Período Jomon e Yayoi – História do Japão

, ,
Post by //

Os períodos Jomon e Yayoi foram períodos importantes na história japonesa. Os povos Jomon e Yayoi foram o berço da sociedade japonesa como conhecemos.

Embora os japoneses não se estabeleceram no Japão até o século III a.C., os humanos viveram no Japão de cerca de 30.000 a.C. O Japão nem sempre foi uma ilha. Durante a Idade do Gelo, foi conectado à península coreana por meio de uma ponte de terra.

As principais ilhas japonesas estavam conectadas. A ilha de Kyushu, no sul, estava conectada à península coreana, enquanto a ilha de Hokkaido, no norte, estava conectada à Sibéria.

Os humanos da Idade da Pedra atravessaram essa ponte de terra da mesma maneira dos que cruzaram o Estreito de Bering para as Américas. As imigrações ocorreram por volta de 30.000 a.C. das ferramentas de sílex que eles deixaram para trás.

Os povos Jomon e Yayoi surgiram em cerca de 13.000 a.C. e 300 a.C., respectivamente. A influência desses povos foi importante para o Japão pois ambos foram os pilares da sociedade japonesa.

Período Jomon e Yayoi - História do Japão

Período Jomon (13.000 a.C. – 300 a.C.)

Traços da cultura paleolítica, principalmente ferramentas de pedra, ocorrem no Japão a partir de 30.000 a.C. em diante. A fase inicial do período Jomon começou enquanto o Japão ainda estava ligado à Ásia continental como uma península estreita.

As geleiras, eventualmente, derreteram após o final do período glacial. Consequentemente, o nível do mar subiu, separando o arquipélago japonês do continente asiático.

Kyushu, a cerca de 190 quilômetros da península coreana era próximo o suficiente para ser influenciado de forma intermitente pelos desenvolvimentos continentais. Mas, longe o suficiente para os povos das ilhas japonesas se desenvolverem.

Dentro do arquipélago, a vegetação foi transformada até o final da Idade do Gelo. Muitas espécies de árvores nativas, como faias, castanhas e carvalhos produziram nozes e bolotas comestíveis. Estes forneceram fontes abundantes de comida para humanos e para animais.

O povo Jomon vivia em pequenas comunidades, principalmente em moradias perto de rios interiores ou ao longo do litoral. O povo Jomon vivia de caça, pesca e coleta.

As escavações feitas por arqueólogos sugerem que uma forma inicial de agricultura foi praticada até o final desse período.

A distintiva cerâmica Jomon, feita pela primeira vez durante o período inicial, foi moldada a partir de argila não refinada.

Como a roda de oleiro era desconhecida, métodos manuais eram utilizados pelos Jomon. Particularmente, o método de enrolamento. Ou seja, preparava-se a argila na forma de uma corda e enrolava-se em espiral para cima.

À medida que o clima arrefecia e a comida se tornava menos abundante, a população diminuía drasticamente. Como as pessoas reuniram-se em grupos menores, as diferenças regionais cresceram.

Como parte da transição para o período Yayoi, acredita-se que o arroz domesticado, cultivado em leitos secos ou pântanos, foi introduzido no Japão neste momento.

Período Jomon e Yayoi - História do Japão

Período Yayoi (300 a.C. – 250 d.C.)

Embora o trabalho com metais tenha sido introduzido no final do Período Jomon, o povo Yayoi continuou a usar ferramentas e objetos de pedra no início.

Posteriormente, as ferramentas de pedra acabaram sendo substituídas por armas, armaduras e bugigangas feitas de bronze e ferro.

Com a introdução da agricultura de arroz, as ferramentas apropriadas também tiveram que ser desenvolvidas. Enxadas e pás que tinham lâminas de pedra e cabeças foram substituídas por metal. Técnicas de irrigação foram desenvolvidas durante esse período para os arrozais e outros campos de cultivo.

Com a introdução da agricultura, a dieta e o estilo de vida do povo Yayoi mudaram drasticamente, uma vez que agora estavam permanentemente instalados e a maioria de seus alimentos era cultivada localmente. A caça deixou de ser o principal meio de fonte de comida.

Como no Período Jomon, a cerâmica também era feita enrolando barro, alisando-o e depois aquecendo-o. Mas as semelhanças terminam aí, já que a cerâmica Yayoi era mais funcional e menos porosa.

Eventualmente, o período Yayoi marcaria a transição da sociedade japonesa. De bandos de caçadores com pouco contato para uma sociedade agrária, metalúrgica, política e militarizada.

Os Yayoi estabeleceram as bases para o que agora seria conhecido como o Japão medieval com a introdução do cultivo de arroz e metalurgia. Essa mudança permitiu a expansão da população e o aumento da produção de armas e armaduras para fins militares.

O desenvolvimento de clãs, bem como o sistema de classes, acabaria por levar ao sistema de daimyos, samurais e o Trono de Crisântemo, com uma linha de imperadores que permaneceria intacta até hoje.

[Total: 2 Nota: 4]
Por Favor! Compartilhe Nosso artigo:


Comentários do site