APRENDA JAPONÊS COM SUKI DESU - CLIQUE AQUI

Medicina tradicional: 11 técnicas e terapias japonesas e asiáticas

A medicina tradicional japonesa é um sistema de tratamento que visa o bem-estar físico, mental e espiritual do paciente, buscando tratar a causa subjacente da doença e não apenas os sintomas. Vamos conhecer agora algumas das técnicas e terapias mais utilizadas na medicina tradicional japonesa.

Vale destacar que muitas das técnicas medicinais usadas no Japão também tiveram origem em outros países da Ásia como China. Talvez algumas dessas artes sejam mencionadas neste artigo.

Recomendamos ler também:

Shiatsu

Shiatsu é uma técnica de massagem japonesa que consiste em pressionar pontos específicos do corpo para aliviar a dor e melhorar a circulação sanguínea. Esses pontos são conhecidos como tsubos e correspondem a órgãos internos do corpo.

O shiatsu é utilizado para tratar dores nas costas, dores de cabeça, problemas digestivos, insônia e estresse. O shiatsu tem suas raízes na medicina tradicional chinesa, mas foi desenvolvido como uma técnica distinta no Japão no início do século XX.

Durante a sessão de shiatsu, o paciente fica vestido e deita-se em uma esteira, enquanto o terapeuta aplica pressão com os dedos em pontos específicos do corpo. O shiatsu é frequentemente combinado com outras técnicas de medicina tradicional japonesa, como a acupuntura e a moxabustão.

Woman making massages in a beauty saloon

Acupuntura

A acupuntura é uma técnica de medicina tradicional chinesa que consiste em inserir agulhas finas em pontos específicos do corpo para estimular o fluxo de energia, ou qi. No Japão, a acupuntura é amplamente utilizada na medicina tradicional japonesa e é frequentemente combinada com outras técnicas, como a moxabustão.

A acupuntura é utilizada para tratar uma variedade de condições, incluindo dores crônicas, problemas de fertilidade, distúrbios do sono e problemas respiratórios. Durante uma sessão de acupuntura, o paciente fica deitado em uma maca, enquanto o terapeuta insere agulhas finas em pontos específicos do corpo. As agulhas são deixadas no lugar por cerca de 20-30 minutos antes de serem removidas.

A acupuntura é considerada uma técnica segura e geralmente não causa efeitos colaterais graves. Alguns pacientes podem sentir dor ou desconforto leve durante a sessão, mas isso geralmente é temporário e desaparece rapidamente.

Hand performing acupuncture therapy

Fitoterapia

A fitoterapia é um método de tratamento que utiliza plantas medicinais para tratar doenças e aliviar sintomas. No Japão, a fitoterapia é conhecida como kampo e tem sido utilizada há mais de mil anos.

Os remédios kampo são frequentemente prescritos por médicos e farmacêuticos e são utilizados para tratar uma ampla gama de condições, incluindo alergias, problemas de pele, problemas digestivos e distúrbios do sono. Durante a consulta médica, o paciente é avaliado e um remédio kampo é prescrito de acordo com a condição.

Os remédios kampo são geralmente seguros, mas podem causar efeitos colaterais em alguns pacientes e podem interagir com outros medicamentos. É importante informar o médico sobre todos os medicamentos e suplementos que está tomando antes de iniciar o tratamento com remédios kampo.

A fitoterapia japonesa utiliza muitas plantas medicinais comuns, como gengibre, canela e alcaçuz. Alguns dos remédios kampo mais populares incluem o daikenchuto, que é utilizado para tratar problemas gastrointestinais, e o keishibukuryogan, que é utilizado para tratar sintomas relacionados à menopausa.

Natural medicine concept

O artigo ainda está na metade, mas já recomendamos ler também:

Medicina tradicional: 11 técnicas e terapias japonesas e asiáticas
Aprenda Japonês Online com Suki Desu (Curso)

Moxabustão

A moxabustão é uma terapia que utiliza o calor para estimular os pontos de acupuntura do corpo. Ela consiste na queima de uma erva chamada artemísia em ou perto dos pontos de acupuntura. Acredita-se que a moxabustão ajuda a melhorar o fluxo de energia, reduzir a dor e fortalecer o sistema imunológico.

A moxabustão é frequentemente utilizada para tratar dores nas costas, artrite, problemas digestivos e distúrbios menstruais. Durante uma sessão de moxabustão, o terapeuta coloca a erva em uma pequena bola ou cone, que é aquecida e aplicada em pontos específicos do corpo. O calor é sentido na pele, mas não é geralmente doloroso.

A moxabustão é considerada uma técnica segura, mas não deve ser usada em áreas sensíveis da pele ou em pacientes com problemas de circulação sanguínea. É importante discutir os riscos e benefícios da moxabustão com um profissional de saúde qualificado antes de iniciar o tratamento.

Moxa cones and acupuncture needles

Do-in

Do-in é uma técnica de automassagem de origem chinesa que é usada para melhorar a circulação sanguínea, aumentar a flexibilidade e reduzir o estresse. A técnica envolve a aplicação de pressão em pontos específicos do corpo, semelhante ao shiatsu, mas o paciente realiza a massagem em si mesmo.

O do-in é frequentemente utilizado como parte de uma rotina diária de autocuidado e pode ser praticado em qualquer lugar e a qualquer hora. Durante a prática do do-in, o paciente pressiona e massageia pontos específicos do corpo, como as mãos, pés, pescoço e costas, com a ajuda de dedos, palmas e outros objetos, como bolas.

Além de melhorar a circulação sanguínea e aliviar o estresse, a prática regular do do-in pode ajudar a melhorar a postura, aumentar a energia e melhorar a qualidade do sono.

Medicina tradicional: 11 técnicas e terapias japonesas e asiáticas

Anma

Anma é uma técnica de massagem japonesa que é semelhante ao shiatsu, mas utiliza técnicas de fricção e pressão para aliviar a dor e melhorar a circulação sanguínea. O anma é frequentemente combinado com outras técnicas de medicina tradicional japonesa, como a moxabustão.

Durante uma sessão de anma, o paciente fica deitado em uma esteira ou em uma maca, enquanto o terapeuta aplica pressão e fricção em pontos específicos do corpo. A técnica é frequentemente utilizada para tratar dores nas costas, dores de cabeça, problemas digestivos e distúrbios do sono.

O anma tem suas raízes na medicina tradicional chinesa, mas foi desenvolvido como uma técnica distinta no Japão no século XVII. A técnica tem uma longa história de uso seguro e eficaz e é frequentemente utilizada como uma forma de aliviar o estresse e promover a saúde e o bem-estar geral.

Medicina tradicional: 11 técnicas e terapias japonesas e asiáticas

Seitai

Seitai é uma técnica de manipulação do corpo que visa melhorar o alinhamento e a postura do corpo, além de melhorar a circulação sanguínea e reduzir o estresse. A técnica envolve a manipulação suave dos ossos, músculos e articulações do corpo para melhorar o fluxo de energia e reduzir a dor.

Durante uma sessão de seitai, o paciente fica vestido e deita-se em uma esteira, enquanto o terapeuta manipula suavemente o corpo. A técnica é frequentemente utilizada para tratar dores nas costas, dor de cabeça, distúrbios do sono e problemas digestivos.

A seitai tem suas raízes na medicina tradicional japonesa e é frequentemente combinada com outras técnicas, como a acupuntura e o shiatsu, para promover a saúde e o bem-estar geral. A técnica é considerada segura e eficaz e pode ser uma opção útil para pessoas que buscam uma abordagem mais holística para a saúde.

Japanese women stretching their hip muscles

Seitai Shinpo

Seitai Shinpo é uma técnica de medicina tradicional japonesa que visa melhorar a postura e a mobilidade do corpo. A técnica envolve a manipulação suave dos ossos e articulações do corpo para aliviar a dor, melhorar a circulação sanguínea e reduzir o estresse.

Durante uma sessão de Seitai Shinpo, o paciente fica vestido e deita-se em uma esteira. O terapeuta manipula suavemente o corpo, concentrando-se em áreas onde há tensão ou dor. A técnica é frequentemente utilizada para tratar problemas de postura, dores nas costas e pescoço, distúrbios do sono e problemas digestivos.

Seitai Kyuukou

Seitai Kyuukou é uma técnica de respiração japonesa que visa melhorar a circulação sanguínea, reduzir o estresse e promover a saúde geral do corpo. A técnica envolve a respiração profunda e lenta através do nariz, enquanto se concentra na sensação de respirar.

Durante uma sessão de Seitai Kyuukou, o paciente é guiado pelo terapeuta através da técnica de respiração e pode ser incentivado a visualizar a respiração percorrendo o corpo. A técnica é frequentemente utilizada como uma forma de aliviar o estresse e promover a saúde geral do corpo.

Sotai

Sotai é uma técnica de movimento japonesa que visa melhorar a mobilidade e a postura do corpo. A técnica envolve a manipulação suave dos músculos e articulações do corpo para melhorar o fluxo de energia e reduzir a dor.

Durante uma sessão de sotai, o paciente é guiado pelo terapeuta através de uma série de exercícios de movimento suaves e rítmicos. A técnica é frequentemente utilizada para tratar problemas de postura, dores nas costas e pescoço, distúrbios do sono e problemas digestivos.

A medicina tradicional japonesa oferece uma variedade de técnicas e terapias que podem ser utilizadas para tratar uma ampla gama de condições. É importante lembrar que a medicina tradicional japonesa não deve ser usada como um substituto para a medicina ocidental convencional, mas sim como um complemento para ajudar a promover a saúde e o bem-estar geral.

Goshin Jutsu

Goshin Jutsu é uma técnica de defesa pessoal japonesa que se concentra em se defender contra ataques de adversários armados ou desarmados. A técnica envolve uma série de movimentos que são executados para imobilizar ou incapacitar o adversário.

Durante uma sessão de Goshin Jutsu, o aluno é guiado pelo instrutor através de uma série de movimentos que visam aumentar a consciência situacional, melhorar a capacidade de resposta e aumentar a confiança em situações de ameaça. A técnica é frequentemente utilizada como uma forma de melhorar a segurança pessoal e a autoconfiança.

Conclusão

A medicina tradicional japonesa oferece uma variedade de técnicas e terapias que são utilizadas para tratar uma ampla gama de condições. Embora algumas dessas terapias possam parecer estranhas para os ocidentais, elas têm sido utilizadas no Japão há séculos e têm uma longa história de uso seguro e eficaz.

Se você estiver interessado em experimentar a medicina tradicional japonesa, é importante consultar um profissional de saúde qualificado e experiente. Eles podem avaliar suas necessidades de saúde e recomendar as terapias mais adequadas para você.

Lembre-se sempre de que a medicina tradicional japonesa não deve ser usada como um substituto para a medicina ocidental convencional, mas sim como um complemento para promover a saúde e o bem-estar geral.

Leia mais artigos de nosso site

Agradecemos sua leitura! Mas ficaríamos felizes se você desse uma olhada em outros artigos abaixo:

Leia nossos artigos mais populares:

Você conhece esse Anime?