Por que os Japoneses são isentos? – Cultura do Isentão

, , ESCRITO POR

Na cultura japonesa não é normal as pessoas escolherem um lado, por mais que elas tenham sua preferencia ou opinião, elas costumam se manter isentos. Neste artigo vamos falar sobre esse aspecto dos japoneses, a cultura do isentão.

No Brasil a palavra isentão se tornou um termo pejorativo, que define aquele que não toma partido em determinado assunto, principalmente em política, leis e outros assuntos polêmicos. Ainda assim esse termo pode ser utilizado para qualquer pessoa que deseja se manter neutro em qualquer aspecto.

Alguns chamam os isentões de hipócritas, provavelmente por terem alguma opinião, mas não desejam expo-las ou apoiar aqueles que possuem a mesma opinião que eles. No Brasil ter essa atitude acaba gerando brigas e ódios.

Por que os Japoneses são isentos? - Cultura do Isentão

Como é encara a Cultura do Isentão no Japão?

Se um japonês decide não se envolver em determinado assunto, não escolher um lado, ele faz isso como forma de respeito pelas duas pessoas. Japoneses também acham que tomar partido em determinado assunto pode causar muitos problemas para ambos.

O Japão presa a paz do próximo, e sempre que a pessoa é forçada a escolher determinada coisa, ela coloca em risco essa paz. Não importa se é um assunto importante, os japoneses se mantém o mais neutro e isento possível.

Outra coisa que mantém os japoneses isentos é o medo e a timidez. Culturalmente os japoneses possuem vergonha de expressar o que pensa, isso causa um grande problema social.

Existe também um ditado japonês que fala:

O prego que se destaca é martelado para baixo.

Por que os Japoneses são isentos? - Cultura do Isentão

Isso significa que quando você se destaca, vai estar sujeito a críticas. Esse é um dos principais motivos dos japoneses não expressarem honestamente sua opinião, guardando ela apenas para si mesmo.

Pode parece algo ruim, mas essa atitude tem muitos benefícios, é um dos grandes responsáveis pela paz e harmonia que existe em todo Japão. Como nem tudo são flores, infelizmente ser isentão também tem seus pontos negativos.



O problema de ser isentão no Japão

Os japoneses acabam levando essa isenção a níveis muito extremos o que pode acabar sendo um grande problema no país. Alguns se isentão de coisas que deveriam receber atenção, como bullying, injustiças no trabalho e algumas inflações.

No caso dos ijime ou bullying nas escolas japonesas, tanto os outros alunos como os professores se mantém isento dos acontecimentos entre a vítima e o valentão. Até porque, os alunos podem se tornar vitimas, e o medo faz com que eles ignorem a vitima ou faça ela sofrer ainda mais.

Por que os Japoneses são isentos? - Cultura do Isentão

A cultura da isenção no Japão também faz com que mulheres recebam menos por trabalhos iguais, fazem vista grossa para coisas machistas, permite desigualdade e injustiças em diversas áreas do Japão e sua cultura.

Não se envolver faz parte da cultura japonesa, causando esses e diversos outros problemas sociais que são constantemente discutidos no Brasil e no Mundo. Felizmente a cultura da isenção faz com que ocorra benefícios paz em diversos aspectos do país.

O que eu penso sobre a isenção?

Eu sou uma pessoa isenta, principalmente na política, mas tenho meus motivos religiosos. Uma vez uma crente brigou comigo porque eu disse que não voto… Quebrando assim totalmente a liberdade de escolha que cada cidadão tem.

Se o meio, a neutralidade ou a isenção é uma das opções que a pessoa tem para escolher, não vejo absolutamente nenhum problema. Se alguém que deseja que eu tome o lado dela, ficar com raiva, ou triste por eu escolher ficar neutro, problema dela! Eu tenho esse direito!

Sem mencionar que eu escrevo em um site com leitores da direita e esquerda, imagina se eu escolher um lado? Eu já gero bastante discussão quando escrevo um artigo sobre assuntos polêmicos, o que dizer de política?

Por que os Japoneses são isentos? - Cultura do Isentão

Alguns youtubers são criticados por não escolher um lado, eu também provavelmente vou ser criticado por isso. Outros são criticados apenas por escolher um lado, como foi no caso do Senhor youtuber Nilson Izaias por ter votado 17.

Eu não escolho o melhor console, apesar de ser Nintendista. Eu não critico o Android, por mais que eu deteste e use IOS. Eu não apoio a Direita, por mais que eu me identifique com seus ideias e odeio o envolvimento dos políticos em diversas áreas.

É claro que não sou 100% isentão, tenho minhas preferencias e escolhas, mas não forço ninguém a pensar como eu, nem critico outra pessoa por pensar diferente. Na verdade eu acho grande idiotice essas discussões sem sentido que acontecem na internet.

Eu já escrevi num artigo sobre movimentos sociais: Se a pessoa quer mudar o mundo, saia de frente do computador e vai limpar seu quarto e ajudar sua família e vizinhos. Apesar disso, ainda gosto de escrever esses textões para fazer pessoas refletirem.

Desde cedo os japoneses limpam seus bairros e escolas, não gastam seu tempo discutindo opiniões pessoais, nem ficam brigando e caçando encrencas. Tente fazer o que estiver em seu alcance, não gaste seu tempo se estressando atoa discutindo com pessoas como eu fazia.

Compartilhe Nosso artigo:

Comentários do site