Orquestras e Corais nas escolas japonesas

, , ESCRITO POR

Em todas as escolas japonesas, seja públicas ou privadas, acontece um coral anualmente onde todos os alunos costumam participar e cantar, geralmente uma canção por classe. Neste artigo vamos falar um pouco sobre orquestras e corais nas escolas japonesas.

As escolas japonesas são repletas de atividades culturais com os alunos como trabalhos artísticos, pesquisas, apresentações de coral, de concerto, de teatro e outros. Isso sem mencionar os clubes escolares que também abrangem essas atividades.

Não é necessário estar em algum clube de canto ou coro para participar dos corais que geralmente acontecem nas escolas japonesas. Todos os alunos de cada classe são incentivados e preparados meses antes para apresentar uma performance de canto.

Orquestras e Corais nas escolas japonesas

Talvez você já tenha visto essas situações nos animes, onde alunos se preparam com meses de antecedência. Geralmente acontece uma competição entre classes e as vezes até interescolar.

Todos os anos, competições nacionais importantes são organizadas para eleger a melhor orquestra ou coral. Isso permite que os alunos se sintam motivados em termos de praticar seu canto ou instrumento, com objetivo de defender a honra de sua escola.

Os grupos de corais nas escolas se chamam gasshoudan [合唱団]. No ocidente temos uma forte ligação da coral nas igrejas, quando o coral refere-se a algo religioso, ele é chamado de seikatai [聖歌隊].

Quais os benefícios do coral nas escolas japonesas?

O canto clássico japonês geralmente tem um efeito bem mais positivo que as músicas populares entre os jovens atualmente. Desde cedo as crianças japonesas são incentivadas a apreciar a verdadeira arte da música clássica e do canto.

Orquestras e Corais nas escolas japonesas

A música nas escolas japonesas tem uma importância tão grande quanto a matemática. Desde a era Meiji, o estudo da música na cultura japonesa tornou-se obrigatória no ensino primário e secundário.

Com apenas 6 anos de idade as crianças japonesas já podem ser incentivadas a participar de um coro ou aprender algum instrumento musical. As crianças tem ao menos uma hora e meia de aula de músicas por semana.

Essas orquestras e corais também ajudam os alunos a terem uma interação social, eles são incentivados a trabalhar como um grupo. Eles trabalham em conjunto para criar uma perfomance como um todo, e são julgados como um todo.

Orquestras e Corais nas escolas japonesas

Os estudantes participam independentemente se eles gostam ou saibam cantar. Todo esse trabalho resulta em cooperação, trabalho em equipe e disciplina. Habilidades que os japoneses levaram por toda sua vida.



A voz do Japão

No passo existiu um movimento social e político que provavelmente serviu de influência para a popularização de corais nas escolas. O movimento “Voz do Japão” em japonês nihon no utagoe [日本歌声].

Esse movimento levava uma ideologia do comunismo e socialismo democrático, o movimento providenciava atividades musicais e corais por todo Japão em fábricas, escolas e áreas residenciais focado na classe trabalhadora.

Orquestras e Corais nas escolas japonesas

O movimento teve seu pico em 1950 até 1960 e tinha o apoio da cantora japonesa Akiko Seki, considerada a fundadora do movimento Voz do Japão. Com o crescente capitalismo dominando o Japão, o objetivo do movimento perdeu sua força mas continua promovendo corais por todo país.

Claro que a voz do Japão não é o único movimento ou grupo focado em realizar eventos escolares de orquestras e corais pelo Japão. Em 1927 Kosuke Komatsu que tinha voltado da França fundou a “Associação Nacional de Música” que mais tarde se tornou “Associação Japonesa de Coral” a maior do país.

A JCA é responsável por promover o coral no Japão em escolas do ensino fundamental, médio e superior, além de fábricas, empresas e grupos particulares. Acredita-se que existam mais de 30.000 bandas de corais espalhadas pelo Japão.

Existe também a All-Japan Band Association, uma organização responsável pelas competições de bandas e orquestras que acontecem pelo país. Estima-se que existam mais de 14.000 bandas e orquestras escolares da AJBA.

As orquestras e corais nas escolas do Japão

Já observamos a influência e importância dos corais e orquestras na cultura japonesa. Você também já está ciente de como os japoneses apreciam esse tipo de música e se esforçam para espalhar essa arte na sociedade.

Existem muitas músicas populares que são cantadas em corais ou orquestras, principalmente nas graduações das escolas japonesas. Você deve ter ouvido alguma vez a canção “Tsubasa wo Kudasai” ou “3gatsu 9ka” que tocou no dorama “Um litro de lagrimas”.

Além dessas músicas populares, podemos listar:

  • “Sotsugyou Shashin” by Yumi Matsutoya
  • “Okuru Kotoba (Presenting Word)” by Kaien-tai
  • “Sakura (Cherry Blossom)” by Naotaro Moriyama
  • “my graduation” by SPEED
  • “Tabidachi no hi ni (The Day of Departure)” a chorus song
  • “Sotsugyou” by Yutaka Ozaki.
  • “Sakura (Cherry Blossom)” by Kobukuro
  • “Michi” by EXILE
  • “YELL” by Ikimono-Gakari

Os corais e orquestras nas escolas japonesas podem acontecer em competições, graduações, eventos culturais, eventos escolares e até mesmo fora das escolas. Percebemos que a influência dos corais e orquestras são fortes por todo Japão.

Até mesmo nas músicas de J-POP ou nas idols percebemos uma grande cooperação, instrumentos clássicos e coro em grupo. É interessante a forma que a música popular se mistura com a música clássica e os corais japoneses e ocidentais.

Você já teve a chance de participar de um coral na escola japonesa? Tem alguma curiosidade ou informação adicional para comentar? Agradecemos os comentários e compartilhamentos.

Compartilhe Nosso artigo:

Comentários do site