Estabelecimentos que proíbem entrada de estrangeiros

, ESCRITO POR

Há estabelecimentos no Japão que você provavelmente vai acabar se deparando com um sinal escrito: “Somente Japoneses” ou algo do tipo. Não se preocupe que é algo muito muito raro, mas se alguém viu, já caiu na internet.

A intenção desses cartazes é proibir a entrada de estrangeiros e mantê-los longe do estabelecimento.Por que isso acontece? Há vários pretextos que se ouve falar mas tudo isso pode ser resumido com preconceito.

Vale deixar claro que o Japão não é o único lugar do mundo com essas placas. Existe na maioria dos países ao menos algum estabelecimento do tipo. Já me deparei com estabelecimentos com placas realmente racistas permitindo a entrada apenas de brancos em países como EUA.

Não saia jugando o Japão ou os japoneses por causa de 1 estabelecimento dentre milhões. Chamar os japoneses de preconceituosos por causa de uma placa de um local aleatório só torna você preconceituoso.

Estabelecimentos que proíbem entrada de estrangeiros - only 1

Por que proibir a entrada de estrangeiros em estabelecimentos?

Existem diversos fatores, pode ser que os funcionários da loja não são aptos o bastante para atender clientes estrangeiros em outro idioma. Talvez o serviço oferecido pelo local seja exclusivo, ou até mesmo pode ser algum negócio obscuro ou controlado pela yakuza.

Os poucos locais que costumam ter essas placas são acompanhados da placa +18, o que índica que pode ser algum local de prostituição. Muitos locais de prostituição não aceitam estrangeiros. Provavelmente as japonesas não querem passar por uma experiência com o “tamanho” dos estrangeiros.

Acho que dificilmente o dono do local vai colocar essa placa por algum motivo como “aah num gosto de gaijin“, porque isso acaba com o próprio lucro e venda dele. Já entramos em locais bem japonês como alguns PUB onde os donos nunca se depararam com um estrangeiro, não falavam nenhum outro idioma e ficaram muito felizes em nos conhecer.

Existem lugares que também proíbem entradas de pessoas com tatuagem. Esses locais são comuns, principalmente onsen e piscinas. 

Um amigo meu que mora no Japão também pesquisou sobre um assunto similar e fez um vídeo que você pode assistir abaixo:



Existe preconceito nessas placas?

Não há como negar que existe uma mentalidade anti-estrangeira no Japão, mas, isso não é à toa. Estrangeiros nem sempre mantém uma boa reputação. Apesar de ser uma coisa feita por uma meia dúzia de manés, todos sabemos que o coletivo paga por aquilo que alguns indivíduos fazem.

Já que o estrangeiro se destaca tanto no Japão, um estrangeiro mal comportado pode fazer todos os estrangeiros parecerem ruins. De vez em quando, uma história dessas aparece na mídia japonesa. Além disso, há ainda uma certa treta entre a geração mais velha que lutou na Segunda Guerra e qualquer um que não seja japonês.

Placa de um estabelecimento escrita em japonês, inglês, chinês e coreano. A placa avisa que a loja é uso de exclusivo de japoneses.
Placa de um estabelecimento escrita em japonês, inglês, chinês e coreano. A placa avisa que a loja é de uso exclusivo de japoneses.

Porém, os tempos mudaram e, sinceramente, ninguém merece passar por escárnio ou repressão só porque você, coincidentemente, é do mesmo grupo daquelas pessoas que fazem mal aos outros. Se você é uma pessoa boa, por quê sofrer discriminação por ser estrangeiro? Por quê pagar o pato por aquilo que outras pessoas fizeram?

O que fazer nesses casos?

Apesar de ser difícil encontrar esses tipos de estabelecimentos que proíbem a entrada de não japoneses, é algo que pode ser lidado de uma maneira simples. Vá a outro lugar. Afinal de contas, não é você que está perdendo alguma coisa. No caso, são eles que estão perdendo clientes.

E, geralmente, esses lugares que tem essas placas não tem uma reputação muito boa. São lugares que até mesmo os próprios japoneses costumam evitar. Na maior parte das vezes o serviço desses tipos de comércio não é de boa qualidade.

Então, caso vá a um restaurante, bar, ou algo do tipo e se deparar com uma placa proibindo a entrada de estrangeiros, simplesmente dirija-se a outro lugar. Você não estará perdendo nada.

Se você acha que esse comércio te ofendeu de alguma maneira, pense bem antes de tentar perder tempo denunciando ou lamentando sobre isso na internet. Lugares assim não são exclusivos do Japão, existem estabelecimentos assim em países como Russia e Coreia do Sul.

Compartilhe Nosso artigo:

2 comentários em “Estabelecimentos que proíbem entrada de estrangeiros”

  1. Geralmente, como o da plaquinha, deve ser de pinsaro, soou e tal

  2. Parabéns, Thomas; como sempre informações relevantes e comentários bastante sensatos! .

Comentários do site