Otokonoko – A cultura de se vestir de mulher no Japão

, ESCRITO POR

Fazer Crossdresser no Japão é algo muito comum desde o passado nos teatros Kabuki. Neste artigo vamos falar um pouco sobre essa cultura de vestir roupas do sexo oposto, onde no Japão ganhou o nome de Otokonoko.

Crossdressing pra quem não conhece é a prática de vestir roupas e acessórios que não combinam com a identidade de gênero da pessoa. 

A palavra otokonoko [男の娘] vem de um trocadilho da palavra honônima otokonoko [男の子] que significa garoto. A diferença está no ultimo ideograma que na verdade significa filha [娘]. Querendo dizer que é um garoto mas na verdade é uma garota.

Otokonoko - A cultura de se vestir de mulher

Quando uma garota se veste de garoto a pronúncia do trocadilho é otokonomusume [男の娘]. Os ideogramas se mantém os mesmos, apenas a pronúncia do ultimo ideograma vai para sua leitura principal.

Como surgiu o Otokonoko?



O trocadilho surgiu em mangas e dentro da cultura otaku, que deu surgimento a maid cafés, lojas de roupas e na mídia popular. Essa gíria costuma ser usada para referir-se a um garoto que parece uma garota, ou se veste como tal.

Isso não significa necessariamente uma mudança de sexo ou homossexualidade, alguns fazem isso apenas por hobby, ou diversão. Os japoneses não consideram vestir-se como sexo oposto um sinal de homossexualidade.

Otokonoko - A cultura de se vestir de mulher

Está cada vez mais comum jovens famosos tirarem fotos vestido de meninas e postarem em redes sociais ao menos uma vez. Esses jovens se identifica orgulhosamente como um homem heterossexual, e não se envergonham de fazer aparições públicas em eventos.

É muito comum vermos personagens de anime que se vestem do sexo oposto. Alguns chamam de trap porque enganam os fans e as vezes até fazem se apaixonar. Muitos acabam usando traps dos animes como suas waifus.

O que as pessoas pensam sobre otokonoko?



Isso pode causar bastante polêmica nos países estrangeiros, mas sabemos que no Japão, existe uma grande liberdade na forma de vestir. Apesar de alguns questionamentos, cabe a consciência de cada um julgar esse hobby.

Otokonoko - A cultura de se vestir de mulher no Japão - otokonoko 3 1

Essa é apenas uma das milhares de coisas incomuns que acontece no Japão. Assim, você deve ter cuidado para não confundir com a beleza desses homens, porque é meio difícil saber a diferença.

Vou deixar um vídeo mostrando um pouco essa situação, e reparem como é fácil deixar se confundir. Recomendamos ler também nosso artigo sobre as melhores personagens traps dos animes.

O vídeo abaixo mostra um café em Akihabara chamado NewType onde garotos se vestem de empregadas maid. Provavelmente algum estrangeiro deve ter visitado esse lugar pensando que estava sendo atendidas por lindas garotas.

Essa coca é fanta!

Compartilhe Nosso artigo:

13 comentários em “Otokonoko – A cultura de se vestir de mulher no Japão”

  1. Ue mas não era no Japão onde as escolas obrigam os alunos todos serem iguais? Como assim eles tem liberdade de como se vesyir? To confuso mano :v

    • Escola é uma coisa, tem regras pare serem seguidas, agora se você não estudar ou está fora dos limites da escola, o que você faz, com tanto que não quebre regras, ninguém ta nem ai… Tu pode sair de pijama na rua, não tem essa de chamar atenção ou ser zoado ou criticado por moda como é no Brasil. Na verdade pode até atrair maus olhos, mas os japoneses não tem coragem de intervir, reclamar ou criticar. Lá cada um cuida da sua vida…

Comentários do site