Orquestras e Corais nas escolas japonesas

ESCRITO POR

Inscreva-se para baixar nossos livros e receber contéudo exclusivo

Matrículas Abertas para o curso de Japonês do Ricardo Cruz Nihongo Premium! Clique faça sua matrícula!

Em todas as escolas japonesas, seja públicas ou privadas, acontece um coral anualmente onde todos os alunos costumam participar e cantar, geralmente uma canção por classe. Neste artigo vamos falar um pouco sobre orquestras e corais nas escolas japonesas.

As escolas japonesas são repletas de atividades culturais com os alunos como trabalhos artísticos, pesquisas, apresentações de coral, de concerto, de teatro e outros. Isso sem mencionar os clubes escolares que também abrangem essas atividades.

Não é necessário estar em algum clube de canto ou coro para participar dos corais que geralmente acontecem nas escolas japonesas. Todos os alunos de cada classe são incentivados e preparados meses antes para apresentar uma performance de canto.

Orquestras e corais nas escolas japonesas

Talvez você já tenha visto essas situações nos animes, onde alunos se preparam com meses de antecedência. Geralmente acontece uma competição entre classes e as vezes até interescolar.

Todos os anos, competições nacionais importantes são organizadas para eleger a melhor orquestra ou coral. Isso permite que os alunos se sintam motivados em termos de praticar seu canto ou instrumento, com objetivo de defender a honra de sua escola.

Os grupos de corais nas escolas se chamam gasshoudan [合唱団]. No ocidente temos uma forte ligação da coral nas igrejas, quando o coral refere-se a algo religioso, ele é chamado de seikatai [聖歌隊].

Quais os benefícios do coral nas escolas japonesas?

O canto clássico japonês geralmente tem um efeito bem mais positivo que as músicas populares entre os jovens atualmente. Desde cedo as crianças japonesas são incentivadas a apreciar a verdadeira arte da música clássica e do canto.

Orquestras e corais nas escolas japonesas

A música nas escolas japonesas tem uma importância tão grande quanto a matemática. Desde a era Meiji, o estudo da música na cultura japonesa tornou-se obrigatória no ensino primário e secundário.

Com apenas 6 anos de idade as crianças japonesas já podem ser incentivadas a participar de um coro ou aprender algum instrumento musical. As crianças tem ao menos uma hora e meia de aula de músicas por semana.

Essas orquestras e corais também ajudam os alunos a terem uma interação social, eles são incentivados a trabalhar como um grupo. Eles trabalham em conjunto para criar uma perfomance como um todo, e são julgados como um todo.

Orquestras e corais nas escolas japonesas

Os estudantes participam independentemente se eles gostam ou saibam cantar. Todo esse trabalho resulta em cooperação, trabalho em equipe e disciplina. Habilidades que os japoneses levaram por toda sua vida.

A voz do Japão

No passo existiu um movimento social e político que provavelmente serviu de influência para a popularização de corais nas escolas. O movimento “Voz do Japão” em japonês nihon no utagoe [日本歌声].

Esse movimento levava uma ideologia do comunismo e socialismo democrático, o movimento providenciava atividades musicais e corais por todo Japão em fábricas, escolas e áreas residenciais focado na classe trabalhadora.

Orquestras e corais nas escolas japonesas

O movimento teve seu pico em 1950 até 1960 e tinha o apoio da cantora japonesa Akiko Seki, considerada a fundadora do movimento Voz do Japão. Com o crescente capitalismo dominando o Japão, o objetivo do movimento perdeu sua força mas continua promovendo corais por todo país.

Claro que a voz do Japão não é o único movimento ou grupo focado em realizar eventos escolares de orquestras e corais pelo Japão. Em 1927 Kosuke Komatsu que tinha voltado da França fundou a “Associação Nacional de Música” que mais tarde se tornou “Associação Japonesa de Coral” a maior do país.

A JCA é responsável por promover o coral no Japão em escolas do ensino fundamental, médio e superior, além de fábricas, empresas e grupos particulares. Acredita-se que existam mais de 30.000 bandas de corais espalhadas pelo Japão.

Existe também a All-Japan Band Association, uma organização responsável pelas competições de bandas e orquestras que acontecem pelo país. Estima-se que existam mais de 14.000 bandas e orquestras escolares da AJBA.

As orquestras e corais nas escolas do Japão

Já observamos a influência e importância dos corais e orquestras na cultura japonesa. Você também já está ciente de como os japoneses apreciam esse tipo de música e se esforçam para espalhar essa arte na sociedade.

Existem muitas músicas populares que são cantadas em corais ou orquestras, principalmente nas graduações das escolas japonesas. Você deve ter ouvido alguma vez a canção “Tsubasa wo Kudasai” ou “3gatsu 9ka” que tocou no dorama “Um litro de lagrimas”.

Além dessas músicas populares, podemos listar:

  • “Sotsugyou Shashin” by Yumi Matsutoya
  • “Okuru Kotoba (Presenting Word)” by Kaien-tai
  • “Sakura (Cherry Blossom)” by Naotaro Moriyama
  • “my graduation” by SPEED
  • “Tabidachi no hi ni (The Day of Departure)” a chorus song
  • “Sotsugyou” by Yutaka Ozaki;
  • “Sakura (Cherry Blossom)” by Kobukuro
  • “Michi” by EXILE
  • “YELL” by Ikimono-Gakari

Os corais e orquestras nas escolas japonesas podem acontecer em competições, graduações, eventos culturais, eventos escolares e até mesmo fora das escolas. Percebemos que a influência dos corais e orquestras são fortes por todo Japão.

Até mesmo nas músicas de J-POP ou nas idols percebemos uma grande cooperação, instrumentos clássicos e coro em grupo. É interessante a forma que a música popular se mistura com a música clássica e os corais japoneses e ocidentais.

Você já teve a chance de participar de um coral na escola japonesa? Tem alguma curiosidade ou informação adicional para comentar? Agradecemos os comentários e compartilhamentos.