Os 10 melhores escritores japoneses e seus livros

, , ESCRITO POR

Você conhece os escritores japoneses mais famosos do Japão? Já teve a chance de ler uma literatura japonesa? Neste artigo vamos falar sobre os melhores escritores da literatura japonesa e recomendar os melhores livros japoneses para você ler.

Sumário do Artigo
- Haruki Murakami
- Yasunari Kawabata
- Yukio Mishima
- Junichiro Tanizaki
- Natsume Soseki
- Kenzaburo Oe
- Matsuo Bashou
- Hiromi Kawakami
- Outros escritores japoneses
- LIsta de escritores japoneses
Os melhores escritores japoneses e seus livros


Haruki Murakami – O escritor surreal

Haruki Murakami é um dos escritores japoneses mais populares no ocidente. Sua forma de escrever é surreal e sai completamente da realidade pra um mundo fantasioso inspirados no estilo de Franz Kafka.

Seus temas envolve solidão, alienação, romance e geralmente quebra qualquer lógica inimaginável. Suas obras já ganharam diversos prêmios e seus livros mais famosos são 1q84, Norwegian Wood e caçando carneiros.

Já escrevemos um artigo completo em nosso site sobre Haruki Murakami. Caso queira ver detalhes sobre os livros desse famoso escritor, vamos deixar 4 livros para você acessar na Amazon onde você pode ver comentários e adquirir o livro.

Yasunari Kawabata – O CONQUISTADOR DO NOBEL



Yasunari Kawabata foi o primeiro japonês a ganhar o prêmio Nobel de Literatura em 1968. Um escritor tão humilde e gentil que preferia que o prêmio tivesse sido dado a Yukio Mishima.

Ele trabalhou em temas envolvendo poesias e prosas com muita sensibilidade, as vezes transmitindo uma melancolia, desejos proibidos e outros temas que foram resultados de sua história de vida cheio de tragédias e solidão.

O estlio do Yasunari Kawabata envolvia técnicas surrealistas e impressionistas combinadas com a estética e cultura japonesa cheio de narrativas psicológicas e erotistas.

Ele nasceu em 1899 e faleceu em 1972, mas seus livros são recordações e ajudam muitas pessoas e até escritores nos dias de hoje. Algumas de suas obras são Kyoto, o país das neves, o som da montanha, mil tsurus e a casa das belas adormecidas.

Yukio Mishima – O SAMURAI MODERNO

Yukio Mishima foi um novelista que nasceu em 1925 e morreu em 1970 e durante sua carreira escreveu diversos livros de sucesso como Kinkakuji, cores proibidas e mais de 40 novelas, poemas, ensaios e até fez peças de teatro.

Um de seus primeiros livros foi escrito com apenas 24 anos e se chama Confissões de uma Máscara, onde já se tratava de homossexualidade, assuntos que eram tabu na sociedade. Seus temas eram inspirados na cultura tradicional japonesa.

Yukio Mishima tomou uma atitude inspirado nos samurais e tentou dar um golpe de estado persuadindo os soldados a se rebelarem contra o Imperador. Como não deu certo, ele cometeu seppuku, um suicídio perfurando a barriga igual os samurais.

Yukio Mishima e Yasunari Kawabata eram amigos, tanto que existe um livro que conta a história e o contato que os dois tiveram durante suas carreiras. Um livro cheio de cartas, reflexões artísticas e assuntos cotidianos entre amigos.

Junichiro Tanizaki – O contador de histórias



Junichiro Tanizaki foi um dos autores da literatura japonesa moderna e um famoso romancista que escrevia temas envolvendo erotismo, fetichismo e tabu. Viveu entre 1886 e 1965 e começou a escrever desde jovem na escola.

Suas obras são inspiradas nos acontecimentos de sua vida, envolvendo o passado reprimido que os japoneses enfrentavam e suas relações românticas ao decorrer da vida. Ele também já escreveu sobre temas feudais e tradicionais do Japão.

Traduziu para o japonês autores ocidentais, como Stendhal e Oscar Wilde. Apesar de ser lembrado por suas novelas e contos, Jun Tanizaki também escreveu poesias, drama e ensaios. Ele era conhecido como um magistral contador de histórias.

Natsume Soseki – O rosto dos mil ienes

Um famoso filósofo e escritor japonês da era Meiji que viveu entre 1867 e 1916 e teve até mesmo seu rosto nas notas de mil iene entre 1984 a 2004. Ele nasceu em uma família de Samurais e lecionu em inglês antes mesmo de se formar na Toudai.

Inspirado na literatura inglesa, Seseki começou a escrever ficção com 37 anos com o livro “eu sou um gato”. Obras como a viagem se tornaram símbolos das dificuldades vividas pelo Japão durante a ocidentalização e modernização.

Ele é autor de 14 romances sendo os populares botchan, sanshiro, sorekara, mon, kokoro e michikusa. Você pode acompanhar algumas de suas obras abaixo:

Kazuo Ishiguro – O escritor Nipo-britânico



Kazuo Ishiguro nasceu em 1954 na cidade de Nagazaki e ganhou o premio Nobel de Literatura em 2017. Ele passou sua infância na Inglaterra e cresceu sobre a influência das duas culturas.

Seu sonho era se tornar músico, ele tentou várias vezes mas falhou em todas elas. Logo ele decidiu dedicar-se a escrita estudando nas universidades de Kent e East Anglia. Suas obras já foram traduzidas para mais de 28 países.

Antes de escrever os seus romances com drama e ficção, Ishiguro publicou contos e artigos em revistas variadas, na década de 1980. Seu sucesso e Nobel é resultado de grande força emocional presente em seus romances.

Kenzaburo Oe – Não matem o bebé

Kenzaburo Oe recebeu diversos prêmios, incluindo um Nobel de Literatura por sua força poética capaz de criar um mundo imaginado onde a vida e o mito se condensam formando o desenho desconcertante das dificuldades do homem hoje.

Ele nasceu em 1935 e seu livro mais popular se chama “Uma Questão Pessoal”. Suas obras são inspiradas na literatura francesa e americana e tratam de temas políticos, sociais e filosóficos onde abordou até mesmo o atentado a Hiroshima.

Ele se envolveu em diversas lutas políticas contra as injustiças causadas pelas batalhas e pelo exército americano e japonês ao decorrer da historia. Ele é totalmente contra as usinas nucleares e fez apelos depois do incidente em Fukushima.

Matsuo Bashou – O poeta da era edo



Matsu Bashou foi o poeta mais famoso durante o período Edo. Ele nasceu em 1644 e viveu até 1694 e era conhecido por escrever haikai no renga. Foi ele quem codificou e estabeleceu os cânones do tradicional haikai japonês.

Sua poesia é reconhecida no mundo inteiro e aparece em monumentos e locais tradicionais em todo o Japão. Ele era um professor e suas poesias era conhecidas por todo Japão.

Ele renunciou à vida urbana para vagar pelo país procurando inspirações para suas obras. Suas ultimas palavras antes de morrer foram “Doente em viagem sonho em secos campos Ir-me enveredar”.

Hiromi Kawakami – A escritora Japonesa

Hiromi Kawakami é uma escritora japonesa que nasceu em 1958 e escreve não ficção, poesia, contos, romances e críticas literárias. Ela nasceu em Tokyo e se formou pela faculdade das mulheres Ochanomizu em 1980.

O trabalho de Kawakami explora a ambiguidade emocional, descrevendo os detalhes íntimos de interações sociais cotidianas. Muitas de suas histórias incorporam elementos de fantasia e realismo mágico.

Infelizmente apenas duas de suas obras foram traduzidas para o português do Brasil. Quinquilharias Nakano e A valise do professor, vencedor do prêmio Tanizaki.

Shusaku Endō – O Japonês católico



Shusaku Endo está no terceiro grupo dos melhores escritores japoneses depois da segunda guerra mundial. Ele é um dos poucos católicos japoneses e escreveu algumas histórias que abordam temas religiosos e a dificuldade dos cristãos no país.

Ele estudou literatura francesa na Universidade de Lyon. Suas obras refletem sua vida e experiências da infância, a estigma de ser um forasteiro, a experiência de ser um estrangeiro e as lutas contra doenças no hospital.

Seus personagens costumam lutar contra dilemas morais que muitas vezes resulta em consequência de suas escolhas. Suas obras mais populares são “Silêncio”, “O Samurai e o “Escândalo”.

Murasaki Shikibu, Ryunosuki Akutagawa, Kobe Abe e Banana yoshimoto

Existem muitos outros poetas, escritores e romancistas famosos do Japão. Infelizmente muitos deles não tiveram obras adaptadas para o português. Por isso vamos tentar falar brevemente um pouco de cada e apresentar suas obras.

Murasaki Shikibu – Uma romancista japonesa, poeta e dama de companhia da corte imperial durante o Período Heian. Ela nasceu em 978 e morreu em 1031 e sua gênero literário era o waka. Romance do Genji está disponível em português.

Ryūnosuke Akutagawa – Foi um escritor japonês durante o período Taishou, ele é considerado o “Pai do Conto Japonês” e explora o lado negro da natureza humana com histórias ricas e cheias de detalhes.

Kobo Abe – Um dos líderes do vanguardismo japonês, ele é até comparado ao famoso Kafka. Sua obra assim como do Haruki Murakami, aborda temas como surrealismo, existencialismo e até marxismo.

Banana Yoshimoto – Filha do filósofo e poeta Takaaki Yoshimoto. Ela faz uso de refeências culturais ocidentais em seus romances para falar dos problemas da juventude japonesa.

Lista de escritores japoneses famosos



Agora que você terminou de ler nosso artigo, eu quero finalizar compartilhando uma lista de escritores japoneses famosos com a data de nascimento e morte de alguns deles. Espero que tenham gostado do artigo. Agradecemos os comentários e compartilhamentos.

  • Akazome Emon (956 – 1041)
  • Akiko Yosano (1878–1942)
  • Akiyuki Nosaka (1930–2015)
  • Ango Sakaguchi (1906–1955)
  • Asai Ryōi (1612–1691)
  • Aya Kitō (1962–1988)
  • Ayako Miura (1922–1999)
  • Ayako Sono (b. 1931)
  • Chikamatsu Monzaemon (1653–1725)
  • Chiyo Uno (1897–1996)
  • Denji Kuroshima (1898–1943)
  • Doppo Kunikida (1871–1908)
  • Edo Meisho Zue (1834)
  • Edogawa Ranpo (1894–1965)
  • Eiji Yoshikawa (1892–1962)
  • Fukuda Chiyo-ni (1703–1775)
  • Fumiko Enchi (1905–1986)
  • Fumiko Hayashi (1903–1951)
  • Futabatei Shimei (1864–1909)
  • Haruki Murakami
  • Haruo Umezaki (1915–1965)
  • Hideo Oguma (1901–1940)
  • Hiratsuka Raichō (1886–1971)
  • Hisashi Inoue (1933–2010)
  • Hisashi Inoue (1934–2010)
  • Hokuetsu Seppu (1837)
  • Hyakken Uchida (1889–1971)
  • Hōmei Iwano (1873–1920)
  • Ichiyō Higuchi (1872–1896)
  • Ihara Saikaku (1642–1693)
  • Itō Einosuke (1903–1959)
  • Itō Sachio (1864–1913)
  • Izumi Shikibu (976 – 1027):
  • Jippensha Ikku (1765–1831)
  • Jun Ishikawa (1899–1987)
  • Jun’ichirō Tanizaki (1886–1965)
  • Juza Unno (1897–1949)
  • Kafū Nagai (1879–1959)
  • Kakinomoto no Hitomaro (662–710)
  • Kan Kikuchi (1888–1948)
  • Kansuke Naka (1885–1965)
  • Kenji Miyazawa (1896–1933)
  • Kenji Nakagami (1946–1992)
  • Kenzaburo Oe Natsume Soseki (1867–1916)
  • Kenzaburō Ōe (b. 1935)
  • Ki no Tsurayuki (872–945)
  • Kitao Masanobu (1761–1816)
  • Kobayashi Issa (1763–1828)
  • Kobo Abe (1924–1993)
  • Koda Rohan (1867–1947)
  • Kyokutei Bakin (1767–1848)
  • Kyōka Izumi (1873–1939)
  • Kōbō Abe (1924–1993)
  • Kōda Rohan (1867–1947)
  • Lafcadio Hearn (1850–1904)
  • Lafcádio Hearn (1850–1904)
  • Machiko Hasegawa (1920–1992)
  • Masaoka Shiki (1867–1902)
  • Masuji Ibuse (1898–1993)
  • Matsuo Bashō (1644–1694)
  • Meiji (1852–1912)
  • Michitsuna no Haha (935 – 995): Kagerō Nikki
  • Mitsuharu Kaneko (1895–1975)
  • Miyamoto Musashi (1584–1645): The Book of Five Rings
  • Mori Ōgai (1862–1922)
  • Motojirō Kajii (1901–1932)
  • Motoori Norinaga (1730–1801)
  • Murasaki Shikibu (973 – 1025): The Tale of Genji
  • Murasaki Shikibu 978 d.C.–1016 Saigyō (1118–1190)
  • Nakane Kōtei (1839–1913)
  • Naoya Shiga (1883–1971)
  • Natsume Sōseki (1867–1916)
  • Ogura Hyakunin Isshu (1235)
  • Ono no Komachi (825 – 900)
  • Osamu Dazai (1909–1948)
  • Ozaki Kōyō (1868–1903)
  • Ryōtarō Shiba (1923–1996)
  • Ryūnosuke Akutagawa (1892–1927)
  • Sakae Tsuboi (1899–1967)
  • Sakunosuke Oda (1913–1947)
  • Santō Kyōden (1761–1816)
  • Sawako Ariyoshi (1931–1984)
  • Sei Shōnagon (966 – 1017): The Pillow Book
  • Shigeji Tsuboi (1897–1975)
  • Shigeko Yuki (1900–1969)
  • Shōhei Ōoka (1909–1988)
  • Shūsaku Endō (1923–1996)
  • Sugawara no Michizane (845–903)
  • Sugawara no Takasue no musume (1008 – 1059): Sarashina Nikki
  • Sugita Genpaku (1733–1817)
  • Takeo Arishima (1878–1923)
  • Takiji Kobayashi (1903–1933)
  • Takuboku Ishikawa (1886–1912)
  • Tamiki Hara (1905–1951)
  • Tatsuzo Ishikawa (1905–1985)
  • Tatsuzō Ishikawa (1905–1985)
  • The Tale of the Heike (1212–1309)
  • Toyoko Yamasaki (1924–2013)
  • Tōson Shimazaki (1872–1943)
  • Ueda Akinari (1734–1809)
  • Yaeko Nogami (1885–1985)
  • Yamamoto Tsunetomo (1659–1719)
  • Yasunari Kawabata (1899–1972)
  • Yoko Ono Kamo no Chomei (1155–1216)
  • Yokoi Yayū (1702–1783)
  • Yonejiro Noguchi (1875–1947)
  • Yosa Buson (1716–1784)
  • Yoshida Kenkō (1283–1352): Tsurezuregusa
  • Yoshio Toyoshima (1890–1955)
  • Yuki Saito
  • Yukio Mishima (1925–1970)
  • Yuriko Miyamoto (1899–1951)
  • Yūzō Yamamoto (1887–1974)

Compartilhe Nosso artigo:

Comentários do site