Imposto Sayonara – Agora terá que pagar para sair do Japão

, ,
Post by // aviao

[Total: 0 Nota: 0]


Os turistas podem ser forçados a pagar um “Imposto Sayonara” quando deixarem o Japão.

O novo imposto tem uma finalidade. Arrecadar dinheiro para a Agência de Turismo do Japão para reforçar suas campanhas de relações públicas no exterior e expandir os serviços multilíngues no Japão. O imposto de saída será uma proposta na mesa para ajudar o governo a atingir sua meta de atrair 40 milhões de turistas estrangeiros até 2020.

Em 2016, o Japão viu o número de chegadas estrangeiras superar 24 milhões, um aumento de 20% no comparativo anual. Mas, está provando ser um enorme desafio atingir a meta de 2020.

A agência argumenta que precisará elevar o perfil global do Japão para atrair mais visitantes. Por isso, o imposto proposto fornecerá fundos para permitir isso. Obviamente, esse tipo de imposto certamente vai atrair críticas de turistas e indústrias de aviação.



Como está sendo cobrado esse “Imposto Sayonara”?

O imposto será cobrado tanto para japoneses quanto para estrangeiros. Qualquer um que sair do Japão. Mas, pode ser cobrada uma taxa de embarque apenas para visitantes estrangeiros, já que o número aumentou nos últimos anos.

Em contraste, o número de viajantes japoneses no exterior estagnou devido a ataques terroristas na Europa e em outros lugares. Sem contar a desvalorização do iene, que não ajudou.

A Agência de Turismo do Japão diz que uma ampla gama de medidas deve ser implementada para atingir a meta de 2020. Isso inclui a realização de mais eventos de Relações Públicas no exterior e a oferta de serviços em vários idiomas no Japão.

O pedido inicial de orçamento relacionado ao turismo para o ano fiscal de 2018 foi de 24,7 bilhões de ienes. Um aumento de 17% em relação a 2017.

Suponhamos que estrangeiros e os japoneses fossem cada um cobrado 1.000 ienes de imposto quando deixassem o Japão. Eventualmente, isso traria cerca de 40 bilhões de ienes para os cofres nacionais. Em 2016, cerca de 17 milhões de japoneses deixaram o país.

Mas, os principais aeroportos japoneses já estão coletando entre 1.000 ienes e 3.000 ienes de imposto por passageiro em vôos internacionais.

Ademais, além da recepção negativa esperado das indústrias relacionadas ao turismo, os céticos dizem que não há garantia de que as campanhas expandidas de relações públicas no exterior e os serviços multilíngues garantirão um aumento acentuado dos turistas estrangeiros para o Japão.



E você, caro leitor? O que você acha? O Japão deve cobrar qualquer turista que sair do Japão? Deixe sua opinião nos comentários.

Por Favor! Compartilhe Nosso artigo:

Comentários do site