Castelos Japoneses – Guia completo com os melhores do Japão

, ESCRITO POR

Você sabia que no Japão existem mais de 5.000 Castelos? Já se perguntou como são os castelos japoneses? Quais os castelos disponíveis para visitar no Japão Hoje? Neste guia completo sobre castelos do Japão vamos explicar tudo.

Sumário do Artigo 
- Como é um castelo Japonês?
- Onde mora o dono do castelo?
- Como visitar um castelo no Japão?
- Castelo de Himeji
- Castelo de Matsumoto
- Castelo de Nagoya
- Castelo Edo - Tokyo
- Castelo de Osaka
- Castelo de Fukuoka
- Castelo de Nijo
- Castelo de Inuyama
- Castelo de Aizuwakamatsu
- Castelo de Hirosaki
- Castelo de Kumamoto
- Castelo de Sasayama
- Castelo de Gifu
- Castelo de Hiroshima

Como é um castelo japonÊs?

Os castelos japoneses eram levantados durante as guerras no Período Sengoku e Edo. Esses castelos japoneses eram verdadeiras fortalezas divididas em várias áreas chamadas de kuruwa [曲輪].

Os castelos japoneses costumam ficar perto de montanhas ou cercados por fossos e um muro gigante de pedra. Dentro do terreno do castelo ainda existem outros muros que separam as partes e edifícios do castelo.

Apenas soldados e membros da família podem morar no território do castelo. O restante das pessoas da região viviam em pequenas aldeias e povoados ao redor e nas proximidades do castelo.

Castelo em japonês de pronúncia shiro [城], mas costumamos ouvir mais o sufixo jyou [城] depois do nome. Os castelos nas montanhas são chamados de yamashiro [山城], quando localizado em uma planície se chama hirashiro [平城] já os localizados nas montanhas baixas e plainas são chamados de hashigokaku [平山城].

Castelos Japoneses - Guia completo com os melhores do Japão

Os castelos costumavam ter 3 áreas chamadas de honmaru [本丸], ninomaru [二の丸] e sannomaru [三の丸]. Alguns castelos maiores tinha locais chamados de soto-guruwa.

Alguns castelos tinham o estilo rinkaku [輪郭] onde o honmaru se localiza centro de tudo. Outro estilo comum era o renkaku [連郭] onde o honmaru fica ao lado do ninomaru. Um terceiro estilo usado nas montanhas se chama teikaku [梯郭] que parece uma escada ao redor da montanha.

Os muros eram chamados de dobei [土塀] e as muralhas de pedra se chamavam ishigaki [石垣]. Nos muros existiam lacunas chamadas de hasama [狭間] que permitiam os soldados defender o local e atacar os inimigos através dos orifícios circulares e triangulares.

O dono do castelo japonês não mora na torre alta



A casa do dono do castelo não é aquela torre alta que as pessoas imaginam. Os soldados e a família do castelo vive numa casa normal no terreno. A torre alta na verdade é o local onde o dono do castelo foge para se proteger dos invasores.

A torre alta de múltiplos andares é chamada de tenshukaku [天守閣] e se localiza no honmaru [本丸]. Essa torre alta costuma ter ao menos 3 andares, mas existem castelos que passam dos 5 andares. Aquele local serve apenas para se defender e ter uma visão do terreno ao redor do castelo.

Castelos Japoneses - Guia completo com os melhores do Japão

Os primeiros andares dessa torre são protegidos por soldados enquanto o dono do castelo invadido fica no ultimo andar da torre esperando um invasor chegar. Caso os inimigos cheguem no topo da torre, o dono do castelo têm o direito de cometer seppuku.

Seppuku é um ritual de suicídio onde a pessoa precisa cortar a barriga enquanto o inimigo ou outra pessoa presente corta-lhe sua cabeça para acabar com sofrimento. Para os samurais e chefes da época, realizar o seppuku é morrer com honra.

Infelizmente muitos destes castelos foram destruídos por incêndios e na segunda guerra mundial. Outros foram demolidos durante a Restauração Meiji, quando os castelos feudais foram considerados inúteis.

Como visitar um castelo no Japão?

Existem milhares de castelos espalhados pelo Japão, alguns são apenas ruínas, outros estão com honmaru ou tenshukaku restaurados. O único castelo do Japão que ainda mantém o tenshu (torre) original, é o de Kakegawa.

O acesso a alguns castelos são totalmente gratuitos, outros costumam cobrar uma taxa que pode ir de 200 até mais 1000 ienes. Alguns castelos cobram o acesso apenas ao tenshu, outros cobram no honmaru ou até no sannomaru.

Alguns castelos existem a retirada dos sapatos para entrar na torre alta. Castelos grandes como de Osaka e Nagoya são como um museu, cheio de artes, maquetes, trajes e armas de samurai. Nem todos os castelos dão acesso ao ultimo andar e vista da torre.

Castelos Japoneses - Guia completo com os melhores do Japão

Lembrando que a torre não é a única coisa interessante que se encontra em um castelo. A maioria dos castelos são rodeados de um lindo parque, alguns possuem um jardim japonês tradicional, outros dão acesso a casa e alguns prédios do castelo.

Além dos castelos conhecidos, você pode pesquisar por outros castelos usando o aplicativo Google Maps. Só tenha cuidado para não seguir o rastro de um castelo nos mapas e chegar num lugar vazio e sem nada, já que muitos são apenas ruínas.

Castelo de Himeji – O maior castelo do Japão



A partir de agora vamos falar especificadamente sobre alguns castelos populares no Japão. Vamos começar com um dos principais castelos que você precisa conhecer na sua viagem, o gigantesco castelo de Himeji.

O castelo de Himeji é considerado o maior do Japão, ele possui 83 edifícios, 3 fossos, e esta distribuído num terreno de 233 hectares, já escrevemos um artigo apenas deste castelo e pode ser lido clicando aqui.

Foi originalmente construído no século 14, por volta de 1346. Ele se localiza em uma montanha em Himeji localizado na região de Kansai. Ele foi expandido no século 17 por Hideyoshi Toyotomi, Daimyo responsável por unificar o Japão.

CASTELO DE HIMEJI - O MAIOR CASTELO DO JAPÃO

Castelo de Matsumoto

O castelo de Matsumoto foi construído em 1504-1594. Desde o período Sengoku, inicialmente era apenas uma fortaleza chamada Fukashi. Ele é um dos 12 castelos listados como tesouro Nacional do Japão.

O Matsumoto-jyou é um dos poucos castelos construídos em planícies. Ele é cercado por um grande lago cheio de cisnes e patos. Alguns moradores acreditam que ele é assombrado pelo fantasma de um fazendeiro rebelde.

CASTELO DE MATSUMOTO

castelo de Nagoya



O Castelo de Nagoya se localiza no centro da gigantesca cidade de Nagoya. Suas raízes datam de 1520, rodeado de edifícios atuais e de construções do século 17. O castelo é totalmente cercado, necessitando pagar uma taxa para acessar.

A torre não é a única atração do Castelo de Nagoya. Você também encontra o Palácio Hommaru, que permite você conhecer arquiteturas históricas do Japão com diversos painéis pintados por artistas de diversas regiões do país.

O castelo tem alguns golfinhos de ouro no telhado que representava um talismã para evitar incêndios, infelizmente eles queimaram na segunda guerra mundial, mas foram restaurados.

CASTELO DE NAGOYA

Castelo Edo – Palácio Imperial de Tokyo

O Castelo Edo foi o maior castelo construído no Japão, com uma escala inimaginável. Seu fosso exterior circulava grande parte do que agora é o centro de Tokyo. Infelizmente, o Castelo de Edo  foi completamente destruído em um incêndio em 1873 e foi demolido. O que resta são os seus fossos maciços, paredes, pontes e guaritas. A maioria destes foram utilizados na concepção do atual Palácio Imperial. Agora, o local do castelo Edo é o Jardim que rodeia todo Palácio Imperial e é aberto ao publico.

CASTELO EDO - PALÁCIO IMPERIAL DE TOKYO

Castelo de Osaka



O castelo de Osaka é um grande castelo que presenciou um grande número de batalhas que mudaram o curso da história japonesa. Na Segunda Guerra Mundial, o castelo foi usado como uma fábrica de munições que empregava 60.000 pessoas.

Ele foi completamente destruído por uma bomba em 1945. Hoje, o castelo foi reconstruído e parece muito como o do século 19. Muitos dos fossos, muralhas e casas conseguiram sobreviver na história.

CASTELO DE OSAKA

Castelo de FUKUOKA – Parque Maizuru

Infelizmente sobraram apenas ruínas de um grande castelo que já teve 47 torres. O Castelo de Fukuoka foi desmantelado em 1871. Várias das torres originais, portões, paredes e partes do fosso do castelo permanecem até hoje.

O Castelo de Fukuoka está localizado nas adjacências do Parque Ohori e o Parque Maizuru, lá estão os antigos muros de pedra e barreiras do castelo. Ele também é conhecido como Castelo Maizuru (guindastes dançantes), porque os moradores acreditam ver guindastes (ave) dançando.

Cuidado para não confundir o Castelo de Fukuoka com o Castelo Maizuru em Kofu na próvincia de Yamanashi.

CASTELO DE FUKUOKA - PARQUE MAIZURU

Castelo DE Nijo



O Castelo de Nijo em Kyoto é uma prova do poder do Shogunato de Tokugawa, que governou o Japão no Período Edo. Ele tem dois fossos grandes. Dentro, há dois palácios, rodeados por jardins que são de propriedade do Imperador.

O palácio do Shogun é aberto ao público. É ricamente decorado com folhas de ouro e tem pisos projetados para detectar ataques ninja.

CASTELO DE NIJO

Castelo de Inuyama

O Castelo de Inuyama está localizado numa montanha e um dos mais antigos sobreviventes do Japão, construído em 1440 e renovado no ano de 1620. O castelo tem uma vista para o rio Kiso onde a antiga técnica de pesca cormorão (ukai) ainda é praticada.

CASTELO DE INUYAMA

Castelo de AizuWakamatsu



O castelo de AizuWakamatsu se localiza no centro da cidade de Aizuwakamatsu, na província de Fukushima, no norte do Japão. O castelo foi construído por Ashina Naomori em 1384, denominado como Castelo Kurokawa [黒川城 Kurokawa-jō].

Ele foi constitui como centro militar e administrativo da região de Aizu até 1868 e presenciou inúmeras batalhas. Ele foi reconstruído em concreto no ano de 1965. Hoje ele é cercado por um grande parque cheio de paredes de pedra e restos de fossos.

CASTELO DE AIZUWAKAMATSU

Castelo de Hirosaki

O Castelo de Hirosaki [弘前城] foi construído em 1611. Ele já foi a sede do Clã Tsugaru que governava Hirosaki, província de Mutsu que hoje pertence a Aomori. Ele mede 612 metros do leste ao oeste e 947 metros de norte ao sul. 

CASTELO DE HIROSAKI

Castelo de Kumamoto



O Castelo de Kumamoto é um dos três mais famosos do Japão e se localiza em Kumamoto, e foi construído por volta de 1467. O castelo foi sitiado durante a Rebelião de Satsuma (1877), tendo sido saqueado e queimado depois de um cerco de 53 dias.  

A fortaleza central do castelo foi reconstrução em 1960. As paredes de pedra curvadas, conhecidas como musha-gaeshi foram desenhadas para prevenir a entrada dos inimigos. As quedas de rocha também foram usadas como sistemas defensivos.

CASTELO DE KUMAMOTO

Castelo de Sasayama

O castelo de Sasayama se localiza em Hyogo. A construção foi iniciada pela ordem de Tokugawa Ieyasu em 1608 e foi concluída em seis meses. Ikeda Terumasa foi encarregado da construção e o planejamento foi feito por Tōdō Takatora.

Diz-se que vinte daimyos foram mobilizados durante a construção. Infelizmente o castelo foi destruído restando apenas o Grand Hall que foi reconstruído em 2000.

CASTELO DE SASAYAMA

Castelo de Gifu

O Castelo de Gifu [岐阜城 figu-jo] é localizado no topo do Kinkazan (Monte Kinka), próximo ao Rio Nagara. Ele foi construído originalmente pelo clan Nikaidō entre 1201 e 1204 durante o Período Kamakura. Seu primeiro nome foi Castelo de Inabayama [稲葉山城]. E desde então tem sofrido varias reformas. Conheça mais clicando aqui.

CASTELO DE GIFU

Castelo de Hiroshima

O Castelo de Hiroshima foi construído na década de 1590 e destruído na Segunda Guerra Mundial por uma bomba atômica. Ele foi reconstruído e virou um museu.

CASTELO DE HIROSHIMA

Se gostou do artigo compartilhe e deixe seus comentários.

Compartilhe Nosso artigo:

1 comentário em “Castelos Japoneses – Guia completo com os melhores do Japão”

Comentários do site