Zori – Sandálias Havaianas ou Japonesa?

, , ESCRITO POR


As Sandálias Havaianas é uma das marcas brasileiras mais famosas do mundo, mas como surgiu essa fama? Nesse artigo vamos falar sobre as sandálias japonesas Zori, e como elas tiveram um importante papel no Brasil.

Sumário do Artigo
- Sandálias havaianas não são do Brasil? 
- A sandália tradicional japonesa Zori
- Hanao - Zori vs surippa e uwabaki
- Zori vs Geta - Quais as diferenças? 
- Waraji - O chinelo de pobre 

Sandálias Havaianas não são do Brasil?

Quando era criança e via as propagandas na TV, acreditava que a marca havaianas era do Havaí, mas tudo não se passava de marketing por causa do sucesso que o Havaí tinha nos anos 60 em Hollywood.

Depois disso eu sempre pensei que as sandálias havaianas fosse uma invenção brasileira, mas me surpreendi essa semana ao descobri que foram estrangeiros que criaram a marca no Brasil. Como assim?

As Havaianas foram criadas pela Alpargatas, uma empresa fundada por um Escocês Robert Fraser em união com uma indústria Inglesa. Eles vieram a Brasil com intuito de criar um calçado para os trabalhadores de fábricas.

Zori - Sandálias Havaianas ou Japonesa?

Antes das havaianas a empresa Alpargatas lançou outros calçados no Brasil como o Conga. E eu imaginava que as sandálias estilo havaianas ou zori sempre existiu a milhares de anos. O que os brasileiros usavam antes?

O que alguns talvez não saibam, é que as sandálias havaianas foram inspiradas no calçado japonês zori. Esse calçado era feito de palha de arroz, mas existiam modelos similares feitos até de madeira.

A empresa afirma que teve essa ideia ao viajar no Japão, mas eu me pergunto se nenhum descendente de japonês usava uma zori antes dos anos 60 aqui no Brasil. Talvez passe desconhecido pelo preconceito que brasileiros tinham depois da segunda guerra mundial.

Zori – A sandália tradicional japonesa



As zouri [草履] são sandálias japonesas planas com tiras que podem ser feitas de palha de arroz, madeira lacada, pano, couro, borracha ou material sintético. As zori são basicamente chinelos japoneses.

As zori tradicionais são de madeira ou palha de arroz e costumam ser usadas com roupas tradicionais como kimono. Elas foram feitas abertas para evitar suor nos pés devido ao clima úmido do Japão.

Os japoneses costumam usar uma meia chamada tabi junto com zori. Essas meias tem apenas a divisão do dedão com os outros dedos. Algumas são tão grossas que podem ser usadas sem calçados, iguais as que os ninjas usam.

Zori - Sandálias Havaianas ou Japonesa?

Não se sabe ao certo como os japoneses inventaram o zori, mas provavelmente teve influência da China e do Egito, onde se encontra os primeiros vestígios de um chinelo. Acredita-se que o zori surgiu no Período Heian (794-1192).

As zori não influenciaram apenas o Brasil, mas até mesmo os Americanos conheceram os famosos chinelos depois da segunda guerra mundial quando soldados retornaram aos EUA trazendo essas chinesas japonesas.

Hanao – Zori vs surippa e uwabaki

Tanto zori como geta tem alças em forma de Y, essas alças são chamadas de hanao. Os japoneses acreditam que a função do hanao é melhorar a saúde dos pés, eles acreditam necessitar de habilidades para usa-las.

Zori - Sandálias Havaianas ou Japonesa?

Caso não entendeu, essas alças são as partes das chinelas havaianas que costuma arrebentar. Aquela que divide o dedão do pé com os outros dedos. Nos calçados japoneses essa parte geralmente é feita de tecido.

Os brasileiros estão acostumados com esses chinelos com alças em Y, mas os japoneses não tem tanto costume de usar essas chinelas, usando geta e zori apenas quando utilizam trajes tradicionais como kimono e yukata.

Talvez a dificuldade das sandalhas japonesas seja pelo fato do hanao ser feito de tecido, o que dificulta o encaixe dos pés. Nas chinelas brasileiras essa parte é sintética e costuma ser dura, permitindo facilmente encaixar os pés.

Zori - Sandálias Havaianas ou Japonesa?

Geralmente as chinesas japonesas são no estilo das pantufas que seguram os pés. Isso facilita calça-los ao entrar nas casas e tirar os sapatos. Sem mencionar que são confortáveis e quentinhas, o que ajuda contra o frio que domina grande parte do ano.

Essas chinelas que lembram pantufas são chamadas de surippa [スリッパ] e são usadas em ambientes internos juntos com outro tipo de calçado chamado de uwabaki [上履き] que se assemelha com sapatos abertos.

Zori vs Geta – Quais as diferenças?



Zori geralmente é feita de palha de arroz, enquanto Geta é feito de madeira. Embora as formas fundamentais de geta e zori sejam semelhantes, existem grandes diferenças quando você as pega e olha para o fundo delas.

Na parte inferior do geta existem palafitas de madeira ou saliências chamadas “dentes”. O geta padrão exige dois desses dentes que fazem contato com o solo, emitindo um barulho quando alguém está andando.

As pessoas costumam usar geta em situações pouco formais quando está usando um yukata. As sandálias zori são usadas quando se usa uma roupa mais formal como kimono. Parece uma situação controversa, já que o geta parece mais complicado de ser usado.

Zori - Sandálias Havaianas ou Japonesa?

Os dentes dos calçados geta serviam para evitar sujar a roupa ou de tropeçar e cair, já que antigamente as estradas não eram pavimentadas como hoje. Atualmente o cenário inverteu, parece mais fácil cair usando um geta.

Vale lembrar um pouco do Okobo, também conhecido como bokkuripokkurigeta koppori. Trata-se de um tipo de geta utilizado por gueixas e maiko durante a sua aprendizagem, sendo fácil já que não tem dentes ou saliências.

Waraji – o chinelo de pobre

Waraji [草鞋] é um calçado tradicional japonês usado no passado por pessoas comuns e era feito através de cordas de palha. Waraji pode ser considerado uma forma de zōri, por isso eles são usados de forma semelhante.

A principal diferença no uso entre zouri e waraji é que os dedos dos pés tradicionalmente se projetam um pouco para fora sobre a borda do waraji. Isso não acontece com zouri.

Zori - Sandálias Havaianas ou Japonesa?

Hoje em dia, apenas os monges budistas costumam usar waraji. O waraji é usado sem as meias tabi. Além do hanao, essas chinelas também podem ter fitas para amarrar nos pés igual alguns calçados que que mulheres usam.

Espero que tenham gostado desse artigo. Se gostou, compartilhe e deixe seus comentários. Você sabia essas curiosidades sobre os calçados japoneses?

Compartilhe Nosso artigo:

Comentários do site