Kyoto – Guia completo – Curiosidades e Turismo

, ,
Post by //

Oi pessoal, tudo bem? Hoje trago para vocês um grande destino se você está pensando em ir para o Japão. Quioto (ou em japonês Kyoto [京都]) é um dos maiores destinos turísticos do Japão e do mundo. O que tem de bom lá? Não sei se você se interessa por templos, centros históricos, culturas diferentes, polos industriais então não irei citar apenas um e sim todos pontos turísticos dessa parte do Japão.

Mas antes de olharmos para o reflexo na água, vamos ver o que tem nela. Assim poderemos ficar melhor informado e em relação a alguns acontecimentos e fatos históricos importantes, não iremos de deixar a desejar caso exista alguma situação que exija este conhecimento. Será útil também por que Quioto é rica em marcos históricos.

Como o artigo é gigantesco, vamos deixar um Sumário Abaixo para facilitar sua navegação:

——- PONTOS TURÍSTICOS DE KYOTO ——-

Informações gerais de Kyoto

Kyoto não é apenas uma cidade, mas também é o nome de sua província (estado), ela se localiza no centro sul do país. Sua população tem cerca de 1,5 milhão de pessoas em 2010, foi fundada no século I. Também chegou a ser a capital do Japão imperial, sendo substituída em 1868 pela atual Tóquio. Também é apelidada de “vrlha capital” e “cidade dos samurais”.

Kyoto fica bem próximo de Osaka, Kobe, Nara e Shiga, outras grandes cidades cheias de pontos turísticos. Quioto se localiza em um ponto bem estratégico, seus arredores formam uma região conhecida como Keihanshin, que abriga mais de 18,5 milhões de pessoas (um número relativamente alto) se tornando a segunda maior região populacional depois de Tokyo.

Kyoto - Guia completo - Curiosidades e Turismo

História de Kyoto

Pouco se sabe da história de Quioto antes do século VI. Durante os século VII, o imperador Kanmu decidiu realocar a capital para um lugar distante do estabelecimento clerical em Nara, nessa época um grande clero budista se tornou envolvido com governo imperial.

Uma nova cidade chamada Heian-Kyo, se tornou a sede da corte imperial do Japão em 794. Iniciando assim o período Heian na história do Japão. E esta é basicamente o princípio de Quioto, que permaneceu sendo a capital do Japão até a época da restauração Meiji.

Entre 1467 – 1477, a cidade sofreu uma grande destruição durante a guerra de õnin,e não se recuperou até Toyotomi Hideyoshi reconstruir a cidade no século XVI. Fazendo também novas ruas para dobrar o número de ruas Norte-sul do centro da cidade. Assim alguns anos mais tarde, durante o período Edo (temos um artigo aqui no site falando especificamente deste período), a cidade cresceu e se tornou uma das três maiores cidades do Japão, ao lado de Osaka e Edo(atual Tóquio).

Kyoto - Guia completo - Curiosidades e Turismo

Kyoto e Segunda guerra mundial

Como muitos sabemos, Japão foi amplamente destruido durante a segunda guerra, as duas bombas atômicas por si mesmas fizeram estragos perturbadores tanto físicos quantos metais no Japão. Mas poderia ser pior, não no sentido que o estrago foi relativamente bom ou outras coisas do tipo, tenho que dizer que poderia ser muito pior.

Em 1932, a população dessa cidade ultrapassava 1 milhão de pessoas. Isso quer dizer que durante a segunda guerra, se fosse atingida por uma das bombas atômicas, poderiam ter morrido mais da metade desse população, isso tudo Hipoteticamente. Só para ficar claro, os EUA consideraram essa questão por duas razões:



Por que Quioto era o centro intelectual do Japão?

Tinha uma população grande suficiente para persuadir o imperador a se render. Temos que agradecer a Henry L. Stimson por sua insistência para tentar salvar este centro cultural tinha conhecido em suas viagens diplomática e também na sua lua-de-mel. Este homem foi secretário de guerra nos governos Roosevelt e Truman. Assim Quioto foi retirada dos alvos e não melhor foi substituída por Nagasaki. No entanto Quioto não saiu totalmente ilesa dessa guerra, ela sofreu alguns bombardeios.

Kyoto - Guia completo - Curiosidades e Turismo

Localização de Kyoto

Como resultado de ser cortada dos alvos das bombas, Quioto é uma das poucas cidades japonesas que ainda possuem grande quantidade de construções do pré-guerra. Mas a modernização está tomando conta da cidade e escondendo a arquitetura tradicional em favor da moderna.

Mas mudando de assunto, Quioto fica situada em um vale, parte da bacia de Yamashiro, na parte leste de região montanhosa conhecida como planalto de Tamba. Cercada por três montanhas batizadas de Higashiyama, Katayama e Nishiyama. Este bacia contém três rios sendo eles o Ujgawa ao sul, o Katsuragawa ao oeste e o Kamogawa ao leste.



Estrutura de Kyoto

Originalmente foi construída de acordo com o costume tradicional da China feng shui. Assm a frente do palácio imperial apontava para o sul, resultando no Ukyõ que era o lado direito da cidade no oeste, e o Sakyõ que era o lado esquerdo da cidade no lado leste.

No dias atuais, na parte sul do antigo palácio está situado o principal distrito de negócios, e na parte norte está a parte verde e menos populosa da cidade. Quioto é quase totalmente dependente do lago Biwa para seu abastecimento de água, sendo parcialmente dependente do rio Uji. Quioto possui onze bairros que juntos formam a cidade. E assim como outras cidades japonesas também possuem apenas um único prefeito é uma câmara municipal.

Kyoto - Guia completo - Curiosidades e Turismo

Cultura de Kyoto

Com mais de 2000 lugares religiosos assim como palácios, jardins e arquitetura intacta, Quioto é uma das mais preservadas cidades japonesas. Quem nunca ouviu falar no templo Kinkaku-ki? Aquele conhecido como pavilhão dourado, bem para não estragar a surpresa não irei mais dar exemplos. Mas posso afirmar que esta é uma cidade com uma rica cultura e vários aspectos culturais muito bem preservados.

Quioto também é conhecida por sua culinária. Como ela é uma cidade longe do mar e também lar de muitos templos Budistas resultou em uma grande variedade de vegetais peculiares serem desenvolvidos na região. O dialeto falado é chamado de Kyō-kotoba ou Kyōto-bem, derivado do dialeto Kansai. O dialeto era de fato o japonês padrão na época em que Quioto era a capital e influenciou o desenvolvimento do dialeto de Tóquio, o japonês moderno padrão.

Kyoto - Guia completo - Curiosidades e Turismo


Economia de Kyoto

Para falar da indústria de Quioto, temos que citar coisas como Tecnologia de informação, eletrônicos, turismo, trabalhos manuais e fabricação de saquê como os mais relevantes. Então será delas que iremos falar sobre. No entanto assim como qualquer outra cidade, existe outros vários setores que participam e que não serão citados aqui.

Mas antes iremos colocar outras informações mais generalizadas. A concentração de população na capital é de 55% , isto faz dela a maior entre todas neste quesito. Sua economia tem diferença significativa entre a área costeira e a área interiorana. Em 2010 o país possuía a quarta maior economia do país, com cerca de 10,12 trilhões de yenes japoneses.

Kyoto - Guia completo - Curiosidades e Turismo

Setores da economia de Kyoto

Tecnologia da informação e eletrônicos são as principais atividades de Quioto, ela o lar da sede de empresas como Nintendo, da intelligent Systems, da Nissin Eletric, Screen Holdings e outras. Todas empresas relevantes na área. Já o turismo tem outra grande parte na economia, seu patrimônio cultural são grandes atrações visitadas por turistas do mundo todo e até grupos escalares de todo o Japão, sim lá eles tem respeito por suas heranças independentemente da idade das pessoas.

Trabalhos manuais como produto de artesões e particularmente as tecelãs de quimono nessa cidade são extremamente populares. Este último foi um grandioso nos séculos passados mas teve declínio nos últimos anos, no entanto a cidade permanece como grande centro de fabricação de quimonos.

E para finalizar, temos a indústria de saquê, uma indústria tradicional de Quioto. Empresas como Gekkeikan e Takara Holdings são exemplos de empresas sediadas na cidade, estas em questão são as maiores entre elas. E como sabemos, saquê é uma bebida tradicional do Japão, assim como a cachaça é a do Brasil, então podemos deduzir porquê este é um grande negócio.

Kyoto - Guia completo - Curiosidades e Turismo

Educação e transporte em Quioto

Com os atributos certos toda cidade pode ter uma boa educação, mas Quioto se destaca nessa área por ser um dos centros acadêmicos do Japão. Além das 40 instituições de ensino superior instaladas na cidade, a Universidade de Quioto se destaca entre elas por ser considera uma das melhores do país.

É a segunda melhor Universidade do país, atrás apenas da universidade de Tóquio o que não é nenhuma surpresa, de acordo com Times Higher Education, e ainda de acordo com este Ranking ela é a 25ª do mundo. Não só ela, mas outras universidades privadas famosas também são sediadas na cidade, como a Universidade Dõshisha e a Universidade Ritsumeikan.

Talvez este seja tema de algum Post no futuro, pois é interessante avaliarmos o quão bom é o sistema educacional do Japão. Mas por agora iremos ter que se contentar com apenas estas informações. Mas agora iremos passar para o principal objetivo deste artigo que é apresentar algumas opções para turismo.
Pontos turísticos

Kyoto - Guia completo - Curiosidades e Turismo

Livros relacionados a Kyoto

Pontos turísticos de Kyoto

Vamos primariamente citar os principais pontos turísticos e depois fazer uma lista de outros pontos específicos interessantes.

Santuário de Fushimi Inari

É um importante santuário xintoísta no sul de Quioto . É famosa por seus milhares de portões vermelhos , que se estendem por uma rede de trilhas atrás de seus principais edifícios. As trilhas levam à floresta arborizada do sagrado Monte Inari, que fica a 233 metros e pertence ao terreno do santuário.

Fushimi Inari é o mais importante de vários milhares de santuários dedicados a Inari, o deus xintoísta do arroz. Acredita-se que as raposas sejam mensageiras de Inari, resultando em muitas estátuas de raposas nos terrenos do santuário. O santuário de Fushimi Inari tem origens antigas, antecedendo a mudança da capital para Kyoto em 794.

Museu Ferroviário de Quioto

O Museu Ferroviário de Kyoto foi inaugurado em abril de 2016 por JR West no antigo local do Museu de Trem e Locomotiva Umekoji, a cerca de 20 minutos a pé da estação de Kyoto.

Cobrindo três andares em uma área de 30.000 metros quadrados, o museu exibe um total de 53 trens aposentados, desde locomotivas a vapor até trens elétricos e shinkansen mais recentes . Os visitantes também podem andar por baixo e observar o funcionamento interno de uma locomotiva de carga aposentada.

Além do museu ferroviário existem muitos outros museus como:

  • Museu do Samurai & Ninja;
  • Gekkeikan Okura Sake;
  • Museu Internacional do Manga de Kyoto;
  • Kyoto Shibori Museum;
  • Museu Nacional de Kyoto;
  • Museu de artes municipal de Kyoto;
  • Museu Jotenkaku;

Kyoto - Guia completo - Curiosidades e Turismo

Mercado Nishiki e Compras

O Mercado Nishiki (Nishiki Ichiba) é uma estreita rua comercial de cinco quarteirões, ladeada por mais de cem lojas e restaurantes. Conhecido como “Cozinha de Kyoto”, este mercado de varejo especializado em alimentos relacionados, como frutos do mar frescos, produtos, facas e panelas, é um ótimo lugar para encontrar alimentos sazonais e especialidades de Kyoto.

As lojas encontradas em todo o mercado variam em tamanho, desde pequenas barracas estreitas até grandes lojas de dois andares. A maioria é especializada em um tipo específico de comida, e quase tudo vendido no mercado é produzido e adquirido localmente. Turistas gostam principalmente da atmosfera convidativa e agradável que esse lugar oferece.

Outros lugares populares de Kyoto onde você pode fazer compras são:

  • Kitano Tenmangū;
  • Shinkyogoku;
  • Gion;
  • Nishijin;

Kyoto - Guia completo - Curiosidades e Turismo

Kinkakuji (Pavilhão Dourado)

O Kinkakuji é um templo zen no norte de Quioto, cujos dois últimos andares estão completamente cobertos de folhas de ouro. Formalmente conhecido como Rokuonji, o templo era a vila de aposentados do shogun Ashikaga Yoshimitsu e, segundo sua vontade, tornou-se um templo Zen da seita Rinzai após sua morte em 1408.

Kinkakuji é uma estrutura construída com vista para um grande lago. Ele queimou inúmeras vezes ao longo de sua história, incluindo duas vezes durante a Guerra Onin; e mais uma vez, em 1950, quando foi incendiada por um monge fanático. A estrutura atual foi reconstruída em 1955.

Além do templo dourado, existe o templo de prata chamado Ginkakuji que situa-se na região leste de Quioto no pé do monte Tsukimachi, sua obra foi iniciada no fim do século XV.

Kyoto - Guia completo - Curiosidades e Turismo

Arashiyama – Floresta do Bamboo e Montanha dos macacos

Arashiyama é um bairro turístico nos arredores ocidentais de Kyoto. A área tem sido um destino popular desde o Período Heian (794-1185), quando os nobres desfrutariam de seu cenário natural. Arashiyama é particularmente popular durante a flor de cerejeira e as estações de cor do outono .

A Ponte Togetsukyo é o famoso marco central de Arashiyama. Muitas pequenas lojas, restaurantes e outras atrações encontram-se próximas, incluindo o Templo Tenryuji , os famosos bambuzais de Arashiyama.

A área ao norte da ponte Togetsukyo é conhecida como Sagano, isso por que o nome “Arashiyama” tecnicamente apenas se refere às montanhas na margem sul do rio, mas é comumente usado para nomear todo o distrito.

Outros pontos turísticos de Kyoto

Gion – Um bairro em Quioto famoso por ser o centro das Gueixas. Nesse bairro e aos arredores do centro de Kyoto você encontra muitas opções de lazer para vida noturna além das caríssimas gueixas, você encontra muitos bares, restaurantes, karaoke bar, casas de show e boates.

Castelo de Nijō – Foi Tokugawa Ieyasu que o mandou construir em 1603.

Ginkaku-ji – Situa na região leste de Quioto no pé do monte Tsukimachi, sua obra foi iniciada no fim do século XV.

Kyōto Gosho – O Kyōto Gosho, ou Palácio de Kyoto, foi um Palácio Imperial do Japão durante o Período Edo. Actualmente os seus terrenos encontram-se abertos ao público.
Heian Jingū – Heian Jingū é um templo xintoísta, seu torii que antecede o portão principal é um dos maiores do Japão.

Vila Imperial de Katsura – Uma vila com jardins e anexos associados nos subúrbios do oeste de Kyoto, Japão.

Torre de Quioto – A torre de Kyoto é uma torre da observação que mede 131 metros. A plataforma de observação está 100 metros acima do chão. Na base, há um hotel e diversas lojas.

Kyoto - Guia completo - Curiosidades e Turismo

Templos e santuários de Kyoto

Kiyomizu-dera – Um templo budista independente no leste de Quioto. O templo é parte dos Monumentos Históricos da Antiga Quioto e patrimônio mundial da UNESCO.

Ryōan-ji – Um templo zen localizado no noroeste de Quioto, Japão. Ele pertence à escola Myōshin-ji do ramo Rinzai do budismo zen. Ele possui um jardim magnifico.

Byōdō-in – Templo budista na cidade de Uji, Quioto, Japão.

Kamomioya-jinja – Conhecido por Santuário de Shimogamo, é um santuário xintoísta, e faz parte dos Santuários Kamo.

Kyo-o-gokoku-ji – Mais conhecido por To-ji, é um templo budista em Quioto, Japão. O seu nome significa “Templo Leste”.

Sanjūsangen-dō – O Sanjūsangen-dō é um templo budista no distrito de Higashiyama de Quioto, Japão. Oficialmente conhecido como “Rengeō-in”, ou Salão do Rei Lótus.

  • Eikan-do;
  • Shoren-in Monzeki;
  • Templo Sanzen-in;
  • Templo Kennin-ji;
  • Templo Tofuku-ji;
  • Templo Toji;
  • Templo Kodai-ji;
  • Templo Nanzen-ji;
  • Templo Tenryuji;
  • Shimogamo Jinja;
  • Templo Daikaku-ji;
  • Templo Gio-ji;
  • Templo Jojakkoji;

Kyoto - Guia completo - Curiosidades e Turismo

Conclusão e Notas do Autor

Para quem gosta de história, cultura e tradição assim como eu, Quioto é o bolo e a cereja. Cheio de templos incríveis este lugar oferece tudo que um bom apreciador de culturas pode querer, assim como tem religião, lendas, locais antigos tem também locais modernos e desenvolvidos como suas universidades e centros tecnológicos. Neste último deixa um pouco a desejar quando comparado aos centros de Tóquio.

Se fosse para indicar este local, eu indicaria para pessoas que procuram relaxamento e cultura. Para quem gosta de agitação e tecnologia eu indicaria Tóquio, que também é outro tema em potencial. Isso é tudo que este artigo pode oferecer, caso tenham dúvidas, sugestões ou críticas basta comentar aí embaixo. No mais, obrigado a você, meu caro leitor, por acompanhar este artigo até aqui. E até o próximo.

Por Favor! Compartilhe Nosso artigo:


2 comentários sobre “Kyoto – Guia completo – Curiosidades e Turismo”

  1. Gostei muito de ler esse seu artigo. Um dia visitarei esses pontos turísticos, isso graças à você que escreveu sobre eles !
    Continuem trazendo mais artigos <3

    • Obrigado pelo comentário, mas não posso tomar os créditos sozinho. Grande parte do texto foi feita pelo Kevin, eu apenas comecei, ele quem acrescentou vários detalhes.
      Mas assim mesmo agradecemos por seus comentários.

Comentários do site