Cultura

Ikebana – A arte japonesa de arranjo de flores

Ikebana – A arte japonesa de arranjo de flores

O Ikebana é uma arte milenar, criada e difundida no Japão à partir do século VII, cujo objetivo baseia-se em arranjar flores, folhas e galhos naturais em plena harmonia com os vasos. Mas este não é o único objetivo, é principalmente dar vida a flor.

Ikebana ( 生け花) significa literalmente flores vivas, uma arte japonesa focada em arranjo de flores, também conhecida pelo nome de 华道 Kado – que significa “caminho das flores”.  A arte ikebana é conhecida pelo seu foco em caules e folhas, em vez das próprias flores. Criando assim um  arranjo floral com harmonia de construção linear, de ritmo e cores. Na arte ikebana, procura-se retratar o equilíbrio existente no universo, unindo o céu (Shin), o homem (Soe) e a terra (Tai ou Hikae) dentro de um mesmo arranjo.

O ikebana teve origem na Índia, onde os religiosos faziam grandes decorações para o altar de Buda, porém foram os japoneses que tornaram a prática conhecida, e estenderam-na até o Ocidente. O ikebana é sempre composto por todos os tipos de plantas, como caules, folhas, flores, ramos, e segundo os japoneses simbolizam o céu, a terra e a humanidade.

Alem dos motivos religiosos, o Ikebana  também é praticado por pessoas de origem nobre. Existem diversos estilos de ikebana. Os estilos de ikebana são: Ikenobo, que é o mais antigo, e são arranjos com devoção aos deuses, e são decorados com galhos; Sogetsu, que é um dos estilos mais novos, sendo que até mesmo a Rainha Elizabeth II e a Princesa Diana frequentaram escolas para aprender essa técnica; o estilo Ohara, que é uma montagem de galhos e flores quase que empilhados; e o estilo Sanguetsu, que envolve não modificar os materiais usados (folhas, flores, galhos), criando assim um arranjo mais natural.

A arte do Ikebana é tão popular no Japão que acabou ganhando fama mundial, tanto que existem mais de três mil escolas que a ensinam no mundo e mais de quinze milhões de praticantes. Cada estilo segue um conjunto determinado de regras e de técnicas na hora de elaborar o arranjo floral.

Muitas das escolas de ikebana são baseadas em um sistema hierárquico rigoroso conhecido como Iemoto. Cada Iemoto é liderado por um grande mestre que normalmente rédeas para a vida e passa o seu título para um membro da família. Isto é projetado para assegurar que uma tradição particular nunca mude, mas acaba sendo criticado como estático e restritivo.

Ikebana é praticada em completo silêncio e é pensado para refinar a paciência do praticante e senso estético. Ele é muito apreciado no Japão, é fácil encontrar eventos em Tokyo e Kyoto. É também um passatempo razoavelmente comum em todo o país. Sua simplicidade e complexidade ajuda e entender como o humano encara sua vida, a natureza a sua volta e sua interação com o ser divino e o transcendental. E você o que acha dessa arte?

Foto de perfil de Kevin
Sou criador de conteúdo na internet, e web designer. Gosto muito do Japão e seu idioma, por causa de sua cultura rica e unica. Curto animes, doramas e jogos clássicos e desconhecidos.

Senha perdida

Register

Bem vindo ao Suki Desu!

Olá aqui é o Kevin administrador do site e gostaria de convida-lo apenas uma vez a curtir nossa página do Facebook e convidar a conhecer o Japonês Expresso. Estamos sempre preparando conteúdo do Japão para você!

Conheça o novo curso de japonês expresso clicando aqui.