Quais as religiões do Japão?

, ESCRITO POR

Inscreva-se para baixar nossos livros e receber contéudo exclusivo

[ATENÇÃO] Quer Aprender Japonês? Clique aqui e acesse um curso gratuito!

Compartilhe com seus Amigos!

Já se perguntou qual a religião predominante do Japão? Quais religiões existem no Japão? Será que os japoneses acreditam na bíblia? Neste artigo vamos falar sobre as religiões japonesas e algumas curiosidades.

Falar sobre religiões no Japão é um pouco confuso. No mesmo momento em que metade a população afirma não ter uma religião, quase 100 milhões de habitantes afirmam ser Budistas e Xintoístas. Aqueles que negam ainda participam de suas práticas e costumes.

Qual é a religião oficial e predominante do Japão?

Existem divergências em saber qual é a religião predominante do Japão. Alguns dizem que é o budismo, outras dizem ser o xintoísmo, mas é uma resposta complicada pois cerca de 80% dos japoneses praticam os rituais xintoístas atrelados aos preceitos do budismo.

A religião tradicional do Japão é o xintoísmo (Shintō – 神道) que significa literalmente “Caminho dos deuses”. O xintoísmo incorpora práticas espirituais derivadas de diversas tradições pré-históricas japonesas, locais e regionais, caracterizada pela adoração a divindades que representam as forças da natureza. Existem mais de 88.591 santuários xintoístas espalhado pelo Japão.

A história do budismo no Japão foi difundido em vários períodos diferentes, até que se tornou dominante no Japão. O budismo abrange diversas tradições, crenças e práticas geralmente baseadas nos ensinamentos de Buda. Existem mais de 85.439 templos budista espalhados pelo Japão.

Coexistência das religiões no Japão

O Xintoísmo e o Budismo coexistem pacificamente, a maioria dos japoneses afirmam pertencer as 2 crenças, inclusive templos budistas e santuários xintoístas costumam ser encontrados junto nos mesmos locais.

É comum os japoneses casarem com uma cerimônia xintoísta, e terem um funeral budista. Os japoneses não costumam frequentar regulamente esses locais para adoração. Ambas as religiões influenciam bastante no estilo de vida dos japoneses.

Um bom número visita os templos e santuários na maioria dàs vezes em eventos, turismo, rituais e necessidades. Cerca de 100 milhões de japoneses afirmam ser xintoístas e 80 milhões budistas. Ambas as religiões estão cheias de superstições e tradições.

Religiões no Japão - Lista e curiosidades
Templos japoneses e portais tori

Xintoísmo no Japão

O xintoísmo é o termo para as crenças e práticas religiosas indígenas do Japão. O xintoísmo não tem fundador, nem escrituras sagradas oficiais, nem credos fixos, mas preservou suas principais crenças e rituais ao longo dos tempos.

A palavra xintoísmo entrou em uso para distinguir as crenças japonesas indígenas do budismo, que foram introduzidas no Japão no século 6 d.C. O xintoísmo (juntamente com o budismo) está intimamente ligado à sociedade e à cultura japonesa.

O xintoísmo é a religião étnica do Japão que se concentra na crença de que os poderes espirituais se manifestam em lugares naturais, como montanhas, rios e outros aspectos da natureza, incluindo pessoas e animais.

O que prega a religião xintoísmo? – O Xintoísmo prega a relação harmoniosa entre o homem e a natureza.

Qual é a origem do Xintoismo? – Originalmente, o xintoísmo não possuía nome, doutrina nem dogmas. Como mencionado, foi criado para distinguir-se do budismo. A tradição do xintoísmo explica a origem do mundo, do Japão e da família imperial japonesa.

Recomendamos ler: Xintoísmo no Japão – Religiões Japonesas

Religiões no Japão - Lista e curiosidades
Festival em Tokyo

Budismo no Japão

Budismo é uma religião que se originou na Índia entre o século IV e VI a.C. que é centrada nos ensinamentos de Siddartha Gautama, conhecido postumamente como O Buda, que tem como finalidade ajudar qualquer ser vivo a cessar o ciclo de sofrimento (samsara) e alcançar a extinção do sofrimento (nirvana) se tornando um bodisatva (aquele que atinge o nirvana).

A religião migrou para fora da Índia e se espalhou pela Ásia inteira. O budismo teve uma grande influência no desenvolvimento da sociedade japonesa. Nos tempos modernos, as escolas de budismo mais populares do Japão são os da Terra Pura, Nichiren, Shingon e Zen.

Mesmo apenas 35% dos japoneses afirmarem ser budistas, 90% pratica o budismo de alguma forma, seja por visitar templos ou ter algum objeto relacionado. Cerca de 60% dos japoneses têm um Butsudan (santuário budista) em suas casas.

Recomendamos ler: Budismo no Japão – Religiões Japonesas

Quais as religiões do Japão? - budismo 1
Estátua Budista

Cristianismo no Japão

Existem Cristãos no Japão? Muitos se perguntam se existem cristãos no Japão. Sim, mas apenas 1% dentre os 126 milhões de habitantes são cristãos, grande parte é da região de Nagasaki, a maior comunidade de cristãos do Japão.

A história do cristianismo no Japão teve início em 1549 quando um missionário jesuíta, Francisco Xavier chegou a Kagoshima acompanhado de um samurai, Ansei Yajiro. Apesar de grande oposição dos lideres e budistas do Japão, o cristianismo levado pelos jesuítas recebeu total apoio dos governantes, Oda Nobunaga e Hieyoshi Toyotomi.

Mas em  Julho de 1587, o generalíssimo Hideyoshi acossado de uma ira doentia determinou que os missionários não poderiam permanecer no país.  Houve perseguições, expulsões e destruição de igrejas.

E em 1612 o cristianismo é colocado fora de lei. Uma inquisição foi instituída em 1640 pelo Xogun Iemitsu Tokugawa iniciando uma perseguição aos cristãos. Apenas em 1792 essa inquisição acabou e em 1873 o cristianismo foi reconhecido no Japão.

Atualmente existe aproximadamente 3 milhões de cristãos no Japão, e quase 10 mil igrejas e templos. O Cristianismo no Japão é ainda considerado por muitos japoneses como religião de estrangeiros.

Uma das dificuldades do crescimento do cristianismo no Japão, é o compromisso de renunciar ao politeísmo do Xintoísmo e do Budismo japonês. Existem 32,036 sacerdotes cristãos e pastores no Japão.

É interessante analisar que o fato do Japão não ter um compromisso com a espiritualidade, não significa que as pessoas não são boas. Uma pesquisa realizada no mundo inteiro indicou que 57% dos japoneses afirmam não ter uma religião, enquanto no Brasil 92% afirma pertencer a uma religião. E notamos uma controversa na atitude e estilo de vida das pessoas.

Religiões no Japão - Lista e curiosidades
Cerimónia do Chá

Outras religiões no Japão

Abaixo vamos ver algumas outras religiões presentes no Japão, além de algumas curiosidades sobre elas:

Shinshukyô (新宗教) 

Novas religiões como shinshukyô e shinkô-shukyô, surgiram e têm se expandido rapidamente no Japão, usando com habilidade os meios de comunicação de massa, técnicas de marketing e propaganda, estabelecendo suas próprias instituições educacionais, prometendo milagres e benefícios materiais e espirituais ainda nesta vida, e apresentando um proselitismo mais ativo.

Testemunhas de Jeová (Ehoba no shonin エホバの証人)

As Testemunhas de Jeová são cristãs e atualmente existem 215.703 delas no Japão, e 18 grupos são de língua portuguesa. A Tradução do novo mundo em japonês, bíblia usada por elas é uma das únicas que possui leitura com furigana.

O Japão é conhecido por um estilo de vida atarefado e corrido, além da população não acreditar na Bíblia. Ainda sim o Japão é o país mais dedicado na obra de pregação, onde 1 a cada 3 fazem um trabalho voluntário de dedicar no mínimo 50 horas todo mês no serviço de casa em casa (no Brasil é 1 a cada 10).

Quais as religiões do Japão? - jw japaoo 2
Salão do Reino em Osaka

SGI  – Soka Gakkai Internacional

Como outra religião influenciada pelos países de fora aos costumes japoneses temos o Soka Gakkai Internacional. A SGI é uma organização não-governamental (ONG) filiada às Nações Unidas desde 1983 e presente em 190 países e territórios.

Tem como objetivo fundamental promover a paz e o respeito pela dignidade humana. Seus membros desenvolvem amplas atividades nos campos da Paz, Cultura e Educação que incluem exposições, intercâmbios culturais e educativos, bem como ajuda humanitária em nível mundial.

Ryukyuan (琉球神道)

O Ryukyuan é um sistema de crenças indígenas do povo de Okinawa e as outras ilhas Ryukyu. Enquanto lendas e tradições específicas podem variar ligeiramente de um lugar para outro, a religião Ryukyuan é geralmente caracterizado pelo culto dos antepassados.

Diferente do xintoísmo onde onde os homens são vistos como a personificação da pureza, existe um grupo de mulheres superiores provenientes da deusa Amamikyo.

Ainu é outro sistema de crenças indígenas do povo Ainu de Hokkaido e de partes do Extremo Oriente da Rússia. Eles acreditam que espíritos ou deuses vivem em tudo.

eisa
Festival em Okinawa

Judaísmo (Yudayakyō ユダヤ教)

No Japão existe aproximadamente 2.000 judeus. Com a abertura do Japão ao mundo exterior em 1853, alguns judeus migraram ao Japão. Por incrível que pareça, alguns judeus encontraram refugio durante a segunda guerra mundial no Japão.

Islam (Isuramukyō イスラム教)

Existe um bom número de muçulmanos no Japão. No Japão a maioria dos muçulmanos foram imigrantes, estima-se que 70 a 100 mil muçulmanos imigraram ao Japão.

Confucionismo (Jukyo 儒教)

O confucionismo é uma doutrina (ou sistema filosófico) criada pelo pensador chinês Confúcio. O confucionismo é considerado uma filosofia, ética social, ideologia política, tradição literária e um modo de vida.

Existem muitas outras religiões e grupos no Japão, mas por hoje vamos ficar apenas com isso. Se você tem algum dado a acrescentar, pode comentar abaixo. Agradeço aos comentários e compartilhamentos.

Compartilhe com seus Amigos!

8 comentários em “Quais as religiões do Japão?”

  1. Claro que sim, curvar é apenas um sinal de respeito, não uma adoração, falamos itadakimasu tb, não tem nd de mais… Agr que vi seu comentário, o site só notifica os que comentam pela primeira vez…

    Responder

Comentários do site