Curiosidades / Dicas / Japão

Como morar no Japão sem ser descendente de Japonês?

Como morar no Japão sem ser descendente de Japonês?
Compartilhe nas redes sociais:

Já pensou na possibilidade de morar no Japão mesmo sem ter nenhuma descendência japonesa? Infelizmente muitas pessoas costumam dizer que apenas descendentes de japoneses podem viver lá. Isso acaba sendo uma grande mentira! qualquer um pode morar no Japão, basta querer e correr atrás.

Claro que ser aceito em qualquer outro país não é uma tarefa fácil. Todos os países possuem diversas regras e requisitos para morar neles. Os EUA mesmo é muito mais complicado de morar legalmente do que o Japão.

Atualmente mais de 2 milhões de estrangeiros vivem legalmente no Japão, muitos não possuem ascendência japonesa. O motivo das pessoas acreditarem que apenas descendentes podem morar no Japão, é porque a maioria das empreiteiras que fornecem trabalho em fabricas preferem escolher descendentes pela facilidade de requerir o visto.

Tipos de vistos

O visto de trabalho que dura de 1 a 3 anos é um dos mais procurados, principalmente pelos descendentes. Estrangeiros sem nenhuma descendência costumam obter esse visto quando é contratado por empresas que necessitam de pessoas especializadas em determinada área.

Outra maneira fácil de morar no Japão é conseguir o visto de cônjuge casando com alguém de nacionalidade japonesa. Até mesmo se você se casar com um descendente fica fácil arrumar um emprego e conseguir o visto.



cidadania japonesa nacionalidade naturalização Como morar no Japão sem ser descendente de Japonês?

Uma das maneiras mais procuradas pelas pessoas que não são descendentes de japoneses é o visto de estudante. Esse visto pode ser obtido através de uma bolsa de estudos ou de uma matrícula na universidade ou em cursos no Japão. A oportunidade de estudar no Japão abre portas e possibilita a chance de trabalhar e morar no Japão.

O visto mais comum é o de turismo que possibilita ficar até 3 meses no Japão. Existe outro visto de turismo de longa duração para pessoas ricas que possuem 30 milhões de ienes. Infelizmente parece que o Brasil não é elegível para solicitar esse visto de pessoas ricas.

Se você conseguir ficar 5 anos seguidos no Japão pode até mesmo solicitar um visto permanente ou obter a cidadania japonesa. Existem muitas coisas que você precisa saber para tirar o visto do Japão, mas isso é assunto para outro artigo.

Maneiras de morar no Japão

A maneira mais fácil é arrumando um emprego. Para facilitar conseguir um emprego sem ter ascendência, você precisa saber falar japonês e as vezes o inglês. E também ser formado ou ter conhecimento em alguma área que faça uma empresa te querer. Não basta dizer, eu falo japonês! Algumas empresas solicitam o teste de proficiência da língua japonesa. Para isso, recomendamos estudar ou fazer um curso como o Programa Japonês Online.

Como morar no Japão sem ser descendente de Japonês?

Outra maneira simples é através do casamento, porém pode ser complicado encontrar um cônjuge ou namorar a distancia. Não é recomendado você casar com alguém apenas pelo interesse no visto. Os procedimentos para conseguir o visto de cônjuge são seguros e não aceita fraudes. Outra coisa que vai facilitar você conseguir qualquer tipo de visto no Japão é ter uma ficha completamente limpa, o Japão olha bastante a ficha criminal das pessoas e suas condições financeiras de se manter no país.

Além de estudar idiomas e ter conhecimento em determinada área, fazer um intercâmbio ou pós graduação vai te ajudar a conhecer e fazer amigos que podem te ajudar a entrar numa grande empresa. Você pode concorrer a uma bolsa de estudos para o Japão ou se planejar para estudar por lá através de investimentos próprios. Para conseguir uma bolsa de estudos recomendamos ler nosso artigo e procurar informações com a Fundação Japão, Rotary, MEXT e Ciências sem fronteiras.

Morar no Japão criando uma empresa

Uma das maneiras de conseguir visto para morar no Japão é montando sua empresa ou próprio negocio. As vantagens de trabalhar por conta própria são infinitas e ainda possibilita conseguir o visto para outras pessoa. Existem 2 opções para abrir firma no Japão a individual e a empresa. A individual possui menos impostos e requisitos porém é mais complicado obter o visto de trabalho. Já a empresa possui alguns impostos e investimentos, porém possibilita com facilidade o visto para você e um empregado.

Como morar no Japão sem ser descendente de Japonês?

Infelizmente criar uma empresa as vezes exige que você já tenha uma empresa no Brasil ou um alto investimento. As vezes os gastos podem chegar a 3.000 reais por mês contando impostos, escritórios e outras burocracias envolvidas para manter a empresa funcionando. Futuramente vamos ter um artigo abordando esse assunto sobre como montar uma empresa no Japão.

Não descendentes que moram no Japão

Uns amigos meu que moram em Tokyo fez um vídeo explicando todos os detalhes de como conseguiram morar no Japão através do visto de trabalho e estudante. Vou deixar o vídeo abaixo, eles são muito divertidos, recomendo acompanhar o canal deles:

Durante minha viagem ao Japão eu conheci pessoalmente um amigo do Luiz Rafael que mora em Osaka e outro que mora em Kyoto, nenhum dos 2 possuem descendência e moram no Japão. O Luiz Rafael até mesmo entrevistou um deles chamado Roberto e vou deixar o vídeo da entrevista abaixo e acabar logo com o mito de que não-descendentes não podem morar no Japão.

Existem muitos outros exemplos de estrangeiros que conseguiram morar no Japão sem ser descendente de japonês. E você? Está esperando o que? Corra atrás dos seus sonhos que você consegue! As pessoas citadas acima são apaixonadas pela cultura japonesa e que não desistiram do sonho de morar no Japão! Você não deve desistir também! Eu realizei meus sonhos e continuo correndo atrás deles!

Compartilhe nas redes sociais:
  • Moses Contador de Historias

    viver no japão é legal demais, voce fica dentro da fabrica por 10 a 12 horas (quando não fica 16 horas, no caso do bentoya), tomando ferro dos amigos peões, dos chefes, do tantrouxa . normalmente em sistema de koutai (1 semana de dia e 1 semana de noite, pra fuder de vez com o peão e fazer a validade fisica e psicologica dele expirar em poucos anos). nesse periodo, o sakura esta lindo, as paisagens maravilhosas, os depato sempre cheio de vida e com ofertas maravilhosas tambem. mas o importante é engolir logo um bento e dormir senão não vai dar pra trampar direito na virada seca. se não fizer isso, não dá pra pagar o apato, o carrão top, ou mesmo o restaurante superbadalado que é bem barato, por isso dá pra ir umas 3 vezes por semana (coisa de 5 mil yen, coisa de 150 real.) pouca coisa.

  • kevin

    Por isso sempre digo, não trabalhe em fabrica! E quem acha que é impossível viver sem trabalhar nelas, é porque não acredita no próprio potencial.

  • Braving the Japanese wildernes

    Porque está dizendo pra não trabalhar em fábricas Kevin ? Não é um trabalho digno o suficiente na sua cartilha ou porque vc é uma mocinha e não aguenta o tranco e prefere um servicinho que necessita menos testosterona mesmo que para isto ganhe um salário pífio !

  • kevin

    Claro que não. Eu daria tudo pra trabalhar em fabrica só pra ter o prazer de morar no Japão… Mas eu digo isso pras pessoas que ficam reclamando disso, fazem um monte de hora extra e depois fica chorando ai ai trabalho duro… Mas realmente acho que não aguentaria não… Sou apenas osso, bem fraco e impaciente e ansioso, duvido que aguentaria a pressão de fazer algo pesado e repetitivo.

  • Murilo Felipe S. Firmino

    Penso comigo mesmo se com a minha escolaridade pública e rala, eu conseguiria arranjar uma bolsa de estudos num país onde os estudos são supervalorizados e “puxados” (Digo isso com a mentalidade Brasileira). Me refiro a bolsa do MEXT (unica bolsa integral que conheço). Estava dando uma olhada numas provas de 2009, ela -a prova- requer apenas ensino médio completo, porém tem contas integrais, química avançada (tbh, pra mim roda quimica é avançada hahah), algo que um estudante de ensino médio publico não conseguiria realizar sem dedicar alguns meses…

  • Alexis Junkes

    Muito bom o artigo, ajudou a aliviar essa tensão que sempre tenho a respeito dos vistos. ^^
    Aproposito, Kevin, se possível, gostaria de saber sobre quem quer escrever livros e publicar no japão. Há oportunidades desse tipo lá?
    Sempre fico curioso sobre como os estrangeiros são vistos artisticamente. Se podemos participar desse meio literário ou até mesmo da industria de mangas e light novels. Acredito que seria um bom artigo, pois, muitas pessoas que aprendem japonês adorariam ser mangakas la.

  • kevin

    Obrigado, isso é uma boa ideia para artigo. Irei pesquisar e escrever sobre como mandar a obra para uma editora e coisas do tipo.

  • Guilherme Gomes

    Kevin vlw pelo artigo cheguei aqui atraves do Coelho….queria pedir uma opinião , eu nao sou formado em nenhuma aréa mas ja fiz curso de japones tenho muita vontade de viver ai e nao sou descendente, se eu tiver por exemplo curso de operador de empilhadeira ou solda que sao as maiores e melhores vagas em fabricas q eu vejo, vc acha que seria possivel eu conseguir um emprego indo passar um tempo como estudante e tentar uma vaga em alguma fabrica ? como o Coelho da a dica no video dele…a minha duvida mesmo e se apenas se eu tiver alguma formação boa ou se fabricas podem me contratar tbm. Vlw e obrigado por nos dar esperança !

  • kevin

    Só persistindo pra saber… Mas tenho conhecimento no idioma portas abrem…

  • Ana Paula Santos

    Acabo o ensino médio esse ano, e vou fazer curso de inglês(2 a 3 anos), depois faculdade de Letras-inglês(4 anos), prosseguindo nesse processo de 7 anos estudando e graduando no inglês pra ser professora aqui no Brasil, estudarei japonês em casa nesse período todo (tenho apostilas e vários conteúdos de japonês), depois faço um curso pra mim especializar, então aonde quero chegar, pretendo ir pro Japão (não agora, quando tiver uns 24 a 27 anos), Eu posso conseguir um trabalho no Japão de professora de Inglês, ou arranjar um emprego mais rápido por ter conhecimento da língua inglesa e japonesa? Ou acha melhor eu fazer apenas um curso de inglês, ir para o Japão, arranjar um trabalho e fazer a faculdade de Inglês no Japão e estudar japonês no Japão mesmo? Espero que me entenda hahaha