Ruínas Yonaguni: A cidade perdida

Aprenda Japonês com Animes, clique para saber mais!

Anúncio

Uns acreditam que são restos de construção, outros já olham como uma pirâmide. Não se sabe se sua formação foi do nada ou se o homem que construiu. Já ouviu falar nas Ruínas de Yonaguni?

A gigantesca estrutura é chamada de Yonaguni-jima (与那国島 / よなぐにじま) por ser o lugar mais próximo da ilha de Yonaguni. 

Essa estrutura também é chamada de Cidade Perdida ou Atlantis Japonesa. Essa foi uma das maiores descobertas arqueológicas do planeta e chama a atenção por sua complexidade.

Anúncio

Vamos encarar essa aventura submarina para aprender mais sobre esse fato arqueológico.

A busca pela cidade perdida de Yonaguni

No ano de 1986 o mergulhador Kihachiro Aratake descobriu as ruínas ao fazer um mergulho despretensioso pelo lugar. 

Em 1992 o cientista, físico e professor Dr. Masaaki Kimura começou a estudar as ruínas. E por quase vinte anos se dedicou a mergulhar e pesquisar sobre o local. 

E desde 1995 mergulhadores e cientistas começaram a estudar a fundo essa construção no mar. 

Anúncio

O Dr. Masaaki Kimura acredita que essas ruínas pertençam ao período Era do Gelo, então essas ruínas podem ter mais de oito mil anos. 

Ruínas yonaguni: a cidade perdida - yonaguni ruinas

A ideia surgiu partindo da ideia de que toda a água do mundo se concentrava no hemisfério norte nesse período. 

O professor de geologia da Universidade de Tóquio, Teriaki Ishii acredita que a estrutura tenha submergido na última era glacial, ou seja a mais de dez anos sendo duas vezes mais antiga que as pirâmides do Egito.

Anúncio

Em 1997 o Dr. Masaaki publicou uma pesquisa sobre a civilização perdida chamado A Continent Lost In The Pacific Ocean. No estudo ele defende a existência de um lugar com uma civilização bem desenvolvida.

No dia quatro de maio de 1998, as ilhas das ruínas sofreram com tremores ocasionados por terremotos. 

Depois do fenômeno foram feitas filmagens no mundo submerso e pra intrigar mais ainda apareceram mais estruturas com semelhança aos zigurates (semelhante a um templo) da Mesopotâmia.

Anúncio

Surgiram também com o tremor pedras com entalhes, ferramentas, escadaria tornando a ideia de tudo ter sido obrada natureza cada vez mais distante.

Localização de Yonaguni

As ruínas estão localizadas a um quilômetro da ilha de Yonaguni a parte oeste do Japão ao sul das ilhas Ryukyu.

Essa ilha é a mais ocidental do Japão. Sua área é de 28,88 quilômetros quadrados e possui cerca de mil setecentos e quarenta e cinco habitantes.

As ruínas estão localizadas de vinte e cinco a cem metros de profundidade. 

Ruínas yonaguni: a cidade perdida - yonaguni opt

Teorias envolta das origens de Yonaguni

A origem desses monumentos ainda é um mistério que intriga arqueólogos e cientistas! Mas esse monumento a data aproximada pelos pesquisadores de 8.000 a.C.

Por um lado, arqueólogos e geólogos acreditam na ideia de que seja apenas uma formação rochosa gerada pela obra da natureza por meio da ação das correntes marítimas devido ao longo período de tempo.

Um pesquisador da Universidade de Ryukyu chamado Takayuki Ogata acredita que as estruturas são formadas naturalmente porque existem outras formações similares em terra. 

Já outros estudiosos apostam que os próprios homens a criaram devidos as estruturas geométricas perfeitamente encaixadas. 

Anúncio

Outras evidências que fazem crer na existência de uma civilização antiga são as escritas desconhecidas nas paredes, esculturas altíssimas e escadarias, estradas, rampas, que podem indicar que pessoas viveram em comunidade.

A comparação é feita com as ruínas Incas que ficam no Peru. A estrutura em si se assemelha muito. Essas ruínas inclusive são os destinos mais visitados do continente.

Em vídeos mergulhadores também mostram a existência de canais que poderiam ser utilizados para transporte de água.

Ruínas yonaguni: a cidade perdida - ruina yonaguni

Características da estrutura Yonaguni

As ruínas possuem cem metros de comprimento por cinquenta de largura O ponto mais alto da estrutura tem aproximadamente trinta metros. A estrutura principal tem mais de 150 metros de comprimento.

O escritor Graham Hancock autor de vários livros sobre construções antigas do mundo contou que existem estruturas específicas e complexas ao redor das ruínas que são inexplicáveis para a compreensão do homem moderno.

Anúncio

Então é necessário muito investimento e anos em pesquisas para conseguir ter uma pista de como tudo isso surgiu a importância pra nós hoje.

Ruínas yonaguni: a cidade perdida - piramide

Por que esse achado é ignorado pela mídia?

Saber exatamente como surgiram essas ruínas contradiz com tudo o que se sabe sobre a história da humanidade.

O conjunto arquitetônico considerado mais antigo fica na Suméria e tem apenas sete mil anos e as pirâmides do Egito tem quatro mil anos.

Se Yonaguni tiver mesmo mais de onze mil anos igual muitos geólogos calculam, isso vai mudar significativamente a história da civilização tal como conhecemos hoje.  Isso significaria revisar tudo com relação a história que já sabemos.

O governo japonês também não investe em pesquisas científicas voltadas para as pirâmides submersas e nem o reconhece como um fator histórico determinante.

Anúncio

o Dr. Masaaki Kimura afirma que possa existir ainda pelo menos dez estruturas semelhantes à de Yonaguni para explorar e entender mais sobre como chegamos onde estamos atualmente na história da humanidade.

Ruínas yonaguni: a cidade perdida - yonaguni

Mitos e lendas por trás de Yonaguni

Como as ruínas de Yonaguni são um mistério com certeza existem muitos mitos e histórias ao redor dela que podem até mesmo ser fantasiosas.

Mas como estamos lidando com o desconhecido não dá pra saber até que ponto pode ser verdade ou não. Uma das lendas diz que essas estruturas tiveram sua construção feitas por alienígenas!

Ainda tem outros que falam que a ilha está localizada em uma área perigosa com atividades sobrenaturais. Já outras lendas falam de navios que sumiram na região e nunca mais foram encontrados.

Qual a sua teoria sobre como surgiu essa estrutura? 

Anúncio