Curiosidades / Japão

Monster Parents – Os pais monstros e super protetores

Monster Parents – Os pais monstros e super protetores
Compartilhe nas redes sociais:


No Japão e outros países do oriente, existe um termo chamado “Monster Parents” (モンスターペアレント) que caracteriza pais irracionais. Esses pais monstros são conhecidos por criar seus filhos com autoritarismo e superproteção. Os professores enfrentam bastante problemas com esses tipos de pais, que fazem diversas queixas e pedidos irracionais.

Esse termo se originou no Japão e ganhou bastante fama em Hong Kong. A palavra originada do inglês foi criada pelo educador japonês Yoichi Mukoyama em 2007. Esse termo deu origem a um dorama na TV japonesa que leva o mesmo nome de Monster Parents.

O dorama mostrou diversas situações da vida real, onde pais de estudantes frequentemente interferiam nos assuntos escolares e no ensino dos professores. Foi criado até mesmo um manual para lidar com os pais monstros, que foi entregue a mais de 60 mil professores em Tokyo.

Acredita-se que esses tipos de pais autoritários e superprotetores estão crescendo há décadas. Muitos pais acabam se reunindo, brigando com os professores ou até mesmo participando de fóruns online.

Como são os Monster Parents?

Os Monster Parents costumam obrigar as crianças a seguir horários apertados. Restrigem e controlam a vida dos filhos proibindo de fazer determinadas coisas e ordenando tarefas desnecessárias. Outros pais pressionam seus filhos a seguirem a mesma carreira dos pais ou algo que eles desejam.

Monster Parents - Os pais monstros e super protetores



Os pais costumam ter expectativas extremamente elevadas sobre seus filhos, o que causa grande pressão nas crianças. Alguns pais não aceitam falhas de seus filhos, exigem notas altas e bom desempenho escolar. Outros pais acabam virando verdadeiros monstros e causando danos físicos ou psicológicos em seus filhos.

Os Monster Parents geralmente interferem na vida pessoal de seus filhos e tentam controla-los. Como resultado, essas crianças muitas vezes acabam desenvolvendo traços e atitudes de personalidade anti-social e tendem a ser excessivamente dependentes de seus pais.

Outros pais monstros querem apenas o bem de seu filho. Acabam se preocupando demais e tratando seus filhos como deuses ou príncipes, o que incomoda e atrapalha outras pessoas envolvidas.

Reclamações de pais monstros

Alguns pais monstros são praticamente malucos, eles questionam com a escola e professores coisas que não estão ao alcance deles. Alguns pais não querem que seus filhos participem da limpeza da escola. Outros ficam furiosos apenas com uma queimadura e machucado em seus filhos.

Monster Parents - Os pais monstros e super protetores

Alguns até exigem que a escola pague as despesas médicas por um simples machucado. Outros reclamam pelo fato da criança ser mordida por um inseto. E não pense que esse tipo de personalidade acompanha as crianças apenas no ensino fundamental. Alguns pais protetores agem assim até depois da fase adulta.

Alguns pais são realmente inacreditáveis. Pais superprotetores e autoritários são comuns em todos os países, mas hoje conhecemos um ótimo termo e também algumas coisas absurdas que não imaginávamos.

Esse pode ser um grande culpado dos problemas sociais no Japão. Os pais não devem pressionar os filhos a nada, devem deixar que eles sejam independentes. Existem movimentos e criticas constantes sobre esses tipos de pais superprotetores.

Eu pensei em escrever esse artigo depois de ver o Pai da Erina no anime Shokugeki no Souma. Aquele é um grande exemplo de Pai Monstro! Você já conheceu algum pai desse jeito? Gostaríamos de ver sua opinião e seu possível comentário.



Recomendamos também: 

Compartilhe nas redes sociais:

Comentários do site