fbpx

Os Famosos Seriais Killers do Japão

, ESCRITO POR

Neste artigo vamos ver uma lista de seriais killers famosos do Japão. Uma lista abrangente de seriais killers conhecidos de nacionalidade japonesa. Estes são alguns dos assassinos mais brutais da história japonesa.

Não espere seriais killers que fizeram 50 vitimas nessa lista. Ainda assim, alguns assassinos japoneses tinha uma vida normal até que de repente começaram a cometer tais crimes.

Sumário do Artigo
- Fukiage Satarō - Estuprador e assassino 
- Yoshio Kodaira - Influenciado pela guerra
- Futoshi Matsunaga e Junko Ogata 
- Hiroaki Hidaka - Prostituição e Enjo Kosai
- Outros seriais Killers Japoneses

Fukiage Satarō – Estuprador e assassino

Fukiage Satarou foi um estuprador e assassino em série que viveu entre 1889 e 1926 falecendo com 37 anos de idade. Alguns afirmam que ele estuprou cerca de 100 mulheres, e assassinou 7 meninas.

Ele nasceu em Shimogyō-ku, Kyoto. Sua família o forçou a trabalhar aos oito anos de idade. Ele frequentemente mudava de emprego. Aos 11 anos, ele fez sexo com uma garota de 17 anos, pela qual perdeu o emprego.

Aos 12 anos, ele foi preso por roubo. Fukiage aprendeu kana e matemática durante os dois meses que passou na prisão. Ele foi preso novamente por roubo logo após sua libertação, mas aprendeu chinês clássico enquanto estava na prisão pela segunda vez.

Fukiage fez sexo com uma mulher de 54 anos aos 17 anos. Mais tarde, estuprou a filha de 11 anos e algumas outras meninas da vizinhança. Em 24 de setembro de 1906, ele estuprou e matou uma menina conhecida de 11 anos em Kinkaku-ji. 

Na prisão, ele estudou as obras de Confúcio, Mêncio, Sócrates, Aristóteles e Nitiren. Ele foi libertado em 1922 e encontrou emprego, mas foi demitido devido ao seu passado criminal. Em abril de 1923, ele foi preso por molestar uma menina de quatro anos, mas foi libertado.

Entre junho de 1923 e abril de 1924, ele estuprou e matou seis meninas, com idades entre 11 e 16 anos. Ele foi preso em 28 de julho de 1924. Confessou 13 assassinatos, mas depois se retratou e insistiu que havia assassinado apenas seis meninas.

Ele escreveu um livro, Shaba [娑婆] ou “The Street”. Ele foi condenado à morte em 17 de maio de 1925. A Suprema Corte do Japão confirmou sua sentença de morte em 2 de julho de 1926. Temos aqui um assassino estuprador estudioso?

Os Famosos Seriais Killers do Japão - seriais killers 1

Yoshio Kodaira – Influenciado pela guerra

Yoshio Kodaira foi um estuprador e assasino em série do Japão que nasceu em 1905 e faleceu em 1949 através da pena de morte. Ele fez sua primeira vitima em 1932 e depois matou outras 7 entre 1945 e 1946.

Kodaira sofreu de gagueira durante sua infância. Ele se juntou à Marinha japonesa em 1923 e participou do incidente de Jinan. Ele matou seis soldados chineses em 1928 e estuprou muitas mulheres na China. Em Taku Forts, ele enfiou uma espada na barriga de uma mulher grávida. O número exato de suas vítimas na China é desconhecido.

Kodaira se casou em 1932 depois que ele voltou ao Japão. Sua esposa finalmente o deixou porque ele teve um filho de outra mulher. Ele ficou com raiva e atacou a casa de sua esposa, matando seu sogro e ferindo outros seis com uma barra de ferro em 2 de julho de 1932. Foi preso e libertado em 1940.

Acredita-se que ele tenha estuprado e assassinado 10 mulheres entre 25 de maio de 1945 e 6 de agosto de 1946 em Tochigi e Tóquio. Após o quinto assassinato, ele cometeu necrofilia com o cadáver. Suas vítimas de assassinato incluíam adolescentes.

Ele também estuprou cerca de 30 mulheres, além de suas vítimas de assassinato. A polícia procurou Kodaira depois que recebeu o nome dos pais de Ryukos. Em 20 de agosto de 1946, Kodaira foi preso.

Ele negou a responsabilidade por três assassinatos no tribunal, e o tribunal do distrito o julgou por sete dos seus dez suspeitos de assassinato em 18 de junho de 1947. Uma das vítimas nunca foi identificada. A Suprema Corte o condenou à morte em 16 de novembro de 1948.

Os Famosos Seriais Killers do Japão - policia crimes 2

Futoshi Matsunaga e Junko Ogata

Futoshi Matsunaga nasceu em 1961 conhecido pelo incidente de assasinato em série Kitakyushu, onde ele fraudava e torturava suas vítimas. Futoshi Matsunaga nasceu na cidade de Kitakyūshū na província de Fukuoka e cresceu em Yanagawa. 

Matsunaga recebeu boas notas na escola e tinha uma personalidade encantadora, mas tendia a exibir problemas disciplinares. Ele foi transferido para outra escola após se envolver em um relacionamento com uma menina do ensino médio. Ele se casou aos 19 anos e teve um filho.

Apesar de casado, Matsunaga estava envolvido com pelo menos dez amantes. Em outubro de 1982, durante seu casamento, ele se envolveu com Junko Ogata, uma de suas ex-colegas da escola de Yanagawa.

Em 1984, Matsunaga prometeu se casar com Junko, mas sua mãe, Shizumi Ogata, não aprovou o relacionamento por causa do abuso de sua filha. Matsunaga estuprou Shizumi como resultado. Em 1985, Matsunaga convenceu Junko de que sua família a odiava por causa de uma tentativa de suicídio e a convenceu a morar com ele. 

Nesse mesmo ano, Matsunaga também comprou um prédio no qual ele poderia operar um negócio de futons. Depois, ele começou a chocar eletricamente os funcionários no terceiro andar.

Às vezes, Matsunaga gritava subitamente com outros homens, dizendo coisas como: “Há um espírito atrás de você! Está sugando sua fortuna!” Ele também fez referências a termos religiosos como saṃsāra e kami.

Em 1992, Matsunaga havia roubado 180 milhões de ienes (cerca de US $ 2,2 milhões) por meio de fraude ou chantagem. Ele e Junko escaparam da captura da polícia e foram colocados na lista de mais procurados do Japão.

A história vai muito além, diversas famílias foram assasinadas pela mão de Matsunaga e Junko usando mentiras, fraudes, manipulação e golpes. Mães e Filhos e possíveis vitimas não confirmadas.

Matsunaga foi condenado por seis acusações de assassinato e uma acusação de homicídio culposo entre 1996 e 1998 e condenado à morte por enforcamento. Ele matou suas vítimas com sua cúmplice, Junko Ogata que recebeu prisão perpétua.

Os crimes de Matsunaga foram tão cruéis que a mídia japonesa não estava disposta a relatar os detalhes. Matsunaga e Ogata mataram pelo menos sete pessoas entre 1996 e 1998. Suas vítimas incluíram seus pais e dois filhos e sobrinhos de Ogata.

Os Famosos Seriais Killers do Japão - assassinos japoneses 3

Hiroaki Hidaka – Prostituição e Enjo Kosai

Hidaka nasceu na província de Miyazaki. Ele era originalmente um excelente aluno, mas não conseguiu ingressar na Universidade de Tsukuba, sua faculdade-alvo. Ele entrou na Universidade de Fukuoka, mas acabou desistindo. Ele frequentemente pedia dinheiro emprestado, bebia e se envolvia com prostitutas.

Em abril de 1989, ele se mudou para Hiroshima e começou a trabalhar como motorista de táxi. Hidaka casou-se em 1991 e teve uma filha em 1993, mas sua esposa entrou em um hospital psiquiátrico.

Hidaka matou e roubou quatro mulheres entre abril e setembro de 1996. Uma de suas vítimas era uma menina de 16 anos que se envolveu em Enjo kōsai. Ele foi preso em 21 de setembro de 1996.

O tribunal distrital de Hiroshima condenou Hidaka à morte em 9 de fevereiro de 2000, uma sentença que ele não recorreu. Ele foi executado enforcando em 25 de dezembro de 2006.

Os Famosos Seriais Killers do Japão - prisao2 4

Outros seriais Killers Japoneses

Existem muitos outros assassinos em série do Japão que ganharam um pouco de fama. Perceba que a mídia japonesa não gosta muito de tocar no assunto, tanto que geralmente um simples assassino com 4 vitimas entra para lista dos seriais killers.

Não vamos prolongar falando sobre a vida de cada um deles, apenas vamos listar seus nomes e quantas vitimas confirmadas eles fizeram. Muitos eram estupradores e tinham uma vida aparentemente normal. Veja a lista abaixo:

  • Tsutomu Miyazaki – 4 vitimas;
  • Norio Nagayama – 4 vitimas;
  • Seisaku Nakamura – 9 a 11 vitimas;
  • Akira Nishiguchi – 5 vitimas;
  • Yoshio Kodaira – 8 a 11 vitimas;
  • Hiroshi Maeue – 3 vitimas;

Veja também um artigo sobre Nevada-Tan e também sobre crimes no Japão.

Compartilhe Nosso artigo:

Comentários do site