Fatos que tornam a linguagem japonesa única

,
Post by //

O idioma japonês é um dos mais populares do mundo, mesmo o Japão sendo o único país do mundo cujo idioma nativo é o japonês (nihongo – 日本語). Que fatores na linguagem japonesa a deixa tão popular e única?

Neste artigo vamos ver diversos fatores e curiosidades relacionado ao idioma japonês que mostra o quão diferente, interessante e único essa linguagem pode ser. Fatos que podem deixar o aprendizado mais fácil ou difícil.

Na internet mesmo, cerca de 10% fala o idioma japonês. O idioma japonês está em evolução a mais de 1500 anos. Os japoneses falam mais de 7.84 sílabas por segundo, mas que o próprio inglês que fala 6.19.

Fatos que tornam a linguagem japonesa única

Fatos que tornam uma conversa no idioma japonês única

Os japoneses se preocupam mais com a forma emotiva que a conversa é realizada. Eles não importam tanto com regras gramaticais durante uma conversa, por isso partículas e certas palavras podem ser excluídas de uma conversa, mas são totalmente necessárias em um texto.

No mesmo momento que os japoneses engolem palavras e partículas, eles possuem 3 formas de linguagem sendo uma informal, uma formal e outra keigo (super formal e respeitoso). Eles evitam qualquer palavra negativa ou insulto para evitar conflitos.

Os japoneses possuem uma natureza coletiva, importando mais com o grupo do que com o indivíduo. Isso faz com que eles raramente usem pronomes pessoais, porque da uma ideia individualista. Eles também evitam usar o primeiro nome da pessoa com quem não tem intimidade.

Fatos que tornam a linguagem japonesa única

Os japoneses também gostam de usar sinais e linguagens não verbais. O silêncio as vezes é o único sinal de uma resposta. Para os japoneses, falar demais pode ser algo caótico.

Apesar de não existir gêneros nas palavras japonesas, as mulheres e homens possuem expressões e maneiras diferentes de se comunicarem. Assim como existem dialetos regionais, existem dialetos diferentes entre homens e mulheres.

Fatos que tornam o idioma japonês único

O idioma japonês costuma usar ideogramas que representam ideias e se juntam. Por exemplo, a palavra carta é a junção de mão e papel, porque uma carta é escrito a mão. Outro exemplo é o ideograma de gostar/amar, é a junção dos ideogramas de mulher e criança, representando o amor pelo filho.

Fatos que tornam a linguagem japonesa única

O idioma japonês é uma das opções favoritas dos poliglotas, já que ao estudar japonês você acaba automaticamente aprendendo palavras o inglês, português, chinês e diversos outros idiomas que ajudaram a enriquecer o idioma japonês.

O Japonês possui seu próprio sistema de escrita chamado Hiragana e Katakana, além de usar ideogramas de origem chinesa que representam ideias e sons.

Outras curiosidades interessantes: 

  • Não existe plural nem gênero no Idioma japonês;
  • Apesar de não existir acentos e variações na pronuncia, a entonação é importante em algumas palavras.
  • Não existem artigos em japonês;
  • O idioma japonês é cheio de homófonos devido as poucas sílabas.
  • Verbos geralmente são colocados no final de uma frase. O idioma usa o sistema de SOV (sujeito, objeto e verbo);
  • Embora o japonês use caracteres chineses, o idioma é completamente diferente do chinês;
  • O idioma usa 3 sistemas de escrita: Hiragana, Katakana e Kanji.

Gostou do artigo? Conhece outro fato interessante sobre o idioma japonês? Deixe seus comentários e compartilhamentos!

Por Favor! Compartilhe Nosso artigo:


1 comentário sobre “Fatos que tornam a linguagem japonesa única”

  1. Ótimo artigo, Kevin. Você conseguiu de uma forma bem objetiva sintetizar várias das características mais marcantes do idioma. Só precisa caprichar um pouquinho mais no português…

Comentários do site