Cultura / Japão

A popularidade da música clássica no Japão

A popularidade da música clássica no Japão
Compartilhe nas redes sociais:


Enquanto o ocidente, principalmente o Brasil é dominado por músicas com letras e ritmos padronizados. O Japão continuar forte com as tradicionais músicas clássicas. Você sabe o que é música clássica? Não necessariamente indica sinfonias, óperas e instrumentos como violino e piano. A principal característica das músicas clássicas é sua complexidade da instrumentação, onde temos diversos instrumentos músicas que cria uma manifestação artística. Só pra lembrar, estamos falando da música clássica ocidental e não a música tradicional japonesa.

Tanto a tradicional música clássica continua forte no Japão como também a música popular japonesa como J-POP, J-Rock e outros utilizam de técnicas e complexidades músicas que nenhum outro país utiliza. Cerca de 20% do mercado mundial de música clássica está localizada no Japão. Em todo o Japão é possível encontrar centros de arte musical e salas de concertos. Em todo o Japão os alunos são incentivados a apreciar a música clássica através dos clubes e trabalhos envolvendo opera, piano, violino, canto, patinação artística, teatro e diversas matérias extracurriculares envolvendo músicas.

A música clássica foi introduzida no Japão na Era Meiji (1868-1912). Grandes nomes como Bach, Mozart, Beethoven e Wagner influenciaram todo o Japão. A primeira performance sinfônica no Japão ocorreu em 19 de fevereiro de 1887 em Tokyo.

A influência da música clássica no Japão

A música clássica presente no Japão

No Japão a educação musical começa aos 6 anos de idade, os alunos tocam instrumentos e cantam. No ensino médio os alunos escolhem entre clubes e podem decidir aprender a tocar diversos instrumentos tradicionais ou clássicos. Isso significa que todos os alunos do Japão foram expostos de alguma maneira a música clássica e tocam algum instrumento.

Enquanto alguns consideram que apreciar música clássica é coisa de rico e de elite, cada dia é mais comum japoneses apreciarem esse tipo de música e assistirem orquestras. Apenas em Tokyo existem mais de 4.000 profissionais da música clássica, é nessa cidade que acontece o maior número de orquestras profissionais de todo mundo. Hoje em dia a música clássica pode ser encontrada no Japão não apenas nas orquestras mas em filmes, jogos, animes e doramas.



Os maiores compositores de jogos do mundo se encontram no Japão. Grandes nomes como Toru Takemitsu(compositor), Seiji Ozawa (maestro), Fujiko Hemming (pianista) foram de grande importância no mundo da música. Podemos citar grandes compositores dos jogos como Koji Kondo (Zelda, Mario), Akira Yamaoka e Nobuo Uematsu que influenciaram todo mundo.

A influência da música clássica no Japão

Além de todos os animes e jogos possuirem músicas no estilo clássicas como trilha sonora e som de fundo. Os animes e mangas também deram atenção a música clássica através de suas historias. Grandes obras como shigatsu wa kimi no uso, nodame cantabile e diversos outros animes escolares que envolve instrumentos e canto. Esses são animes obrigatórios para aqueles que desejam se aprofundar ou conhecer melhor a música clássica.

Leia o artigo falando sobre minhas trilhas sonoras tristes favoritas. 

Música moderna influenciado pela música clássica

Desde cedo os japoneses são incentivados a aprender instrumentos clássicos como piano e violino. Hoje em dia a maioria das músicas populares no Japão são complexas e utilizam vários instrumentos. Pode notar, pegue qualquer música ocidental, principalmente as brasileiras e compare com as músicas japonesas, até mesmo aquelas de animes. Nas músicas japonesa você consegue encontrar mudanças grandes e complexas no meio das músicas, além da utilização de instrumentos não convencionais em músicas modernas.

A maioria das músicas japonesas são consideradas românticas. É grande a quantidade de músicas que utilizam o piano e violino, além dos inúmeros instrumentos tradicionais japoneses e sons sintetizados que dão uma complexidade gigantesca a música. Mesmo que a música clássica tenha morrido em muitos lugares, o Japão lembra dela tanto da forma tradicional como mostra em suas músicas modernas que com complexidade, diversidade e organização se cria uma verdadeira arte. Isso sem mencionar a complexidade das músicas tradicionais e da organização e apresentações em festivais.

Eu posso afirmar isso por experiência própria. Após ser influenciado por músicas e trilhas de filmes, jogos e animes eu conheci as músicas japonesas que conseguem se diferenciar e destacar apenas com os instrumentos sem necessidade de ter uma voz ou letra que são as principais coisas que a maioria repara. E você? O que acha das músicas clássicas? Gostaria de ouvir sua opinião sobre o assunto e já agradeço aos comentários e compartilhamentos.

Compartilhe nas redes sociais:

Comentários do Facebook

comentários


2 Comentários

  1. Ótimo artigo Kevin, parabéns! Não sou muito entendido de música clássica, mas aprecio bastante, assim como J-pop e J-rock. Como vc colocou, Shigatsu é um prato cheio para quem aprecia esse tipo de música. Foi encantador assistir o anime e até hj tenho a minha playlist com as músicas clássicas tocadas, que vira e mexe escuto, principalmente em momentos que preciso relaxar rsss. Já li muitas coisas boas de Nodame, mas este ainda está na minha lista, preciso arranjar tempo p/ assistir!
    Além disso, adoro a trilha sonora dos animes, principalmente as OST’s criadas pelo Hiroyuki Sawano, são fenomenais! A maneira como ele mescla a música clássica com elementos moderno da eletrônica é surreal! As primeiras obras que assisti com o trabalho dele creio que foram Guilty Crown e Ao no Exorcist. Em seguida teve o grande sucesso de Shingeki no Kyojin, são OST’s incríveis que valem a pena ocupar um pedaço no HD rsss. Ao procurar um título p/ assistir, qdn vejo que a trilha sonora é dele já coloco na lista imediatamente! Foi o meu caso com Koutetsujou no Kabaneri e Re:Creators. Mesmo se o anime não for lá aquelas coisas, pelo menos com uma OST de Sawano é certeza de poder apreciar músicas boas!
    Seria um sonho algum dia poder escutar um concerto dele ao vivo! Inclusive, este ano tive oportunidade de assistir no Anime Friends o show Anime in Concert, realizado pela Banda Marcial de Cubatão, foi realmente de arrepiar!
    Por fim, concordo com vc em relação à complexidade das músicas japonesas em relação às ocidentais, principalmente à brasileira. Embora eu seja leigo no assunto, consigo identificar que várias músicas japonesas possuem realmente uma melodia e letra mais elaboradas.

    Resposta
    • Lembro do Hiroyuki Sawano nas trilhas sonoras de Aldnoah Zero e de Xenoblade X. Realmente é épico…

Comentários do site