Guia de Separação, coleta e reciclagem de lixo no Japão

, ESCRITO POR

Inscreva-se para baixar nossos livros e receber contéudo exclusivo

[ATENÇÃO] Quer Aprender Japonês? Clique aqui e acesse um curso gratuito!

Compartilhe com seus Amigos!

Existe poluição no Japão? Como os japoneses livram de seu lixo? O Japão é um país limpo e verde? Neste guia vamos falar tudo sobre separação de lixo, coleta de lixo e reciclagem de lixo no Japão, além de algumas curiosidades sobre a limpeza dos japoneses.

Falar sobre a separação, coleta e reciclagem de lixo no Japão é um assunto bem complexo. Existem infinitas regras relacionadas com este assunto, cada cidade e província tem suas regras para separação e coleta de lixo. Apesar de cada local ter suas regras diferentes, existe um padrão neste assunto.

No Japão cada pessoa é responsável por separar seu lixo, e jogar fora no local correto. Existe uma cultura de limpeza que faz com que o Japão esteja sempre limpo. Antes de falarmos sobre a coleta, vamos falar sobre essa cultura de limpeza.

Guia de Separação, coleta e reciclagem de lixo no Japão - reciclagem lixo japao 1

Razões que fazem o Japão ser Limpo e Verde

O Japão é uma pequena ilha com mais de 127 milhões de habitantes. São milhares de fabricas e industrias e mesmo assim o país é cheio de campos verdes e ecologicamente limpo. Enquanto isso diversos países com muito mais espaço que o Japão, tem cidades totalmente poluídas e sem quase nenhum verde.

Claro que todos enfrentamos problemas ambientais, o Japão também enfrentou problemas com reciclagem de lixo e radiação de usinas. No entanto, o Japão ainda é um país bastante limpo e verde. Ele mantém a maioria de suas cidades e montanhas limpas, cheias de arvores e do verde. 

O principal fator que faz com que o Japão continue sempre limpo é a cultura da Limpeza. Essa cultura é motivo dos países estrangeiros passarem na televisão quando os japoneses fazem um simples ato de limpeza, que deveria ser obrigação de todos.

A cultura de grafitar as paredes também é rara no Japão, e quando eles fazem isso parece mais uma obra de arte do que vandalismo. A cultura de manter tudo em ordem e limpo vem da infância, onde as crianças são responsáveis pela limpeza da própria escola.

Eles não apenas limpam a escola como também plantam arvores e vegetações, cuidam de animais e catam lixo do bairro. A seriedade na limpeza faz com que a população tenha consciência de seus atos e responsabilidades, fazendo eles pensarem duàs vezes antes de fazer bagunça.

Incentivos para coleta no Japão

Organização é algo necessário quando se trata de limpar o meio ambiente. Os japoneses reciclam a maior parte de seu lixo, e pra isso acontecer eles precisam separar em vários tipos e dispensa-los nos dias corretos.

A organização é a chave para o sucesso

Há muitas regras sobre como empacotar o lixo e a coleta para reciclagem que varia de acordo com o município. Quem tentar sujar ou desobedecer as regras pode acabar pagando caro.

Os sacos plásticos, e até etiquetas que são usadas para reciclar lixos grandes, tem um custo. Aqueles que desobedecem as regras de separação, coleta e reciclagem se lascam pagando altas multas que podem chegar em até 250 mil reais.

O que faz o Japão ser um país limpo e verde?

Exemplos de um Japão Limpo

É comum você andar na rua e ver um mutirão de pessoas limpando o bairro, isso porque os adultos são convidados a participar da limpeza do bairro que acontece regularmente. Alguns participam da limpeza até mesmo arrumado antes de ir para o trabalho.

Apesar de não ser obrigatório, muitos se sentem obrigados a ajudar e manter seu bairro limpo. E não fica apenas em coletar lixos e varrer as ruas, existem atividades como regrar plantas, cortar ervas e capim e outros.

Enquanto em muitos países existem o costume de contratar empregadas para cuidar da limpeza. A maioria dos japoneses preferem manter sua área e casa limpa por conta própria.

Eles gostam de limpar e se sentem satisfeitos em manter um ambiente limpo, isso resulta em hábitos positivos em suas vidas. Essa cultura de manter as coisas sempre limpas ajuda não apenas a pessoa mais ao próximo. Podemos notar o quão limpo são os transportes públicos, sem chicletes grudados nas cadeiras ou lixos jogados no chão.

O que faz o Japão ser um país limpo e verde?

O Japão está continuamente promovendo a tecnologia limpa e outros serviços de reciclagem para manter seu país limpo. Ter consciência do meio ambiente é crucial para o povo japonês.

Eles realmente colocam ênfase na comunidade e não no indivíduo. Se uma pessoa faz bagunça no bairro, é normal várias pessoas ajudarem a limpar. Eles não pensam: Não fui eu que sujei então dane-se. 

As ruas, cidades e casas do Japão são arrumadas e confortáveis para se viver. A limpeza do Japão é incomparável e apoiada por diferentes comunidades que desejam ver o mundo limpo. Claro que isso é uma luta constante, e necessita da colaboração de toda população para funcionar.

Como funciona a separação de Lixo no Japão?

Na maioria das cidades o lixo deve ser levado aos locais determinados para coleta, no dia determinado até às 8:30 horas da manhã.  O dia de jogar o lixo pode varia até mesmo conforme o bairro.

Para facilitar, a prefeitura ou bairro é responsável por ajudar, e entregar um manual dando todos os detalhes de como o lixo deve ser jogado fora. Você pode encontrar essas informações na internet navegando no site da prefeitura.

Cada local tem seus sacos plásticos transparentes ou semi-transparentes únicos. Os lixos são dividido em infinitas categorias, e às vezes é necessário separar o lixo do lixo. Até mesmo as tampinhas precisam ser separadas para reciclagem.

Alguns objetos devem ser divididos o plástico do papel e similares. Assim cada material vai para o local correto.

Sem título

Tipos de lixo no Japão

Sabemos que o lixo são categorizados e separados em muitos tipos. Cada tipo de lixo tem o seu dia designado.

Lixos queimáveis – Inclui resto de comida, madeira, material em couro não reciclável, papel, lixo de cozinha e etc. A coleta costuma ser feita 2 vezes por semana. 

Lixo Plástico –  filme PVC,  sacos de arroz, biscoito, pão e outros, bandeja de “obento”, pacote de ovos, polietileno e etc. A coleta costuma ser feita uma vez por semana.

Lixo Quebrável – Lâmpada (incandescente), pilha que não contenha mercúrio, brinquedo, relógio, rádio, termômetro digital, torradeira elétrica, garrafa térmica, secador de cabelo, emplasto descartável (kairo), bota de borracha, bichinho de pelúcia, espelho, material metálico que não caiba na caixa de coleta de vidros e latas, produto elétrico que não seja considerado como lixo de grande porte e etc. A coleta costuma ser feita 1 vez por mês. 

Lixo Grande –  Itens específicos: microondas, tapete, colchão, cobertor, cama, mesa, cadeira, bicicleta, móveis em geral e etc. A coleta é feita individualmente e é cobrada.

Existem outros tipos de lixo, às vezes é necessário separar as latinhas, vidros e etc. Como eu já falei, cada prefeitura costuma fazer sua separação de forma diferente, e eles disponibilizam uma cartilha explicando essa separação.

Você Sabia? No Japão as Latas de Lixo ou lixeiras são bastante raras, então você precisa carregar o lixo do seu lanche, que geralmente são bem embalados, para a loja de conveniência mais próxima ou até sua casa.

Reciclagem no Japão

A reciclagem no Japão é chamada de Risaikuru [リサイクル] baseada na Lei Japonesa de Reciclagem de Embalagens e Recipientes. São reciclados plástico, papel, garrafas PET, alumínio e vidro.

Alguns acreditam que todo lixo do Japão é reciclado, mas isso é um erro. Apenas cerca de 20% do lixo japonês é totalmente reciclado. Existem outros países que reciclam muito mais que o Japão como Holanda (50%) e Reino Unido (30%). [Dados imprecisos].

Além dos apartamentos e casas, as lojas separam o seu lixo e descartam em caixas específicas. Algumas das empresas de reciclagem transformam o lixo e pavimentos ou refazem os objetos que foram reciclados como garrafas.

As garrafas PET são dissolvidas e filtradas a altas temperaturas, produzindo uma resina pura que pode ser transformada em novas garrafas PET. Pode se tornar também fibras usadas até mesmo na fabricação de roupas e bolsas.

O lixo também pode ser usado para fabricação de ilhas artificiais como o aeroporto de Nagoya e Kansai. Um incentivo para reciclagem no Japão é a cultura do Mottainai que significa algo como desperdício zero.

No Japão você pode encontrar nos recipientes os seguintes nomes:

Paper (紙, Kami)
Plastic (プラ, Pura)
Aluminum (アルミ, Arumi)
Steel (スチール, Suchiiru)
PET bottles

O que o Japão faz com lixo não reciclável?

Agora que você sabe que apenas 20% do lixo do Japão é reciclável, o que acontece com o restante? Ele é provavelmente queimado, descartado ou vendido para outros países. Grande parte desse lixo é queimado em uma especie de leito fluidizado.

Seu lixo será suspenso em uma cama quente e borbulhante de cinzas e outras partículas enquanto jatos de ar sopram sobre ele. A “mistura rápida de gases e sólidos promove rápida transferência de calor e reações químicas dentro do leito”.

Esse tratamento térmico de resíduos sólidos urbanos tem vantagens sobre outras formas de incineração. É mais barato, ocupa menos espaço e produz menos óxidos de nitrogênio e menos dióxido de enxofre. Ou seja, é uma queimada que polui menos o ambiente.

O lixo também pode ser usado como parte de um sistema de Energia, onde o calor da queima do lixo gera energia. Pode parecer que queimar está estragando o meio ambiente, mas na verdade esse método é menos poluente que aterros sanitários.

Um exemplo bastante interessante é o incinerador localizado em Mashima Osaka, ele queima mais de 900 toneladas de lixo por dia, gerando também energia elétrica barata, mas seu designer é constantemente confundido como um parque de diversões pelos turistas.

Guia de Separação, coleta e reciclagem de lixo no Japão - incinerador osaka 2
Pode parecer um parque de diversões, mas na verdade é um incinerador!

Descarte de Lixo no Japão

Além da reciclagem, outra coisa bastante questionável é o descarte de lixo no Japão. Por um lado positivo, o descarte de lixo é um negócio lucrativo, onde países estrangeiros compram o lixo do Japão ou sua matéria prima.

O lado negativo é que o Japão já se envolveu em alguns escândalos de descarte de lixo no mar, terra e outros países sem autorização. Em muitos casos são empresas que prometem reciclar, queimar ou acabar com o lixo, mas simplesmente resolve despeja-lo em algum lugar. Isso infelizmente sempre acontece em qualquer país, até mesmo países como Brasil.

Escândalos também acontecem com reciclagem. Em 2008, cinco empresas de papel no Japão foram acusadas de enganar os clientes dizendo que o papel era 50% reciclado, sendo que na verdade tinha apenas 5 a 10% de material reciclado.

Vídeos sobre reciclagem no Japão

Esse é um assunto bastante delicado, e acho que alguns vídeos irão explicar bem melhor. Abaixo deixaremos vídeos do Japão nosso de Cada dia e outros explicando detalhadamente a separação, coleta e reciclagem no Japão.

Espero que este guia tenha ajudado você a conhecer um pouco da coleta de lixo e reciclagem do Japão. E você? O que acha da separação do lixo? Comente sua opinião nos comentários e compartilhe com os amigos.

Compartilhe com seus Amigos!

2 comentários em “Guia de Separação, coleta e reciclagem de lixo no Japão”

  1. Parabéns! Muito bom! Um dia, se Deus permitir, chegaremos á!

    Responder

Comentários do site