Cultura / Japão

Karoshi – Morte por excesso de trabalho no Japão

Karoshi - Morte por excesso de trabalho no Japão


Karoshi (過労死) ou morte por excesso de trabalho não é incomum no Japão. Isso acontece devido a sua cultura do trabalho e diversos outros fatores. Já escrevemos diversos artigos falando sobre trabalho no Japão, mas hoje vamos falar especificamente sobre o karoshi.

As principais causas médicas das mortes pelo karoshi são ataque do coração e derrame devido a estresse. Existem também a desnutrição e o suicídio onde o trabalho é uma das principais causas. O Japão é o único com uma categoria separada para relatar as mortes por excesso de trabalho. O karoshi faz parte da consciência publica desde 1980.

O que causa o Karoshi?

O principal fator que causa a morte no trabalho é as horas extras. Apesar do governo ou algumas empresas estabelecerem um limite de horas extras, muitos acabam ultrapassando mesmo que não estão sendo remunerados. Algumas pessoas do mundo corporativo acabam trabalham até mesmo quando chega em casa pelo simples prazer de terminar logo o serviço.

Karoshi - Morte por excesso de trabalho no Japão

A cultura de trabalhar demais surgiu após a segunda guerra mundial onde as pessoas eram incentivadas a trabalhar 12 horas por dia até 7 dias por semana pra alavancar a economia do país. Hoje em dia isso não é necessário, porém os 25% das horas extras acabam chamando a atenção de muita gente.

Não é apenas o estresse ou problemas de saúde que vão causar a morte por trabalho, mas sim o suicídio. O desemprego é responsável por 57% de todos os suicídios, sendo o stress relacionado ao trabalho (como horas extras prolongadas), fadiga no trabalho e depressão relacionada ao trabalho os outros fatores principais que levam ao suicídio. Vale lembrar que emprego não falta no Japão, mas simplesmente a perda de cargo ou emprego leva um japonês a desejar desistir da vida.



Existem vários fatores culturais que fazem a pessoa trabalhar mais que deveria. Coisas como orgulho, honra, vergonha e o desejo de dar o melhor acaba fazendo que os japoneses trabalhem mais do que deveria sem nem mesmo perceber. Os japoneses que ultrapassam as 80 horas extras por mês estão sujeitos ao karoshi. Mesmo aqueles japoneses que não trabalham exageradamente, acabam negligenciando sua saúde. Eles simplesmente saem do trabalho e vão beber ou viram a noite no computador, não deixando tempo para descansar.

Karoshi - Morte por excesso de trabalho no Japão

Quando o Karoshi vai acabar?

É triste dizer, mas karoshi não vai desaparecer tão cedo. O governo tem aplicado multas e colocado limites, mas infelizmente o problema é o desejo do japonês trabalhar. Algumas empresas têm tentado combater o fenômeno com vários programas, mas a mudança tem de começar a nível cultural, o que pode levar décadas. Enquanto os japoneses continuarem fazendo horas extras excessivamente por vontade própria, casos de Karoshi vão continuar acontecendo. E você? O que acha desse assunto? Aguardamos seu comentário.

Por Favor! Compartilhe o artigo nas redes sociais:


Recomendamos também: 

6 Comentários

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, meu deus.

    Resposta
  2. eu ja tinha visto isto em videos e tal, acho horrivel e triste, mas é cultura, eu acho que eles deveriam ter pessoas especializadas para conter isso ou mesmo uma lei que multasse que trabalhasse mais do que tantas horas, talvez um Check up obrigatório com psicólogos para avaliar o trabalhador.

    Resposta
    • Na verdade existe uma lei que proíbe os japoneses de fazer mais de 40 horas extra por mês sem assinar um termo.

    • Nossa e mesmo assim, ainda há casos de estresse.

  3. Disso aí o brasileiro não morre

    Resposta
  4. Que coisa terrível, mesmo algo bom pode matar, né? É certo porém que esse tipo de morte nunca, felizmente ainda que não pelos motivos certos digamos assim, vá acontecer no Brasil.

    Resposta

Comentários do site