Jogos / Livros e Novels / Mídia

Steins;Gate – Visual Novel Review

Steins;Gate – Visual Novel Review

Steins;Gate é uma visual Novel lançada em 15 de outubro de 2009. Steins;Gate foi feito a partir de uma parceria das empresas “5pb e Nitroplus”.

Em Steins Gate o jogador assiste a uma série de animações, podendo inclusive participar e interferir na história. A ação é limitada apenas a fazer algumas escolhas em determinados momentos.

Este não foi o primeiro jogo feito em parceria, sendo que as duas empresas possuem um projeto denominado como “Science Adventure”.

O projeto Science Adventure é composto atualmente por 5 jogos principais: Chaos;Head, Steins;Gate, Steins;Gate 0, Chaos;Child e Robotics;Notes.

Uma das características notáveis do jogo está no próprio nome, pelo uso do ponto e vírgula.

Todos os jogos do Science Adventure se passam no mesmo universo, possuindo o tema sci-fi. Os jogos Chaos;Head e Chaos;Child se focam em pessoas com poderes de alterarem a realidade. Os outros dois Steins;Gate se foca em viagens no tempo.

Robotics;Notes tem um foco especial por ciência e ficção cientifica, não tendo aquele toque de sobrenatural. Sendo constituídos por coisas relacionadas a robótica e coisas do gênero Mecha.

É bastante notável que todos os 5 jogos possuem pontos em que se coincidem, como o início da história por algum assassinato, ou com supostas teorias que são apresentas em alguns desses, se você for um jogador bem atento poderá notar coisas desta natureza.

Mas hoje, nosso foco será em Steins;Gate.

steinsnovel

E aqui vai uma breve sinopse:

Os eventos de Steins;Gate acontecem em Akihabara, se passando no ano de 2010, tendo sua drama em volta do personagem Okabe Rintarou, ou como prefere ser chamado, Hououin Kyoma, que é um autoproclamado cientista insanamente louco, que por alguma razão é o mais procurado por uma “Organização Secreta, que inicialmente só existe em sua cabeça.

Ele é o criador do grupo Gadget do Futuro que tem como objetivo criar uma utopia contra todas as estruturas que dominam o mundo, criando invenções que tragam o caos.

O grupo possui outros dois membros: Shiina Mayuri, uma garota um pouco quanto esquisita e avoada e sendo um membro solitária do laboratório, cujo passatempo é fazer roupas de cosplay, de acordo com as palavras de Kyouma. E o super hacker Hashida Itaru, ou Daru, melhor amigo do protagonista, que possui um ótimo conhecimento em tecnologia e o mais notável nele é a ultra capacidade de hackear.

A história se tem início com Kyouma e Mayuri indo para uma conferência de uma possível teoria para uma máquina do tempo funcional criada pelo Professor Nakabachi. Após alguns acontecimentos, ele ouve um grito, ele resolve ir ver o que aconteceu e então ele encontra o corpo esfaqueado de Makise Kurisu, uma garota com quem ele havia conversado pouco tempo antes dela ser morta.

No caminho de volta para o laboratório do grupo, ele decide mandar uma mensagem de texto para Daru, informando sobre o que tinha acabo de ver e ao confirmar o envio, algo totalmente inesperado acontece, talvez, a única invenção do grupo que deu certo: o D-Mail ou Telefone Micro-ondas.

Steins;Gate

Jhon Titor

Quem assistiu o anime ou jogou a novel soube da existência de Jhon Titor, um viajante do tempo que supostamente veio do ano 2036!

Em meados dos anos 2000, a internet já era popular, mas não era igual hoje em dia, onde todos possuem acesso a ela.

O suposto viajante se apresentou através de um fórum na internet, que hoje não existe mais, porém, todo o conteúdo relacionado a Jhon Titor foi migrado para outro fórum.

A primeira frase de Titor foram: “Saudações. Eu sou um viajante do tempo do ano de 2036”.

Várias coisas da Visual Novel foram inspiradas em Jhon Titor, como a ideia do “IBM 5100”.

Ele fez diversas previsões para o futuro, deu explicações sobre o funcionamento da máquina do tempo e de muitas outras coisas.

Ele primeiramente disse que voltou ao ano de 2001 para buscar um IBM 5100 para levar para o futuro, uma vez que esta unidade apresentava um erro que apresentava dados e outras coisas da empresa, sendo necessário para o uso no futuro. Visto que na linha de tempo de  Titor, o mundo estaria em sua respectiva terceira guerra mundial, sendo assim, a tecnologia não era grandes coisas, tendo maior preferencias por maquinas antigas.

No início muitos fizeram piadinhas e não acreditaram em Titor, mas ao longo da conversa alguns usuários tiveram conversas complexas e duradouras com o viajante.

Mas claro, Titor deixou erros de seu passado, fazendo com que futuramente alguns duvidassem dele, mas se acreditarmos nas Teorias de Steins;Gate, Titor poderia ter feito alterações nas linhas de tempo, mudando a rota sucessiva de acontecimentos, evitando assim algumas das catástrofes que foram previstas.

Avaliação Pessoal

Só quem já jogou a Visual Novel sabe o quão fantástica ela é. Uma das coisas mais surpreendentes em Steins;Gate é o fato do jogo te atrair cada vez mais, usando de artifícios como pessoas, fatos e teorias reais, como John Titor, e algumas outras teorias que tem como base os fundamentos da viagem temporal.

De certo modo Steins;Gate não é uma Visual Novel para qualquer um, já que requer um vasto conhecimento de teorias, visto que a cada momento surge um assunto de média/alta complexidade, mas claro, vai do gosto de cada um. Sendo um pouco rejeitado por pessoas que não gostam ou não aceitam as alterações feitas no tempo, assim como algumas cenas que são contraditórias, mas que são reveladas ao longo de toda a história.

A dinâmica entre os personagens são quase que perfeitas, outro ponto que não deixa a desejar é o desenvolvimento dos personagens, onde todos eles foram aproveitados. Os personagens secundários também tiveram grande participação na drama. A novel não é dívida por Arcos, mas sim uma narrativa continua entre todos os personagens, isto é um dos pontos fortes de Steins;Gate.

https://www.youtube.com/watch?v=LnmrwQwAjHY

Avaliação

Pontos fortes:

  • Arte e conceitos brilhantes.
  • Possui uma história intrigante, que não se deixa a desejar.
  • Personagens simpáticos e carismáticos, personagens não-convencionais.

O que deixa a desejar:

  • Áudio somente em japonês.
  • Algumas partes são confusas, porém, o jogo é auto-explicativo.

Roteiro – 10/10.

O roteiro de Steins;Gate é simplesmente fenomenal, sendo considerado uma das melhores Visuais Noveis do gênero.

O mais impactante de Steins;Gate é o fato de nunca deixar um assunto sem explicações, mantendo sempre o seu fundamento. As maiores promessas de Steins;Gate é a estrutura bem feita sobre o tema de viagem no tempo, as referências a teorias reais, grupos reais e pessoas reais.

Os fundamentos de viagens no tempo são fictícias, mas Steins;Gate dá regras e fundamentos que fazem sentidos, de modo que não fique vago o tema.

O enredo foi muito bem estruturado. Uma coisa que pode incomodar algumas pessoas é o ritmo, que tem o seu início lento. Eu não acredito que o ritmo lento no início estrague a escrita em um todo. Já que o tempo é decisivo para o desenvolver dos personagens, para que o jogo se torne agradável, e como toda Visual Novel suas escolhas terão consequências, então se você não pegar a natureza dos personagens sua escolha não poderá ser a melhor, e toda a experiência que o jogo traz poderá ser perdida.

Todo o jogo é uma montanha-russa intelectual, e é um divertimento.

Jogabilidade – 8,5 / 10

A jogabilidade é bastante simples, mas claro, que ela pode ser perdida com algumas alterações. Como qualquer outra Visual Novel, você faz escolhas e a leitura é imensa. Porém, Steins;Gate é muito linear e as escolhas que você faz não terão grande impacto no enredo. Além disso, a maneira como você toma as decisões também é ligeiramente diferente em Steins; Gate. Em Steins;Gate eles possuem um sistema de disparo do telefone, onde sempre que você recebe uma mensagem ou uma chamada, você tem que fazer uma escolha e dependendo de suas escolhas, as coisas irão mudar. O sistema de disparo do telefone é muito sutil, e é uma maneira muito agradável e única de interagir com o jogo. O estilo de jogo baseado no celular torna a Novel diferente de outras que possuem sempre um mesmo padrão.

Visuals – 9,5 / 10

Palmas para a tela 16:9! Steins;Gate possui um visual fascinante, que também difere um pouco dos padrões. E é muito agradável esteticamente. Tudo é agradável em Steins;Gate, como itens aleatórios no jogo como o Oopa de, o design dos personagens, e os backgrounds. Os personagens possuem um designer no estilo Seinen, uma combinação que acabou dando certo com o estilo cômico que quase todos os personagens possuem.

Som – 8,5 / 10

Total – 9,75 / 10.

Steins; Gate é um daqueles jogos que ninguém pode deixar de experimentar. Steins;Gate é incrível, tanto que cobre várias questões sobre viagens no tempo. Algo que outros jogos sempre possuem muito medo de cobrir.

Espero que gostem da recomendação, caso gostem poderei fazer outras, então deixem seus comentários! El Psy Congroo.

Foto de perfil de Leonardo de Paula
Sou um estudante, mas dedico boa parte do meu tempo no aprendizado de Japonês e ao Suki-Desu. O Japão é o meu lugar ideal, pela sua cultura e idioma. Eu também curto animes, mangás, jogos, entre outros.

Senha perdida

Register

Bem vindo ao Suki Desu!

Olá aqui é o Kevin administrador do site e gostaria de convida-lo apenas uma vez a curtir nossa página do Facebook e convidar a conhecer o Japonês Expresso. Estamos sempre preparando conteúdo do Japão para você!

Conheça o novo curso de japonês expresso clicando aqui.