Quantos anos leva pra ficar fluente em japonês ?

[ADS] Anúncio

A fluência é o sonho de todo estudante que estuda qualquer idioma, afinal de contas a fluência significaria que atingiu o potencial quase que máximo daquele idioma. Em outras palavras é um grande marco no estudo e desejo da maior parte dos estudantes.

Neste artigo vamos analisar de forma geral como é este processo e, porque se preocupar cedo demais com a fluência não é tão relevante quanto parece.

Mas o que é fluência? Muitos criam definições próprias sobre fluência, mas é consenso que fluência é entender a língua em um nível quase nativo, é o entender o idioma ao ponto de conseguir expressar quase que qualquer pensamento seu de uma forma que seja natural dentre os nativos daquele idioma, é não ficar a todo instante causando estranheza quando conversa com nativos, conseguindo dizer algo correspondente para a maioria das situações.

ENTENDENDO COMO FUNCIONA

Uma pista para fluência é que quem é fluente não pensa em um idioma para expressar algo de outro, a sua mente oculta um dos idiomas e trabalha quase que 100% em reproduzir partindo do idioma que está falando. Seria como se fosse um interruptor que ao apertar uma luz fica acesa e essa luz corresponde a língua que está conversando. Quando alguém não é fluente é como se essa luz ficasse psicando e acendendo, ou seja instável.
Em outras palavras a fluência é como se você só soubesse aquele idioma em sí, mesmo sabendo outro(s).

Mas quanto tempo leva para atingir este nível?

Se a fluência está diretamente ligada a entender então esse tempo deve ser baseado em quanto tempo você desprende tentando = entender coisas do idioma. O linguista Stephen krashen chama isso de comprehensible input que significa Entrada compreensiva, ou seja, entrada, recepção de coisas que você compreende. A teoria explica que quanto maior o número de coisas que você joga para dentro e compreende, mais próximo você está da fluência que como sabemos está diretamente ligada a compreensão de uma língua.

Pegamos como exemplo uma criança de 5 anos, apesar de a fala dela ser limitada, ela é fluente, pois entende boa parte do que falam para ela. Então vamos fazer uma pré-suposição simples, uma criança de 5 anos passou no mínimo 7 a 10 horas ouvindo o idioma por dia desde suponhamos os 3 anos. Logo conseguíamos inferir que o resultado para ela ser fluente é o tempo proporcional ao que escutou durante parte deste período.

EXPERIMENTO PRÁTICO

Mas se tentarmos fazer isso com adultos? Qual seria o resultado?

Temos um exemplo prático disso, há um youtuber conhecido como matt, seu canal se chama BritVsJapan ele fez algo chamado update que são vídeos onde a cada período você conta como está o nível do japonês, suas reflexões, rotinas, é como se fosse um vlog da sua rotina, mas sem necessariamente mostrar ela e sim descrevendo-a.

Esta prática é bastante comum, se colocar no YouTube a frase: Ajatt/Mia Update vai encontrar diversos vídeos de diversas pessoas fazendo isso. Ele fez esses ‘updates’ por 2 anos, e em sua experiência ele passava em média 10 horas por dia escutando e estudando japonês.

Ele chegou a fluência em 2 anos com compreensão de 95% da maioria das coisas do idioma. Em estimativas simples, uma fluência avançada de japonês leva em torno de 10 mil horas.
E é por isso que você vê tão poucas pessoas fluentes no idioma, visto que de fato a língua exige mais tempo. Mas claro, nem todo mundo tem ânimo ou disponibilidade para estudar e fazer imersão por 10 horas diariamente.

Contudo, isto é uma estimativa, em outros termos, houve pessoas que atingiram essas 10 mil horas ao longo dos anos de outro modo. Combinando, por exemplo, o método certo e investindo uma quantidade mínima e considerável de tempo na imersão. Conseguimos entender então que fluência é mais sobre o tempo que passa diariamente estudando e consumindo o idioma do que exatamente a soma dos anos que estuda ou está envolvido com aquele idioma.

Visto que alguém pode estudar 30 minutos por dia sem parar e chegar a fluência ainda mais rápido que alguém que passa 3 horas somente em dois dias da semana e não consegue fazer nos outros dias dado que a rotina desses 2 dias foi pesada demais.

QUAL É O NÚMERO MÁGICO ?

Mas todos buscam números. A realidade é que esse resultado só você mesmo irá saber, quer ficar fluente em 2 anos? Dedique-se mais que a maioria, tente ficar por mais horas que o normal, fazer o método certo e há chances de você, há chances de não ser também, não é só tempo também é qualidade.

Quer ficar em 4? Estude diariamente consistentemente faça o método certo você vai chegar talvez em 4 ou em 5, ou quem sabe em 3. É relativo, dizer um número é complexo afinal existem vários fatores e cada indivíduo tem tipos diferentes de estímulos, animo e formas de estudar, nem todo mundo tem tempo de ficar quase que o dia todo ouvindo a língua ou estudando o idioma por horas e horas de forma regrada.

Então ao invés de pensar em fluência eu te convido a pensar em:
O que faço para continuar todo dia estudando e aproveitando a língua?
Se pergunte: como posso ser CONSISTENTE?

CONCLUSÃO

Se você souber responder e seguir a risca será fluente, talvez não daqui a 2 anos ou 4 anos, mas será. O mais importante é aproveitar os benefícios e as conquistas do agora. É todo dia fazer um pouco, construindo o seu castelo tijolo por tijolo, se você for satisfeito por entender um pouquinho todo dia logo nem vai reparar se é fluente ou não, você vai usufruir e de repente será fluente, e agora isso será apenas um mísero detalhe de todo o tempo que aproveitou e curtiu aprendendo o idioma.

Um detalhe adicional é quem nem tudo é sobre fluência, se você deseja conseguir ler no idioma, usufruir de assistir às coisas sem legenda e entender o que estão lhe falando você certamente vai precisar de meses ou no máximo um ano, com 1 ano você consegue entender filmes, animes, doramas e dentre outras coisas da língua japonesa. Mas terá de fazer principalmente o método certo, se você quer ter mais pistas de como fazer isso, conheça o Japonês club, clique para mais detalhes.

Para concluirmos, a fluência também não é o fim, a própria fluência possui níveis, há quem é fluente mas tem uma pronuncia impecal e há quem tem que impressiona e confunde os nativos por isso, claro é apenas um detalhe mas só mostra que se for se preocupar com o final da rota, isto é, atingir o último estágio vai sempre ficar com a cabeça no futuro e nunca vai conseguir usufruir do que tem agora.

Se curtiu este artigo compartilhe com os seus amigos que estão aprendendo idiomas, se possui experiência ou deseja nos relatar algo sobre, deixe um comentário abaixo, até a próxima! Bons estudos.

Compartilhe Este Artigo: