As 5 principais ilhas do Japão Toda a História

[ADS] Anúncio

Alguns não sabem, mas o Japão é um arquipélago, em outras palavras, um país, cercado por ilhas, além disso, ele é banhado por oceanos.

As principais ilhas desse arquipélago são; Honshu [本州]], Hokkaido [北海道], Shikoku [四国], Kyushu [九州], Okinawa [沖縄島] temos um artigo contando mais a respeito dessas e as 6.852 ilhas do Japão.

Neste artigo vamos entrar na linha do tempo e descobrir curiosidades sobre a história dessas 5 principais ilhas, descrevendo eventos históricos, influência econômica, relações internacionais e dentre outros fatores que levaram o Japão ao ser o que é hoje em dia.

A história de Honshu

Pode se dizer que a Ilha de Honshu é a base da história do Japão na totalidade, é a maior ilha e possui o maior número de pessoas e inclusive também é onde está a capital do país.

Por volta de 300 antes de cristo a maioria dos japoneses se encontravam em funções como caça, pesca e coleta, mas as coisas começaram a mudar quando o cultivo de arroz passou a fazer parte da produção dos japoneses.

O que gerou um crescimento e evolução na estrutura social, como consequência ricos e proprietários de terras começaram a ganhar poder.

Shinkanzen run pass mt. Fuji

O budismo fazia parte da cultura a um bom tempo, junto da religião original japonesa que é o Shintoismo, já em 593, O príncipe Budista Shotaku ganhou muito poder e em 752 O grande Buda em Nara seria finalizado.

Durante boa parte da história do Japão diversas lutas por poder politico ocorreram entre clãs.

Em 645 o Clã Fujiwara sobrepujou o clã Soga do príncipe Shotaku, Fujiwara nacionalizou todas as terras e criou sistemas de impostos, seguido de muitas lutas e guerras, e a segunda metade do século VIII presenciou incontáveis desastres naturais, fomes e epidemias.

Muito ocorreu após este tempo, o surgimento do período Edo, a transferência da capital de Kyoto agora sendo Tokyo isto em Honshu, O japão passando a fazer participação na guerra mundial, e em 1923 teve o grande terremoto em Kanto que destruiu boa parte de Tóquio e Yokohama.

Tokyo, japan june 28 - 2017: crowd of people walking at night in the streets of ikebukuro, a commercial and entertainment district in toshima, tokyo

Após o fim da Segunda Guerra Mundial o Japão sofria grande influência dos EUA, com o, pais prometendo e ajudando na reconstrução da nação e aplicando sistemas econômicos similares no país.

Com hoje Honshu abrigando grande parte da concentração econômica da nação, onde hoje se encontra Kyoto, Tokyo, Ikeda, Kobe e dentre outros pontos de referência quando se fala em economia e população japonesa.

Leia também:

A história de Hokkaido

Hokkaido, em tradução seria algo como” Circuito do mar norte”, é a segunda ilha dentro do famoso arquipélago japonês, geograficamente ele é dividido do japão pelo estreito de Tsugaru um canal entre o mar do japão e o Oceano pacífico.

Hokkaido assim como Honshu foi separado por períodos, tivemos dentre 710 e 1185 0s períodos de Nara e Heian, o povo deste período dependia da caça, pesca e o arroz e o ferro era obtido pelo comércio entre as outras partes do Japão.

Já em 1336 e 1868 teve os períodos Muromachi e Edo, o período de Muromachi foi marcado por muitas guerras entre clãs e inclusive com os japoneses contra os ainus que viviam na costa sul de Hokkaido, futuramente surgindo comércio entre esses ainus.

Sapporo, japan cityscape

Durante a história aconteceram diversas revoltas por parte dos Ainu-(s) contra o domínio feudal que dominava Hokkaido. Em 1669 a 1672 teve a maior das revoltas, intitulada de a revolta de Shakushin.

Já de 1799 a 1858 o Xonugato Edo assume o controle interino de Hokkaido em resposta a ameaças de invasão que vinham do governo russo.

Durante a história de Hokkaido, muito ocorreu para impedir que o governo russo tomasse controle do local. Mas Hokkaido foi ser similar as outras prefeituras somente em 1947, quando foi de fato implementado a Lei da Autonomia Local.

Já logo em 1949 o governo japonês estabelece a Agência de desenvolvimento de Hokkaido, servindo como uma agência para o escritório do primeiro-ministro do Japão manter seu poder executivo sobre Hokkaido.

Leia também:

Guia hokkaido – sapporo, hakodate, otaru e asahikawa

A história de Shikoku

Partindo do início da era medieval ao período moderno surgiram quatro principados, Awa, Sanuki, Iyo e Tosa.

Por conta deste fato a ilha ficou conhecida como Shikoku 四国, onde 四 (Shi) Significa quatro e o 国 (Ku) Significa País e esses domínios eram dominados e governados por clãs locais que desenvolveram os hábitos e culturas da região conforme as características geográficas da área ao qual estavam.

Servindo de base, como, por exemplo, o clã Kono que era de Iyo eram originalmente piratas que cobravam pedágios sobre o mar do interior.

Eles também serviam como guia para navios da região, em outros termos eles eram a marinha do Japão.

Já na região de Tosa sendo uma área com base agrícola pobre, os Chosakabe lideravam guerreiros que iam em busca de terras agrícolas às custas dos territórios vizinhos. Durante o período Muromachi, o clã Hosokawa governou sobre Sanuki, Awa e Tosa, enquanto o clã Kono governou Iyo.

Em Aki, Kochi, as atividades comerciais de Iwasaki Yataro levaram à formação de uma empresa comercial e de tecnologia, a famosa Mitsubishi, isto em 1873.

Ritsurin garden in takamatsu

Já durante a Guerra Russo-Japonesa, os líderes e irmãos Akiyama de Matsuyama comandaram com sucesso a cavalaria e a marinha do Japão, Matsuyama abrigou um campo de prisioneiros de guerra que ganhou elogios internacionais por seu tratamento equilibrado com os prisioneiros de guerra.

Durante a guerra Russo-japonesa, os irmãos Akiyama de Matsuyama lideraram com sucesso a cavalaria e a marinha japonesas, respectivamente.

Matsuyama abrigou um campo de prisioneiros de guerra que ganhou aclamação internacional por seu tratamento esclarecido aos prisioneiros.

Partindo do período Showa até agora que antecede a Segunda Guerra Mundial, a costa de Mitsukue em Ehime havia sido usada para fazer o treinamento das tripulações dos pequenos submarinos que haviam sido usados no ataque a Perl Harbor.

Durante a guerra, havia também um sombrio campo de prisioneiros de guerra em Zentsuji.

Nos últimos meses da Segunda Guerra Mundial, Tokushima, Takamatsu e Matsuyama foram fortemente bombardeados, destruindo boa parte dos seus edifícios.

Após a guerra, as indústrias que se desenvolveram durante períodos anteriores se expandiram.

Teve também a mineração do cobre em Besshi Dozan e a fundição em Naoshima que eram indústrias importantes, mas quando declinaram, as instalações foram reaproveitadas para o turismo.

Em 1985, a Grande Ponte Naruto foi concluída, ligando Shikoku a Honshu por estrada pela primeira vez na história.

Isto foi seguido pelo sistema Great Seto Bridge em 1988, e o Nishiseto Expressway, também conhecido como Shimanami Kaido em 1999.

Inclusive a luz LED azul havia sido inventada por Nakamura Shuji no início dos anos 90 em uma pequena empresa em Tokushima, permitindo os atuais displays de LED de baixo consumo.

Leia também:

Conheça a ilha de shikoku – kochi, ehime, tokushima e kagawa

A história de Kyushu 

Kyuushu literalmente significa “9 províncias”, seu nome refere-se às nove províncias antigas Kuni, em que a ilha foi dividida. A ilha montanhosa é composta por uma série de cadeias vulcânicas e contém o maior vulcão ativo do mundo, o Monte Aso.

A ilha é conhecida por sua vegetação subtropical e precipitação intensa. Na região as principais culturas são arrozes, chá, tabaco, batata-doce, soja, frutas e trigo.

Kyushu também tem minas de carvão, zinco e cobre e uma concentração de indústria muito forte ao norte em Kitakyushu, Fukuoka e Omuta que são os principais centros industriais.

Historicamente, a proximidade de Kyushu com a China e a Coreia do Sul fez dela uma porta de entrada para suas influências culturais, artísticas e inclusive religiosas e, posteriormente, para contato com o Ocidente.

Shimabara castle in japan

O fundador do Reino Yamato e primeiro imperador do Japão, o imperador Jimmu, originalmente se estabeleceu no sudeste de Kyushu antes de se mudar para Nara na ilha de Honshu.

Em 1274, e em 1281, tentativas de invasões mongóis de Kyushu foram repelidas por tufões, conhecidos como kamikaze, que destruíram a frota mongol.

Em 1549 São Francisco Xavier introduziu o cristianismo no Japão através de Kyushu. Nagasaki, o principal porto de Kyushu, foi o primeiro porto japonês a receber comércio ocidental. Nagasaki foi o local da segunda explosão da bomba atômica, que efetivamente encerrou a Segunda Guerra Mundial em 9 de agosto de 1945.

O primeiro contato com o Ocidente registrado no Japão também ocorreu perto de Kyushu em 1543, quando três mercadores portugueses que viajavam em um junco chinês foram desviados do curso e desembarcaram em Tanega-shima (Ilha de Tanega), uma ilha próxima à ponta de Kagoshima.

Fukuoka, japan skyline

São Francisco Xavier veio para o Japão através de Kyushu em 1549, e começou a difundir o catolicismo pela região. Já em 1637, o xogunato Tokugawa, considerando o cristianismo uma ameaça direta à sua soberania, matou 40.000 católicos em uma batalha em Shimabara, uma península a leste de Nagasaki.

O cristianismo japonês então passou à clandestinidade, até a reabertura do Japão em meados de 1800.

A governabilidade de Kyushu por Saigo Takamori (1827 – 1877), nascido em uma família samurai em Kagoshima, foi fundamental para trazer a Restauração Meiji em 1868. Depois, ele se rebelou contra a nova ordem e liderou a malsucedida Rebelião Satsuma em 1877.

Togo Heihachiro (1848 – 1934) Também nascido em Kagoshima, foi almirante da Frota Imperial Japonesa que aniquilou a Frota Imperial Russa do Báltico na Guerra Russo-Japonesa de 1905.

Leia também:

A história de Okinawa

Durante sua história, Okinawa já foi um país independente governado pelo Reino Ryukyu que conseguiu se estabelecer através do seu comércio com a China e alguns outros países vizinhos.

Contudo, após a invasão de Satsuma em 1609, Ryukyu tornou-se parte do sistema de xogunatos do Japão. Em outras palavras, se tornou uma prefeitura do Japão devido à Abolição do Sistema Han e Estabelecimento do Sistema de Prefeitura, que ocorreu em 1879.

Durante a Guerra do Pacífico, Okinawa foi o local da única batalha terrestre no Japão que envolveu inclusive civis.

Okinawa também foi um campo de batalha feroz nos estágios finais da Segunda Guerra Mundial, e muitas vidas foram perdidas durante a Batalha de Okinawa (1945). A prefeitura sofreu danos graves, medidos tanto culturalmente quanto em baixas.

Kouri bridge in okinawa

Quando a guerra terminou em 1945, Okinawa foi colocada sob o controle dos EUA, e assim permaneceu até ser devolvida ao Japão em 5 de maio de 1972.

Por quase 30 anos, as ilhas foram fortemente influenciadas pela cultura americana.

Atualmente, Okinawa é mais conhecida como a ilha paradisíaca do Japão e é uma referência em viagem ao japão, tanto no país quanto no exterior.

Enquanto os viajantes migram para Okinawa para desfrutar de suas praias, cultura descontraída e resorts de luxo, seus locais históricos e importância ecológica continuam a atrair atenção no cenário global.

Em 2000, a UNESCO registrou os Sítios Gusuku e Propriedades Relacionadas do Reino de Ryukyu como Patrimônio Cultural da Humanidade.

As melhores praias do japão para visitar no verão

Já em 2021, a biodiversidade da parte norte da Ilha de Okinawa e da Ilha Iriomote, com a Ilha Amami-Oshima e a Ilha Tokunoshima, foram reconhecidas como Patrimônio Mundial Natural.

Se gostou de ler a história de cada uma dessa ilha do Japão, convidamos a curtir e compartilhar o artigo, para que mais pessoas possam conhecer a história única da fundação do Japão por meio de suas ilhas e províncias.

Compartilhe Este Artigo: