A serenidade, mansidão e harmonia dos Japoneses

, ESCRITO POR


O Japão é um dos países mais seguros do mundo, onde incrivelmente morre menos de 5 pessoas assasinadas com armas de fogo por ano. Como os japoneses conseguem preservar a harmonia, mansidão e serenidade nesse mundo conturbado?

Sumário do Artigo 
- O Japão nem sempre foi pacífico
- A harmonia no nome do Japão
- A mansidão na forma de pensar dos japoneses
- Costumes japoneses que resultam em harmonia
- Princípios que levam os japoneses a serenidade

O Japão nem sempre foi pacífico

Pode ser irónico, mas o Japão já foi um dos países mais violentos da terra. Não apenas por causa dos acontecimentos da segunda guerra mundial, mas o Japão nos seus milhões de anos de histórias sempre viveu em guerra.

Guerras internas e externas sempre aconteceram e o Japão tem uma longa história de guerras com os famosos Samurais, Ninjas, Imperadores e uma grande hierarquia injusta e cheia de desgraça.

Foi apenas depois da segunda guerra mundial que os japoneses mudaram drasticamente de uma forma que impressionou o mundo. Eles só conseguiram isso porque apesar de suas guerras anteriores, os japoneses eram dedicados e respeitosos.

A serenidade, mansidão e harmonia dos Japoneses

A dedicação dos japoneses ao trabalho e a educação dos jovens tornou o Japão um lugar pacífico. O país teve ajuda de uma rica história cultural e costumes que se tornaram um pilar para nação se tornar o que é hoje.

Isso nos mostra que o Brasil pode mudar e melhorar, mas para isso precisamos de lei e organização. Precisamos mudar a forma de pensar egoísta e ignorante da maioria das pessoas em nossa sociedade.

A harmonia no nome do Japão



Você já ouviu falar do kanji wa [和]? Esse ideograma significa harmonia, paz, soma e totalidade. Só que as pessoas reconhecem esse ideograma como sendo o estilo japonês ou o Japão. Ele está presente em diversas palavras que refere-se ao Japão, sua arte e cultura.

O ideograma [和] também está presente na palavra nyuuwa [柔和] que significa mansidão, ternura e suavidade, temas abordados no artigo. Perceba que até o idioma japonês refere-se ao Japão como um lugar manso e harmonioso.

A serenidade, mansidão e harmonia dos Japoneses
sasint / Pixabay

Até mesmo o nome das eras do Japão referiam-se a harmonia. Muitas coisas do Japão, principalmente coisas tradicionais, que remetem ao estilo, cultura e costumes, utilizam o [和] referindo-se ao Japão.

Por exemplo, wagyuu [和牛] é o bife japonês; washitsu [和室] é o quarto no estilo japonês; wafuku [和服] são as roupas tradicionais do Japão como o Kimono. Tudo do Japão remete a harmonia.

Harmonia é uma palavra com origem no idioma grego e que indica uma concordância ou consonância tanto no contexto artístico como social. Muitas vezes relacionado ao encadeamento de sons simultâneos.

A MANSIDÃO NA FORMA DE PENSAR dos JAPONESES

O principal motivo do Japão ter tanta harmonia e paz hoje, está na forma de pensar dos japoneses. A cultura e a educação do Japão, consegue refinar grande parte dos pensamentos que causam a desgraça na sociedade.

Os japoneses são ensinados a ter humildade, obediência e brandura. Essas qualidade são totalmente o oposto do orgulho, raiva e desobediência que acaba sendo difundido na cultura brasileira, resultando cada vez mais em ladrões, corruptos, pessoas orgulhosas, estressadas e violentas.

A serenidade, mansidão e harmonia dos Japoneses

Hoje em dia é cada vez mais comum a pessoa ficar brava e querer brigar com outra pessoa por coisas inúteis. Já os japoneses raramente perdem a compostura e se rebaixam a esse nível.

Não queremos personificar ninguém, apesar dos japoneses serem pacíficos, um dos motivos é que dificilmente eles querem ter o trabalho de se envolver em problemas, seja para ajudar ou para causa-los. Essa pode ser uma péssima atitude as vezes.

A escola e a sociedade ensina os japoneses a serem mansos, não se envolverem ou causar problemas, serem obedientes as leis. Os japoneses não são obrigados a seguir esse caminho, mas existem consequências aos que não se enquadram na sociedade.

Infelizmente o nosso Brasil parece fazer o caminho inverno. Parece que aqui ser honesto é ser idiota ou ser pacífico é ser frouxo. Tudo resultado da impaciência da sociedade brasileira que foca em realizar seus próprios desejos ao invés de tomar decisões sábias.

A serenidade, mansidão e harmonia dos Japoneses

O maior erro do Brasil é o desejo de satisfazer as coisas imediatamente sem pensar no próximo ou nas consequências futuras. Eu escrevi exatamente sobre esse assunto em um dos meus sites, recomendo ler o artigo sobre satisfação imediata clicando aqui.

Os costumes japoneses que resultam em harmonia



Se você já praticou artes marciais alguma vez deve lembrar-se das regras, respeito e dedicação empenhada nessa arte. A verdade é que quase tudo que os japoneses fazem na sua cultura resulta em harmonia e não desordem.

As músicas clássicas são famosas no Japão, podem ser ouvidas em diversos lugares públicos. Os alunos são influenciados a aprender a tocar tais instrumentos como piano e violino. Essas músicas que fazem parte da cultura japonesa acalma a população, resultando em harmonia.

A serenidade, mansidão e harmonia dos Japoneses

Já no Brasil temos um cenário apocalíptico. Infelizmente grande parte das pessoas desprezam música clássica e instrumental, mas amam músicas com letras direcionadas a sexo, traição, bebidas e as vezes até mesmo fazendo apologia ao crime e drogas.

Se você ouvi uma música mais calma, poética e romântica, você é criticado pela nova geração. A mesma coisa acontece com filmes, séries e desenhos. Já perdi a conta das vezes que fui criticado por não gostar de violência excessiva nas mídias.

No Japão as pessoas diversificam suas atividades culturais, os alunos tem a opção de escolher um clube onde vai dedicar grande parte de sua vida escolar a algum tipo de arte ou esporte que exige muita disciplina e persistência.

Desde cedo, as crianças japonesas são ensinadas a cuidar da limpeza da escola. Pode parecer algo inimaginável aos ocidentais, mas isso faz com que acostumemos a fazer coisas que não são divertidas ou que não gostamos, diminuindo nosso egoísmo e ajudando a aceitar as coisas afim de manter a paz.

A serenidade, mansidão e harmonia dos Japoneses

São pequenas tarefas, regras e aspectos da cultura japonesa que faz com que os japoneses tenham a capacidade de serem mansos, pacifico, serenos e harmoniosos. Claro que sempre vai existir pessoas opostas a essas qualidades, apenas ignore.

Princípios que levam os japoneses a serenidade

Existem alguns pensamentos e princípios que levam os japoneses a serenidade, harmonia e mansidão. Na cultura, arte, poesia, filosofia e religião japonesa existem milhares de aspectos que levam a serenidade. Vamos ver alguns abaixo:

Shouganai – Nada pode ser feito, é um pensamento japonês onde eles aceitam que algo é impossível e não pode fazer nada para resolver. Um lembrete para aceitar as coisas como elas realmente são, evitando pensamentos negativos.

Mugon-no gyō – Refere-se a meditação e reflexão antes de fazer alguma coisa ou tomar uma decisão; Tomar decisões precipitadas acabam levando a pessoa a cometer erros e prejudicar outros.

A serenidade, mansidão e harmonia dos Japoneses

Kodawari – Envolve ter atenção aos detalhes de forma escrupulosa e determinada, motivada por uma paixão e autodisciplina, mesmo que isso não tenha nenhum reconhecimento ou resultado.

Eu também já escrevi diversos artigos falando sobre aspectos culturais japoneses e alguns princípios que resultam nessa mansidão e harmonia. Vou finalizar o artigo com uma lista desses artigos abaixo. Agradecemos os compartilhamentos!

Compartilhe Nosso artigo:

1 comentário em “A serenidade, mansidão e harmonia dos Japoneses”

  1. Se pararmos pra pensar, o Brasil é um pais relativamente novo, comparado a China e ao Japão (2000 anos de história). Sendo assim a cultura esta totalmente ligada a historia atual do país. No Brasil sempre houve, corrupção, matança e injustiça. Não é atoa que o Brasil nada mais é que um território que foi tomado a força dos nativos americanos(índios), e ainda por cima foi um pais que foi explorado por anos, e que teve independência a pouco tempo se compararmos com os outros países (EUA). Então somos povos recém libertos, sendo assim erramos muito, mas com o erro vem a evolução. A partir disso, podemos ver que o Brasil não mudará hoje, e nem amanhã, muito menos daqui 10 anos, mas talvez algum dia possa mudar(somente por meio da educação).

    Responder

Comentários do site