Wanikani – Vale a pena para aprender japonês?

[ADS] Anúncio

Se você é estudante de japonês há algum tempo e costuma pesquisar por aplicativos, sites e cursos estrangeiros (a maioria em inglês) então provavelmente já deve ter ouvido falar no Wanikani.

O Wanikani é uma plataforma de estudos de japonês focada no aprendizado de kanji e vocabulário utilizando o SRS (Spaced Repetition System) ou “Sistema de Repetição Espaçada” (mesmo do Anki), que visa melhorar a capacidade de memorização durante os estudos, por meio principalmente de mnemônicos (frases que utilizam associações mentais com pronúncias, historinhas, imagens ou outras palavras semelhantes para lembrar da informação exigida).

O site possui um esquema de leveis que simula um jogo de vídeo game. Inicialmente é possível utilizar o Wanikani gratuitamente até o nível 3. Depois disso é necessário pagar para prosseguir para os níveis seguintes. Ao todo são 60 níveis, sendo possível ver seu progresso conforme as lições e as revisões vão sendo concluídas.

Neste artigo, veremos o que é essa plataforma de estudos e se vale ou não a pena pagar por ela para aprender japonês. Daremos sugestões de outras ferramentas também.

Leia Mais:

O que é o Wanikani?

Wanikani - vale a pena para aprender japonês?
O que é o Wanikani?

Segundo o site oficial, o Wanikani é uma aplicação web de aprendizagem de língua japonesa com um objetivo simples: ensinar-lhe a maioria dos 2.000 jōyō kanji (significados e leituras), bem como 6.000 palavras de vocabulário em um prazo de um a dois anos.

“Ao utilizar a repetição espaçada, as técnicas mnemônicas, intercalando-as, criamos um dos sistemas mais rápidos e simples para as pessoas que querem aprender a ler japonês” (Transcrição do site oficial).

O Wanikani é dividido em três categorias com 60 níveis cada e 6 subclassificações. As três divisões principais são: Radical (部首), Kanji (漢字) e Vocabulário (単語). Radical é representado pela cor azul, kanji pela cor rosa e vocabulário pela cor roxa.

Cada uma delas possuem 6 subclassificações: Pleasant (快): Níveis 1 ao 10, Painful (苦): Níveis 11 ao 20, Death (死): Níveis 21 ao 30, Hell (地獄): Níveis 31 ao 40, Paradise (天国): Níveis 41 ao 50 e Reality (現実): Níveis 51 ao 60.

Além disso, também existem 6 níveis de SRS (Sistema de Repetição Espaçada), que mostram o quanto um item foi visto e aprendido. São eles: Apprentice (Aprendiz), Guru, Master (Mestre), Enlightened (Iluminado) e Burned (Queimado). Ao alcançar o “Burned” a carta é “queimada”, isto é: significa que você passou por todos os estágios de SRS e provavelmente memorizou o conteúdo da carta.

O programa é dividido em lições e revisões e há um cronograma com as previsões das revisões futuras.

Wanikani é uma criação de Jaered Koichi, fundador do blog Tofugu. Atualmente o Tofugu e o Wanikani são empresas de muito sucesso no ramo do aprendizado de japonês. O Tofugu é um blog que aborda temas sobre cultura japonesa e idioma japonês. O estilo de arte do portal é semelhante ao do Wanikani, com os tradicionais desenhos coloridos.

Para usar o Wanikani você pode escolher entre usufruir gratuitamente da plataforma até o nível 3 ou pagar por um plano mensal, anual ou vitalício para liberar o restante.

Uma curiosidade é que existe uma espécie de mascote dentro do Wanikani, conhecido como Crabigator, que é uma mistura de jacaré e caranguejo: aligator (jacaré) + crab (caranguejo). Veja abaixo a ilustração dele:

Wanikani - vale a pena para aprender japonês?
Crabigator: o mascote oficial do Wanikani.

Minha opinião

Uso o Wanikani desde 2021 e vejo que há pontos positivos e negativos. Dentre as vantagens, vale citar a possibilidade de aprender as leituras Kun’yomi e On’yomi mais importantes de cerca de 2.000 ideogramas e de mais de 6.000 palavras. O fato da plataforma estar sempre em atualização, com updates frequentes e melhorias, também é algo a se elogiar. Outro atrativo é a comunidade. Muitos alunos disponibilizam scripts de usuário que ajudam a melhorar diversos aspectos do WK.

No quesito motivação, o Wanikani também é extremamente benéfico. Por possuir um sistema de níveis o usuário se sente sempre motivado a entrar na plataforma diariamente para fazer suas revisões. Além de aprender kanjis e vocabulário, também é necessário se estudar os radicais (peças/traços que compõem o kanji) dentro do cronograma de lições do WK. Para quem não sabe inglês é possível criar sinônimos em português para cada radical, kanji ou palavra (principalmente por meio dos scripts de usuário, sugeridos no fórum da comunidade).

Wanikani - vale a pena para aprender japonês?
Minha Opinião

Outras vantagens:

  • Divertido.
  • Sistema de Repetição Espaçada.
  • Plataforma rica em conteúdo.
  • Divisão por cores: Kanji = Rosa, Vocabulário = Roxo e Radical = Azul.
  • Layout atrativo.
  • Seção de estudo extra (Extra Study).
  • Comunidade ativa.
  • Scripts de usuário (Userscripts).
  • Frases de contexto (Context Sentences).

Desvantagens:

  • Dificuldade para estudantes que não sabem inglês ou não possuem familiaridade com o uso de scripts de usuário ou ferramentas de navegador.
  • Alguns mnemônicos não ajudam muito na compreensão das leituras e significados.
  • Preços dos planos anual e vitalício são um pouco caros (cobrados em dólar).
  • Demanda tempo e esforço diário.

Enfim, se você quiser aprender as principais leituras e significados dos 2.000 kanjis da lista básica o Wanikani vai te ajudar nisso. Mas se seus objetivos com o idioma japonês vão além disso, creio que deva ser melhor utilizar o WK apenas como material complementar, pois nele não é abordado com profundidade temas como gramática, listening, pitch accent ou conversação.

Para aprender gramática, audição (listening), pronúncia e conversação é recomendável adquirir um curso completo como o Japonês Club.

Recomendamos que leia também:

Alternativas

Abaixo sugiro alternativas para quem não consiga pagar ou não queira utilizar o Wanikani. A maioria das opções estão em inglês. Algumas plataformas/aplicativos são pagos enquanto outras são totalmente gratuitas, como é o caso do Kanji Damage.

E aí? Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

Compartilhe Este Artigo: