de crítica ao país, melhor tirar a trave do próprio olho. Os suicídios no Japão ainda são um problema, mas vemos diminuir a cada ano que passa. Um cenário surpreendente num mundo que tende a piorar.

Realmente é possível diminuir cada vez mais essa taxa de suicídios no Japão com algumas mudanças na sociedade. Os japoneses precisam parar de cobrar tanto de si mesmo ou se esforçarem demais em coisas fúteis. O que você pensa sobre esse assunto? Vamos finalizar por aqui, deixando outros artigos relacionados abaixo:

Compartilhe Nosso artigo:

Comentários do site