Saiba onde praticar ski e snowboard no Japão

Procurando locais para praticar ski e snowboard no Japão? Saiba que no país existem mais de 500 resorts para aqueles que desejam aproveitar o inverno japonês descendo montanhas em pranchas. Neste artigo vamos falar um pouco sobre Snowboard e Ski no Japão.

Nem só de alpes suíços vivem os aventureiros de esportes na neve. O Japão comprovou ser um destino de impecável beleza e qualidade para quem gosta de aproveitar o frio esquiando ou surfando em gélidas montanhas. 

A terra do sol nascente é reconhecida mundialmente por ter uma neve que se assemelha com o pó. Essa característica pode ter relação com os ventos frios que sopram durante o inverno, mas que não congelam o mar japonês e abastecem constantemente os arredores com altos índices de umidade. 

O fato é que os flocos de neve perfeitos, minúsculos, macios e frescos, bem diferentes da granulação comum em nevascas de outras partes do mundo, tornam a experiência de ski e snowboard ainda mais atraente. Por essa razão, esses dois esportes ganham força entre as atividades turísticas do inverno japonês, que compreende os meses de dezembro a março, às vezes se estendendo até abril. Nesse período, a neve acumulada paira na média de 760 a 1.520 cm de espessura.  

Com o ambiente favorável, o Japão investiu no segmento de esportes radicais na neve. Atualmente, são mais de 500 resorts que oferecem hospedagem e acesso a montanhas e pistas, para os praticantes terem contato com a natureza e aproveitarem o passeio diante de cenários dignos de filmes. Dentre as opções desses destinos, estão estações voltadas para crianças, jovens iniciantes e, também, para pessoas com mais habilidades e/ou profissionais destas modalidades.  

- saiba onde praticar ski e snowboard no japão
iStock

Pontos mais populares de ski e snowboard 

Embora o turismo de inverno no Japão seja reconhecido entre parte dos viajantes e aventureiros, ainda existem aqueles que desconhecem por completo os encantos das atividades na neve neste país. 

Antes de qualquer coisa, é importante saber a diferença entre o ski e o snowboard. De um modo geral, o ski costuma ser mais popular entre os praticantes e turistas de todas as idades. O esporte consiste em descer as montanhas de neve usando uma prancha em cada pé, podendo ainda, ter a ajuda dos bastões para dar impulsos ou frear. 

Já o snowboard tem um grau de dificuldade um pouco maior e pode ser comparado com o skate. Como surfar nas neves, o praticante deve se equilibrar em uma única prancha e ir controlando a velocidade com o próprio corpo. Por isso, nada melhor do que conhecer as regiões mais populares entre o público para começar a organizar uma viagem futura e planejar qual dos dois esportes você irá praticar.

Saiba onde praticar ski e snowboard no japão - furanoski

Ilha de Hokkaido 

Para chegar até essa ilha paradisíaca, existem duas opções: avião ou trem. O voo, saindo de Tóquio, dura uma média de 1 hora e 30 minutos. O trem, por sua vez, reserva 8 horas de viagem, percorrendo os 65 km do 2º túnel ferroviário mais extenso do mundo. 

Ao chegar em Hokkaido, existem 450 km de pistas nas regiões de Furano, Niseko, Rusutsu e Sahoro, onde crianças e adultos podem viver experiências com ski, snowboard, trenó puxado por cães e tobogã na neve.  

A alta temporada acontece nos meses de dezembro e fevereiro, e surpreende atletas amadores e experientes. Em Furano, por exemplo, existe uma queda vertical com cerca de 950 m, bastante frequentada por aventureiros mais habilidosos. A região, inclusive, foi palco de importantes eventos de ski e snowboard de abrangência nacional e internacional, como a Copa do Mundo FIS Downhill.   

Guia hokkaido – sapporo, hakodate, otaru e asahikawa

Yamagata

Seja para aprender a esquiar/surfar na neve ou praticar esportes radicais com maestria, o Monte Zao, localizado na província de Yamagata, também é conhecido como o “paraíso do snowboarding”. Isso porque, além das pistas íngremes, possui uma vista única, com “monstros de neve” formados por árvores, que acolhem as nevascas congelantes e assumem formas singulares. À noite, esses “monstros” ganham uma iluminação especial e asseguram o entretenimento nos dois turnos. 

Niigata

Próxima à costa do mar japonês, Niigata reserva uma das estações mais antigas de esqui: o Myoko Kogen, fundado em 1930. Por essa razão, sustenta os ares das antigas vilas tradicionais, fator que torna o passeio ainda mais especial e compensa a menor quantidade de estações de ski. Mas na mesma região está Yuzawa, que, por sua vez, recebe a alcunha de “país da neve”. 

A 200 km de Tóquio e acessível por trem-bala, Yuzawa garante diversão aos iniciantes com as pistas que levam ao centro da cidade e adrenalina aos esquiadores e praticantes de snowboard experientes nas pistas que circundam o Monte Neba. Sua localização a torna uma boa opção de bate-volta para viajantes que dispõem de pouco tempo. Até porque é possível ir até as estações, se divertir e voltar para a capital japonesa no mesmo dia, pois são cerca de 2 horas de viagem. 

Rota alpina tateyama kurobe

Nagano

Visitar os alpes japoneses pode ser uma das melhores decisões na hora de criar um roteiro para aventureiros dos esportes na neve. Nagano, sem dúvidas, merece ser incluído, visto que recebeu os Jogos Olímpicos de Inverno, em 1998, e está a apenas 2 horas de distância de Tóquio, em viagens percorridas de trem. Nesse local, não faltam estações que contemplem todos os níveis de habilidade e de investimento. Ao todo, são mais de 800 km de trilhas variadas. 

Fica evidente que a popularidade dessa província não se resume apenas ao evento histórico do qual foi palco. A altitude de 1.500 a 2.300 m e as extensas e diversificadas estações são atrativos irresistíveis, principalmente para aqueles que apreciam fortes emoções. Entre as mais populares para os visitantes, estão Hakuba 47, Sanosaka, Goryu, Jigatake, Nozawa Onsen, Cortina, Tsugaike Kogen, Minekata, Norikura e Kashimayari. 

  Agora que ficou mais fácil fazer o planejamento da próxima viagem, falta apenas garantir as passagens aéreas, montar as malas e curtir esse destino sozinho(a), acompanhado(a) ou com a família e os amigos. O turismo no Japão pode ir muito além das visitas aos templos e aos centros cosmopolitas. Além de muita aventura, os destinos ideais para prática de ski e snowboard também garantem um considerável mergulho na cultura e história deste país. 

Compartilhe Este Artigo: