Curiosidades / Japão / Jogos / Otaku

Tamagotchi – O primeiro animal de estimação virtual

Tamagotchi – O primeiro animal de estimação virtual


Em 1996 era lançado no Japão, pela Bandai o tamagotchi (たまごっち), o primeiro animal virtual de estimação do mundo. Foram vendidos mais de 40 milhões de unidades no mundo todo, 12 milhões só nos Estados Unidos e no Canadá.

O brinquedo é bem simples, uma pequena tela LCD, uma caixa de plástico resistente bem colorida e alguns poucos botões. As imagens exibidas na tela era bem básicas, somente pontos, mas mesmo com tanta simplicidade, conseguia ser atraente e divertida.

O tamagotchi foi criado por Yokoi Akihiro, motivado ao ver na TV uma criança tentando levar sua tartaruga de estimação na mala. Então Yokoi pensou em fazer um animal de estimação que poderia ir com qualquer pessoa, pra qualquer lugar.

E foi assim que nasceu o Tamagotchi, sendo lançado em 23 de novembro de 1996. No ano seguinte vieram para os Estados Unidos, em embalagens com desenhos chamativos fazendo muito sucesso. Tanto é que no seu auge eram vendidos 15 unidades a cada minuto.

Tamagotchi - O primeiro animal de estimação virtual

Características e popularidade



O jogo começa com um pequeno ovo, de onde nasce um animal virtual variado. É necessário cuidar desse animal, executando diversas funções diferentes como alimentar, brincar com ele, faze-ló dormir e manter sua higiene. Se cuidasse bem dele, o animal evoluiu de tamanho e forma. Mas se o animal for deixado de lado ele fica feio, rebelde e pode até mesmo morrer. Caso isso aconteça, o jogador deve começar novamente com um novo ovo.

Mesmo os Tamagotchis criaturas virtuais, que viviam dentro de chaveiros de plástico em forma de ovo, eles se tornavam realmente “vivos”. Seus comportamentos criavam a ilusão de que eles eram animais de verdade. Esse famoso brinquedo era muito popular entre as crianças e adolescentes. E diferente da maioria dos jogos, esse incentivava a responsabilidade e o comportamento higiênico e nutricional.

Outro diferencial era que ele foi popular tanto com meninos e meninas. Além disso, devido ao seu pequeno tamanho, o portador podia transporta-lós onde fosse, podendo facilmente comparar seus animais com seus amigos. E para ter sucesso a criança deveria ser mais atenta e responsável do que violenta.

Tamagotchi - O primeiro animal de estimação virtual

Mas alguns críticos apontavam alguns problemas nesse brinquedo. Muitos diziam que o brinquedo criava uma percepção irrealista da morte e distraia muito as crianças. Isso levou muitas escolas do Japão e dos Estados Unidos a estabelecer regras rígidas e até mesmo a proibir o brinquedo.

Mudanças tiveram que ser feitas para o publico americano, pois a ideia de morte virtual era considerada perturbadora. Em vez de morrer, os personagens do Tamagotchi da próxima geração passavam para outro mundo, criando asas de anjo e voando para longe.

Mudanças no Tamagotchi

O sucesso do brinquedo foi de curta duração, acabando seu auge dois anos depois do lançamento, em 1998. A queda das vendas foi relativamente rápida por causa de muitas especulações. A queda nas vendas do Tamagotchi foi rápida  em todo o mundo. O fato já citado do banimento do brinquedo em muitas escolas, desestimulou os pais a comprar ele pros seus filhos.

Mas mesmo apesar de vários problemas nas venda e na sua funcionalidade, seus desenvolvedores não paravam de evoluir o brinquedo. Logo tornaram os Tamagotchis mais interativos e agradáveis, possuindo ate mais inteligência própria. Fazendo com que a pessoa não precisasse dar tanta atenção como nas versões anteriores.

Tamagotchi - O primeiro animal de estimação virtual

Novas funções interativas foram adicionadas, como comunicação infravermelha. Isso permitia que o animal de estimação virtual se torna-se amigo de outros Tamagotchi, trocando até mesmo presentes.

O legado criado pelo Tamagotchi continua vivo até hoje de diversas formas. Abrindo as portas para jogos de celulares, software de computador e ate mesmo programas de TV infantil interativa. Um desses exemplos é o aplicativo Pou, para Android e iOS,que só na Play Store possui mais de 10 milhões de downloads. Devido a isso, 20 anos depois do seu lançamento, a Bandai em 2017 voltou a comercializar o brinquedo.

Tudo isso mostra que os Tamagotchis não foram só meros brinquedos, mais sim um novo estilo percepção da “vida virtual”. Já teve um Tamagotchis ? Cuidava dele direito ou deixou ele morrer varias vezes? Nos conte aqui nos comentários e compartilhe para seus amigos.

2 Comentários

  1. nossa amava esse brinquedo. tive um em especial que ao invés do dinosauro, era algo parecido com um garoto em forma de palito, tinha muito mais tipos de interações. acabou estragando de tanto tempo de uso. bons tempos aqueles…

    Resposta
  2. Legal, o precursor da My Talking Tom & Talking Angela. Amo o Japão e a cultura japonesa.

    Resposta

Comentários do site