Dicas / Jogos

Xenoblade 2 – Por que você deve jogar?

Xenoblade 2 – Por que você deve jogar?


No ano de 2017 tivemos ótimos jogos como zelda, horizon, nier:automata e persona 5. Todos esses jogos podem ser retratados como uma especie de RPG ou Action/RPG com história épica. Ambos conquistaram a posição de melhores jogos do ano de muitas pessoas. Amei todos esses jogos, mas nesse artigo quero dizer que meu jogo do ano foi Xenoblade 2, exclusivo de Nintendo Switch.

Zelda se destacou por sua gama infinita de possibilidades, horizon por seus gráficos e história, Nier e persona 5 por abordar questões filosóficas. Pessoalmente, nenhum desses jogos conseguiu superar a história de Xenoblade (Wii) lançado em 2010 com um mundo aberto e gráficos lindos para sua época. São 10 horas de cenas de história e uma jogabilidade tática em tempo real que se distanciou da manada de jogos iguais.

Eu pensei que nada podia ser melhor que a história do primeiro Xenoblade. Quando vi o trailer do segundo jogo (sem ser o spin off X), eu pensei que seria “aaaah legalzinho”. Eu nem queria aceitar que a trilha sonora seria melhor, mesmo com o compositor Yasunori Mitsuda. Eu pensava que a ideia de ter pilotos e blades seria um tanto quanto bizarra.

Os gráficos não pareciam ser melhores do que do Xenoblade X (Wii U), o mundo também parecia ser bem menor. Os personagens mudaram suas faces para ficar parecido com anime, no começo achei estranho, mas até com isso eles conseguiram acertar. Que bom que eu estava errado.

Claro que Xenoblade 2 não é para todas as pessoas. O jogo é um JRPG direcionado principalmente para o público japonês e cheio de referencias e clichês de animes. O sistema de batalha não agrada todo mundo, mas eu pessoalmente considero bem melhor que jogar um tradicional RPG por turnos.

A história de Xenoblade 2



O jogo é composto por 10 capítulos, sendo possível navegar por todo o mundo de Alrest a hora que quiser, até mesmo depois de ter entrado em locais que teoricamente seria impossível sair. Possibilitando você melhorar suas habilidades para lutar contra os chefões. Eu sou péssimo em falar de sinopse das coisas, vamos tentar:

O universo de jogo se passa num mar de nuvens que possuem titan gigantes que servem como ilhas e países onde moram os humanos. A história começa com um mergulhador chamado Rex que vive em um pequeno titan e se junta a um grupo chamado Torna em busca de um lugar naufragado. Lá ele encontra a protagonista Pyra (Homura em japonês).

O protagonista promete levar essa garota ao topo da árvore do mundo num lugar chamado Elysium (rakuen em japonês que significa paraíso). No caminho aparecem outras pessoas para ajudar nessa missão impossível. No jogo você utiliza cristais primordiais para liberar blades que são personagens que te ajudam na batalha.

Parece clichê, mas apenas jogando pra você entender a profundidade da história, o quanto ela toca no fundo e questiona coisas sobre vida, verdade e universo. Cada personagem pode usar 3 artes (skill) e 3 blades. Cada blade possui sua arma que você utiliza, eles também possuem 4 artes especiais. O sistema de batalha é complexo e exige paciência e tempo para pegar a manha.

Eu e a maioria das pessoas que jogaram não esperava nada dessa história clichê. Apenas jogando para você se aprofundar no universo e ver o quão épica ela se torna. Existe questões envolvendo política, guerra e principalmente a relação entre humanos, blades e titans. O jogo é cheio de referencias religiosas, mitológicas e culturais em todo canto.

Alguns podem considerar Spoiler: Assim como o primeiro jogo, Xenoblade 2 mistura a ciência com fantasia. Spoiler pesado: A criação do universo foi feita pelo mesmo cientista do primeiro jogo Klaus.

Por que Xenoblade 2 é o melhor?

Enquanto o segundo jogo da franquia (X) do wii u seguiu uma rota diferente e proporcionou um planeta inteiro para se explorar, deixando a história totalmente de lado. Xenoblade 2 conseguiu resgatar toda essência da franquia do primeiro jogo em todos os sentidos. Se eu fosse listar os motivos:

  • Sistema de batalha melhorado;
  • Personagens mais carismáticos;
  • Infinitos personagens para batalha (blades);
  • Sistema de combos;
  • Sistema de ataque em cadeia;
  • Mais de 14 locais/mundo gigantescos pra explorar;
  • Fator replay enorme;
  • Ultrapassou Level 60 (algo que não era possível no X);
  • Trilha sonora perfeita;
  • Side-Quest ricas em detalhes e diálogos;

Assim como o primeiro jogo, o Xenoblade 2 da uma ideia de que está acabando mas não está. A sensação de joga-lo é a mesma se estar vendo um anime de alta qualidade e com uma história épica. Eu já expressei em outro artigo minha vontade de que essa franquia recebe-se uma adaptação para TV. (Veja um pouco da trilha sonora abaixo:)

Xenoblade 2 consegue ser um dos jogos mais ambiciosos do Nintendo Switch. O jogo possui milhares de coisas para se fazer, o universo é lindo e caprichado, com cenários épicos de brilhar os olhos, com um ecossistema único e vivo. Não deixe que falatórios sobre performance no modo portátil ou os 720p na dock desanime você de adquirir essa obra prima.

Xenoblade 2 é obrigatório!

Depois de ter jogado todos esses jogos épicos em 2017, ainda sou capaz de dizer que Xenoblade 2 foi o que mais me prendeu no universo. Ainda restam milhares de coisas para fazer que proporcionam mais de 300 horas de jogo tranquilamente. O jogo tem suas falhas como qualquer jogo, mas deve ser algo obrigatório no seu Nintendo Switch.

Eu não muito bom pra escrever review detalhadas de jogos. Estou apenas falando pra você comprar esse jogo sem medo! Se estava na duvida de comprar o switch apenas por causa de Zelda e Mario, pode adicionar esse e diversos outros lançamentos na sua lista de prioridade.

Enquanto a maioria dos jogos atuais não ensinam nada para pessoas além de violência e desgraça, com Xenoblade 2 você vai ter uma experiencia diferente e totalmente divertida com uma história épica que os jogos da Nintendo não costumam entregar. O jogo consegue entregar uma ação e aventura num universo único e cheio de possibilidades.

Parabéns a Monolith Software por entregar mais uma vez uma história épica que faz refletimos sobre a vida. Espero que dessa vez esse jogo alcance mais pessoas, algo que o Xenoblade 1 não conseguiu fazer pelo fato de ser lançado no final da vida do WII e por parecer um jogo de nicho.

Você zerou Xenoblade 1 e 2? Compartilhe sua opinião sobre essa franquia nos comentários. Obrigado pelos comentários e compartilhamentos. Recomendamos ler também:

Comentários do site